Porto Alegre receberá cerca de R$ 60 milhões para construção do Centro de Eventos

Porto Alegre receberá cerca de R$ 60 milhões para construção do Centro de Eventos

Comunicação Notícias

A prefeitura de Porto Alegre receberá cerca de R$ 60 milhões em recursos extra-orçamentários do Ministério do Turismo para a construção do Centro de Convenções e Eventos da Capital, que ficará ao lado do estádio Beira Rio, na orla do Guaíba.
A área terá 3,7 hectares e a construção será feita em etapas. Na primeira fase, será construído um salão principal com capacidade para três mil pessoas e salas para convenções e eventos corporativos voltados a um público de 300 a 500 pessoas.

Leia mais no Jornal do Comércio

Porto Alegre recebe oficina de cinema para adolescentes em fevereiro

Porto Alegre recebe oficina de cinema para adolescentes em fevereiro

Comunicação Notícias

Porto Alegre recebe, a partir de fevereiro, uma oficina de cinema para adolescentes no espaço cultural Fora da Asa – Experiências Plurais (rua José do Patrocínio, 642, Cidade Baixa). As aulas ocorrem de 5 de fevereiro a 13 de maio, todas as quartas-feiras, das 13h30min às 16h30min.

Voltado para jovens entre 12 e 16 anos, as inscrições estão abertas e podem ser feitas através do site Sympla. Os valores da oficina são R$ 350 (parcelado em até 12x no cartão de crédito) e R$ R$ 260 (pagamento à vista, via depósito ou transferência bancária).

Leia mais no Correio do Povo

Redução do preço da energia solar tem sido vertiginosa, diz EPE

Redução do preço da energia solar tem sido vertiginosa, diz EPE

Comunicação Notícias

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral, afirmou, nesta sexta-feira (24), que a redução do preço da energia solar nos leilões de energia tem sido “vertiginosa”.

Segundo Barral, isso se deve à grande oferta de projetos, que tem sido maior do que a demanda, o que fortalece a competição. “As margens são reduzidas, e é grande a diversidade de empresas e empreendedores dispostos a investir nessa fonte.”

Entre os fatores que estimulam o investimento em energia solar, Barral destacou o baixo risco de desenvolvimento desses projetos, políticas corporativas e a capacidade de atrair capital para financiar empreendimentos. “São fatores que influenciam na competitividade”. A expectativa de Barral é que a energia solar se consolide como uma das fontes mais competitivas para expansão da matriz energética nacional, como está indicado no Plano Decenal de Energia da EPE, que foi colocado em consulta pública no ano passado.

Ele ressaltou, porém, que nenhuma fonte isoladamente vai resultar em uma solução de menor custo sistêmico e de segurança adequada para o sistema. “Temos que olhar para o mix, a combinação de várias fontes. A [energia] solar, sozinha, não vai dar conta de atender as necessidades energéticas do país nos próximos anos, mas se apresenta como uma das fontes que têm papel relevante nesse cenário.”

Thiago Barral afirmou que o setor solar fotovoltaico, tal como o eólico, tem sido resultado “surpreendente” e já se apresenta como uma fonte competitiva nos leilões. Ele atribuiu o bom desempenho do setor à inovação e a estratégias industriais.

Hidrelétricas
No curto prazo, Barral disse não ter visto nos leilões nenhum grande projeto de hidrelétrica no Brasil. As exceções são a Usina de Castanheiras, em Mato Grosso, que a própria EPE vem estudando, com potência instalada de 140 megawatts (MW) de energia, que se encontra em etapa de licenciamento; a Usina de Tabajaras, em Rondônia, em estágio mais avançado de desenvolvimento, com capacidade de 400 MW; e a Usina de Bem Querer, em Roraima, com 650 MW, em fase de estudos de impacto ambiental na região e de componente indígena.

Os três projetos foram incluídos no Programa de Parcerias de Investimento (PPI) pela condição de licenciamento ser um aspecto fundamental para o avanço desses empreendimentos. Nenhum deles passou por audiência pública,lembrou Barral.

A EPE é uma empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

Agência Brasil

Congresso do Povo de Porto Alegre terá assembleias populares e conferências temáticas de janeiro a junho

Congresso do Povo de Porto Alegre terá assembleias populares e conferências temáticas de janeiro a junho

Comunicação Notícias

 

Representantes de partidos, entidades sindicais, movimentos sociais e coletivos culturais aprovaram nesta sexta-feira (24) a Carta de Princípios do Congresso do Povo de Porto Alegre, em um ato realizado no auditório do Sindicato dos Municipários (Simpa), dentro da programação do Fórum Social das Resistências. O Congresso do Povo de Porto Alegre se apresenta como “um espaço aberto de construção coletiva e dialogada, composto por pessoas e organizações” para debater propostas, junto com a população da cidade, que orientem um programa capaz de derrotar “as políticas de morte executadas pelo governo Bolsonaro e seus representantes locais, como é o caso de Nelson Marchezan Júnior (PSDB).

O Congresso se reunirá em uma série de encontros temáticos entre janeiro e junho de 2020, na capital gaúcha. Ao longo dos próximos meses serão realizadas assembleias populares, conferências livres (que poderão ser organizadas inclusive de modo autogestionário), conferências temáticas (março-maio) e uma grande sessão plenária do Congresso do Povo, no mês de junho.

Leia mais em SUL 21

No Litoral Norte, governador ressalta agenda de desenvolvimento econômico do Estado

No Litoral Norte, governador ressalta agenda de desenvolvimento econômico do Estado

Comunicação Notícias

O governador Eduardo Leite participou do 17º Fórum de Desenvolvimento Econômico e Financiamentos na tarde desta sexta-feira (24/1). Organizado pela Rede Pampa, o evento ocorreu em Xangri-lá, no Litoral Norte, e teve como tema central Desenvolvimento Econômico – Oportunidades e Financiamentos.

“Com essa iniciativa, e levando essa mensagem por todo o Estado, ajudamos a injetar ânimo e otimismo para que os desafios e as dificuldades do nosso Rio Grande possam ser superados. Sempre digo e repito: o que temos de melhor é a vocação para o trabalho dos nossos gaúchos”, reforçou Leite.

O governador apresentou um panorama das ações que o Estado vem tomando para que as condições de competitividade e o ambiente de negócios se tornem mais favoráveis a quem quer empreender. “Por isso, as reformas que protocolamos na Assembleia nesta semana têm íntima ligação com o que estamos debatendo neste fórum. Estamos enfrentando o déficit e contendo o crescimento vegetativo das despesas, algo que precariza os serviços públicos e prejudica a população”, ponderou.

O fortalecimento das parcerias com a iniciativa privada como alternativa à escassez de recursos públicos também foi destacado pelo governador. As concessões de estradas, as privatizações de estatais e a parceria público privada (PPP) da Corsan foram exemplos citados pelo chefe do Executivo.

O fórum durou cerca de quatro horas e teve participação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luís Augusto Lara, dos secretários Ruy Irigaray (Desenvolvimento Econômico e Turismo), Claudio Gastal (Governança e Gestão Estratégica), Parcerias (Bruno Vanuzzi), Juvir Costella (Logística e Transportes) e José Stédile (Obras e Habitação), do senador Luis Carlos Heinze, do presidente do Banrisul, Claudio Coutinho, da presidente do Badesul, Jeanette Lontra, e do secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, entre outras autoridades.

O evento faz parte do projeto RS Sustentável, da Rede Pampa, e foi promovido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), em parceria com a Assembleia Legislativa. Conta com apoio do Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Badesul Desenvolvimento – Agência de Fomento e da Sociedade dos Amigos do Balneário de Atlântida (Saba). A mediação do evento coube a Armando Burd, comunicador do Grupo Pampa.

Agricultura proíbe uso de antimicrobianos em ração para animais

Agricultura proíbe uso de antimicrobianos em ração para animais

Comunicação Notícias

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) decidiu tomar medidas para prevenir e controlar a resistência aos antimicrobianos, uma classe de fármacos muito usados em hospitais e receitados por médicos para tratamento em casa. O uso excessivo de antimicrobianos está associado ao surgimento de bactérias resistentes, causadoras de doenças mais difíceis de tratar.

O uso racional desses fármacos está entre as metas definidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o século 21. Por isso, o Mapa proibiu a importação, a fabricação e a comercialização dos antimicrobianos tilosina, lincomicina e tiamulina em aditivos melhoradores de desempenho de animais sadios.

Esses aditivos são produtos registrados pelo Mapa, adicionados intencionalmente à ração, com a finalidade de melhorar o desempenho dos animais sadios. A partir de agora, com a medida, ficam cancelados os registros desses aditivos destinados à alimentação animal. Essas substâncias, no entanto, continuarão autorizadas para uso veterinário, no tratamento de animais doentes.

Os estabelecimentos importadores ou fabricantes detentores deverão recolher os estoques remanescentes no comércio no prazo de 90 dias, contado a partir de quinta-feira (23). Essas empresas devem ainda informar o Mapa sobre o último lote fabricado, por meio do e-mail cpv.dsa@agricultura.gov.br. Segundo o ministério, as empresas que desejarem poderão reprocessar para fins de exportação o produto ainda existente em estoque ou aquele que venha a ser recolhido.

Agência Brasil

Ministra da Agricultura participa de reunião com governo da Índia

Ministra da Agricultura participa de reunião com governo da Índia

Comunicação Notícias

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) integrou-se nesta sexta-feira (24), em Nova Delhi, à comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que fará visita de Estado à Índia até o dia 27 de janeiro. Neste sábado (25), a ministra e demais integrantes participarão de uma reunião ampliada com o governo indiano, cerimônia de troca de atos e do almoço oferecido pelo primeiro-ministro Narendra Modi ao presidente Bolsonaro.

Estão previstos acordos e cooperações nas áreas de investimentos, previdência social, energia, recursos minerais, segurança cibernética, cooperação jurídica, saúde, ciência e tecnologia e cultura, conforme a Presidência da República. No domingo (26), o presidente Jair Bolsonaro é o convidado de honra das comemorações do 71º aniversário do Dia da República da Índia.

Na segunda-feira (27), será realizado seminário empresarial Brasil-Índia, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com participação do presidente Jair Bolsonaro, da ministra Tereza Cristina e demais ministros brasileiros.

Antes de integrar-se à comitiva, a ministra reuniu-se nessa quinta-feira (23) com o ministro da Agricultura e Bem-Estar dos Agricultores, Narendra Singh Tomar. Os dois discutiram cooperação em pesquisa agropecuária e se comprometeram em agilizar colaborações nos setores de cana-de-açúcar, gado de leite e búfalos.

Outro encontro foi com o ministro de Abastecimento, Alimentos e Distribuição Pública, Ram Vilas Paswan, sobre parcerias na área de etanol. A ministra Tereza Cristina reforçou que a expertise brasileira no setor pode ajudar a Índia a ampliar a produção do biocombustível.

MTG é notificado de decisão judicial que confirma Gilda Galeazzi como presidente

MTG é notificado de decisão judicial que confirma Gilda Galeazzi como presidente

Comunicação Notícias

O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) recebeu, nesta sexta-feira, a notificação da Justiça que determinou, a posse de Gilda Galeazzi, da chapa 2, como a primeira mulher presidente da entidade. A juíza Carmen Barghouti, da 2ª Vara Cível do Fórum de Lajeado, acatou pedido de liminar da candidata, com o argumento de que entidade não pode ficar sem comando. A votação ocorreu em Lajeado, no Vale do Taquari, durante o 68º Congresso Tradicionalista, mas acabou virando assunto jurídico.

As duas chapas concorrentes “De coração pela tradição” (chapa 1), liderada por Elenir Winck, e “Fazer agora” (chapa 2), de Gilda receberam 530 votos. A atual direção do MTG declarou vitoriosa a chapa 1, baseada no Regulamento Geral. O parágrafo único do artigo 127 dá conta de que “em caso de empate será considerada eleita a chapa que contiver o candidato mais idoso”.

Leia mais no Correio do Povo

Coronavírus: aeroportos transmitem mensagem da Anvisa a partir de hoje

Coronavírus: aeroportos transmitem mensagem da Anvisa a partir de hoje

Comunicação Notícias

Os aeroportos brasileiros começaram a divulgar um alerta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre o coronavírus. No alerta, uma mensagem de áudio de aproximadamente 1 minuto, a Anvisa orienta os passageiros que chegaram da China e estão com sintomas como febre e tosse a procurar uma unidade de saúde. Também são dadas orientações para evitar a transmissão de doenças.

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) confirmou que todos os aeroportos administrados por ela veicularão a mensagem. Segundo a Anvisa, os aeroportos concedidos à iniciativa privada também receberam o alerta sonoro e devem veiculá-lo. A agência se reuniu especificamente com representantes do aeroporto de Guarulhos, por tratar-se de um local com fluxo intenso de voos internacionais.

Nessa reunião, a Anvisa informou profissionais de empresas aéreas e de outros setores do aeroporto sobre a atual situação do coronavírus e sobre a definição do governo brasileiro, alinhada às orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) do que pode ser considerado um caso suspeito. Além disso, a agência abordou a intensificação nos procedimentos de limpeza e desinfecção dos terminais.

O coronavírus matou 26 pessoas na China e a doença chegou a outros países, como Japão , Tailândia e Coreia do Sul. Não há registros de que a doença tenha chegado ao Brasil. A fonte do vírus ainda é desconhecida, sendo possivelmente de uma reserva animal, e a extensão da transmissão entre humanos ainda não é clara.

Leia o alerta da Anvisa, veiculado nos aeroportos a partir de hoje:

“A Anvisa informa: se você tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar dentro de um período de 14 dias após a viagem para a China, você deve procurar uma unidade de saúde mais próxima e informar a respeito da viagem. Se você tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar tome medidas simples, que podem evitar a transmissão de doenças: lave as mãos frequentemente com água e sabão. Se não tiver água e sabão, use álcool em gel. Cubra o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar. Descarte o lenço no lixo e lave as mãos. Evite aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados. Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos ou garrafas. Procure o serviço de saúde mais próximo”.

Agência Brasil

Fepam divulga novo boletim com a balneabilidade das praias e balneários do RS

Fepam divulga novo boletim com a balneabilidade das praias e balneários do RS

Comunicação Notícias

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou nesta sexta-feira (24/1) novo boletim com o resultado da análise da água de praias e balneários do Estado. Dos 92 pontos analisados, oito estão impróprios para banho, sendo três deles monitorados pela Fepam e cinco pelo Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep):

Os pontos impróprios para banho:

Osório – Lagoa do Peixoto
Pelotas – Balneário Valverde, no Pontal da Barra
Pelotas – Balneário Valverde, em frente ao restaurante Aki Pizza
Pelotas – Balneário Santo Antônio, em frente à rua Bagé
Pelotas – Balneário dos Prazeres, em frente à estátua de Iemanjá
Pelotas – Colônia Z-3
Rio Grande – Praia do Cassino, em frente à rua Goiás
São Lourenço do Sul – Praia das Nereidas, em frente ao Hotel das Figueiras
A Praia do Rebelo, em Tapes, que na semana passada constava como imprópria, agora está própria para banho. Já em Osório, a Lagoa do Peixoto segue com o índice de cianobactérias acima do permitido, caracterizando local impróprio.

As cianobactérias podem causar problemas ao meio ambiente e à saúde humana. Em ambientes onde há numerosa presença de nutrientes e altas temperaturas, pode ocorrer um aumento na quantidade de cianobactérias, formando grandes massas visíveis, denominadas florações. Além do fato dessas florações causarem o crescimento excessivo de plantas aquáticas, algumas espécies produzem toxinas que podem provocar danos graves à saúde.

A situação da balneabilidade das praias e balneários do Estado pode ser conferida pelos veranistas pelo site e web aplicativo. A divulgação dos resultados ocorre sempre nas sextas-feiras.

Clique aqui para acessar o relatório completo.