“Temos que privatizar ou licitar linhas”, sustenta Marchezan sobre a Carris; por Ananda Muller/Rádio Guaíba

“Temos que privatizar ou licitar linhas”, sustenta Marchezan sobre a Carris; por Ananda Muller/Rádio Guaíba

Agenda Cidade Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Marchezan Poder Política Porto Alegre
 O prefeito Nelson Marchezan Júnior declarou, na tarde desta quinta-feira, ao programa Conexão Guaíba que a empresa Carris “não é mais viável”, e que num prazo ainda incerto o projeto para privatização ou licitação das linhas da empresa vai ser levado para o Legislativo. Marchezan voltou a afirmar que o prejuízo da Carris gira em torno de R$ 50 milhões ao ano, que saem dos cofres públicos para custear esse serviço. “Tudo na Carris demanda licitação, então não podemos comprar peças de manutenção em grande quantidade, não podemos trocar os ônibus por outros com a própria empresa. Tudo isso gera prejuízo um prejuízo muito grande”, falou o prefeito.

O chefe do Executivo porto-alegrense prosseguiu afirmando que ainda não há um prazo para o encaminhamento dos projetos referentes à Carris à Câmara de Vereadores, mas reafirmou não acreditar que a população queira pagar “R$ 50 milhões para manter um serviço inviável.” Quando assumiu a Prefeitura, Marchezan deu prazo de um ano para a empresa pública apresentar resultados, mas os números seguiram decaindo. “A Carris não consegue competir, é impossível o setor público competir com o setor privado”, finalizou.

Carris sofre com problemas internos

Escolhido através do banco de talentos da prefeitura, Luís Fernando Ferreira ficou três semanas à frente da Carris quando do início do mandato de Marchezan. Foi substituído por Helen Machado, que assumiu em abril. Na sequência, em junho, a procuradora-geral Jaqueline Simões pediu o desligamento após 161 dias no cargo. No começo de agosto, o Ministério Público de Contas (MPC) solicitou auditoria na empresa a pedido dos servidores, que alegaram sucateamento da frota, suspensão de linhas e condições precárias de trabalho.

Mais prejuízo

Já com as contas no vermelho, a Carris ainda precisa lidar com uma conta salgada. A empresa vai pagar R$ 9,1 milhões à Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP) por rodar menos quilometragem, em 2016, do que o estabelecido no edital de licitação do transporte público de Porto Alegre. O pagamento vai ser feito em sete vezes, mensalmente, à Câmara de Compensação Tarifária da Capital.

No final de agosto ocorreu o repasse da primeira parcela, no valor de R$ 1,3 milhão. Conforme a ATP, a Companhia ficou devendo cerca de 1,4 milhão de quilômetros.

Porto Alegre: Antonio Villeroy Quarteto se apresentam hoje no Sgt Peppers

Porto Alegre: Antonio Villeroy Quarteto se apresentam hoje no Sgt Peppers

Agenda Cidade Cultura Destaque Porto Alegre Vídeo

Samboleria não é apenas o título do premiado CD de Antonio Villeroy. É também uma forma de se fazer música,  uma abordagem meridional do samba e suas intersecções com outros ritmos brasileiros e latinos, realizando uma continuidade das fusões entre as culturas ibéricas, árabes e africanas, que no RS assumem matizes próprios. Nesse sentido, Samboleria vai se firmando como um gênero dentro da música popular.

Recentemente, organizando seus arquivos, Antonio encontrou mais de 30 canções inéditas. Algumas delas, como O Homem do Ano e Você Me Acelerou,, estarão no roteiro do show, ao lado de músicas dos seus sete discos, como Odisseia, From Ruins of a Town, Sinal dos Tempos, Pra Rua Me Levar, Samboleria e El Guión, além de canções de Alejandro Sanz e Gilson de Souza. Antonio estará acompanhado por Pedro Tagliani (guitarra), Everson Vargas (baixo) e Marquinhos Fê (bateria), além da participação especial de Demétrio Xavier.

Antonio gravou um DVD no ano passado no mesmo Sgt Peppers, que está sendo editado por Renato Falcão com lançamento previsto para o próximo mês de novembro.
Confira um vídeo da apresentação de Antonio Villeroy com o Quarteto de Pedro Tagliani, em setembro de 2016 no Sgt Peppers

 

 

ANTONIO VILLEROY QUARTETO

Dia 13 de setembro, 21h00

Sgt Peppers (Quintino Bocaiúva, 256)

Ingressos: R$ 50

Lista Amiga: R$ 30 pelo facebook/antoniovilleroy

Reservas : (51) 992.46.77.80

Porto Alegre: Alabarse, sobre a Queermuseu: “sou um ferrenho defensor da liberdade artística”

Porto Alegre: Alabarse, sobre a Queermuseu: “sou um ferrenho defensor da liberdade artística”

Agenda Cidade Cultura Destaque Poder Política prefeitura Turismo
 O secretário da Cultura de Porto Alegre se manifestou hoje contra a suspensão da exposição Queermuseu no Santander Cultural, um dos mais importantes centros culturais da cidade, que ocorreu nesse domingo após protestos de grupos com o MBL. A mostra, que permanecia há 26 dias no espaço, foi cancelada pela instituição sob a alegação de que parte das obras corrompia símbolos religiosos – posicionamento contrário ao expressado no lançamento do evento, em agosto.

“Faço parte de uma geração que se forjou com todo o seu ímpeto na luta contra a censura, em especial, a censura artística que imperava durante a ditadura. Tantas décadas depois posso dizer que continuo um ferrenho defensor da liberdade artística. A obra precisa ser criticada, ter o crivo do feedback das pessoas. Você pode criticar, escrever contra a obra de arte, só não pode uma coisa: proibi-la”, ressaltou o diretor de teatro.

Alabarse destacou que a arte precisa discutir temas de forma aberta e não deve se limitar ao belo. O secretário ainda teme que muitos dos críticos sequer tenham entrado no museu durante a exposição que trata de um tema que considera atual – a diversidade de gênero. Obras de grandes artistas brasileiros como Alfredo Volpi, Cândido Portinari e Adriana Varejão eram algumas das expostas no Santander Cultural.

O titular da Cultura na Capital negou ainda que possa ter ocorrido algum ruído na relação com o prefeito. Ontem à tarde, um post “comemorativo” de Marchezan ao encerramento da mostra pelo Santander foi apagado do Facebook. “Algumas pessoas da equipe administram a conta dele com posts e quem colocou a publicação foi um desses administradores. Quando ele (Marchezan) viu a postagem, mandou retirar imediatamente.

Como a exposição havia se estabelecido em um espaço privado, não cabe ingerência da Prefeitura sobre a suspensão antecipada da mostra. Segundo o curador Galdêncio Fidélis, nem mesmo ele foi informado sobre o cancelamento da exposição. (Samantha Klein|Rádio Guaíba)

Comunicação: Divulgada primeira parcial do 18º Prêmio Press

Comunicação: Divulgada primeira parcial do 18º Prêmio Press

Agenda Cidade Comunicação Destaque

A revista PRESS está divulgando a 1ª parcial do 18º PRÊMIO PRESS, cujo período de indicações pela internet (www.revistapress.com.br), tanto no Voto Popular quanto no Voto Profissional, iniciou no dia 1º de setembro e se estende até 31 de outubro.

Nesses primeiros 10 dias de votação, foram registradas 36.700 indicações, nas 17 categorias de premiação. Ao final deste período, os mais votados formarão uma lista quíntupla a ser submetida a um júri composto por 60 personalidades convidadas pela revista. O resultado será conhecido na grande festa do Prêmio Press, agendada para a segunda quinzena de novembro (a data ainda está por ser confirmada nos próximos dias).

O 18º Prêmio Press tem o patrocínio de Sistema FIERGS, Sistema FECOMERCIO, SICREDI, SINDUSCON, CIEE- RS, STICC e o apoio de ABAP, SBT, Krim Bureau e Assembleia Legislativa.

 

 

1ª parcial do PREMIO PRESS 2017

 

ESTAGIÁRIO DO ANO – Troféu CIEE-RS

Guilherme Chaves – Rádio Band

Matheus Bastos – Rádio Jovem Pan

Nathalia Pase – Rádio Band

Thainá Schultz – TV Record

Suelen Coelho – Rádio Jovem Pan

 

REPÓRTER DE RÁDIO DO ANO- Troféu STICC

Arthur Cipriani – Rádio Jovem Pan

Cid Martins – Rádio Gaúcha

Eduardo Paganella – Rádio Gaúcha

Gabriel Jacobsen – Rádio Guaíba

Saimon Bianchini – Rádio Band

 

REPÓRTER DE TELEVISÃO DO ANO

Cesar Fabris – Esporte Interativo

Daniela Mallmann – SBT

Filipe Peixoto – Band TV

Matheus Bonez – TV Assembleia

Vanessa Pires – TV Record

 

REPÓRTER DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Sistema FECOMÉRCIO

Carol Zatt – Jornal do Comércio

Humberto Trezzi – Zero Hora

João Ávila – NH

Michele Rolim – Jornal do Comércio

Valter Junior – O Metro

 

COLUNISTA DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Fernando Albrecht

Diego Casagrande – O Metro

Diogo Oliver – Zero Hora

Paulo Germano – Zero Hora

Rogério Mendelski – Correio do Povo

Taline Oppitz – Correio do Povo

 

COMENTARISTA DE TELEVISÃO DO ANO

André Machado – Band TV

Gustavo Vitorino – TV Pampa

Mauricio Saraiva – RBSTV

Nando Gross – TV Record

Ribeiro Neto – Band TV

 

COMENTARISTA DE RÁDIO DO ANO – Troféu Ruy Carlos Ostermann

Adroaldo Guerra Filho – Rádio Gaúcha

Carlos Guimarães – Rádio Guaíba

Cesar Cidade Dias – Radio Band

Nando Gross – Rádio Guaíba

Rodrigo Giacomet – Rádio União FM

 

APRESENTADOR DE TELEVISÃO DO ANO – Troféu SICREDI

Alexandre Mota – TV Record

Alice Bastos Neves – RBS TV

Andre Haar – TV Record

Eloi Zorzetto – RBS TV

Simone Santos – TV Record

 

APRESENTADOR DE RÁDIO DO ANO

Diego Casagrande – Rádio Band

Fabiano Brasil – Jovem Pan

Milton Cardoso – Rádio Band

Rafael Marconi – Rádio Pampa

Rogério Mendelski – Rádio Guaíba

 

JORNALISTA DO WEB DO ANO

Demian Diniz  — www.blogdodemian.com.br

José Luiz Prévidi – previdi.blogspot.com.br

Marcelo Ribeiro – www.caderno7.com

Percival Puggina — www.puggina.org

Ricardo Wortmann – cornetadorw.blogspot.com

 

REPÓRTER FOTOGRÁFICO DO ANO

Gustavo Roth – Agencia Preview

Lucas Uebel – GettyImages

Ricardo Giusti – Correio do Povo

Robson Alves – Brigada Militar

Rodrigo Ziebel – Secretaria de Segurança RS

 

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO DO ANO

Cristiano Melo – Band TV

Emanuel Da Ros – RBS TV

Gerson Paz – TV Record

Glaucius Oliveira – RBS TV

Rogério Aguiar – Band TV

 

LOCUTOR/APRESENTADOR DE NOTÍCIAS – Troféu Milton Ferrreti Jung

Alisson Campos – Rádio Jovem Pan

Arthur Chagas – Rádio Gaúcha

Maria Luiza Benitez – Rádio Guaíba

Sergio Stock – Band TV

Sinara Félix – Rádio Guaíba

 

JORNALISTA DESTAQUE DO INTERIOR – Trófeu SICREDI

Alex Frantz – Rádio Progresso/Ijuí

Daniele Freitas – Rádio Diário da Manha/Passo Fundo

Denise Cruz – Rádio União/NH

Halder Ramos – Correio do Povo/Gramado

SthephanySander – Rádio ABC/NH

 

MELHOR PROGRAMA DE RÁDIO DO ANO

Bom dia – Rádio Guaíba

Esfera Pública – Rádio Guaíba

Pampa Bom dia – Rádio Pampa

Rádio Livre – Rádio Band

Timeline – Rádio Gaúcha

 

MELHOR PROGRAMA DE TELEVISÃO DO ANO

Frente a Frente – TVE

Os Donos da Bola – Band TV

RBS Notícias – RBS TV

Rio Grande no Ar – TV Record

SBT Esporte – SBT

 

JORNALISTA DO ANO – Troféu SINDUSCON

André Machado – Rádio Band

Daniel Scola – Rádio Gaúcha

Diego Casagrande – Rádio Band

Paulo Germano – Zero Hora

Nando Gross – Rádio Guaíba

Porto Alegre: Circuito Instrumental de Música e Dança começa hoje e se estende até dia 14 no Acampamento Farroupilha

Porto Alegre: Circuito Instrumental de Música e Dança começa hoje e se estende até dia 14 no Acampamento Farroupilha

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Porto Alegre Turismo

O foco é aproximar a música instrumental da população na festa máxima dos gaúchos, o Acampamento Farroupilha, prestigiando os trabalhos de jovens artistas da região ou ainda pouco conhecidos em um fluxo sem precedentes. A ideia é apresentar álbuns e projetos autorais ou de intérpretes que simbolizam uma nova composição da produção musical popular instrumental pelas mãos de guitarristas, gaiteiros, contrabaixistas, pianistas, bateristas, violinistas, saxofonistas, trompetistas, percussionistas, vibrafonistas, flautistas, violonistas, bandolinistas e outros.

Serão realizadas 15 apresentações e cinco palestras. A programação prevê ainda dois dias de apresentações inclusivas com música e dança com profissionais para realizar áudio-descrição e tradução em libras. O Circuito Instrumental Itinerante também prevê o incentivo ao aprendizado da música instrumental.  O projeto contará com palestras gratuitas para jovens estudantes de música.

Serviço
Circuito Instrumental de Música e Dança – Shows de música instrumental e palestras

Parque da Harmonia / Porto Alegre – de 11 a 15 de setembro  – a partir das 17h

Informações: (51)  981815664  – Acesso gratuito

Programação

Dia 11 de setembro

Palestras:

17h às 18h – Na vida como na Música, com Nelcy  Vargas

18h às 19h – Oficina Violão Gaúcho sobre ritmos, com Marcello Caminha

18h – Apresentação Danças  CTGs

18h30 – Início das apresentações dos grupos instrumentais selecionados pela comissão do Circuito Instrumental

19 h – Apresentação Aluísio Rockemback

20h – Apresentação Orquestra de Bombo Leguero e Ernesto Fagundes

21h30 – Apresentação Quinteto de Garibaldi

 

Dia 12 de setembro

Palestra:

– 17h às 18h – As conexões que Movem a Vida – Um Gaúcho Paraguaio, com Mauro Gimenez Olazar

– 18h às 19h – Interpretação nas Danças Tradicionais Gaúchas, com Rinaldo Souto

—————–

FamiliaLima 518h – Apresentação Danças  CTG s

18h30 – Início  das apresentações dos grupos instrumentais selecionados pela comissão do Circuito Instrumental

20h – Apresentação Família Lima

 

 

 

Dia 13 de setembro

Palestras:

IMG_6658– 17h às 18hs – Dança gaúcha dos Salões as Criações (ênfase em Dança de Salão), com Robson Cavalheiro e convidados

– 18h às 19h – Dança gaúcha dos Salões as Criações (ênfase em Criações coreográficas), Robson Cavalheiro e convidados

—————————

18h – Apresentação Danças  CTG s

18h30 – Apresentação Orquestra Jovem do RS

19h- Apresentação com as Gaiteiras da Fábrica de Gaiteiros

21h30: Apresentação Renato Borghetti

Dia 14 de setembro

Palestras:

– 17h às 18h – A comunicação da Musica Instrumental, com Tomas Savaris

– 17h às 19h – A arte de Liderar, com Manoelito Carlos Savaris

18h – Apresentação Danças CTGs

18h30 – Início das apresentações dos grupos instrumentais selecionados pela comissão do Circuito Instrumental

19 h – Instrumental Picumã

20h30 – Apresentação Camerata Pampeana, com o Maestro Tasso

21h30 ¬- Apresentação Luciano Maia(gaita)

Dia 15 de setembro

Palestras:

– 17h às 18h – Novas Mídias e a Cultura – Tradicionalismo no Mundo Moderno, com José Carlos Fischborn

– 18h às 19hs – O Papel do Liderado na convivência com seus liderados, com Marcelo Vasconcellos

———————-

18h – Apresentação Danças CTGs

19 h – Giovana e Sofia, “As meninas do acordeon”

19h30- Orquestra de Trilhos Sonoros

20h30: Apresentação Rodrigo Solton e piano, com o convidado Omair Trindade

 

O evento é realizado pela Danna Produções, com o patrocínio master do Atacadão, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

MENU POA: Mauren Motta fala sobre o que Porto Alegre tem de melhor

MENU POA: Mauren Motta fala sobre o que Porto Alegre tem de melhor

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Direito do Consumidor Feira do Livro Negócios Porto Alegre Publicidade Turismo

A jornalista e publicitária Mauren Motta é a palestrante convidada para o Menu Porto Alegre do dia 12 de setembro, na Associação Comercial de Porto Alegre. Cultura, entretenimento, gastronomia e empreendimentos que geram impacto positivo para a cidade serão temas da diretora do MM Conteúdo, que desenvolve projetos em diversas áreas para Grupo Grendene/Melissa, Paquetá, Piccadilly, Tea Shop e Azaléia ,com foco em planejamento, marketing digital e produção de conteúdo .

A palestra O que Porto Alegre tem de melhor terá mediação da jornalista Sara Bodowsky, colunista de Zero Hora e comunicadora da rádio 102.3 .

O encontro, durante almoço no Salão Nobre do Palácio do Comércio, terá a parte musical a cargo do grupo The Selles . Os ingressos tem preços de R$45,00 ( sócios ) e R$55,00 ( não sócios) . Maiores informações pelo fone: 3214-0200 . Vendas pelo link.

O tema é inerente aos objetivos do Menu Porto Alegre, espaço quinzenal da ACPA, onde são debatidos temas da área cultural e econômica da capital gaúcha , durante almoço não formal, com participação do público e música de artistas locais. O objetivo é informar e debater temas de interesse dos associados e público em geral, que agreguem conhecimento e engajamento na busca de soluções para uma cidade melhor.

Santander Cultural encerra mostra “Queermuseu” após polêmica em redes sociais

Santander Cultural encerra mostra “Queermuseu” após polêmica em redes sociais

Agenda Cidade Notícias

O Santander Cultural, no Centro de Porto Alegre, encerrou 28 dias antes do previsto, neste domingo, a exposição Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira. Críticas veiculadas em redes sociais motivaram a decisão. Manifestantes acusaram a exposição de promover pedofilia, zoofilia e blasfêmia à símbolos da igreja católica. Em nota divulgada hoje, o Santander esclarece que optou pelo fechamento da mostra, prevista para seguir até 8 de outubro, ao ouvir as manifestações e entender que algumas das obras desrespeitaram símbolos, crenças e pessoas. Um dia antes, porém, o museu havia postado uma mensagem defendendo a legitimidade da exposição (veja abaixo).

A Queermuseu havia sido aberta ao público em 15 de agosto e teve como proposta explorar a diversidade de expressão de gênero e a diferença na arte e na cultura em períodos diversos da produção artística. A exposição, que adotou um modelo não cronológico de disposição, propunha desfazer hierarquias e mostrar que a diversidade surge refletida no modelo artístico, observada sob aspectos da variedade e da diferença. A exposição reunia mais de 270 obras de 85 artistas, oriundas de coleções públicas e privadas, que percorrem o período histórico de meados do século 20 até os dias de hoje.

A curadoria, de Gaudêncio Fidelis – doutor em História da Arte pela Universidade do Estado de Nova Iorque -, tinha como intenção propor um diálogo entre as obras e promover o questionamento entre realidade material e conceitual.

Diante das críticas, o Santander emitiu uma nota oficial, ainda no sábado, em que esclarecia os objetivos da mostra, além de repudiar a pedofilia e o preconceito: “Algumas peças apresentadas na mostra revelam imagens que podem provocar um sentimento contrário daquilo que discutem. Porém, foram criadas justamente para nos fazer refletir sobre os desafios que devemos enfrentar em relação à questões de gênero, diversidade, violência entre outros. O Santander repudia a pedofilia e todo tipo de preconceito. Adotamos uma posição inclusiva e, ao mesmo tempo, incentivamos uma mudança no modo de pensar, em sintonia com uma sociedade diversa e democrática”, postou o museu, um dia antes de encerrar a exposição.

Contrários ao fechamento da mostra, os apoiadores da Queermuseu passaram a convidar para um ato público em defesa da liberdade de expressão artística. O manifesto ocorre na tarde de terça, em frente ao Santander Cultural.

Nota do Santander Cultural

Nos últimos dias, recebemos diversas manifestações críticas sobre a exposição Queermuseu – Cartografias da diferença na Arte Brasileira. Pedimos sinceras desculpas a todos os que se sentiram ofendidos por alguma obra que fazia parte da mostra.

O objetivo do Santander Cultural é incentivar as artes e promover o debate sobre as grandes questões do mundo contemporâneo, e não gerar qualquer tipo de desrespeito e discórdia. Nosso papel, como um espaço cultural, é dar luz ao trabalho de curadores e artistas brasileiros para gerar reflexão. Sempre fazemos isso sem interferir no conteúdo para preservar a independência dos autores, e essa tem sido a maneira mais eficaz de levar ao público um trabalho inovador e de qualidade.

Desta vez, no entanto, ouvimos as manifestações e entendemos que algumas das obras da exposição Queermuseu desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas, o que não está em linha com a nossa visão de mundo. Quando a arte não é capaz de gerar inclusão e reflexão positiva, perde seu propósito maior, que é elevar a condição humana.

O Santander Cultural não chancela um tipo de arte, mas sim a arte na sua pluralidade, alicerçada no profundo respeito que temos por cada indivíduo. Por essa razão, decidimos encerrar a mostra neste domingo, 10/09. Garantimos, no entanto, que seguimos comprometidos com a promoção do debate sobre diversidade e outros grandes temas contemporâneos. (Guilherme Kepler / Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Operação Tapa-Buracos estará em mais de 115 vias nesta semana

Porto Alegre: Operação Tapa-Buracos estará em mais de 115 vias nesta semana

Agenda Cidade Destaque Marchezan Porto Alegre prefeitura

Com a intenção de garantir transparência e permitir que a comunidade fiscalize a atuação das equipes da prefeitura, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) divulga o cronograma desta semana das operações de conservação de vias da Capital. Serão realizados trabalhos em mais de 115 vias da cidade.

Nesta segunda-feira, 11, as equipes começarão os trabalhos com serviços de conservação asfáltica nas ruas Barão do Amazonas, Vicente da Fontoura, Santana, Jerônimo de Ornellas, Duque de Caxias, Sete de Setembro, na região central de Porto Alegre. Os trabalhos de conservação asfáltica e patrolamento também serão executados nas regiões Sul, Norte e Leste conforme tabela abaixo.

“A divulgação dos trabalhos é um compromisso dessa gestão para dar transparência a essas ações, diz o titular da Smim, Elizandro Sabino.

Financiamento – Em outra ação para recuperar vias que estão deterioradas, a prefeitura está realizando obras com recursos da CAF – Banco de Desenvolvimento da América Latina. No total, o financiamento vai permitir a requalificação de 44 quilômetros em 38 trechos de vias da cidade que serão recuperados. O investimento é de R$ 29.213.924,73.

Equipes – A tabela abaixo mostra a operação distribuída por equipes de trabalho: Centro, Norte, Leste, Seção Sul, Caf Região Centro e  Caf Região Norte. As obras de conservação podem sofrer modificações devido ao clima ou ao surgimento de outros serviços de urgência.  

ATIVIDADES A REALIZAR ATÉ 15 DE SETEMBRO 

Data de início e estimativa de conclusão
*O trabalho das equipes está sujeito às condições climáticas

unnamed

Porto Alegre: Prefeitura vai divulgar na Internet nomes de contribuintes que devem impostos. Principal fonte de arrecadação do Executivo é o ISS, embora a inadimplência com IPTU seja maior, de 20%

Porto Alegre: Prefeitura vai divulgar na Internet nomes de contribuintes que devem impostos. Principal fonte de arrecadação do Executivo é o ISS, embora a inadimplência com IPTU seja maior, de 20%

Agenda Cidade Destaque Marchezan Negócios Porto Alegre prefeitura
 Com uma inadimplência superior a R$ 2 bilhões, a Prefeitura de Porto Alegre confirmou que vai divulgar a lista de contribuintes devedores, até o fim de 2017, no Portal da Secretaria da Fazenda. A dívida ativa chega hoje a R$ 2,1 bi em função do não pagamento de tributos como ISS, IPTU e ITBI. A principal fonte de arrecadação do Executivo é o ISS, embora a inadimplência com IPTU seja maior, de 20%. A Procempa vai desenvolver o portal a fim de ampliar a “transparência” na gestão pública, justifica o secretário da Fazenda, Leonardo Bussato.

Pessoas físicas e jurídicas com tributos em aberto serão incluídas no cadastro. Os critérios para a publicização dos dados ainda não foram definidos: a Prefeitura pode divulgar os dados após um mês do vencimento do tributo ou quando os devedores forem acionados judicialmente. “Desde o início do ano a gente tem trabalhado em diversas ações de cobrança de devedores e uma delas segue os exemplos do Estado e União, que é publicar aqueles devedores de tributos na internet. A gente provavelmente vai colocar um link específico (no Portal da Fazenda) e vai tentar colocar filtros e dados para descrever as dívidas e tributos, com objetivo de dar transparência”, explica Busatto.

O secretário garante a legalidade do mecanismo e enfatiza que existe jurisprudência nacional que permite a publicação dos nomes. “Pode ter algum risco sim, pois qualquer pessoa pode, na Justiça, vir a questionar, mas como isso já foi feito em vários outros lugares, não há risco de ocorrer uma enxurrada de decisões contrárias a essa ação”, pontua.

Busatto lembra ainda que o percentual da cobrança da dívida ativa de Porto Alegre atinge 8% e é o maior entre as capitais, cuja média é de 4%. No fim de agosto, o SPC Brasil passou a encaminhar as correspondências com o alerta de pendência no IPTU e no ISS para seis mil unidades em Porto Alegre. Na prática, significa dizer que após o prazo de dez dias, os contribuintes responsáveis pelos imóveis residenciais ou comerciais com imposto pendente terão o nome negativado, caso não se regularizem. O valor estimado de débito nessa primeira remessa é de R$ 25 milhões.

Do total devido de R$ 2,1 bilhões, aproximadamente R$ 821 milhões se referem a atrasos em IPTU e Taxa de Coleta de Lixo e R$ 1 bilhão correspondem a ISS. (Lucas Rivas/Rádio Guaíba)

Porto Alegre Em Cena começa nesta terça-feira. Evento homenageia Esther Grossi pela participação ativa em todas edições do Festival

Porto Alegre Em Cena começa nesta terça-feira. Evento homenageia Esther Grossi pela participação ativa em todas edições do Festival

Agenda Cidade Comunicação Cultura Destaque Marchezan Poder Política Porto Alegre prefeitura Turismo

De terça-feira, 12, a 24 de setembro, Porto Alegre recebe uma maratona cênica que aproximará o público gaúcho de grandes produções locais, do Brasil e do exterior, reunindo 35 espetáculos dentro da 24ª edição do Porto Alegre Em Cena e do projeto Música em Cena. Serão 37 grupos de artes cênicas circulando pela cidade, 381 artistas, técnicos e produtores envolvidos e mais de 15 diferentes espaços culturais da Capital organizados para receber as atrações. A curadoria de 2017 fica a cargo de Fernando Zugno e enfoca as mulheres, ao programar montagens encabeçadas por grandes atrizes e diretoras da cena artística e também atrações e debates sobre o gênero. “Queremos transformar o olhar, emocionar e dar voz, através da arte, para discursos importantes. E esse ano estamos homenageando as mulheres. Todas elas. Para elas nos mostrarem a sua verdade através de espetáculos que vão do show performático ao teatro intimista”, explica o novo coordenador-geral do festival, Fernando Zugno.

A abertura será nesta terça-feira,12, às 21h, com a apresentação inédita da Orquestra Villa-Lobos e da Companhia Jovem de Dança. Pela primeira vez juntas, duas referências da cultura de Porto Alegre estarão no palco do Teatro do Bourbon Country. Em seguida, atrações nacionais e internacionais começam a desembarcar na cidade, vindas da Europa e da América do Sul e de estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais.

Espetáculos internacionais – Neste ano, são quatro montagens internacionais. Entre elas está a nova produção de Angélica Liddell, que apresenta a encenação de Génesis 6, 6-7 para sua estreia na América Latina dentro do Porto Alegre em Cena. Da Colômbia, vem Maratón de New York, montagem para o texto do autor italiano Edoardo Erba concebida por El Hormiguero Teatro, grupo que se destaca pela criação de obras com diferentes linguagens cênicas e estéticas. Do Uruguai, a curadoria trará uma produção diferente das últimas que vieram do país latino-americano, investindo no espetáculo de dança contemporânea Big Bang, da Gen Danza. A segunda coreografia internacional vem da França, em Tremor and More, criação minimalista do holandês Herman Diephuis para o bailarino mineiro Jorge Ferreira.

Espetáculos Nacionais – Entre os espetáculos brasileiros, 11 montagens vindas do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Minas Gerais. A atriz Nathalia Timberg fará durante o festival a estreia nacional de Chopin ou Tormento do Ideal, interpretando o primeiro papel masculino de sua carreira ao lado da pianista Clara Sverner. Outros grandes nomes do teatro também se apresentarão por aqui, como Andréa Beltrão, no solo Antígona; Drica Moraes, na comédia Lifting; Georgette Fadel, em Afinação I; e Denise Weinberg, no espetáculo O Testamento de Maria, assinado por Ron Daniels.

Também integram a programação nacional Leite Derramado, montagem criada a partir do romance homônimo de Chico Buarque; O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu, que apresenta Cristo corporificado pela atriz e travesti Renata Carvalho; Guerrilheiras ou Para a Terra não há desaparecidos, um retrato sobre as mulheres que lutaram e morreram durante a Guerrilha do Araguaia; O Líquido Tátil, parceria do grupo mineiro Espanca! com o dramaturgo argentino Daniel Veronese; o solo de dança-teatro Retratos, idealizado e interpretado por Carol Cony; e Looping: Bahia Overdub, espetáculo de dança baseado nas festas religiosas de Salvador.

Produções locais – Entre as produções locais há o sarau Discutindo a Relação, com o flautista Ayres Potthoff, o violonista Mathias Pinto e o escritor e professor Luís Augusto Fischer misturando música e um bom papo, além dos dez espetáculos concorrentes ao 12º Prêmio Braskem em Cena. Disputam os prêmios Ícaro, com direção de Liane Venturella; Movimentos sobre rodas paradas, da Cia. In.Co.Mo.De-Te; Não me toque, estou cheia de lágrimas – sensações, de Clarice Lispector, da Geda Cia. de Dança; Ramal 340, sobre a migração das sardinhas ou porque as pessoas simplesmente vão embora, do Coletivo Errática; Prata-Paraíso, da Cia. Espaço em Branco; Atma, com direção de Carol Martins, Juliana Coutinho e Renata Ibis; Fala do Silêncio, da Cia. Rústica; Iluminus, da New School Dreams; Parque de Diversões, com direção Diones Camargo e Marcos Contreras; e Acuados, da Ânima Cia. de Dança.

O Centro Municipal de Cultura, av. Erico Verissimo, 307, além de abrigar a bilheteria oficial do Porto Alegre Em Cena, será o Ponto de Encontro Petrobras. Os espectadores serão recepcionados com iluminação especial, por food bikes e food trucks. O local também receberá atividades paralelas, formativas e gratuitas, como mesas-redondas com artistas, diretores de festivais, nomes da cena porto-alegrense, filósofos e psicanalistas, que vão trazer diferentes olhares sobre seis assuntos: curadoria, performance e a beleza perdida, a presença da mulher na cena, a mulher negra na dramaturgia contemporânea, o movimento trans nas artes e a tragédia grega no teatro brasileiro.

A expectativa é superar o número de público do ano anterior. “Desejo que todos os porto-alegrenses, sem nenhuma exceção, se interessem por pelo menos um espetáculo da nossa programação. Tomara que, ao irem a um, despertem o interesse por outros! Esse é um festival com diferentes linguagens, com tragédias, dramas e comédias, com discussões, com contemporaneidade, com clássicos, com Brasil, América Latina e Europa. Feito com amor para agitar e engrandecer nossa Porto Alegre”, finaliza Zugno.

Homenagem – A madrinha do evento neste ano é a pesquisadora Esther Grossi, referência em educação no Brasil e que sempre teve uma participação muito ativa no festival, recebendo grupos e convidados em sua casa e contribuindo com o projeto das mais diversas maneiras.

O Porto Alegre em Cena é apresentado pelo Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Petrobras e Braskem, com patrocínio Panvel, Zaffari, Rio Grande Seguros e InBetta. Apoio cultural Opus, Fiergs e Sesi. Agenciamento cultural Primeira Fila Produções e transporte oficial 99 POP. O festival é financiado através do Pró-cultura RS, Lei de Incentivo à Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, em uma realização da Prefeitura de Porto Alegre e do Ministério da Cultura, governo federal.

Serviço – Os ingressos para todas as atrações do festival já estão à venda na bilheteria oficial, localizada no Centro Municipal de Cultura e também no site . As entradas para o espetáculo de abertura, Villa Brasil, custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada, já as atrações locais têm valores de R$ 40 inteira e R$ 20 meia-entrada, enquanto os espetáculos nacionais e internacionais têm tickets a R$ 80 inteira e R$ 40 meia-entrada.