ATÉ ONDE? ; por Pablo Queiroz Rocha/Delegado da Polícia Civil

ATÉ ONDE? ; por Pablo Queiroz Rocha/Delegado da Polícia Civil

Chega a mim a notícia de que há pouco, na zona leste de Porto Alegre dois Policiais Militares tombaram em combate, vitimados por tiros de FUZIL.
Dois Policiais mortos por ARMAS DE GUERRA.
Quem aceitaria guerrear contra inimigos em guerra não declarada?
Quem Entraria numa guerra sem as excludentes de ilicitude de tempos de guerra?
Quem deixaria de atirar contra alguém que, de posse de ARMA DE GUERRA, se encontra em posição oposta e pronto a atirar?
Quem de vocês se sente plenamente seguro?

Ainda que se verifique no correr das investigações que se tratam de armas de calibre inferior aos de fuzil.
Até onde vocês, população vão ficar assistindo e aplaudindo feito idiotas as mentiras da esquerda de que o crime se combate com desencarceramento e sem armas pesadas nas mãos de policiais ?
Até que dia poderão fingir-se de desentendidos?

ATÉ ONDE A POPULAÇÃO ESTÁ DISPOSTA A SE FINGIR DE DESENTENDIDA, DE QUE ACREDITA NAS FALÁCIAS DESARMAMENTISTAS E DESENCARCERADORAS?

Quantos de NÓS, POLICIAIS 👮‍♀️ teremos de morrer para que vocês, POPULAÇÃO acordem e percebam que estamos morrendo todos juntos? Um a um. Para que as mentiras permaneçam?

ATÉ ONDE ISTO E ESTES IRÃO?

Minha solidariedade à família Brigadiana.
Até onde? Até quando?

13043660_10208411498659054_7356827984225783307_n*Pablo Queiroz Rocha, Delegado da Polícia Civil RS

Destaque Opinião