Remédios caros para doente grave travam no SUS

Mesmo após liminares favoráveis, pacientes com doenças graves não obtêm no Sistema Único de Saúde remédios de alto custo. São 474 casos, segundo dados de tribunais de Justiça. A negativa é uma “pena de morte”, diz advogado. O governo alega questões logísticas para des-cumprir decisões. (Folha de São Paulo)

Notícias