Porto Alegre: Prefeitura cria novo Escritório de Eventos

Porto Alegre: Prefeitura cria novo Escritório de Eventos

Cidade Destaque Economia Marchezan Negócios Porto Alegre

Para diminuir a burocracia e unificar o procedimento dos órgãos municipais na autorização de eventos em espaços públicos da cidade, foi criado o novo Escritório de Eventos de Porto Alegre, ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE).

O decreto nº 20.065/2018, assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e publicado nesta quarta-feira ,19, no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa), estabelece as regras para autorização de atividades em áreas de uso coletivo visando a melhor utilização dos parques e praças.

O diretor do Escritório, Antonio Gornatti, explica que, para facilitar o processo, a partir de agora, as secretarias envolvidas passarão a avaliar o evento de forma conjunta e haverá uma mudança na cobrança dos locais públicos. O novo Escritório irá isentar de pagamento as atividades classificadas de patrimônio imaterial de Porto Alegre. Locais para shows com grande capacidade de público, como o Anfiteatro Pôr-do-Sol, terão redução significativa dos valores a serem pagos, a fim de “atrair e ampliar o número de eventos de relevância para a Capital, sejam eles culturais, musicais, sociais ou religiosos”.

O titular da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Leandro Lemos, afirma que o objetivo do novo Escritório será favorecer eventos que tenham impacto positivo e tragam projeção e geração de renda ao município. “Porto Alegre já é líder em turismo de negócios e eventos e agora queremos reforçar ainda mais essa modalidade”, ressalta.

Moro diz que Lula prefere ‘refugiar-se na condição de vítima de imaginária perseguição política’; por Amanda Pupo/O Estado de São Paulo

Moro diz que Lula prefere ‘refugiar-se na condição de vítima de imaginária perseguição política’; por Amanda Pupo/O Estado de São Paulo

Destaque Direito

Brasília, 19/08/2018 – O juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato na 13ª Vara Federal de Curitiba, negou pedidos da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT) que pretendiam tirar de seu comando as ações em torno do prédio do Instituto Lula e do Sítio de Atibaia (SP). Nas decisões, assinadas no último dia 12 e nesta terça-feira, 18, Moro diz que Lula prefere “refugiar-se na condição de vítima de imaginária perseguição política”, ao invés de esclarecer os fatos e os motivos relativos as apurações. “Ao contrário, ao invés de esclarecer os fatos concretos e contribuir com a elucidação da verdade, prefere a Defesa de Luiz Inácio Lula da Silva apelar para a fantasia da perseguição política”, afirma Moro na decisão que mantém com ele a ação em torno do sítio em Atibaia.

As determinações de Moro foram enviadas pelo juiz à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), agora relatora da ação em que Lula tenta, no STF, retirar do juiz de Curitiba a ação do sítio de Atibaia. Cármen herda os processos de Toffoli, que sucede a ministra na presidência do STF. Ainda quando relator da ação, Toffoli negou dois pedidos dos advogados de Lula, que buscam uma decisão favorável através das decisões da Segunda Turma do STF, que retiraram de Moro trechos da delação da Odebrecht.

Moro assinala que, ao proceder dessa forma, a turma não decidiu sobre quem deve julgar as ações penais contra Lula.

A defesa de Lula alega, entre outros pontos, que os fatos narrados na denúncia ocorreram em São Paulo, e que não há conexão entre os crimes cometidos na Petrobras com o que é apurado nas ações. Moro rebate afirmando que os pagamentos das reformas no sítio estariam vinculados a acertos de corrupção entre o ex-presidente com a Odebrecht, OAS e José Carlos Costa Marques Bumlai, e que abrangeriam contratos da Petrobras.

A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Antigos posts de Rita Lee sobre Bolsonaro cria polêmica na web; do Metropoles

Antigos posts de Rita Lee sobre Bolsonaro cria polêmica na web; do Metropoles

Destaque

O Twitter amanheceu, nesta quarta-feira (19/9), em alvoroço. O motivo? Internautas encontraram vários posts antigos da cantora Rita Lee sobre o candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

Em um tweet, feito em 2011, Rita Lee escreveu que teve um caso com o então deputado. “Ele não era chegado muito na coisa. Terminamos porque Bolsinho estava de olho em um colega de classe”, disse.

Porto Alegre: Operação investiga irregularidades em benefícios sociais de obra da Copa

Porto Alegre: Operação investiga irregularidades em benefícios sociais de obra da Copa

Cidade Destaque

Uma operação da Polícia Civil investiga, nesta quarta-feira, supostos crimes envolvendo a concessão de Bônus Moradia e Aluguel Social a moradores da Vila Tronco, na zona Sul de Porto Alegre, incluídos no plano de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Segundo a investigação, o benefício foi concedido pelo Departamento Municipal de Habitação (Demhab) a pessoas que não cumpriam os requisitos necessários.

A ação, da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária, cumpre sete mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Gravataí, na região Metropolitana, e Capão da Canoa, no Litoral Norte. A operação conta com a participação de 40 policiais civis em 12 viaturas policiais.

A reportagem completa está no Correio do Povo.

Porto Alegre: Associação do Mercado Público entrega projeto do PPCI aos Bombeiros

Porto Alegre: Associação do Mercado Público entrega projeto do PPCI aos Bombeiros

Destaque

 

Acabou a espera. Depois de cinco anos, a Associação do Comércio do Mercado Público Central (Ascomepc) entregou, na manhã desta terça-feira (18), o projeto aprovativo do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) do tradicional prédio da Capital ao 1º Batalhão de Bombeiros Militar, em Porto Alegre. De acordo com Adriana Kauer, 2ª secretária da associação, este é um momento histórico. “Estamos esperando por isso desde o incêndio que fechou o segundo andar do Mercado, em julho de 2013. Hoje, estamos entregando o resultado de um trabalho incansável que a Associação tomou pra si. E é preciso dizer que foi uma combinação exitosa entre os permissionários, Ministério Público, Prefeitura e os Bombeiros para que isso pudesse acontecer”, afirma.

A partir de agora, novos passos serão tomados para a reabertura do local. Segundo o chefe da Divisão de Segurança Contra Incêndio, Major Lunardi, após a entrega ocorrida nesta terça-feira, o projeto passará por análise. “Se for aprovado, a próxima etapa será o projeto executivo e, posteriormente, ocorrerá a liberação do alvará”.

Lunardi ressaltou que o processo do Mercado Público está sendo tratado como prioridade devido ao tempo de espera, mas, também, pelo grande número de pessoas que circulam diariamente no espaço. A análise deve ser concluída em até 30 dias.

Adriana destacou, também, que tão logo o projeto seja aprovado começa a elaboração do projeto executivo, que irá apontar o orçamento completo do valor a ser investido pela associação no PPCI.

Curso Intensivo de Vinhos promovido pela ABS-RS começa nesta terça-feira em Bento Gonçalves

Curso Intensivo de Vinhos promovido pela ABS-RS começa nesta terça-feira em Bento Gonçalves

Agenda Destaque Economia Negócios Notícias

Apaixonados por vinho que querem desvendar esse complexo e abrangente mundo irão se reunir em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, para mais uma edição do Curso Intensivo de Vinhos promovido pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS). O primeiro módulo acontece nesta terça (18) e quarta-feira(19 ), no Dal’Onder Grand Hotel. “Nosso curso é o mais completo aprendizado de introdução ao mundo de Baco, especialmente formulado para pessoas em busca de formação ou iniciantes que desejam ampliar seus conhecimentos”, esclarece o presidente da ABS-RS, Orestes de Andrade Jr.

Curso ABS - Foto Silvana Gentilini
Curso ABS – Foto Silvana Gentilini

As aulas serão ministradas por profissionais da ABS, com experiência em nível nacional e internacional, e irão abordar, de forma sistemática e didática, todos os principais tópicos referentes à degustação e apreciação do vinho – de sua história e importância social ao serviço do vinho em casa ou nos restaurantes. A importância da vitivinicultura para a qualidade do vinho, o processo de vinificação, a relação entre vinho e saúde, os cuidados na guarda e armazenamento, bem como os fundamentos da harmonização também estarão em pauta. Os próximos módulos estão programados para os dias 25 de setembro, 9 de outubro e 25 de outubro, sempre no Dal’Onder.

Em todas as aulas haverá degustação de vinhos de diferentes tipos e origens. “Aliamos a teoria e a prática, permitindo que nossos alunos possam aplicar os conhecimentos repassados ao longo das aulas”, destaca o presidente. Outras informações sobre o curso podem ser obtidas através do email contato@absrs.com.br.

Poker é a vencedora do Prêmio Top Ser Humano da ABRH

Poker é a vencedora do Prêmio Top Ser Humano da ABRH

Negócios Notícias

 

A Poker, marca de luvas mais utilizada pelos goleiros profissionais do Brasil, foi a vencedora do prêmio Top Ser Humano 2018, da ABRH. O case vencedor foi o Endomarketing, que a empresa implantou para auxiliar na mudança do modelo de negócio e manter as ações de gestão de pessoas ativas e valorizadas no público interno.

O objetivo da Poker é auxiliar no desenvolvimento de carreira de seus 56 colaboradores, além de mantê-los motivados, conectados e focados na realização das metas da empresa. O endomarketing é utilizado como uma das ferramentas estratégicas para que a empresa conquiste as metas desafiadoras de crescimento, faturamento e lucratividade.

Por meio do programa +Saber, a empresa tem como base principal a educação e o desenvolvimento dos colaboradores. De acordo com Cibele Salazar, gestora administrativa da Poker, a qualificação é uma preocupação constante da área de Gestão de Pessoas. “Anualmente é realizado um planejamento focado no desenvolvimento de habilidades e competências importantes para o avanço da Poker no mercado. Estas atividades são realizadas tanto internamente como externamente, sempre visando a conquista dos desafios da organização”, destaca.

Além disso, ações de integração e bem-estar são constantes no ambiente de trabalho, como é o caso do programa +Saúde Fruta, um incentivo aos colaboradores para desenvolverem uma alimentação mais saudável. Uma vez ao mês a Poker compra frutas da estação, distribui para os colaboradores e orienta sobre os componentes nutritivos do alimento nos meios de comunicação interna, sensibilizando-os a adotarem uma alimentação saudável. A Poker também possui o +Saúde Esporte, atividade criada para despertar o interesse dos colaboradores para a prática esportiva por meio da contratação de profissionais que dão aulas de atividades físicas durante o expediente, uma vez por mês. Esta ação foi criada principalmente para que, entre as ações de motivação e engajamento, existisse um evento que tivesse conexão direta com o negócio da empresa, o esporte. Conversas com o diretor e ações em datas comemorativas também são realizadas com o objetivo de desenvolver um clima de trabalho saudável, motivador e que inspire resultados.

A estrutura de gestão de pessoas foi implantada na Poker no ano de 2013, com o intuito de ser mais estratégica e que contemplasse ações de desenvolvimento dos colaboradores, avaliação de desempenho, treinamentos, cargos e salários, motivação, qualidade de vida e maior qualificação no recrutamento e seleção.

Há 12 anos, a Poker é a marca de luvas mais utilizada pelos goleiros profissionais das séries A e B, representando cerca de 60% dos titulares. Segundo o diretor administrativo, Rogério Cauduro, a empresa possui um planejamento estratégico para o período de 2018 a 2022, que inclui investimentos em design, tecnologia e qualidade, com o objetivo de dobrar o faturamento nesses quatro anos.

Poker_2

Economista de Bolsonaro não participará do debate de hoje no roda Viva. Paulo Guedes recusou convite do programa

Economista de Bolsonaro não participará do debate de hoje no roda Viva. Paulo Guedes recusou convite do programa

Agenda Comunicação Economia Notícias

O economista Paulo Guedes não comparecerá ao programa  Roda Viva (TV Cultura/SP) de hoje, que reunirá os economistas dos principais candidatos ao Palácio do Planalto.

Estarão presentes:

Persio Arida (Geraldo Alckmin);

Ricardo Carneiro (Fernando Haddad);

Mauro Benevides (Ciro Gomes);

Basileu Margarido (Marina Silva).

Paulo Guedes não deu informações sobre o porquê recusou o convite. De acordo com a produção do Roda Viva, Paulo Guedes foi convidado “mais de dez vezes” para participar do programa de hoje, mas recusou alegando

“conflito de agenda”.  O Roda Viva, então, abriu a possibilidade de o PSL enviar outro representante da área econômica da campanha de Jair Bolsonaro, mas o partido optou por “não enviar ninguém”. (O Antagonista)

Aliados de Bolsonaro tentam unir campanha; por Leonencio Nossa/O Estado de S.Paulo

Aliados de Bolsonaro tentam unir campanha; por Leonencio Nossa/O Estado de S.Paulo

Destaque Eleições 2018
Gustavo Bebianno
O presidente do PSL, Gustavo Bebianno Foto: BRUNO ROCHA/FOTOARENA

Além de Mourão e Bebianno, devem participar do encontro três filhos de Bolsonaro: Flávio, Carlos e Eduardo. Nesta terça-feira, 11, Mourão e os também generais da reserva Augusto Heleno Ribeiro e Oswaldo Ferreira, e o presidente do PRTB, Levy Fidelix, se reuniram em Brasília. Bebianno não compareceu. Durante o encontro, Fidelix reclamou que o presidente do PSL tentava impedir que Mourão ocupasse o papel de vice no momento de ausência de Bolsonaro. “É preciso acertar os ponteiros”, disse um aliado próximo do candidato.

Responsável pela filiação de Bolsonaro ao PSL, o deputado federal Luciano Bivar (PE) avaliou que é “natural” que depois da “tragédia” do atentado e o isolamento do presidenciável no hospital, os aliados ficassem mais distantes. “Tem diálogo. Agora, é natural que o pessoal fique mais contido”, disse. “É um momento de muita tensão”, completou. Bivar observou que a saída de Bolsonaro das ruas prejudicou especialmente as atividades de campanha no Nordeste, onde o presidenciável tinha extensa agenda de viagens às principais cidades da região.

Os descompassos na campanha ficaram mais nítidos nesta quinta-feira, 13, dia seguinte à segunda cirurgia, o que levou médicos a aumentarem as restrições de acesso ao seu quarto. Vídeos e entrevistas que o candidato tinha planejado foram suspensos.

Com Bolsonaro no hospital e PSL e PRTB se desentendendo, a campanha segue sem unidade. Nesta sexta-feira, 13, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez campanha em Sorocaba para mais um mandato na Câmara. Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que concorre ao Senado, comanda uma carreata em Campo Grande hoje. Já Mourão foi ao Paraná e Manaus.

Nesta sexta-feira, no Einstein, Flávio negou haver divisão na campanha. “Não há nada disso”, afirmou. “Estamos todos unidos, soldados do capitão.” Segundo ele, ainda não é possível planejar o retorno de Bolsonaro à campanha, mas o pai fica perguntando pelo andamento da campanha. “Se dependesse dele, estaria na rua fazendo campanha, mas ele vai seguir obedecendo aos médicos.”

A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

RS: Lei Anticorrupção é aprovada na Assembléia Legislativa

RS: Lei Anticorrupção é aprovada na Assembléia Legislativa

Destaque
O plenário da Assembleia Legislativa aprovou hoje (11/9), por unanimidade, o projeto de lei 45/2015, o chamado Projeto Anticorrupção de autoria do deputado Tiago Simon, que regulamenta a legislação federal em nível de RS. O projeto prevê a responsabilização de empresas privadas envolvidas em atos de corrupção, além de permitir a investigação administrativa de possíveis irregularidades.
Tiago Simon afirma tratar-se de um instrumento inovador que visa responsabilizar empresas privadas envolvidas em atos de corrupções praticados contra a administração pública. Entre as punições previstas na Lei Anticorrupção para empresas está perda dos bens, multa de até R$ 60 milhões, além da perda de direitos e valores, suspensão de atividades, dissolução compulsória da pessoa jurídica, proibição – de um a cinco anos – de receber incentivos, subsídios, subvenções, doações e empréstimos de órgãos públicos.
“O projeto resultou de um amplo entendimento e de debates dentro e fora do Parlamento onde ouvimos os mais diversos segmentos da sociedade para culminar com a elaboração de uma lei moderna, eficiente e sintonizada com os novos tempos de transparência, ética e respeito aos recursos públicos”, acrescentou. O deputado explica que a Lei Anticorrupção permitirá, também, estruturar a administração pública para investigar, o que constitui inovação, em comparação à lei federal.
A aprovação do projeto inclui, também, a instituição do compliance – que significa estar em conformidade com leis e regulamentos internos e externo – no âmbito do Governo do Estado. Ou seja, nos termos do artigo 37 do projeto, fica estabelecida a exigência do programa de integridade às empresas que celebrarem contratos com a administração pública estadual.
Os programas de integridade têm a função de proteger a administração pública dos atos lesivos que resultem prejuízos financeiros causados por irregularidades, desvios de ética e de conduta e fraudes contratuais. Isto inclui a criação de medidas para auditoria, controle e incentivo à denúncia de irregularidades e na aplicação efetiva de códigos de ética e de conduta, políticas e diretrizes com o objetivo de detectar e sanar desvios, fraudes e irregularidades.