Abalada, Dilma trata do encaminhamento dos atos fúnebres de Araújo. Velório inicia às 15h na Assembleia Legislativa; Flavia Bemfica/Correio do Povo Ex-presidente conhecia Araújo há quase 50 anos. Foto ARQUIVO Lula Marques/Agência PT

Abalada, Dilma trata do encaminhamento dos atos fúnebres de Araújo. Velório inicia às 15h na Assembleia Legislativa; Flavia Bemfica/Correio do Povo

A ex-presidente Dilma Rousseff chegou a Porto Alegre por volta das 9h deste sábado e trata pessoalmente dos encaminhamentos dos atos fúnebres do ex-marido Carlos Araújo (PDT).  O velório inicia às 15h na Assembleia Legislativa, não há informações ainda sobre o sepultamento. A ex-presidente saiu às pressas do Rio de Janeiro, onde ontem participou de um ato político, após receber a notícia. Ao chegar ao Rio Grande do Sul se dirigiu diretamente ao Complexo Hospitalar da Santa Casa, onde Araújo estava internado e morreu no início da madrugada, e onde a filha Paula já se encontrava.

Conforme pessoas próximas à família, Dilma está extremamente abalada, apesar de, antes do falecimento, o estado de saúde de Araújo já se mantinha frágil há bastante tempo. Eles se conheciam há quase 50 anos e, mesmo após o final do casamento, mantiveram uma grande amizade. Dilma reconhecia o ex-deputado como um conselheiro leal e respeitado. (Correio do Povo)

Notícias