Crédito imobiliário da Caixa terá correção pela inflação

Crédito imobiliário da Caixa terá correção pela inflação

Comunicação Destaque Notícias

A Caixa Econômica Federal lançou ontem uma linha de crédito imobiliário corrigida pelo IPCA, índice oficial de inflação, com o argumento de que o novo financiamento vai reduzir os juros para compra da casa própria.

A taxa mínima, oferecida a clientes do setor público e com melhor perfil de risco, será de 2,95% ao ano mais o IPCA. A máxima, incluindo o setor privado, será de 4,95% ao ano e IPCA, para quem não é cliente do banco.

A linha vale para o Sistema Financeiro de Habitação e contempla imóveis até R$ 1,5 milhão, o que permite o uso do FGTS. A modalidade se mantém acima desse valor no Sistema Financeiro Imobiliário, mas sem FGTS.

Para especialistas, a oscilação do IPCA pode tornar o financiamento mais arriscado e caro ao cliente, já que a hoje utilizada TR (Taxa Referencial) é menos instável —atualmente, inclusive, está zerada.

Leia mais na Folha de S.Paulo

Porto Alegre: Aberto Caminho de Artes promove live paiting com artistas do Atelier Errante

Porto Alegre: Aberto Caminho de Artes promove live paiting com artistas do Atelier Errante

Comunicação Destaque Notícias

Integrando a exposição “Conexões Contemporâneas no Aberto”, que ocorre até o dia 6 de setembro no espaço cultural Aberto Caminho de Artes, os artistas do Atelier Errante realizam, no dia 24 (sábado), uma live paiting na zona sul da Capital. Artistas do coletivo vão compartilhar ao vivo os momentos de criação em uma grande tela em frente ao Aberto, que fica na Rua Armando Barbedo, 356, no bairro Tristeza. A ação é gratuita e poderá ser observada por quem passa pela rua mais charmosa da região, das 11h às 15h.

69207355_492123901598713_654686331695267840_nAtelier Errante
O Atelier nasceu da vontade de alguns amigos em compartilhar momentos de criação, discussão e reflexão para exercer a arte sem rótulos. Cada artista, com sua formação distinta, carreira e experiência própria, traz para o grupo sua contribuição e acrescenta sua personalidade ao trabalho que é desenvolvido coletivamente. O grupo, formado por Bruno Tamboreno, Caroline Veilson, Lito (Erly Almanza), Gilmar Fraga, Gus Bozzetti e Pena Cabreira, se apresentou ao público no 4° POA Jazz Festival, realizado em novembro de 2018, no BarraShopping Sul. Durante o evento, os Errantes realizaram uma “live painting” – sua primeira coletiva ao vivo e a cores. Em março de 2019, foram convidados novamente pelo BarraShopping para a realização de outra live painting para celebrar o aniversário da Capital, juntamente com a exposição de obras dos artistas. O tríptico pintado durante quatro dias foi doado à Orquestra Sinfônica de Porto Alegre – e as obras expostas tiveram o valor da sua venda doado para a Orquestra Villa Lobos. Atualmente, o Atelier ocupa um espaço no Linha (um ateliê compartilhado, espaço de exposições, performances e projeções, que é também um bar), que fica na Avenida São Pedro, 540, em Porto Alegre.

Aberto Caminho de Artes
O Aberto é um espaço cultural que busca a exacerbação da liberdade criativa e o convívio plural de todas as formas de manifestações culturais. Além disso, trabalha com a ideia de uma arte “aberta”, ancorado na arte contemporânea. A frente do espaço estão o artista visual, escritor, advogado e músico Ricardo Giuliani Neto e a gestora cultural e advogada Marla Trevisan, que também é a responsável pela coordenação geral do Aberto. Os dois também são sócios do escritório Trevisan e Giuliani Advogados.

69149194_224823721776123_3350716214828597248_nSERVIÇO
O que é: Live Paiting com artistas do Atelier Errante;
Quando: No sábado, 24 de agosto, das 11h às 15h; (Gratuito)
Onde: Rua Doutor Armando Barbedo, 356, bairro Tristeza, Zona Sul de Porto Alegre;
Contatos: abertoartes@gmail.com
(51) 3516 2259
(51) 99930 1911 – Marla Trevisan

Horário de funcionamento do Aberto:
De terça-feira a sexta-feira, das 13h30 às 18h
Aos sábados, das 11h às 15h.

Governador Eduardo Leite apresenta novo código ambiental

Governador Eduardo Leite apresenta novo código ambiental

Comunicação Destaque Notícias

Mais de 30 deputados estaduais da base aliada compareceram nesta terça-feira (20) ao café da manhã, no Galpão Crioulo, no Palácio Piratini, para ouvir o governador Eduardo Leite (PSDB) e o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos (PSDB), explicarem as mudanças que pretendem fazer no Código Estadual do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul. Entre as medidas defendidas no encontro, está a implementação da licença ambiental por compromisso (LAC). O projeto com a modificações deve ser encaminhado à Assembleia Legislativa no início de setembro.
O governo propõe 480 alterações no código vigente. Devido ao grande número de mudanças, o Piratini vai sugerir a revogação do atual Código Estadual do Meio Ambiente e vai apresentar um novo. A partir do encontro de ontem, o Executivo vai acolher sugestões de parlamentares.

Leia mais no Jornal do Comércio

Bolsonaro: ‘Não quero submeter meu filho a um fracasso’

Bolsonaro: ‘Não quero submeter meu filho a um fracasso’

Comunicação Destaque Notícias

Ao criticar o “viés político” do parecer da Consultoria Legislativa do Senado que considerou nepotismo a nomeação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) à embaixada do Brasil nos EUA, o presidente Jair Bolsonaro admitiu que pode recuar da indicação. Ele disse que não deseja submeter seu filho a “um fracasso’.

Leia mais em O Globo

Caixa lança crédito imobiliário mais barato e atrelado à inflação

Caixa lança crédito imobiliário mais barato e atrelado à inflação

Comunicação Destaque Notícias

A Caixa lançou ontem linha de crédito para a casa própria com correção pelo IPCA, o índice oficial da inflação. A nova modalidade de financiamento terá taxas de juros entre 2,95% e 4,95% ao ano, mais o IPCA – mais baratas que os juros dos contratos atuais do banco, que chegam a 9,75%, mais Taxa Referencial (TR), atualmente zerada. De acordo com previsões da Caixa, a novidade permitirá o fechamento de 50 mil novos contratos imobiliários.

Essas linhas de crédito valerão para novos financiamentos, por até 30 anos, e serão opcionais. De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, com a adoção do IPCA, haverá queda de até 51% no valor da prestação do imóvel, em comparação com os contratos antigos. Para analistas, no entanto, os empréstimos para a compra da casa própria corrigidos pela inflação representam risco porque o indicador é mais volátil: se o IPCA aumentar durante a vigência do contrato, o custo do financiamento também subirá.

Leia mais em O Estado de S.Paulo

PPP podem destravar construção de creches

PPP podem destravar construção de creches

Comunicação Destaque Notícias

O governo federal poderá usar o modelo de parcerias público-privadas (PPP) para destravar a construção de creches municipais. A decisão pode ser tomada na próxima reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do qual fazem parte o presidente da República, sete ministros de Estados e três presidentes de bancos federais.

A possibilidade de apoio federal à construção de creches foi tratada pela secretária especial do PPI, Martha Seillier, no programa Brasil em Pauta, da TV Brasil.

“O grande motivo para fazer isso é que temos no governo federal um grande passivo de obras inacabadas, ainda do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], para creches”, explicou Seillier durante o programa.

Segundo ela, “são milhares de creches que iniciaram obras e não concluíram, e hoje o governo federal tem pouquíssimas chances de terminar todas essas obras. Mesmo que terminasse, os municípios têm baixa capacidade de trazer professores e equipar esses empreendimentos”.

“A gente está vislumbrando a possibilidade de fazer a PPP das creches para que um parceiro privado finalize essas obras e equipe as creches para entrarem em funcionamento. E parte dessas vagas venham a ser compradas pelo governo com voucher ou vale-creche, que seria a contraprestação pelos investimentos feitos pela iniciativa privada”, detalhou a secretária sobre como poderiam funcionar as parcerias.

Conforme já noticiado pela Agência Brasil, o governo calcula que a retomada de projetos interrompidos do PAC deve exigir R$ 200 bilhões de investimentos. Além de creches, o valor engloba obras para construção de Unidades de Pronto Atendimento (Upas), obras de desenvolvimento regional e presídios.

A próxima reunião do PPI ainda não tem data marcada e poderá acontecer no mês de agosto. Na reunião de maio, o programa decidiu viabilizar parceiras para as obras de saneamento, competência de estados e municípios, eventualmente consorciados.

“A gente sabe o desafio enorme de investimento para conseguir universalizar o serviço e sabemos que só com recursos públicos do governo federal, estados e municípios não universalizam tão cedo”.

Leilões
O interesse de investidores, em especial estrangeiros, por ativos do PPI renderão ao menos R$ 262,1 bilhões. Esse valor representa os investimentos contratados até o final de julho. Na semana passada, leilões promovidos pelo Ministério da Infraestrutura em terminais nos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR) somaram a previsão de R$ 420 milhões àquele total.

Martha Seillier tem expectativa que o montante se multiplique cerca de quatro vezes com os ativos para exploração petrolífera. “A cessão onerosa é o maior leilão de óleo e gás do mundo. A expectativa é que se invista cerca de R$ 1 trilhão na exploração desses excedentes na bacia de Santos”.

O dinheiro aliviará as contas do Tesouro Nacional. “Só de outorga de direito de exploração a previsão é de arrecadação de R$ 100 bilhões”, disse a secretária durante o programa Brasil em Pauta.

De acordo com ela, além do petróleo, há outras áreas estratégicas com oportunidade de investimento como as concessões para 16 mil quilômetros de rodovias e de 22 aeroportos. “Não é qualquer país do mundo que tem esse volume de investimentos a serem feitos em parceria com a iniciativa privada”, comentou.

Agência Brasil

Prefeitura de Porto Alegre projeta déficit de R$ 336 milhões em 2020

Prefeitura de Porto Alegre projeta déficit de R$ 336 milhões em 2020

Comunicação Destaque Notícias

A prefeitura de Porto Alegre terminará o próximo ano com um déficit de R$ 336,5 milhões, segundo projeção da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2020, apresentada nesta terça-feira (20) pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) na Câmara Municipal.
O projeto prevê R$ 7,723 bilhões em receitas e despesas no valor de R$ 8,059 bilhões, e a variação negativa prevista representa “a necessidade extra de recursos para atender tudo aquilo que a gente acha necessário para o ano dos porto-alegrenses”, segundo Marchezan.

Leia mais no Jornal do Comércio

Governo pretende redistribuir R$ 500 bilhões a estados e municípios nos próximos 15 anos

Governo pretende redistribuir R$ 500 bilhões a estados e municípios nos próximos 15 anos

Comunicação Destaque Notícias

O governo espera transferir cerca de R$ 500 bilhões a estados e municípios nos próximos 15 anos por meio de ações do chamado novo pacto federativo. A estimativa foi apresentada nesta terça-feira pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a líderes do Senado. Entre as medidas, estão novas regras para a divisão de recursos da exploração do petróleo, autorização para que estados obtenham empréstimos com garantia e mais dinheiro para o Fundeb, que financia a educação básica nos municípios.

Leia mais em O Globo

Em visita ao Brasil, ministro britânico diz que Reino Unido quer se aproximar do País

Em visita ao Brasil, ministro britânico diz que Reino Unido quer se aproximar do País

Comunicação Destaque Notícias

O Reino Unido deseja aproximar-se do Brasil num momento em que se prepara para deixar a União Europeia e para redesenhar seu relacionamento com o mundo, afirmou o ministro para o Comércio Exterior britânico, Conor Burns.

“Nossa decisão de deixar a União Europeia não é apenas de sair de instituições políticas. É uma tentativa determinada e deliberada de nos engajar novamente com o resto do mundo”, disse o ministro, que participou nesta terça, 20, de cerimônia de assinatura de um programa de cooperação entre o Reino Unido e o Brasil, em Brasília. “Minha presença aqui é uma declaração de intenções de que a relação bilateral é extremamente importante”, afirmou.

Leia mais em O Estado de S.Paulo