Economia brasileira crescerá 2,5% e indústria terá expansão de 2,8% em 2020, estima CNI

Economia brasileira crescerá 2,5% e indústria terá expansão de 2,8% em 2020, estima CNI

Destaque

A economia brasileira consolidará o processo de retomada do crescimento em 2020, com expansão de 2,5% do produto interno bruto (PIB). A atividade econômica será impulsionada pela expansão de 2,8% do PIB industrial e pelo aumento do investimento, que deve crescer 6,5% e se confirmar como fator a promover a recuperação da economia, no próximo ano. As previsões estão na edição especial do Informe Conjuntural – Economia Brasileira, que a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O estudo traça um cenário mais positivo para o crescimento da economia, em 2020. Segundo a análise do cenário econômico, a aceleração da segunda metade deste ano é sinal de que haverá crescimento mais sólido nos próximos 12 meses. Os dados mais recentes indicam aumento do consumo, consequência da queda da taxa de juros e da paulatina recuperação do mercado de trabalho. “Estamos passando por um período de reformas estruturais, de cunho liberalizante. Essas reformas, em especial as que se destinam a modernizar os regimes trabalhista, previdenciário e tributário, estão sedimentando o terreno para o aumento do consumo, dos investimentos e da produção. Com isso, certamente teremos um crescimento maior e melhor em 2020.”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.

PROTAGONISMO – De acordo com o estudo, o aspecto mais relevante do atual momento da recuperação da economia é o maior protagonismo do setor privado. O investimento privado demonstrou reação, ao longo de 2019, impulsionado pelo aumento da confiança e a queda nas taxas de juros.

“O setor da construção será́ o principal motor para o crescimento de 2020. A recuperação do setor tende a gerar um número grande de contratações formais, dando suporte a novos avanços no consumo. A indústria de transformação deve iniciar o ano com dinâmica muito similar à observada em 2019, com dificuldades no mercado externo e melhora gradual do mercado doméstico”, analisa o estudo.

AGENDA DE COMPETITIVIDADE – As reformas implementadas na economia ao longo de 2019, sobretudo a da Previdência Social, têm contribuído para um ambiente mais propício ao aumento do investimento, da produção e do consumo. Assim, as expectativas para 2020 começam em alta. A CNI, porém, defende que reformas adicionais precisam ser realizadas para conter, de forma definitiva, o crescimento do gasto público e promover um equilíbrio fiscal duradouro, sem o qual não se alcança o crescimento sustentado.

Brasília -
Robson Braga de Andrade Foto: Agência Brasil

Para a CNI, para que esse novo ciclo de crescimento se consolide, é “indispensável maior celeridade e ambição na agenda pró-competitividade, com foco na reforma tributária”, diz o documento. Esta reforma deve ser ampla e ter como foco a melhoria da competitividade do produto nacional. “Atrasos na mudança do sistema tributário brasileiro podem criar incertezas e inibir o investimento”, acrescenta o estudo. “Essa pauta deve continuar como prioridade na agenda de 2020”, afirma o documento.

“É fundamental continuar com a marcha das reformas, não apenas aquelas que dizem respeito ao setor público, dando maior eficiência e eficácia à ação do Estado, mas sobretudo as que visam a eliminação dos entraves que dificultam ou impedem o investimento produtivo. É imperativo atuar para a construção de um melhor ambiente de negócios para favorecer o investimento privado, o motor do novo crescimento”, diz o presidente da CNI.

INFLAÇÃO E EMPREGO – As perspectivas também são positivas para outros indicadores da economia. A expectativa é de que a inflação – medida pelo IPCA – encerre 2020 em 3,7%, abaixo da meta pelo quarto ano consecutivo. A expectativa é de que a taxa Selic permaneça no patamar estabelecido na última reunião do Conselho de Política Monetária (Copom), em 4,5% ao ano ao longo de 2020.

Em relação ao mercado de trabalho, a expectativa é de que a retomada da atividade econômica viabilizará o crescimento mais robusto de vagas formais e a geração de empregos de maior qualidade, que pagam melhores salários. Isso deve ter efeitos positivos no rendimento médio real da população e na massa salarial, no próximo ano, que devem crescer 1,6% e 3,4%, respectivamente. Em relação à taxa média de desemprego, a previsão é de que caia de 11,9% para 11,3% na média anual.

INVESTIMENTOS – A CNI também divulgou a pesquisa de Investimentos na Indústria 2019-2020. O levantamento mostra que o percentual de grandes empresas que pretende realizar investimentos é o maior dos últimos seis anos. Os dados apontam que o maior objetivo é ampliar participação no mercado doméstico, mas as empresas também estão mais atraídas pelo comércio exterior. A pesquisa também ouviu indústrias que não investiram em 2019 para identificar os principais entraves aos investimentos. Acesse a Agência CNI de Notícias para conferir o release completo.

Senai vai ao litoral em janeiro
Serão dois finais de semana com várias promoções

 Tramandaí vai receber o Estação de Verão do Senai em janeiro do próximo ano. Nos finais de semana de 11 e 12 e 18 e 19, a avenida Beira-Mar, 1520, contará com um espaço do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) com várias atividades. A Unidade Móvel de Panificação e Confeitaria fará oficinas para elaboração de receitas alusivas ao verão, gratuitamente, e com inscrições no local. Também haverá wi-fi gratuito, futebol de robôs legos, e demonstrações de tecnologias educacionais usadas pela instituição como realidade aumentada e realidade virtual. O espaço ainda contará com informações sobre os cursos técnicos, postecnicos e de evolução profissional do Senai-RS.

Bis de Sessão Extra: Kleiton & Kledir + Nenhum de Nós retornam ao Theatro São Pedro dias 13 e 14 de janeiro

Bis de Sessão Extra: Kleiton & Kledir + Nenhum de Nós retornam ao Theatro São Pedro dias 13 e 14 de janeiro

Destaque

Após o sucesso de cinco sessões lotadas no Theatro São Pedro, em dezembro, KLEITON & KLEDIR + NENHUM DE NÓS retornam ao palco para um o chamado Bis de Sessão Extra, que acontece nos dias 13 e 14 de janeiro, segunda e terça, às 21h, no próprio Theatro. No show, Nenhum de Nós e Kleiton & Kledir ficam juntos o tempo todo no palco, alternando no roteiro os maiores sucessos do grupo e da dupla. Na estrada desde 1980, o Nenhum revela que se não fosse a influência dos Almôndegas, leia-se Kleiton & Kledir envolvidos nesta banda que marcou a geração do final da década de 70 por sua irreverência, talvez não tivesse encarado tal jornada até aqui.

Donos de um estilo musical inovador e um simpático sotaque gaúcho, a música de Kleiton & Kledir marcou a cultura brasileira nos últimos anos. O sucesso de mais de 20 discos gravados em português (e um em espanhol) rendeu shows pelo mundo em lugares como EUA, Europa, Oriente Médio e América Latina. Já, o Nenhum de Nós, que acabar de completar 33 anos de estrada, tem na bagagem mais de dois mil shows realizados, e 17 discos, três DVDs e um EP lançados.

Kleiton & Kledir revelam que unir a música da dupla com a do Nenhum de Nós no palco é algo desafiador e prazeroso ao mesmo tempo. A ideia de todos, neste show, é que todos fiquem todo o tempo em cena e, melhor, cantando todas as músicas. Durante o show, há pouquíssimos momentos dedicados aos solos. A proposta busca apresentar ao público uma música, totalmente, integrada do início ao fim.

Juntos no palco o tempo inteiro do show, alternando sucessos do repertório de ambos os artistas, estarão Sady Homrich (bateria), João Vicenti (piano e acordeão), Carlos Stein (violão e guitarra), Veco Marques (violão, banjo e guitarras), Thedy Corrêa (violão e vocal), Kleiton Ramil (violino e vocal), Kledir Ramil (violão e vocal), acompanhados por Estevão Camargo no baixo. Entre os hits dos dois artistas que o público poderá conferir neste encontro único, estão “Nem Pensar”, “Amanhã ou Depois”, “Você Vai Lembrar de Mim”, “Fonte da Saudade”, “Sobre o Tempo”, “Paixão”, “Vira Virou” e “Deu Pra Ti”.

 

KLEITON & KLEDIR + NENHUM DE NÓS

Datas:  13 e 14 de janeiro, segunda e terça – Horário: às 21h

Local: Theatro São Pedro – Praça Marechal Deodoro, s/n°

Informações:  3227-5300 e 3227-5100

 

DESCONTOS

50% para associados da AATSP (ingressos limitados)
50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação)
50% para idosos

50% para sócios do Clube do Assinante do Jornal Zero Hora

 

INGRESSOS

– Vendas Online – Clique aqui

– Na bilheteria do Theatro São Pedro. Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 13h às 18h30 ou até o horário de início do espetáculo. Sábados e domingos, das 15h até o horário de início do espetáculo.

Forma de pagamento: dinheiro, Visa (débito), Mastercard (débito) e Banricompras.

VALORES

Para as sessões de 13 e 14 de janeiro (segunda e terça).

Plateia: R$ 140,00

Cadeiras Extras: R$ 130,00
Camarote Central: R$ 110,00

Camarote Lateral: R$ 80,00
Galerias: R$ 50,00

Duração: 90 minutos I Classificação: Livre

PF indicia Lula, Palocci, Okamotto e Odebrecht por doações em propinas para Instituto; do Correio do Povo

PF indicia Lula, Palocci, Okamotto e Odebrecht por doações em propinas para Instituto; do Correio do Povo

Destaque

A Polícia Federal em Curitiba indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Antônio Palocci (Casa Civil e Fazenda), Paulo Okamotto (presidente da entidade) e Marcelo Odebrecht pelo pagamento de R$ 4 milhões da empreiteira ao Instituto Lula entre dezembro de 2013 e março de 2014. Ao empresário foi imputado o crime de corrupção ativa, e aos demais, corrupção passiva. Todos foram indiciados por lavagem de dinheiro no inquérito da Operação Lava Jato.

A PF se debruçou sobre os pagamentos de empresas investigadas no âmbito da Operação Lava Jato para a empresa LILS Palestras, Eventos e Publicações Ltda, responsável pelas palestras do ex-presidente. Os valores passam de R$ 9 milhões. A investigação apontou que a Construtora Norberto Odebrecht transferiu, diretamente, aproximadamente 10,15% dos recursos da empresa.

O indiciamento é ato privativo do delegado de polícia. Ele ocorre quando a autoridade policial vê indícios do envolvimento do investigado em ilícitos. Agora, o inquérito da PF segue para o Ministério Público Federal que pode ou não oferecer denúncia criminal contra Lula, Palocci, Okamotto e Odebrecht.

Clique aqui e leia a íntegra da reportagem no Correio do Povo.

RS: Vendas de Natal crescem 9% nos supermercados gaúchos. Semana do Réveillon vai movimentar lojas do setor novamente

RS: Vendas de Natal crescem 9% nos supermercados gaúchos. Semana do Réveillon vai movimentar lojas do setor novamente

Destaque

O clima festivo, as altas temperaturas e fatores conjunturais positivos, como a liberação do saque de parte do FGTS pelo Governo Federal e a possibilidade de parcelamento do IPVA no Estado, contribuíram para que o setor supermercadista gaúcho atingisse as expectativas de vendas neste Natal, com um crescimento de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. Para o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, o calendário favorável – que possibilitou aos consumidores visitarem os supermercados no fim de semana, na segunda e na terça-feira para o abastecimento da ceia – foi decisivo para o resultado positivo, que consolida o Natal de 2019 como o melhor nos últimos dez anos para o setor.

De acordo com o presidente da Agas, os gaúchos estiveram muito atentos aos preços, adequando sua ceia às promoções e possibilidades encontradas nas lojas. “Houve um crescimento de 5% no número de visitas, mostrando uma intenção de pesquisar muito latente nos consumidores”, observa Longo. Segundo ele, bebidas como refrigerantes e cervejas foram os grandes destaques em vendas, devido às altas temperaturas dos últimos dias, com um incremento médio de 15% nas vendas. “De cada quatro itens registrados nos caixas na véspera de Natal (24/12), um era uma bebida. Cerca de 90% dos consumidores que passaram pelas lojas adquiriram bebidas nesta terça-feira”, sublinha o supermercadista.

Outro dado que chama a atenção é um crescimento de 5% na venda de carvão para churrasco – mostrando que o hábito de comemorar com familiares e amigos não foi minimizado pela alta nos preços da carne bovina das últimas semanas. “Embora o volume físico de carne bovina tenha registrado pequena queda nas vendas, houve uma clara migração para outros produtos, como frango, pão de alho e salsichão, que registraram excelentes vendas”, destaca Longo. Com relação às aves natalinas, como perus e chesters, o crescimento foi de 8%. “A diversidade de preços fez a diferença, com opções de aves de R$ 6,90 a R$ 29,90 o quilo”, explica Longo.

Os panetones, também tradicionais no período natalino, cresceram acima da média (12%), enquanto brinquedos pequenos e kits de Natal registraram procura crescente na semana que antecedeu a ceia natalina. “O calendário ajudou o consumidor se lembrar de mais pessoas que poderiam ser presenteadas. Assim, itens como a caixa de bombom tiveram grande procura nos últimos três dias”, afirma o presidente da Agas.

Preparativos para o Ano-Novo – Para a semana do Ano-Novo, além dos espumantes, os supermercados apostam na comercialização de itens típicos como lentilha, carne suína, sobremesas e outras bebidas. “O crescimento deverá ser similar, até pela projeção climática de tempo bom”, conclui Longo.

Pesquisa do Instituto Methodus mostra reprovação aos governos Marchezan, Leite e Bolsonaro; do Correio do Povo

Pesquisa do Instituto Methodus mostra reprovação aos governos Marchezan, Leite e Bolsonaro; do Correio do Povo

Destaque

A pesquisa do Instituto Methodus, publicada hoje pelo jornal Correio do Povo, também fez as avaliações dos governos federal, estadual e de Porto Alegre. A gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi apontada por 49,1% dos entrevistados como péssimo ou ruim; 26,9% responderam que consideram a administração como regular. E 24% disseram que o governo é ótimo ou bom. Sobre a aprovação, 61,2% dos entrevistados disseram que reprovam a gestão, enquanto que 38,8%, aprovam.

O governo de Eduardo Leite (PSDB) é considerado péssimo ou ruim por 66,2% dos entrevistados. Para 28,2%, a administração é considerada regular. A pesquisa mostrou que 5,6% disseram que o primeiro ano do governo é ótimo ou bom. Ao serem questionados sobre a aprovação do governo, 81,5% disseram que reprovam, enquanto que 18,5%, manifestaram aprovação.

A gestão do prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), foi considerada péssima ou ruim por 66,1% dos entrevistados. Para 22,4%, a administração é regular, e, para 11,5%, é ótima ou boa. Sobre a aprovação do governo, 77,7% responderam que reprovam, contra 22,3% que aprovam. (Correio do Povo)

Cerveja da FRUKI, BELLAVISTA, lança campanha de verão 29FEV – o dia dos encontros reais

Cerveja da FRUKI, BELLAVISTA, lança campanha de verão 29FEV – o dia dos encontros reais

Economia Negócios Notícias

A cerveja BELLAVISTA quer acabar de vez com as promessas que ficam apenas no “Vamos marcar?” e com as desculpas esfarrapadas utilizadas na hora de encontrar os amigos, familiares e colegas de faculdade. Aproveitando que 2020 é ano bissexto e tem um dia a mais, em um sábado, a BELLAVISTA lança a campanha de verão “#29FEV – o dia dos encontros reais”, que proporcionará diversos encontros reais neste dia, nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A BELLAVISTA, linha de cervejas premium da Bebidas FRUKI, é um produto que conecta as pessoas de forma despretensiosa. Sinônimo de qualidade, segurança e confiança a marca compartilha momentos e proporciona encontros reais. Esses encontros são experiências e trocas que valorizam momentos em que as pessoas consigam se divertir, conectar e estreitar vínculos. E, para isso, desde o seu lançamento, a BELLAVISTA facilita estes momentos, pois acredita que encontros reais merecem uma cerveja de verdade.

fruki2
Segundo Júlio Eggers, Diretor Administrativo da Bebidas FRUKI, em 2020 a BELLAVISTA vai implementar de forma mais intensa o ideal da marca e facilitar muitos encontros reais. “Desde o seu lançamento, nestes um ano e quatro meses, já facilitamos mais de 400 encontros com o envolvimento de aproximadamente três mil pessoas. Esta nova campanha vem para reforçar nosso posicionamento, 2020 será o grande ano dos encontros reais. Estamos muito entusiasmados em poder estar presente nestes momentos especiais e memoráveis” explica.
Promoção
A BELLAVISTA vai proporcionar o dia perfeito para curtir com os amigos. A partir de 30 de dezembro estará no ar uma promoção para concorrer a um encontro real. Para participar, basta seguir o perfil da marca no Instagram @cervejariabellavista. Publicar no feed ou stories do Instagram uma foto, um vídeo ou uma frase, respondendo à seguinte pergunta: “Por que eu mereço ganhar um encontro real no dia 29/02/20?”. Os participantes que postarem seus vídeos têm de deixar o perfil do Instagram aberto, marcando na publicação a @cervejariabellavista e usando as hashtags #encontrosreais e #29fevmarcado.
Os autores das respostas mais criativas vão receber um kit com 120 latas de cerveja da BELLAVISTA para fazer desse 29 de fevereiro o dia oficial dos Encontros Reais. Confira o regulamento em: www.29fevbellavista.com.br.

RS: Localização de radares móveis em rodovias estaduais será divulgada durante o verão

RS: Localização de radares móveis em rodovias estaduais será divulgada durante o verão

Destaque

Uma ação inédita para a educação no trânsito envolverá as principais rotas de veraneio dos gaúchos. A partir desta semana, os usuários de rodovias estaduais saberão quais estradas terão fiscalização reforçada com radares móveis.

A ação é coordenada pela Secretaria de Logística e Transportes e realizada em conjunto com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). A iniciativa consiste na divulgação de boletins semanais para os veículos de comunicação, com a localização de rodovias onde haverá fiscalização com o uso dos equipamentos.

“Esse monitoramento abrange tanto as estradas do litoral quanto de outras regiões onde também há aumento na circulação de veículos, como a Serra Gaúcha”, detalha o secretário Juvir Costella. “O objetivo é conscientizar os motoristas e dar a certeza de que o Estado se faz presente, atuando pela segurança das viagens.”

Cerca de 80 radares móveis reforçam o monitoramento nas estradas estaduais durante o período de veraneio. Esta semana, os equipamentos operam nas seguintes rodovias, entre outras:

• ERS-324, entre Passo Fundo e Iraí
• ERS-135, entre Passo Fundo e Erechim
• RSC-287, entre Tabaí e Santa Maria
• ERS-734, entre Rio Grande e Cassino
• Rota do Sol, entre Caxias do Sul e Terra de Areia
• Estrada do Mar, entre Osório e Torres

O reforço na fiscalização por radares móveis e a divulgação das rodovias monitoradas integram a operação RS Verão Total, promovida pelo governo do Estado. A mobilização, que reúne secretarias, órgãos e entidades, tem o intuito de melhorar os serviços prestados à população nos principais destinos da temporada. As atividades vão até 2 de março de 2020.

Gramado: Revisão do Plano Diretor irá priorizar recursos naturais; por Miron Neto/Gramado passado a limpo

Gramado: Revisão do Plano Diretor irá priorizar recursos naturais; por Miron Neto/Gramado passado a limpo

Destaque Economia

Os principais pontos que devem ser introduzidos no Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado de Gramado começaram a ser discutidos quinta-feira (19), com a presença de representantes do Executivo, profissionais liberais e membros da CEPA (Consultora de Estudios y Proyectos del Ambiente), empresa contratada e que já apresentou um diagnóstico ao prefeito Fedoca Bertolucci (PDT). Um dos aspectos da revisão do Plano está relacionada à Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável (programa de ação no tempo para os próximos 20 anos) e Plano de Mobilidade Urbana (trânsito de veículos, reestruturação viária, transporte público e ciclofaixas, por exemplo).
Para a secretária de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil Carmem Piazzi, a revisão compreenderá todos os dispositivos do Plano Diretor, desatualizados em relação a outras legislações e contrários às diretrizes urbanísticas da cidade. “Esta ação é a primeira de muitas que serão feitas. Trata-se da modificação do nosso Plano Diretor com ênfase na nossa paisagem, no que Gramado estava perdendo, que é a valorização dos seus recursos naturais. Tudo vai ser moldado conforme as necessidades da cidade”, explicou.

 

O presidente do Conselho do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado José Carlos Silveira considera fundamentais as discussões sobre as alterações do Plano Diretor. “Este é um momento importantíssimo, porque Gramado cresceu demais, e faltava para nós uma visão mais ampla e mais profunda que esta equipe veio trazer. Essa conjunção de interesses e de esforços para que nós tenhamos uma cidade melhor, no momento em que o morador da cidade precisa de um carinho especial, é fundamental”, destaca Silveira.
A comissão de representantes do Município e profissionais liberais designada pelo prefeito Fedoca Bertolucci tem atribuições de desenvolver estudos técnicos que compõem a Agenda Estratégica, Plano de Mobilidade Urbana e Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado. Ela é formada por Carmen Piazzi, Adriane Casagrande, Luiz Quevedo, Jeferson Zatti, José Carlos Silveira, Victor Ferrari, Ricardo Peccin e Derson Casagrande. As propostas de alteração do Plano Diretor serão submetidas ao Conselho do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado e passará, também, por audiências públicas.

Bolsonaro quer elevar isenção do IR para R$ 3 mil por mês

Bolsonaro quer elevar isenção do IR para R$ 3 mil por mês

Destaque
O presidente Jair Bolsonaro anunciou, hoje (21), que o limite a partir do qual o contribuinte deve declarar no Imposto de Renda Pessoa Física (IR) será elevado. A decisão, segundo ele, está na reta final. O teto passaria dos atuais R$ 2.349,98 para R$ 3 mil. Com isso, que ganha até esse valor por mês, em média, estaria dispensado de declarar ao Fisco.

“Está na reta final para ver se a gente passa o limite do Imposto de Renda para R$ 3 mil. O Tostes [José Tostes, secretário Especial da Receita Federal], na Receita, que faz as projeções. Quem paga imposto de renda nessa faixa, quando chega em março e abril do ano que vem, ele tem nota fiscal, ele recupera tudo de volta. Se a gente pode evitar essa mão de obra enorme para a Receita, para o cara que às vezes tem que procurar um vizinho, um filho, tem dor de cabeça para fazer essa declaração do imposto de renda, passa o limite para R$ 3 mil. Para mim, o ideal seria R$ 5 mil, mas aí o impacto é muito grande. Mas se tá em R$ 2 mil e passa para R$ 3 mil, já começa a sinalizar, realmente, uma desburocratização”, disse o presidente durante uma entrevista no Palácio do Alvorada, residência oficial.

A expectativa do presidente é que a mudança já esteja valendo para a próxima declaração do IR, em 2020. “Tem que ser agora esse ano, para [valer] o ano que vem”, disse.

O presidente da República Jair Bolsonaro conversa com a imprensa no Palácio da Alvorada
O presidente da República, Jair Bolsonaro, conversa com a imprensa no Palácio da Alvorada – Foto: Isac Nóbrega/PR

Atualmente, estão obrigados a declarar IR todos os contribuintes que tiveram rendimento anual superior ao teto estabelecido pela Receita Federal, que corresponde a uma remuneração anual de R$ 28.559,70, o que dá uma média de R$ 2.379,98 por mês. Outro caso de obrigatoriedade prevista na legislação inclui aqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte, em valor superior a R$ 40 mil.

Balanço

A entrevista com o presidente da República durou pouco mais de duas horas. O convite aos repórteres que cobrem a Presidência foi feito ontem (20), para que ele fizesse um balanço do primeiro ano de governo.

Bolsonaro elogiou o trabalho de alguns dos seus principais ministros, como Paulo Guedes, da Economia; Tarcísio Freitas, da Infraestrutura; Tereza Cristina, da Agricultura; Marcelo Álvaro Antonio, do Turismo; Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, e Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional.

Perguntado sobre a maior felicidade do seu governo até aqui, citou o não aparecimento de casos de corrupção na gestão federal. “A felicidade é não ter aparecido nada sobre corrupção. Pode acontecer, a gente não sabe, mas não apareceu nada. Tem uma certa vigilância nossa, quase que uma obsessão”.

O presidente reconheceu que há pressão de aliados por cargos, e que alguns são atendidos. “Não é porque o político indicou que é mau caráter, tem cara bom indicado por político”. Mesmo assim, avaliou que teve liberdade na composição da equipe. “Muito bom foi eu ter a liberdade e segurar as pressões para indicar quem está do meu lado”.

Sobre as perspectivas para o próximo ano, Bolsonaro disse que o foco são avanços na economia e o estímulo ao empreendedorismo.

“O carro chefe é a economia. O que mais queremos é facilitar a vida de quem quer empreender. Tem que lançar o plano Minha Primeira Empresa para tirar isso do discurso da oposição. Você quer criar uma empresa, vai criar. O salário está baixo, você paga R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 30 mil para quem for trabalhar na tua empresa, esta que é a ideia”. (Agência Brasil)