A Casa de Papel: Entra em produção a terceira temporada da série espanhola que virou fenômeno mundial. Assista ao vídeo

A Casa de Papel: Entra em produção a terceira temporada da série espanhola que virou fenômeno mundial. Assista ao vídeo

 

 

 

A revista americana VARIETY  revela em seu site que a terceira parte de “A Casa de Papel”, o programa mais assistido da Netflix, está entrando em produção e com novos personagens. A Netflix lançou um primeiro vídeo nesta quinta-feira. Produzida diretamente pela Netflix e pela Vancouver Media, e os criadores da série Alex Pina e Esther Martínez Lobato, com sede em Madri, a terceira parte de “La casa de papel” foi anunciada originalmente em abril. Muito pouco era então conhecido sobre o seu enredo, além de que “o professor planejará novos assaltos, revelados em 2019”, disse a Netflix, e que grande parte do elenco original retornaria. “A banda está de volta. Desta vez, será mais do que um assalto e, com novos membros, as apostas serão elevadas ”, anunciou hoje a Netflix.

Com base na música de Bella Ciao, o novo vídeo, no entanto, sugere mais personagens da Parte 3 do que seus eventos, enquanto os atores Parte I e 2, liderados por Alvaro Morte (O Professor) e Úrsula Corberó (Tóquio) entram alegremente estúdio para uma leitura de roteiro conduzida por Pina e diretor Jesús Colmenar, capturado brevemente em uma foto final no vídeo.

Novos membros do elenco recebem Hovik Keuchkerian (Bogotá), Najwa Nimri (Alicia), Fernando Cayo (Tamayo) e o já anunciado Rodrigo de la Serna (O Engenheiro).

O elenco de retorno visto no vídeo são Jaime Lorente (Denver), Miguel Herrán (Rio), Darko Peric (Helsinque), Alba Flores (Nairóbi), Esther Acebo (Estocolmo), Itziar Ituño (Raquel Murillo), Enrique Arce (Arturo) Kiti Mánver (Mariví) Juan Fernández (Coronel Prieto) e Mario de la Rosa (Suarez).

Apesar de morrer no clímax da Parte 2, Berlin (Pedro Alonso) aparece no final do vídeo, o que irá estimular a especulação sobre o tipo de papel que ele pode ter na Parte 3, se vai ter flashbacks, por exemplo. Todos, sem dúvida, serão revelados, pouco a pouco, em outros vídeos.

Nimri estrelou “Vis a Vis” (Locked Up), a série revolucionária de Pina e Martinez Lobato, que os viu pela primeira vez empurrando o envelope em grande estilo, personagens femininos fortes e um fio de cabo. Estrelando ao lado de Gael García Bernal em Diários de Motocicleta, de Walter Salles, Rodrigo de la Serna conseguiu uma indicação ao BAFTA e um Independent Spirit Award por sua atuação.

Em julho, a Netflix anunciou que assinou um acordo global exclusivo com a Pina. A Atresmedia da Espanha e a Vancouver Media produziram a série original, transmitida em duas partes no ano passado na Espanha. Atraiu um culto seguinte. Lançado no Netflix, tornou-se fenômeno global.

 

Mais informações sobre cultura na Variety.

Cultura Destaque Vídeo