Comitê da ONU pede que Brasil garanta candidatura de Lula; por Jamil Chade, Correspondente em Genebra, e Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

Comitê da ONU pede que Brasil garanta candidatura de Lula; por Jamil Chade, Correspondente em Genebra, e Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

Destaque

O Comitê da ONU acatou um pedido liminar feito pelo defensor do petista na corte, Geoffrey Robertson, para que as autoridades brasileiras “tomem todas as medidas necessárias para que para permitir que o autor  desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a membros de seu partido politico”.

A Vara de Execuções Penais de Curitiba, à qual Lula está subordinado, tem negado pedidos de entrevista com o petista e o Ministério Público Federal do Paraná questionou a indicação de políticos como Fernando Haddad e Gleisi Hoffmann como advogados do ex-presidente alegando que ele tem usado a prisão como espaço para articulações eleitorais.

A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

39403372_10155441845566555_1081280127259639808_n

Ministro do TSE nega pedido para Lula participar de debate na ‘RedeTV!’  Sérgio Banhos entendeu que seria ‘interferência indevida’ na Justiça Federal;    por André de Souza/O Globo

Ministro do TSE nega pedido para Lula participar de debate na ‘RedeTV!’ Sérgio Banhos entendeu que seria ‘interferência indevida’ na Justiça Federal; por André de Souza/O Globo

Destaque Eleições 2018

O ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos negou pedido do PT para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participe do debate da “RedeTV!” entre os candidatos à Presidência da República, previsto para ocorrer na sexta-feira. Condenado na Lava-Jato, Lula está preso em Curitiba. Em razão da condenação, ele também poderá ser barrado pela Lei da Ficha Limpa, mas, por enquanto, seu registro de candidatura ainda não foi analisado.

Sérgio Banhos lembrou que a prisão de Lula foi decidida pela Justiça Federal, que não integra a Justiça Eleitoral. Assim, não cabe a ele permitir que Lula saia da prisão para ir presencialmente ao debate, ou para autorizar a instalação de equipamentos na carceragem da Polícia Federal que tornassem possível a participação por videoconferência. Segundo Banhos, esses pedidos feitos pelo PT, se aceitos, significariam “indevida interferência da Justiça Eleitoral na esfera de competência do juiz da execução da pena”.

O partido tinha pedido ainda, como uma última alternativa, que fossem autorizados vídeos pré-gravados de Lula para levar ao debate. Mas Banhos destacou que isso “seria incompatível até mesmo com a já conhecida dinâmica desses debates”.

Trump ataca ‘conluio’ em ação pró-livre imprensa, e jornal recebe ameaça de bomba; por O Globo com AFP

Trump ataca ‘conluio’ em ação pró-livre imprensa, e jornal recebe ameaça de bomba; por O Globo com AFP

Comunicação Mundo Notícias Poder Política

O presidente Donald Trump reagiu ao esforço coordenado de mais de 300 jornais — que criticaram seus repetidos ataques a meios de comunicação — com informações distorcidas para acusar os diários de fazerem um conluio contra ele. Horas após os ataques verbais, o jornal recebeu uma ameaça telefônica de bomba na redação.

“A MÍDIA FAKE NEWS É O PARTIDO DA OPOSIÇÃO. É muito ruim para nosso grande país… MAS ESTAMOS VENCENDO!”, disparou ele, num de seus rompantes matinais no Twitter, um dia após o movimento coordenado de editoriais a favor da preservação da liberdade de imprensa no país.

xUS-BOSTON-GLOBE-LEADS-CHARGE-AMONG-NEWSPAPERS-CONCERTED-DEFENSE-G923SBNG1.1.jpg.pagespeed.ic.97Rnts0t1c
Capa do ‘Boston Globe’ de 16 de agosto, com editorial ‘Jornalistas não são o inimigo’ – Tim Bradbury / AFP

Trump logo partiu para atacar o “Boston Globe”, que iniciou o movimento.

“O ‘Boston Globe’, que foi vendido para o Fracassado ‘New York Times’ por 1,3 BILHÃO DE DÓLARES (mais 800 milhões em perdas e investimento), OU 2,1 BILHÕES DE DÓLARES, foi vendido pelo ‘Times’ por 1 DÓLAR. Agora o ‘Globe’ está em conluio com outros jornais sobre imprensa livre. PROVEM!”

A imprensa não soube detalhar o que Trump exigiu que fosse provado, embora ele estivesse respondendo a afirmações de que ele possivelmente ameaça a Primeira Emenda da Constituição (liberdade de expressão) ao equiparar inúmeros meios de comunicação com meros veiculadores de notícias falsas, sem apresentar provas.

O “Boston Globe”, por sua vez, foi vendido ao “NYT” por US$ 1,1 bilhão em 1993, destacou o portal “The Hill”. Com dívidas, o grupo editorial do jornal nova-iorquino o revendeu por US$ 70 milhões a John Henry em 2013. Um diário de proeminência que foi vendido por US$ 1 foi o “New York Daily News”. O valor simbólico veio acompanhado da assunção de US$ 30 milhões em dívidas.

Horas após os tuítes, focados especificamente no “Globe”, o diário de Massachusetts comunicou internamente por e-mail que recebeu uma ameaça telefônica de uma bomba em sua sede, em Boston. Segundo o site “Axios”, a ameaça está sendo levada a sério pelas autoridades locais e federais. Autoridades afirmaram não acreditar que a mensagem fosse real, mas aumentaram a segurança no entorno do prédio.

Num terceiro tuíte, ainda pela manhã, Trump afirmou “não haver mais nada” que ele queira do que “uma verdadeira liberdade de imprensa”.

“O fato é que a imprensa é LIVRE para escrever e dizer o que quiser, mas muito do que diz é FAKE NEWS, forçando uma agenda política ou apenas tentando abertamente ferir o povo. A HONESTIDADE VENCE!”, tuitou.

Eleições 2018: Mateus Bandeira fará live de 24 horas para detalhar seu plano de governo

Eleições 2018: Mateus Bandeira fará live de 24 horas para detalhar seu plano de governo

Comunicação Destaque Eleições 2018 Poder Política Tecnologia Trabalho

Uma ação inédita no Brasil, inspirada no seriado americano House of Cards, será o grande trunfo do candidato a governador do Rio Grande do Sul pelo NOVO, Mateus Bandeira, para contornar o pouco tempo de exposição na televisão (7 segundos).

Bandeira apresentará seu plano de governo durante 24 horas, ao vivo pela internet, a partir das 17 horas desta sexta-feira. Direto da residência do candidato, a transmissão pelo Facebook, Twitter e Instagram seguirá até o mesmo horário do sábado.

Na maratona, os internautas conhecerão um pouco mais da família e trajetória pessoal de Mateus Bandeira, e também terão a oportunidade de fazer perguntas em tempo real.

Durante a programação, Mateus Bandeira falará sobre o cenário político e os posicionamentos da candidatura, acompanhado pelo candidato à vice-governador Bruno Miragem.

Para às 20h45, está prevista uma videoconferência com o candidato à presidência pelo NOVO, João Amoedo, seguida de bate-papos com lideranças e candidatos a deputado estadual e federal.

Ao longo da madrugada, Marcel Van Hattem e o vereador de Porto Alegre, Felipe Camozzato estarão entre os convidados para falar sobre os desafios da renovação na política. Temas como economia, segurança, saúde e educação também serão pauta de conversas com especialistas como Marcelo Berger, que abordará o avanço da violência, e Roberto Rachewski, que falará sobre educação.

A transmissão contará ainda com a participação dos jornalistas Felipe Vieira e Diego Casagrande, e da Publisher da Revista VOTO, Karim Miskulin, que também farão seus questionamentos aos candidatos.

O sábado começará com uma roda de chimarrão, programada para às 5 horas, e no café da manhã a pauta será o empreendedorismo. Percival Puggina será o convidado para falar sobre Capitalismo x Socialismo, e na sequência, Mateus liderará a discussão sobre a necessidade de investimento em tecnologia e inovação. Para o almoço, um churrasco descontraído com a família, amigos e apoiadores também poderá ser acompanhado na íntegra via redes sociais.

Suspensa liminar que concedia retomada da administração da freeway pela Concepa; por Jessica Hübler/Correio do Povo

Suspensa liminar que concedia retomada da administração da freeway pela Concepa; por Jessica Hübler/Correio do Povo

Destaque

A Advocacia-Geral da União (AGU), junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), informou que a liminar concedida à Triunfo Concepa está suspensa. A suspensão foi pelo Agravo de Instrumento emitido Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Na prática, a concessionária não deve voltar a administrar os trechos das BRs 290 (incluindo a freeway) e 116. Conforme o documento, assinado pelo Juiz Federal Marcelo Albernaz, “encontram-se em curso os Editais n. 250/2018-10 e 264/2018-10 para seleção de empresas para a execução de serviços de manutenção nas BRs 260 e 116, não estando mais o trecho rodoviário sob a administração da ANTT” e “a retomada do serviço e dos respectivos bens pela agravante-embargada, a esta altura, comprometeria atos já praticados pela administração pública objetivando a manutenção e a regular utilização da via pública”

O Dnit/RS permanece administrando ambos os trechos, conforme informado pelo superintendente Allan Magalhães. Depois de um mês e meio, segue o impasse sobre a administração das rodovias. Um despacho da Justiça havia definido o período para que a ANTT se manifestar sobre o retorno dos espaços para a antiga concessionária, que exigiu a retomada em processo movido contra o governo federal devido investimentos realizados e que não estavam previstos no contrato.

A reportagem completa está no Correio do Povo.

Candidatos a presidente declaram patrimônio que soma R$ 833 milhões; por Felipe Frazão/O Estado de S.Paulo

Candidatos a presidente declaram patrimônio que soma R$ 833 milhões; por Felipe Frazão/O Estado de S.Paulo

Destaque Direito Economia Eleições 2018

Os candidatos à Presidência da República neste ano declararam à Justiça Eleitoral valor recorde em patrimônio: R$ 833 milhões, somados os bens dos 13 concorrentes à sucessão do presidente Michel Temer. Na última eleição presidencial, a soma dos bens informados pelos 11 candidatos era de R$ 11 milhões (em valores nominais).

Esta é a primeira eleição geral em que os candidatos estão proibidos de arrecadar dinheiro de empresas para custear as campanhas. Só pessoas físicas podem realizar doações. No entanto, os próprios candidatos foram autorizados a bancar a totalidade de seus gastos, por meio do chamado autofinanciamento, até o limite para cada cargo em disputa. A regra beneficia candidatos ricos. No caso de presidente, o teto é de R$ 70 milhões no primeiro turno, e de R$ 35 milhões no segundo.

O valor do patrimônio dos presidenciáveis chega perto do orçamento de 2018 do Fundo Partidário (R$ 888 milhões), criado para bancar as despesas de funcionamento das siglas, mas que pode ser aplicado nas campanhas. Além disso, a atual eleição será a primeira a contar com outra fonte de recursos públicos, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, criado no ano passado com remanejamento de R$ 1,7 billhão de outros gastos e renúncias da União.

Dois estreantes na disputa pela Presidência impulsionaram as cifras: o engenheiro João Amoêdo (Novo), dono de R$ 425 milhões, e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), cuja fortuna é de R$ 377 milhões. Amoêdo e Meirelles, ambos com carreira profissional desenvolvida em bancos, representam juntos 96% do total de patrimônio – sendo que mais da metade pertence ao fundador do partido Novo. Ambos já manifestaram que pretender aplicar recursos próprios em suas campanhas.

A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

PT contesta no TSE distribuição de registro para Barroso; por Rafael Moraes Moura / O Estado de São Paulo

PT contesta no TSE distribuição de registro para Barroso; por Rafael Moraes Moura / O Estado de São Paulo

Destaque Eleições 2018
 O PT decidiu nesta quarta-feira, 15, contestar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o fato de o ministro Luís Roberto Barroso, vice-presidente da Corte Eleitoral, ter sido definido o relator do registro da candidatura ao Palácio do Planalto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo apurou o Estadão/Broadcast com auxiliares petistas, a contestação da relatoria se deve à questão de “regularidade processual” – eles acreditam que o registro deveria ter sido encaminhado diretamente ao ministro Admar Gonzaga, relator das ações do Movimento Brasil Livre (MBL) e de Alexandre Frota que pedem a impugnação da candidatura de Lula.

 Nesta quarta, a procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, também questionou a candidatura de Lula, preso e condenado na Operação Lava Jato.

Barroso não deve decidir de forma monocrática (individualmente) sobre o pedido de registro do ex-presidente. De acordo com interlocutores do ministro, ele acredita que a questão é institucionalmente relevante e deve ser submetida à análise do plenário o mais rápido possível.

A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Prêmio Mérito em Administração 2018 homenageia profissionais da área

Prêmio Mérito em Administração 2018 homenageia profissionais da área

Agenda Economia Negócios Notícias

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, Vitor Augusto Koch,  o secretário estadual de Educação, Ronald Krummenauer, no Setor Público; o diretor regional do Senac-RS, Orian Kubaski, no Setor Ensino; e a Tecnóloga Márcia Helena Rodrigues, no Setor Tecnólogo em determinada área da Administração são os administradores agraciados com o Prêmio Mérito em Administração 2018, concedido pelo Conselho Regional de Administração do RS – CRA-RS. A distinção reconhece os destaques gaúchos que contribuíram com o desenvolvimento da profissão nos setores Privado, Público, Ensino e, pela primeira vez, Tecnólogo em determinada área da Administração.

O objetivo da premiação é incentivar, destacar e premiar os profissionais registrados no Conselho mediante análise da trajetória acadêmica e profissional feita por uma comissão estabelecida pela Autarquia. O presidente Vitor Augusto Koch foi destaque na categoria Setor Privado.

A solenidade de entrega da láurea máxima da profissão será em um jantar baile comemorativo ao Dia do Administrador, comemorado no dia 9 de setembro, data de assinatura da Lei Nº 4.769 de 1965, que criou e regulamentou o exercício da Administração. O evento está marcado para o dia 1º de setembro, às 20h, no Salão Pôr do Sol da AABB, Avenida Cel. Marcos, 1000, Pedra Redonda, em Porto Alegre.

O conselheiro Luiz Klippert exaltou o prêmio como um estímulo ao valor da profissão na formação e desenvolvimento da sociedade. A vice-presidente Izabel Lopes, por sua vez, destacou que essa é a edição de número 31 da premiação. – O CRA-RS tem muito orgulho de dedicar anualmente a láurea aos profissionais que representam muito bem a nossa profissão – lembrou.

 

 

Ainda em ‘monte’, Cabo Daciolo não comparece à sabatina em emissora de TV; por O Globo

Ainda em ‘monte’, Cabo Daciolo não comparece à sabatina em emissora de TV; por O Globo

Notícias Vídeo
O candidato do Patriota à Presidência da República, Cabo Daciolo, não compareceu à entrevista que daria à TV Record, na noite desta quarta-feira. Em um vídeo publicado em sua página oficial do Facebook, Daciolo aparece em frente a uma fogueira e diz que está disposto a conceder entrevistas, mas apenas no ‘monte’, local para onde ele foi na terça-feira jejuar e ‘fugir da perseguição de seitas’:
— Eu disse a todas as emissoras que eu estou disposto a qualquer entrevista, só que no Monte. No monte eu faço qualquer entrevista. Quem quiser vir até o monte, o meu irmão sabe onde eu estou, a minha mulher também. A imprensa sabe os telefones deles. Eu tô aqui aberto para conversar, para falar sobre os planos soluções para a Nação brasileira. Nós temos um plano de nação para a colônia brasileira, e eu vou apresentar para a nação — disse no vídeo.

PT registra nesta quarta-feira candidatura de Lula no TSE.  Partido quer transformar registro do ex-presidente em ato político para campanha; por O Globo

PT registra nesta quarta-feira candidatura de Lula no TSE. Partido quer transformar registro do ex-presidente em ato político para campanha; por O Globo

Destaque Eleições 2018

O Partido dos Trabalhadores (PT) registra nesta quarta-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no primeiro passo da batalha jurídica do partido para tentar evitar que o ex-presidente fique de fora disputa presidencial.

Condenado em segunda instância no caso do tríplex, Lula cumpre os requisitos para ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Como está preso em Curitiba, caberá a Fernando Haddad, formalizado como candidato a vice, a tarefa de entregar no TSE os documentos do petista.

O registro do PT, que poderia ser feito pela internet, vai ser transformado num ato político, com militantes do MST do lado de fora do tribunal. Simpatizantes de Lula se concentram desde ontem na região central de Brasília.

Durante a posse de Rosa Weber na presidência do TSE ontem à noite, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, criticou o uso de dinheiro público por pessoas “inelegíveis”. Segundo ela, só quem cumpre a lei pode concorrer.

—A lei das inelegibilidades deve ser assegurada para que só os elegíveis concorram e os inelegíveis não financiem suas pretensões com recursos públicos — afirmou Dodge, acrescentando. — É tarefa da Justiça Eleitoral anunciar ao eleitor o quanto antes e com segurança jurídica quem são os reais concorrentes, ou seja, os que tem capacidade eleitoral passiva e podem ser votados segundo a lei vigente. Os recursos públicos nas eleições são frutos de impostos. Por isso, devem ser bem gastos.

A procuradora-geral já avisou anteriormente que poderá pedir que Lula devolva aos cofres públicos o dinheiro eventualmente gasto em campanha.

Pelo menos um partido, o Novo, também já está com texto pronto para pedir a impugnação da candidatura. O candidato a presidente João Amoêdo decidiu fazer dois pedidos ao TSE. O primeiro pede a impugnação da candidatura de Lula. O segundo, a retirada do petista da campanha eleitoral. Amoêdo recorrerá contra a candidatura de Lula tão logo o TSE abra prazo para contestações.