Vidro é o filme do mês no CinePsiquiatria, exibido no GNC Cinemas do Praia de Belas

Vidro é o filme do mês no CinePsiquiatria, exibido no GNC Cinemas do Praia de Belas

Agenda Comportamento Cultura Direito Notícias Saúde Vídeo

Sociopatia é tema do próximo CinePsiquiatria, que apresenta o filme Vidro no dia 16, sábado, às 10h30, no GNC Cinemas do Praia de Belas Shopping. Após a exibição, haverá debate com os comentários da juíza de Direito, Dra. Jane Maria Köhler Vidal, e da psiquiatra, Dra. Roberta Grudtner. A sessão tem meia-entrada para todos, e os ingressos estão à venda no site www.gnccinemas.com.br ou na bilheteria.

O jogo de gato e rato entre o homem inquebrável – David Dunn (Bruce Willis), o herói de Corpo Fechado (2000) – e a fera – Kevin Crumb (James McAvoy), o homem com 24 personalidades diferentes de Fragmentado (2017) – resultou no roteiro de Vidro (2018). Para complicar, o vilão Elijah Price (Samuel L. Jackson) manipula seus encontros e guarda segredos sobre os dois.

O evento é promovido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Associação de Psiquiatria da América Latina (APAL) e, localmente, pela Associação de Psiquiatria Cyro Martins (CCYM). A 23ª edição do encontro tem coordenação do presidente e do vice-presidente do Centro de Estudos Cyro Martins (CCYM), os médicos psiquiatras Dr. Cláudio Meneghello Martins e Dr. Euclides Gomes, respectivamente.

SERVIÇO

CinePsiquatria: Vidro

Sessão comentada com:

– Dra. Jane Maria Köhler Vidal (juíza de Direito)

– Dra. Roberta Grudtner (psiquiatra)

Data: 16 de março (sábado), às 10h30

Local: GNC Cinemas do Praia de Belas Shopping Ingresso: Meia-entrada. Podem ser adquiridos pelo site: www.gnccinemas.com.br

Coordenação: ABP/APAL/CCYM

Tribunal Regional Federal da 4ª Região completa 30 anos com decisões históricas como direitos previdenciários na relação homoafetiva e proibição do fumo em aviões

Tribunal Regional Federal da 4ª Região completa 30 anos com decisões históricas como direitos previdenciários na relação homoafetiva e proibição do fumo em aviões

Comportamento Destaque Direito
  • Assine o RSS do TRF4

Com decisões históricas, tanto na área cível como na área penal, e uma trajetória de efetividade e inovação na gestão pública, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) chega aos seus 30 anos com uma atuação solidificada no cenário nacional. Como corte recursal dos três estados da Região Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, suas decisões judiciais foram paradigmáticas para o país.

A corte fez história na proteção dos direitos civis quando reconheceu os direitos previdenciários na relação homoafetiva e proibiu o fumo em aviões, no Direito Ambiental, quando proferiu decisões que efetivaram a recomposição de áreas ambientais degradadas, como foi o caso da região carbonífera de Criciúma, e quando condenou pessoas jurídicas ao pagamento de danos morais coletivos. Nos últimos anos, foi destaque pelos julgamentos de grande repercussão na área criminal, nas ações de combate à corrupção, como as da Operação Lava Jato, confirmando condenações e determinando a execução de penas de grandes empresários e de um ex-presidente da República.

Na área do Direito Previdenciário, a maior demanda de processos teve como objetivo permanente dar mais acesso aos cidadãos. Para isso, a corte investiu nas Turmas Suplementares, instaladas nas três capitais do Sul em 2017, especializadas no assunto. Essa iniciativa acompanha uma preocupação do TRF4 desde sua criação com a interiorização da Justiça Federal, concretizada na instalação de 197 varas federais na 4ª Região e 26 Unidades Avançadas de Atendimento (UAA), que são extensões de varas em municípios onde não há uma sede da Justiça Federal.

Criado pela Constituição Federal de 1988, o TRF4 foi inaugurado no dia 30 de março de 1989. Começou com 14 desembargadores e hoje conta com 27 divididos em dez turmas especializadas em Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Previdenciário e Direito Tributário. Em 2018, foram julgados 134.893 processos. O aumento considerável de julgados a cada ano é explicado por sucessivas gestões investindo em tecnologia.

Informatização

Em 2018, o TRF4 foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como o tribunal federal mais eficiente e informatizado do país. Atualmente, todas as ações são ajuizadas por meio eletrônico. A partir de 2010, pilhas de processos em papel começaram a migrar para o meio virtual e hoje já são praticamente 100%, com todas as partes integradas pelo acesso conjunto ao sistema.

Desenvolvido inteiramente por servidores e magistrados da 4ª Região, o eproc,  processo judicial eletrônico, deu agilidade aos julgamentos, além de permitir que advogados e partes tenham acesso aos seus processos em qualquer lugar do mundo. A virtualização não ficou restrita à área judiciária, mas foi estendida à área administrativa, com a criação do SEI (Sistema Eletrônico de Informações), também realizada por servidores da casa, que simplificou e integrou setores, rotinas de trabalho e julgamentos.

Conciliação

Desde 2003, o tribunal investe na conciliação como prática, apostando na solução de litígios judiciais por meio de acordos. Em parceria com autarquias federais que litigam em assuntos como financiamento habitacional e estudantil, desapropriações, débitos junto aos conselhos profissionais, entre outros, a corte prepara juízes e servidores para mediar e buscar soluções negociadas com as partes. O objetivo é obter uma composição consensual para resolver grandes demandas sociais.

O TRF4 foi o primeiro tribunal do país a instalar os Juizados Especiais Federais (JEFs). O projeto-piloto dos JEFs na 4ª Região ocorreu em 2000, antes da lei que determinou a instalação dos juizados em toda a Justiça Federal brasileira, publicada em 2001. Os JEFs permitiram julgamentos mais simples e rápidos de causas que não passam o valor de 60 salários mínimos, garantindo maior acesso à Justiça.

Com essas e muitas outras realizações como o Tela TRF4, que possibilitou a transmissão ao vivo dos julgamentos e a disponibilização dos vídeos no eproc, os julgamentos por meio de videoconferência, o tele-trabalho, com servidores desempenhando suas funções de outros locais, e a gestão ambiental, o TRF4 chega aos 30 anos com muitos motivos para comemorar.

Programação

A programação de comemoração de três décadas contará com uma sessão solene comemorativa e com duas inaugurações. A primeira será do prédio anexo do tribunal, no dia 19 de março, que ganhará o nome do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e ex-presidente do TRF4, Teori Albino Zavascki. A segunda, que ocorrerá no dia 29 de março, será do Museu do TRF4, instalado no primeiro andar do prédio sede da corte.

Também faz parte das comemorações um ciclo de palestras, que inicia dia 20 de março. A primeira terá por tema o Julgamento de Nuremberg e será ministrada pelo presidente do TRF4, desembargador federal Thompson Flores. Serão abordados ainda assuntos como o papel da OAB na criação do TRF4, o papel da mulher na segurança pública e a violência contra a mulher.

Veja mais detalhes da programação aqui.

Artigo: Jogo Patológico, por Anissis Moura Ramos

Artigo: Jogo Patológico, por Anissis Moura Ramos

Artigos Comportamento Destaque Notícias Saúde

Antes quando se falava em jogo patológico, logo se pensava em pessoas adultas sentadas a uma mesa, fumando, bebendo e virando noites jogando. Hoje esse cenário mudou, temos crianças, adolescentes e adultos frente a computadores, tablet e celulares que passam horas do seu dia jogando.

Muita gente afirma que o jogo tem apenas uma função lúdica, não reconhecem a dependência, mas estudos mostram que para 4% delas, o jogo passa a ser algo muito importante e necessário em sua vida, trazendo consequências graves na vida emocional e social. Isso sem falar naqueles que jogam por dinheiro.

Uma das características do jogo patológico é a impulsividade, causando uma incapacidade de a pessoa adiar a gratificação obtida através do jogo. Também, percebe-se a redução da capacidade de reflexão, um aumento na precipitação e uma exacerbação no desejo de experenciar algo novo.

Nesses casos é importante investigar a origem da impulsividade do ponto de vista cognitivo, pois a pessoa impulsiva pode apresentar alterações nas funções atencionais e executivas. Isso pode ser identificado por meio de avaliação neuropsicológica.

Como saber se você ou aquela criança/adolescente que não consegue sair dos jogos eletrônicos são jogadores patológicos? Simples, uma das características do jogador patológico se dá pela manutenção do comportamento de jogar. Podendo esse comportamento avançar ao longo da vida, visto que a impulsividade é muito frequente nesse transtorno.

A impulsividade evidenciada no jogar patológico pode ser comparada a impulsividade do dependente químico frente o comportamento de fissura.

Por isso, se destaca para os pais que estipulem um tempo, não muito longo, para que o filho jogue no celular, tablete ou computador. Para tanto, os pais devem lembrar de dar o exemplo a eles, saindo das redes sociais e até mesmo dos jogos. Assim, poderão estar evitando problemas futuros, pois mesmo o jogador tendo a percepção do prejuízo causado em várias áreas da sua vida, não consegue controlar a impulsividade de jogar.

Anissis 2Anissis Moura Ramos é especialista em Psicologia Clínica, atua em consultório, é perita credenciada pelo TJRS e professora dos Cursos de Perícia Psicológica em Vara de Família; Alienação Parental e Falsas Memórias .

Porto Alegre: My Growler inaugura sua primeira franquia da marca

Porto Alegre: My Growler inaugura sua primeira franquia da marca

Agenda Cidade Comportamento Destaque

 

No mercado desde 2016, a My Growler – empresa genuinamente gaúcha que não só popularizou como revolucionou a maneira de consumir cerveja de forma sustentável no Brasil – acaba de anunciar mais um passo de ousadia. A concretização da primeira franquia da marca, a My Growler Station.

No espaço – localizado no bairro Santa Maria Goretti – é possível encontrar growlers nos tamanhos de 1L, 1,89L e 2L em cinco coleções diferentes: Pensadores da Cerveja, Cervejeiros, Rock’n’Growler, Twenty Seven’s e My Growler. E quem quiser ter uma nova experiência além do recipiente de vidro, deve conhecer a linha My Keg. São growlers de inox de 2, 4, 5 e 8 litros que possuem um sistema de extração próprio, o que torna possível a pressurização de qualquer bebida, seja ela água ou até mesmo uma caipirinha.

Além da possibilidade de adquirir as embalagens e uma extensa linha de acessórios cervejeiros e presentes, a unidade irá figurar também como ponto de recarga de bebidas para os recipientes retornáveis. São 20 torneiras a granel com diversos estilos e marcas, incluindo opções de chopp artesanal, kombucha, drink, cidra e espumante.

Jimmy Divulgação
Jimmy McManis, do Ogrostronomia.

A aposta do CEO da My Growler, Rodrigo Fernandes, é trabalhar com variedade e qualidade, aliada à inovação. Para tanto, assegura que todas as bebidas continuam com seus aromas e sabores preservados com o manuseio correto dos growlers. A empresa adota o sistema de contrapressão, utilizado pelas grandes indústrias, para o enchimento dos growlers no local ou entregues via delivery.

“Esse método evita o contato do líquido com o oxigênio, que é o fator mais desgastante do produto, e a bebida não perde o seu gás”, explica Fernandes. “O ideal é que seja consumido o mais fresco possível, mas o processo de contrapressão, dependendo do estilo, mantém a qualidade por até 30 dias, fechado e refrigerado, sem perder aroma e sabor original. O mais importante é, depois de aberto precisa ser consumido completamente em um curto espaço de tempo, como qualquer outra bebida”, completa.

No próximo dia 27 de fevereiro, Fernandes estará recebendo junto com o seu sócio na loja Luciano Passos, fundador da Cervejaria Oito, jornalistas e influenciadores para a inauguração desta primeira estação física. Os convidados vão degustar cervejas e outras bebidas além de saborear burgers preparados pelo global Jimmy McManis, apresentador do quadro Mais Você na Estrada, da TV Globo. Jimmy é parceiro de longa data do projeto e estará lançando no dia um growler com a sua marca.

“Fui um dos primeiros clientes da My Growler, acreditei na ideia desde o início já que o  conceito da empresa servia de solução para algo que me incomodava na fábrica: ter que providenciar inúmeras garrafas, rótulos e tampinhas, além de caixas para o transporte dos produtos da Cervejaria Oito”, conta Passos, ao acrescentar: “estamos revolucionando o mercado cervejeiro e ver o cliente chegar aqui com o seu growler buscando cerveja diretamente na fonte, como fazem nos Estados Unidos e Europa, é sensacional. Estamos aproximando o consumidor do produtor”.

Você já conhece o growler?

O Growler é uma embalagem retornável para cervejas e outras bebidas. Possui um design ideal para transportar e guardar na geladeira, é extremamente prático e oferece inúmeros benefícios que vieram para revolucionar o mercado cervejeiro:

É Sustentável

Trata-se de uma embalagem reutilizável. É só encher sempre que quiser.

É Econômico

Como não há uso de novas embalagens, envase e distribuição, você só paga pelo líquido, o que sai mais barato, e você ainda ajuda a economia da sua região.

SERVIÇO

Inauguração da My Growler Station

Quando: quarta-feira, dia 27 de fevereiro

Hora: a partir das 19 horas

Endereço: Rua Julio Verne, 69 – Santa Maria Goretti, próximo ao Bourbon Assis Brasil

Funcionamento para o público: Segunda a sexta – das 14h às 20h; Sábado – das 9h às 16h

Fone: (51) 3085-3934

www.mygrowler.club

Bolsonaro agradece, no Twitter, atuação das tropas israelenses

Bolsonaro agradece, no Twitter, atuação das tropas israelenses

Agenda Banners Câmara dos Deputados Cidade Comportamento Comunicação Destaque

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu, no seu Twitter, o encerramento da atuação das tropas israelenses no resgate de vítimas após o desastre causado pelo rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte.

“As bravas tropas israelenses, cedidas pelo Primeiro Ministro, encerram hoje a missão no Brasil. Agradeço, em nome do povo brasileiro, ao Estado de Israel pelos serviços prestados em Brumadinho-MG em parceria com nossos Guerreiros das Forças Armadas e Bombeiros”, escreveu.

O presidente, internado no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, está no exercício da presidência desde ontem (30).

Bolsonaro não foi liberado pelos médicos para receber autoridades, pois poderia prejudicar a sua recuperação. Seguindo a sua agenda oficial, o presidente começa os despachos às 13h30. Está prevista, nesse horário, a chegada do subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Jorge Antônio de Oliveira Francisco, para acompanhá-lo nos despachos.

O presidente, no entanto, disse que trabalha enquanto se recupera e fez um balanço do primeiro mês na Presidência.

“São muitas as linhas de atuação nesse primeiro mês de governo e ainda há muito a se fazer. Estamos no caminho certo. Nossa missão será cumprida! O Brasil ocupará a posição que merece no contexto internacional!”, disse no Twitter.

Bolsonaro se recupera no Hospital Albert Einstein da cirurgia realizada na segunda-feira (28), que durou 7 horas, e reconstruiu o seu trânsito intestinal. Ele deixou ontem (30) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Comunicado
Em nota divulgada hoje, o Ministério das Relações Exteriores agradeceu o apoio dos 136 militares das Forças Armadas de Israel. A tropa chegou a Belo Horizonte no domingo (27) e retorna nesta quinta-feira para Israel. O documento ressalta que a “presteza na resposta e o empenho demonstrado nesta missão atestam a solidariedade e a amizade” entre Brasil e Israel.

“O governo do Brasil agradece a solidariedade da nação israelense, que, atendendo prontamente pedido do Presidente Bolsonaro, enviou missão para apoiar os trabalhos de resgate das vítimas do rompimento da Barragem do Feijão, em Brumadinho.”

De acordo com o comunicado, houve sintonia e harmonia entre brasileiros e israelenses.

“Trabalhando incansavelmente, em estreita sintonia com as forças brasileiras, a missão israelense, composta por 136 pessoas, entre especialistas em resgate e peritos, além de cães farejadores e equipamentos de alta tecnologia, prestou inestimável serviço ao Brasil, neste momento difícil, seja na busca por sobreviventes, seja na recuperação dos corpos das vítimas fatais.”

Agência Brasil

Porto Alegre: BarraShoppingSul traz para Porto Alegre evento inspirado na série Valentins, do Gloob

Porto Alegre: BarraShoppingSul traz para Porto Alegre evento inspirado na série Valentins, do Gloob

Comportamento Crianças Cultura Negócios Notícias

A casa da família mais esperta do pedaço estará de portas abertas em janeiro no BarraShoppingSul. De 9 a 27/01, o shopping receberá o evento inédito inspirado na série Valentins, sucesso do Gloob, que reunirá atividades recreativas que estimulam a imaginação e a criatividade da criançada. Com uma estrutura de 110m², a atração é indicada para crianças de 4 a 10 anos e terá entrada gratuita, mediante distribuição de senhas e disponibilidade de lugares. “Buscamos sempre atividades inéditas para encantar nossos clientes. E o circuito Valentins é isso, uma experiência completa e cheia de atividades para garantir muita diversão nas férias”, comenta Tânia Nascimento, gerente de marketing do Barra.

valentins 4De acordo com Luciane Neno, gerente de marketing e plataformas digitais da Unidade Infantil da Globosat, composta pelos canais Gloob e Gloobinho, “o evento de Valentins foi sucesso em 2018 e é uma grande alegria dar continuidade a ele. As crianças entram no universo da série e vivem uma experiência completa, se sentindo parte dessa família incrível e dos seus personagens favoritos”. O circuito conta com sete áreas diferentes que ilustram os cenários da série. A aventura começa no hall de entrada da casa dos Valentins, onde as crianças precisam desvendar as pistas que o vilão Randolfo deixou escondidas pela casa para que ele mesmo pudesse lembrar do esconderijo onde está guardado o “Capacete da Memória”.

Já na área que reproduz a cozinha dos Valentins, a garotada se depara com o jogo “Cores e Aromas”, no qual é necessário descobrir o aroma que está dentro de cada panelinha e identificá-los na “Roletas de Sabores”, que fica na mesa dos cupcakes. Nesta atividade, elas terão que encontrar a primeira pista deixada por Randolfo. No banheiro da família, as crianças encontram quatro dispensers de bolinhas de sabão criados por Arthur para a família tomar banho de espuma. Para encontrar a pista escondida, é preciso que todos os participantes trabalhem juntos para guardar os sabonetes nos lugares corretos. No laboratório do Arthur, as crianças devem desvendar as charadas que estão anotadas na lousa do inventor e que as levarão para a próxima pista. Já na sala de estar dos Valentins, os pequenos encontram sob a mesa de centro peças soltas e, na parede da sala, um quadro faltando uma das partes do desenho. É hora de descobrir qual a parte que falta!

valentins 5No quarto dos irmãos Valentins, as crianças têm que descobrir qual é o objeto estranho da parede. Apenas depois disto, elas conseguirão encontrar o indício que as levará ao paradeiro do capacete. Por último, os participantes se dirigem ao hall de saída dos Valentins com o mapa de Randolfo para desvendar o grande mistério. Lá, eles precisam usar a pista do laboratório do Arthur para resgatar o Capacete da Memória no baú.

O circuito disponibiliza também uma área baby, destinada aos menores de 4 anos. Além de brincar no circuito de atividades, os pequenos podem passar pela área de fotos e registrar o momento em um painel da família Valentins e do vilão Randolfo.

Todos os eventos do Gloob são adaptados para receber crianças especiais e seus acompanhantes, que terão acesso a todas as atividades.

 

Serviço

 

valentins 9Valentins

De 9 a 27 de janeiro

Local: Praça Rosa dos Ventos – BarraShoppingSul (Av. Diário de Notícias, 300)

Horário: de domingo a sexta, das 14h às 20h

sábados, das 12h às 20h

Idade: circuito para crianças de 4 a 10 anos

área baby para crianças de 0 a 4 anos

Evento gratuito, mediante distribuição de senhas

 

Porto Alegre: Enigma Escape Game cria a primeira sala de jogo de escape do Brasil com a temática de Natal

Porto Alegre: Enigma Escape Game cria a primeira sala de jogo de escape do Brasil com a temática de Natal

Cidade Comportamento Notícias Porto Alegre

A 30 dias do Natal a lista de presentes desapareceu e o Papai Noel precisa de ajuda para encontrá-la. Se não achar, milhares de crianças não receberão nada no Natal. Você pode salvar a noite mágica, mas, para isso, muitos códigos precisam ser desvendados e outros desafios vencidos na nova sala da Enigma Escape Game, em Porto Alegre. E o jogador só tem 60 minutos para escapar. Não há o que temer: a Enigma criou o jogo de forma que qualquer pessoa com mais de 14 anos ou menores, acompanhados de um responsável, possa brincar sem terror nem sustos, apenas com a decoração temática e muitos enigmas. “Os jogadores mergulham de cabeça na brincadeira, trabalhamos com entretenimento. As pessoas esquecem o mundo lá fora enquanto jogam”, explica a sócia-diretora, Cristina Winck, formada em Ciências da Computação e pós-graduada em Gestão Empresarial na UFRGS e Direito pela PUCRS.

A Enigma, que existe há três anos, foi a primeira sala de escape game do sul do país. Desde a inauguração, mais de milhares de pessoas passaram pelas três salas em funcionamento. Estrangeiros são clientes comuns, já passaram por lá jogadores de mais de 30 países diferentes. Uma das explicações é o fato de a Enigma ser o destaque número 1 de um dos sites de turismo mais renomados do mundo. “Conseguimos fidelizar nossos clientes e isso é uma grande conquista. Além de famílias, amigos e turistas, recebemos muitas empresas que nesta época fazem sua comemoração de fim de ano conosco. Não apenas para diversão ou celebração de conquistas, as empresas buscam nas salas da Enigma a atividade perfeita para a integração de suas equipes ou também nos procuram para realizar etapas de seleção de emprego”, salienta o sócio-diretor Jefferson Yllana Beuren, engenheiro mecânico pela UFRGS e pós-graduado em Engenharia de Produção e em Gestão Empresarial, pela mesma instituição.

Segundo os sócios, não é possível antecipar nenhum detalhe sobre a nova sala, chamada de “A Missão de Natal”. “Se contarmos qualquer coisa, vamos interferir no principal objetivo do jogo, que é desvendar os enigmas e destrancar a porta”. Esta edição comemorativa estará aberta até 13 de janeiro. A missão está lançada e você só tem 60 minutos. Em tempo: apenas 35% dos clientes conseguem escapar na primeira vez que jogam.

Para participar, é necessário fazer agendamento pelo site da empresa, onde também se pode esclarecer possíveis dúvidas: www.enigmaescapegame.com.br. Na configuração atual todas as salas (Missão de Natal, Condenados e Assombrados) cabem até 8 participantes. O valor é de R$ 59,90 por pessoa.

Porto Alegre: Santa Casa participa hoje do Dia de Doar

Porto Alegre: Santa Casa participa hoje do Dia de Doar

Comportamento Notícias Saúde
Acontece hoje(27.11) em diversos países o Dia de Doar, movimento realizado no Brasil pela primeira vez em 2013 e que tem sua origem nos Estados Unidos, em 2012. Como forma de estimular e promover a cultura da doação, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre apoia e participa desta iniciativa desde o ano passado, convidando a população para doar e colaborar com os projetos sociais da instituição.

Nesta edição, a Santa Casa irá arrecadar fraldas geriátricas e pediátricas, que serão destinadas para pacientes em tratamento na instituição. Além disso, os postos de coleta também receberão roupas em bom estado de conservação, que terão como destino os brechós beneficentes que a instituição realiza. Os pontos de coleta estarão localizados nos caixas dos hospitais que integram a Santa Casa, na Unisinos Porto Alegre e no Colégio Bom Jesus Sévigné. A Santa Casa, tradicionalmente, conta com o apoio de toda a sociedade para concretizar projetos em benefício daqueles que usufruem do ambiente hospitalar do complexo. Em 2017, foram mais de 60 parceiros que auxiliaram em importantes recursos para ampliações tecnológicas do complexo.
Serviço:

Dia de Doar Santa Casa: arrecadação de fraldas (geriátricas e pediátricas) e roupas em bom estado
27 de novembro de 2018
Caixas dos hospitais da Santa Casa, Unisinos Porto Alegre e Colégio Bom Jesus Sévigné

portico-principal-raul-krebs-1
Porto Alegre: Mark Lilla e Luiz Felipe Pondé encerram hoje a temporada do Fronteiras do Pensamento

Porto Alegre: Mark Lilla e Luiz Felipe Pondé encerram hoje a temporada do Fronteiras do Pensamento

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque

O cientista político e historiador norte-americano Mark Lilla e o filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé participam de um debate especial na conferência de encerramento do Fronteiras do Pensamento 2018. Eles subirão ao palco do Salão de Atos da UFRGS nesta segunda-feira, 19, a partir das 19h45min. A mediação será do filósofo, editor Eduardo Wolf. Neste ano, com o tema O mundo em desacordo, o ciclo de conferências convida a refletir sobre como as guerras culturais marcam a migração dos temas éticos para o centro do debate público. O sentido e os limites da arte, a natureza do casamento e da família, o papel da mulher e do homem na sociedade passam a ser matéria de acirrado debate político, partidário e governamental, não mais se restringindo à esfera dos indivíduos ou da sociedade civil.  As conferências contaram com Fernanda Torres, Vik Muniz, Leïla Slimani, Catherine Millet, José Eduardo Agualusa e Siddhartha Mukherjee, Ai Weiwei, Javier Cercas e Alejandro Zambra.

Lilla é especialista em história intelectual, com foco particular no pensamento político e religioso do Ocidente e irá falar sobre o tema Identidade e Solidariedade. Completou sua formação nas universidades Wayne State e de Michigan, e fez seu mestrado na Kennedy School of Government na Universidade de Harvard. Sua trajetória acadêmica e a aproximação dos pensadores conservadores o tornaram reconhecido como um “historiador de ideias”. Orientado na dissertação pelo cientista social Daniel Bell, foi indicado, em 1980, para atuar como editor da The Public Interest, publicação reconhecida por suas críticas aos programas sociais. Quatro anos depois, tendo perdido a identificação com a linha editorial, deixou a revista para fazer seu doutorado em Harvard. Lecionou nas universidades de Nova York e de Chicago, e passou, em 2007, a lecionar Humanidades na Universidade de Columbia. Colabora, regularmente, para o New York Review of Books e o New York Times.

É autor de A mente imprudente – Os intelectuais na atividade política, que traz um perfil de pensadores que fecharam os olhos ao autoritarismo, à brutalidade e ao terrorismo de Estado; e A mente naufragada – Sobre o espírito reacionário, que apresenta o reacionário não como um conservador, mas como uma figura tão radical e moderna quanto o revolucionário. Também escreveu The stillborn God, livro sobre política e religião no Ocidente moderno, não publicado em português. “Se você fala na ironia da história, não é que a história deu errado, mas que ela deu certo e deu errado, que os seres humanos têm ambições e fracassam, e a ironia é a capacidade de lidar com esses dois extremos. E é a perda da ironia, nesse sentido, que é capaz de deixar as pessoas suscetíveis tanto a esperanças revolucionárias irrealistas como ao desespero nostálgico irrealista”, disse Lilla.

Mark Lilla causou polêmica, em 2016, ao assinar um artigo defendendo que a vitória de Donald Trump foi baseada na fixação democrata pela questão da diversidade, pois o partido tornara-se um mero porta-voz dos grupos minoritários que não conversam entre si. Nesse cenário, publicou, em 2017, O progressista de ontem e o de amanhã, obra lançada no Brasil em 2018, que aborda a transformação da sociedade norte-americana nas últimas décadas.

O tema da palestra do brasileiro Pondé será Ciência Política Cética. Um dos mais polêmicos pensadores do país, é colunista do jornal Folha de S.Paulo desde 2008. Graduado em Filosofia pela USP, é mestre em História da Filosofia Contemporânea pela mesma universidade e doutor em Filosofia Moderna pela USP/Universidade de Paris, além de possuir pós-doutorado pela Universidade de Tel Aviv.

Atua como professor do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da PUC-SP e como professor titular da Faculdade de Comunicação da Fundação Armando Alvares Penteado. É autor de diversos livros, entre eles O homem insuficiente, Guia politicamente incorreto da filosofia, A era do ressentimento e Filosofia para corajosos.

Em 2017, publicou Marketing existencial, analisando por que a produção de bens da época atual se confundiu com os anseios existenciais dos indivíduos e deixou de atender à mera satisfação das necessidades básicas. Seu livro mais recente é Amor para corajosos: reflexões proibidas para menores, que tem o amor romântico, chamado pelos medievais de “doença da alma”, como foco principal.

“Na faculdade de filosofia, onde busquei refazer minha vida profissional, fui especialmente marcado pelos gregos: ceticismo e tragédia. A ruína do conhecimento e a ruína da liberdade diante de um destino esmagador – as moiras – estão no fundo de tudo que eu penso. Não se pode fugir daquilo que se é: cada vez mais percebo que sou um trágico”, define Pondé. Cético com a ideia de que o mundo esteja mudando, mesmo com a inovação e os aparatos tecnológicos, ele defende que os jovens devem continuar discutindo os textos clássicos, como William Shakespeare e Santo Agostinho.

Vencedora do Master Chef grava série especial no Mercado Público de Porto Alegre. Maria Antonia apresenta em seu canal do Youtube a variedade gastronômica do local

Vencedora do Master Chef grava série especial no Mercado Público de Porto Alegre. Maria Antonia apresenta em seu canal do Youtube a variedade gastronômica do local

Agronegócio Cidade Comportamento Destaque Direito do Consumidor Economia Gastronomia Negócios Turismo Vídeo

 

A vencedora do principal reality show gastronômico do país, Maria Antonia Russi, decidiu mostrar para seus fãs do Brasil a diversidade de produtos que são comercializados no Mercado Público de Porto Alegre. Além de ser um belíssimo prédio histórico, localizado no coração da capital gaúcha, o local é referência para quem procura produtos de qualidade.

“Muitas vezes preciso de insumos diferenciados para preparar uma receita e sempre recorro ao Mercado Público. Lá tenho a certeza que vou encontrar tudo o que preciso e ainda rende um ótimo passeio. Por isso gravei os programas para que pessoas de outros Estados pudessem conhecer mais sobre esse lugar que faz parte do meu dia-a-dia”, ressalta.

Para assistir à série, clique aqui e acesse o canal Chef Maria Antonia no Youtube e conferir todos os episódios. Os vídeos novos são postados sempre às terças e sextas.