Candidatos a relator dizem que há ‘evidências’ contra Cunha

Candidatos a relator dizem que há ‘evidências’ contra Cunha

O Conselho de Ética da Câmara sorteou ontem os parlamentares Zé Geraldo (PT-PA), Vinícius Gurgel (PR-AP) e Fausto Pinato (PRB-SP) para a lista da qual será escolhido o relator do processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os três defendem que há evidências suficientes para levar adiante o processo que pode resultar na cassação do peemedebista. O presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PSD-BA), prometeu anunciar hoje sua decisão. Para deputados ouvidos pelo Estado, Pinato é o favorito. A interlocutores, ele disse entender que as provas contra Cunha são fortes. Mas, em público, esquivou-se: “Tem de fazer avaliação das provas, garantir direito de ampla defesa e contraditório. Não posso fazer juízo de valor para não incorrer em suspeição”. Os outros sorteados foram mais incisivos. “As evidências são muitas. Isso quem está dizendo não somos nós, membros da comissão. São os delatores”, afirmou Zé Geraldo. “Vou pedir auxílio à Procuradoria-Geral da República, a órgãos que estão com documentos contra Eduardo”, afirmou Gurgel, que foi cabo eleitoral de Cunha no início do ano. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)

Notícias Poder Política