RS: Inscrições abertas para o 6º Prêmio Vencedores do Agronegócio

RS: Inscrições abertas para o 6º Prêmio Vencedores do Agronegócio

Agronegócio Comunicação Economia Negócios Notícias

 

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Vencedores do Agronegócio, que ganha novidades nesta edição, com a inclusão da categoria Elas no Agro. O anúncio foi feito pela Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul) que promove o evento que chega a sua sexta edição para o Vencedores do Agronegócio e segunda para Elas no Agro. As inscrições encerram dia 12 de agosto e o julgamento vai acontecer no dia 20, com a cerimônia de entrega dos Prêmios, em Esteio, no final de agosto, durante a Expointer, para marcar a estreia da Casa Federasul no Parque Assis Brasil.

O Prêmio Vencedores do Agronegócio e Elas no Agro identificam e valorizam as boas iniciativas do setor primário. Poderão participar instituições públicas ou privadas que estejam operando ou tenham ramificações de produtos e serviços na cadeia do agronegócio. Com cinco categorias, o 6º Prêmio Vencedores do Agronegócio está dividido em 1) Antes da Porteira; 2) Dentro da Porteira; 3) Depois da Porteira; 4) Sustentabilidade e 5) Elas no Agro.

A novidade desta edição é a homenagem às filiadas que apresentarem mais inscrições e as filiadas das cidades vencedoras, informou o coordenador do projeto e vice-presidente da Federasul Alexandre Gadret, que informa os patrocinadores do Prêmio: Icatu Seguros, Rio Grande Seguros e Previdência e apoio institucional da Eventize!

A ficha de inscrição, o regulamento e o roteiro para elaboração dos cases estão disponíveis no site federasul.com.br/agro, até o dia 12 de agosto.

Serviço

O quê? 6º Prêmio Vencedores do Agronegócio

Quando? Inscrições abertas até 12 de agosto de 2018

Onde? Site da Federasul – www.federasul.com.br/agro

Quem? Profissionais e empresas que tenham contribuído para o desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul e de suas Regiões a partir do agribusiness

Porto Alegre: Definida empresa que vai projetar Centro de Convenções ao lado do Beira-Rio. Contrato vai ser assinado na manhã desta sexta-feira

Porto Alegre: Definida empresa que vai projetar Centro de Convenções ao lado do Beira-Rio. Contrato vai ser assinado na manhã desta sexta-feira

Agenda Cidade Destaque Economia Negócios Porto Alegre prefeitura Turismo

A Prefeitura de Porto Alegre firma, com a Mafra Arquitetura, na manhã desta sexta-feira, o contrato de elaboração do projeto arquitetônico do Centro de Convenções e Eventos da Capital, a ser erguido em uma área de 3,7 hectares, vizinha ao estádio Beira-Rio, no bairro Praia de Belas.

A empresa vai ter 10 meses para concluir o trabalho, a um custo de R$ 910 mil. A Caixa Econômica Federal é a gestora dos R$ 60 milhões destinados pela União ao projeto via PAC Turismo, a fundo perdido.

A assinatura ocorre um mês e meio depois que o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS) reconsiderou a medida cautelar que suspendia o pregão eletrônico para contratar os projetos executivos da obra. O modelo de concorrência havia sido questionado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul. A Prefeitura argumentou, ao se defender, que a suspensão do pregão impunha risco de perda da verba federal.

Desde dezembro de 2013, o Município vem prorrogando o início efetivo do projeto. A atual gestão definiu o terreno, com título de propriedade e viabilidade técnica, e construiu, nos últimos meses, o termo de referência da contratação.

Saiba mais sobre a obra

A expectativa é de que o empreendimento, de proporção suficiente para comportar até 30 mil pessoas por dia, conte ainda com um espaço comercial, ampliando o chamado turismo de negócios da Capital.

A primeira etapa do empreendimento envolve a elaboração dos estudos de viabilidade e dos projetos executivos, orçados em até R$ 3 milhões.

Os R$ 57 milhões restantes vão ser aplicados pela Prefeitura na construção de estruturas operacionais básicas, como estacionamento e área de convenções.

Posteriormente, em parceria com a iniciativa privada, a área recebe a instalação completa de infraestrutura que caracteriza o Centro de Convenções, como auditório, salas de convenções e espaço de alimentação, por exemplo. (Ricardo Pont/Rádio Guaíba)

Greve dos caminhoneiros faz indústria gaúcha cair 11% em maio

Greve dos caminhoneiros faz indústria gaúcha cair 11% em maio

Economia Negócios Notícias

A produção industrial do Rio Grande do Sul recuou 11% em maio frente a abril, em mais um indicador negativo do período e que é associado à greve dos caminheiros. A queda do segmento gaúcho foi levemente maior que a do Brasil, que teve redução de 10,9% no mesmo mês. No confronto com o mesmo mês de 2017, a indústria regional cai também com força, cravando 10,8%. Nessa comparação, o Rio Grande do Sul ficou muito pior que a média brasileira, que apresentou queda de 6,6%.  Os dados da Produção Industrial Mensal (PIM), divulgados nesta quarta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que 14 dos 15 estados tiveram queda. Apenas Pará teve alta na produção frente ao mês anterior, de 9,2%, depois de cair 8,5% em abril. O IBGE confirmou que a paralisação dos caminhoneiros, que começou no fim de maio e teve efeitos ainda nos primeiros dias de junho, afetou o processo de produção no País. A maior queda foi no Mato Grosso (-24,1%), depois vem Paraná (-18,4%), Bahia (-15%), Santa Catarina (-15%) e São Paulo (-11,4%). O Rio Grande do Sul teve a sexta maior queda.

Leia mais Jornal do Comércio

Porto Alegre: Procon atualiza preços de combustíveis. Gasolina varia de  R$ 4,577 a R$ 4,899

Porto Alegre: Procon atualiza preços de combustíveis. Gasolina varia de R$ 4,577 a R$ 4,899

Cidade Destaque Economia Negócios Porto Alegre

O Procon municipal realizou nesta segunda-feira, 9, um novo levantamento de preços da gasolina comum, etanol e diesel em 44 postos da Capital. Os valores da gasolina comum variam de R$ 4,577 a R$ 4,899. Já os valores do álcool variam de R$ 3,790 a R$ 4,399; quanto ao diesel S500, vão de R$ 3,089 a R$ 3,397; e o diesel S10, de R$ 3,309 a R$ 3,670.

O consumidor poderá incluir na pesquisa de preços do Procon Porto Alegre o posto mais próximo de sua casa. Se desejar contribuir para o levantamento deverá contatar o Procon Municipal através do Twitter ou via mensagem inbox no Facebook enviando fotos. Devem constar também o nome do posto e o endereço. Postos de gasolina que desejarem incluir seus estabelecimentos nas pesquisas devem entrar em contato com o Procon.

Reclamações – Moradores de Porto Alegre podem registrar queixas pelo site do Procon ou na sede da rua dos Andradas, 686, Centro Histórico. São distribuídas diariamente 90 fichas de atendimento, das 9h às 17h. O Procon Municipal também disponibiliza para a população uma loja no terminal 1 do Aeroporto Salgado Filho, em funcionamento das 12h às 18h. O Procon Porto Alegre é um órgão vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE).
Gasolina
Mudança nas leis trabalhistas foi a tônica da edição das Jornadas Brasileiras do Trabalho em Santa Cruz do Sul

Mudança nas leis trabalhistas foi a tônica da edição das Jornadas Brasileiras do Trabalho em Santa Cruz do Sul

Direito Economia Negócios Notícias Trabalho

Realizada na cidade de Santa cruz do Sul, no Vale do Taquari, as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho esclareceu diversos pontos do projeto de lei da reforma trabalhista, sancionada em 2017. Contando com as presenças de diversas autoridades, o ciclo de palestras foi aberto pelo deputado Federal e Presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, Ronaldo Nogueira, idealizador da reforma trabalhista, que enfatizou não ser possível um país com tantas possibilidades de riquezas, viver com tanta miséria. “O Brasil real é de 27 milhões pessoas que precisam voltar ao mercado de trabalho. O Brasil tem riqueza para isso. E o Brasil vai produzir mais de um milhão de empregos formais em 2018”, anunciou Ronaldo Nogueira.

Dando continuidade às apresentações, o desembargador Amaury Rodrigues Pinto Junior, afirmou que a volta dos empregos é fruto de trabalho, conjuntura e do ambiente favorável ao crescimento, citando alguns caso, uso como exemplo o “tele trabalho”, onde o trabalhador atua em sua casa. “A possibilidade e credibilidade da negociação, foi muito importante com a nova lei. O que você negociar, vai valer. E as pessoas terem responsabilidade no que vai negociar. A legislação deu responsabilidade a esse tipo de negociação.”, exemplificou o desembargador Amaury Rodrigues.

Fechando as palestras, o ministro do Superior do Trabalho (TST), Aloysio Correa da Veiga, falou sobre as questões de trabalho e principalmente da informalidade que existia. “A mudança da lei da trabalhista não será o milagre para os mais de 30 milhões de pessoas que esperam entrar no mercado de trabalho. Essas questões tem que ser trazidas num debate nacional, sem preconceitos. Nós temos que encontrar meios e mecanismo de trazer essas pessoas, na informalidade, ao mercado de trabalho”, concluiu o ministro Aloysio Correia.

Geração de empregos e leis que protegem as escolhas dos trabalhadores pautaram as palestras em Capão da Canoa

Geração de empregos e leis que protegem as escolhas dos trabalhadores pautaram as palestras em Capão da Canoa

Destaque Direito Economia Trabalho

Com o salão do Hotel Araçá lotado em de Capão da Canoa, no litoral gaúcho, foi realizada neste sábado a Jornada Brasileira de Relações do Trabalho. O deputado federal e idealizador da Reforma Trabalhista, Ronaldo Nogueira, abriu as palestras, destacando as mudanças pelos quais o país passa e a geração de empregos.

“O Brasil real é de 27 milhões de pessoas que querem trabalhar. Com a nova lei, agora estamos gerando mais empregos. O Brasil do Futuro será do pleno emprego. A lei entrou em vigor sem tirar nenhum direito do trabalhador. E, por acordo coletivo, os trabalhadores podem escolher como vão trabalhar e como vão tirar as suas folgas e férias”, defendeu Ronaldo Nogueira.

O Desembargador Amaury Rodrigues Pinto Júnior, em sua conferência, afirmou que a nova lei veio para proporcionar um maior equilíbrio para a sociedade. Entre as mudanças apontadas, ele citou que a legislação atual reconheceu e regulamentou o trabalho intermitente. “O trabalhador, normalmente, sobrevive do salário e a justiça do trabalho é extremamente protetiva. A legislação trabalhista, agora, permite que o juiz trate diferente, aquele que é diferente. E garante, a todos, os seus devidos direitos”, concluiu o desembargador.

Fechando as palestras, o ministro do Tribunal Superior do Trabalho Aloysio Corrêa da Veiga explicou o que acontece para que quase 95 milhões de processos estejam nos tribunais a serem julgados. Segundo o ministro, não é possível que o Estado seja o único gerador de políticas públicas no Brasil. “Qual foi o objetivo da Reforma Trabalhista? Foi incentivar a negociação coletiva. E criar mecanismos de tirar o trabalhador da ilegalidade e gerar empregos. Hoje nós temos 54 milhões de trabalhos formais, de 127 milhões de pessoas. Temos que criar mecanismos de integração social”, concluiu.

A próxima edição das Jornadas Brasileiras do Trabalho acontecerá segunda-feira (09), às 12h, no Águas Claras Hotel, em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo. O calendário completo das Jornadas está disponível no site www.ibecnet.com.br e as inscrições são gratuitas.

Poder de liderança de Churchill é tema do próximo Tá na Mesa

Poder de liderança de Churchill é tema do próximo Tá na Mesa

Cidade Comunicação Cultura Destaque Economia Mundo Negócios Poder Política Porto Alegre Trabalho

Na próxima quinta-feira (12/7), a Federasul recebe dois grandes nomes da crítica literária e que possuem afinidade com o tema educação e se distinguem pela paixão e dedicação de suas vidas à Comunicação e liderança em projetos que estão à frente.

O primeiro ministro britânico continua sendo atual, mesmo após sua morte. Ideia do encontro é compreender o motivo da liderança mundial do premiê. São convidados o ex-vice-governador do Rio Grande do Sul, professor da PUCRS e atual presidente da Fundação Theatro São Pedro, Antonio Hohlfeldt e o também professor, empresário e consultor da 818 Game 35530604_10156548784107853_1736748374931013632_nAcademy Ricardo Sondermann.

Hohlfeldt vai detalhar seu trabalho como orientador e pesquisador em Comunicação, os fatos e curiosidades sobre a personalidade de Winston, além de abordar todas as atividades pertinentes ao comando do Theatro São Pedro. Junto de Antonio Hohlfeldt, Ricardo Sondermann, autor da obra Churchill e a ciência por trás dos discursos, irá analisar a construção de vários discursos, avaliando o seu contexto, e a força da liderança e a construção oratória, e justificar seu papel de referência para milhares de pessoas, por meio de sua retórica penetrante.

 

TÁ NA MESA

PALESTRANTES: Antonio Hohlfeldt – presidente da Fundação Theatro São Pedro e Ricardo Sondermann – consultor da 818 Game Academy

TEMA: “Churchill e o Poder das Palavras”

QUANDO: quinta-feira, dia 12 de julho de 2018, 12h

ENDEREÇO: Largo Visconde de Cairú, 17 – 4º andar no Centro de Porto Alegre

 

Porto Alegre: Bodytech Company anuncia abertura da nova unidade no Shopping Iguatemi

Porto Alegre: Bodytech Company anuncia abertura da nova unidade no Shopping Iguatemi

Agenda Cidade Destaque Economia Negócios Porto Alegre

Com investimento de R$ 6 milhões, a Bodytech Company anuncia a abertura da nova unidade no Shopping Iguatemi, em Porto Alegre, no segundo semestre de 2018. A nova BT da capital gaúcha terá uma área de 1.600m² localizada na parte nova do Shopping Iguatemi. A academia lançará programas inovadores na nova sua nova sede, contando com um espaço integrado de treinamento funcional. Clientes do Plano Fitness da Bodytech Mont’Serrat poderão aproveitar a nova unidade da rede no Shopping Iguatemi, facilitando a escolha do local onde for mais conveniente por a saúde em dia.

A Bodytech Company está presente em 17 estados do Brasil, além do Distrito Federal, e emprega mais de 6.000 profissionais. A empresa opera com duas marcas de academias e tem hoje 103 unidades instaladas, sendo 57 sob a marca Bodytech e 46 sob a marca Fórmula.

Direito: Blindagem jurídica para negócios online ainda é precária no país

Direito: Blindagem jurídica para negócios online ainda é precária no país

Destaque Direito Economia

O avanço digital, além de diversas facilidades, trouxe também novas necessidades jurídicas ao mundo empresarial. Vazamento de dados e outros incidentes – como contratos não adaptados para o comportamento dos usuários em redes sociais – são realidades que têm tirado o sono de muitos empreendedores. Criou uma loja virtual? Já pensou na quantidade de informações sensíveis sobre seu negócio que podem estar à mercê de hackers? Ou então, pensou nos termos de uso e políticas de privacidade adequadas para incluir no seu site? Pois é, geralmente as pessoas só pensam nisso depois que já estão com algum problema. E aí, o investimento de caráter reativo é sempre mais alto!

O Advogado Especialista em Direito Digital Leonardo Zanatta pontua que ações de blindagem jurídica, quando executadas desde o início do empreendimento e acompanhadas por um profissional da área, podem excluir muitos problemas, além de gerar uma grande economia. Porém, ele afirma que ainda são poucas as empresas que lhe procuram com o objetivo de prevenir estes inconvenientes. “Muitas  vezes aqueles termos genéricos copiados da internet possuem pouca ou nenhuma relevância para o negócio atual”, lembra o profissional.

Há cerca de quatro anos Zanatta saiu do escritório de advocacia em que trabalhava – já com temas de direito digital – para empreender e auxiliar outros empreendedores a não caírem em ciladas jurídicas derivadas das constantes mudanças na regulamentação do ambiente virtual. Hoje é um dos poucos advogados do país especialistas neste segmento de atuação, tendo prestado consultoria a grandes empresas e veículos de comunicação em casos de crises jurídico digital. Entre os casos que ele abraça, estão adequação de contratos de uso de tecnologia, desenvolvimento de políticas de uso de ferramenta computacional, blindagem de e-commerce, contratos eletrônicos, importação de tecnologia, contratos de desenvolvimento de software, contrato de prestação de serviço digital e regularização de licenças de software, entre muitas outras situações.

Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho acontece nesta sexta-feira, ao meio dia, em Cachoeira do Sul

Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho acontece nesta sexta-feira, ao meio dia, em Cachoeira do Sul

Agenda Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Educação Negócios Poder Política Trabalho

A cidade de Cachoeira do Sul receberá, amanhã (06), as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho. O evento acontece às 12h30min na sede do Sindilojas de Cachoeira do Sul. No evento serão apresentadas mudanças e inovações nas leis trabalhistas.

Serão painelistas o deputado federal e Presidente da comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, Federal, Ronaldo Nogueira; o ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho, Gelson Azevedo e o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TST) do Mato Grosso do Sul, Amaury Pinto Rodrigues Jr.