Fim da recessão econômica ocorrerá com o avanço das reformas, avalia CNI

Para a Confederação, o resultado positivo do PIB do primeiro trimestre deve ser visto com cautela. Somente a melhoria do ambiente de negócios e a garantia do equilíbrio fiscal poderão garantir o crescimento sustentado

O crescimento de 1% registrado no Produto Interno Bruto (PIB) do 1º trimestre de 2017 é positivo ao dar sinais de que o Brasil pode superar a recessão, na avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI). No entanto, o crescimento consistente ocorrerá apenas quando o Brasil melhorar o ambiente de negócios e garantir o equilíbrio fiscal de longo prazo. As bases para essa sustentação são a continuidade da queda de juros e o avanço na aprovação das reformas trabalhista e da Previdência. O país não pode parar em função da crise política. É necessário dar condições para que as empresas retomem os investimentos, haja geração de empregos e as famílias brasileiras voltem a consumir.

Economia Notícias