RS: Pecuaristas se dividem sobre vacina da aftosa

RS: Pecuaristas se dividem sobre vacina da aftosa

Agronegócio Comunicação Economia Negócios Notícias

Um encontro realizado no Sindicato Rural de Dom Pedrito, ontem, debateu os ganhos e riscos da retirada da vacinação contra a febre aftosa no Estado e teve como palestrantes o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), Antônio Camardelli, e o ex-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, José Fernando Dora. Não houve consenso entre o grupo sobre o que é melhor para o Estado, mas segundo Rodrigo Coradini, presidente em exercício do sindicato, a maioria dos presentes se posiciona contra a retirada antecipada. O fim da vacinação nacional está previsto para 2023. “Eu confesso que ainda não tenho certeza sobre o que é melhor. Foi justamente para entender questões técnicas de sanidade e de mercado que fizemos o evento. Mas aqui ainda é muito forte o trauma de Joia, quando em 2000 houve aquele abate de gado em massa. Então, a maioria se posiciona contra a retirada”, explica Coradini.

Leia mais no Jornal do Comércio

Bolsonaro ganhará principal palco de Davos ao abrir sessão inaugural do Fórum; por Jamil Chade/O Estado de S.Paulo

Bolsonaro ganhará principal palco de Davos ao abrir sessão inaugural do Fórum; por Jamil Chade/O Estado de S.Paulo

Destaque Economia Mundo

Jair Bolsonaro será o primeiro presidente latino-americano a falar na sessão inaugural do Fórum Econômico Mundial, que começa na semana que vem na Suíça. O espaço privilegiado foi dado ao brasileiro pelos organizadores diante do interesse internacional que hoje existe tanto sobre o que ocorre no Brasil, mas também por conta da curiosidade que se tem sobre o que é de fato o novo governo brasileiro.

O lugar de Bolsonaro em Davos estava sendo cuidadosamente negociado entre o Itamaraty e os organizadores do evento, desde sua vitória nas eleições presidenciais, em outubro. Klaus Schwab, fundador do evento, já havia antecipado na terça-feira para a imprensa brasileira que o presidente seria “muito bem recebido” na estação aos pés da Montanha Mágica.

A fala, que deve ter entre 30 minutos e 45 minutos, promete ser uma espécie de apresentação de Bolsonaro à elite das finanças internacionais e da imprensa global. A sessão de abertura é, na maioria das vezes, acompanhada com uma atenção especial, já que dá o tom do evento. Ela não é a primeira fala do Fórum que, de fato, já começa na noite de segunda-feira. Mas é o evento mais aguardado no primeiro dia de fato de debates.

Leia a íntegra da reportagem de Jamil Chade, em O Estado de S.Paulo

Faturamento do setor eletroeletrônico cresce 7% em 2018

Faturamento do setor eletroeletrônico cresce 7% em 2018

Destaque Economia

O faturamento da indústria eletroeletrônica encerrou 2018 em R$ 146,1 bilhões, um crescimento de 7% em relação ao ano passado (R$ 136 bilhões). Os dados foram divulgados pela ABINEE (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica). Esse resultado representa um incremento real de 2% no faturamento, descontando a inflação do setor (em torno de 5%), segundo o Índice de Preços ao Produtor (IPP). Para a produção industrial, a ABINEE estima aumento de 2% na comparação com 2017. Já os investimentos cresceram 7%, fechando o ano com resultado de R$ 2,7 bilhões, ante para R$ 2,5 bilhões, em 2017. A utilização da capacidade instalada do setor permanece estável em 77%.

WhatsApp Image 2019-01-16 at 12.21.11
Régis Haubert

“Este é o segundo ano consecutivo de crescimento, o que demonstra que estamos em processo de recuperação, ainda que lenta”, diz o diretor regional da ABINEE, Régis Haubert. Ele ressalta, entretanto, que a atividade produtiva foi aquém das expectativas para 2018, em função da volatilidade cambial, da instabilidade dos mercados interno e externo, das incertezas quanto às eleições e da greve dos caminhoneiros.

Emprego
O número de empregados do setor, que era de 234,2 mil no final de 2017, fechou 2018 em 236 mil trabalhadores, ou seja, um incremento de 1,8 mil postos de trabalho.

Apesar do crescimento no número de empregos em 2018, o setor ainda não recuperou as perdas recentes nos níveis de emprego. Em dezembro de 2014, a indústria elétrica e eletrônica empregava 294 mil trabalhadores.

Balança comercial
As exportações apresentaram crescimento de 1%, passando de US$ 5,844 bilhões para US$ 5,882 bilhões em 2018. As importações subiram 9%, de US$ 29,6 bilhões, em 2017, para US$ 32,4 bilhões este ano.

Com isso, o déficit da balança comercial atingirá US$ 26,5 bilhões, total 12% superior ao apresentado no ano passado (US$ 23,8 bilhões).

Perspectivas
Para 2019, as empresas do setor eletroeletrônico projetam crescimento de 8% no faturamento em relação a 2018. Esta projeção é compatível com a estimativa do PIB, de 2,5%, para o próximo ano. A produção do setor também deve crescer 7% em 2019. Os investimentos da indústria eletroeletrônica devem ter incremento de 11%, totalizando R$ 3 bilhões no próximo ano.

“Aos poucos a economia vai se reativando e o ambiente parece demonstrar uma maior confiança dos empresários, depois das instabilidades no período eleitoral”, afirma o presidente do Conselho da ABINEE, Irineu Govêa.

A estimativa da ABINEE é de que o nível de emprego aumente para 240 mil trabalhadores em 2019, um acréscimo de 4 mil pessoas. A utilização da capacidade instalada do setor deve passar de 77% para 79% neste ano. As exportações e as importações também devem crescer em 2019. As vendas externas têm previsão de aumento de 3%. Já as importações devem subir 9%.

Exportações da indústria gaúcha registram crescimento de 22% em 2018

Exportações da indústria gaúcha registram crescimento de 22% em 2018

Destaque Economia Negócios

As exportações do Rio Grande do Sul fecharam o ano de 2018 com crescimento de 18,2% em relação a 2017, totalizando US$ 21 bilhões. A indústria registrou alta de 22% no período, com US$ 15,4 bilhões, mas se desconsiderar as operações com as plataformas de petróleo e gás (US$ 2,8 bilhões), as vendas para o exterior encerram o ano em queda de 0,5%, enquanto as exportações totais têm expansão de 2,2%. “Alguns segmentos importantes da pauta de exportações do Estado foram prejudicados pela crise econômica na Argentina, país que reduziu a demanda por importados de origem gaúcha em 21,5% este ano. Já a indústria de Alimentos, que atualmente tem a maior participação nas exportações do setor secundário, sofre com a diminuição nas vendas para o exterior de carne de frango e suíno “. alerta o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

O segmento de Alimentos, responsável por 15,1% do total exportado pelo Estado, é atingido pelos efeitos negativos provenientes da operação Trapaça e dos embargos da Rússia, que reduziram as exportações das carnes nos últimos dois anos. Celulose e papel (78,7%), Coque e derivado do petróleo e de biocombustíveis (207%), Metalurgia (33,1%) e Madeira (9,6%) foram os segmentos que tiveram melhor desempenho no ano. Alimentos (-6,6%), Químicos (-6,9%), Veículos automotores, reboques e carrocerias (-4,5%) e Materiais elétricos (-31,2%) assinalaram as maiores quedas anuais entre as 24 categorias para as quais houve algum embarque em 2018. Os principais destinos dos produtos gaúchos em 2018 foram China (14,2%, atingindo US$ 6,1 bilhões, principalmente soja), Holanda (671,6%, alcançando US$ 1,8 bilhão, valor atípico devido à plataforma de petróleo de US$ 1,5 bilhão) e Argentina (-21,5%, registrando US$ 1,5 bilhão, principalmente automóveis, caminhonetas e utilitários).
As importações do Rio Grande do Sul totalizaram US$ 11,3 bilhões em 2018, registrando crescimento de 13,7%. Os produtos mais comprados foram Bens intermediários (+15,8%, totalizando US$ 6,6 bilhões).

Dezembro – No último mês do ano, a indústria do Rio Grande do Sul registrou variação positiva de 4,9% em comparação com dezembro de 2017, alcançando US$ 1,2 bilhão. O setor secundário representou em dezembro 78,7% das exportações do Estado, que tiveram contração de 0,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os segmentos com melhor desempenho foram Celulose e papel (86,8%), Alimentos (13,7%) e Tabaco (5,3%), enquanto as influências negativas foram Couro e calçados (-14,3%), Veículos automotores, reboques e carrocerias (-27,3%) e Madeira (-30,3%).

Cris Zimmermann assume comercialização de edições especiais da revista PRESS

Cris Zimmermann assume comercialização de edições especiais da revista PRESS

Comunicação Economia Negócios Notícias

A Athos Editora está reprogramando seus produtos para 2019. A revista Press Advertising, que está completando 22 anos de vida, passa a ter suas edições impressas com circulação trimestral, nos meses de Março, Junho, Setembro e Dezembro. Nos mesmos meses irá circular as edições da Press Agrobusiness, publicação segmentada para os operadores do agronegócio do Rio Grande do Sul.

Para os demais meses, a editora está programando o lançamento de edições especiais. A primeira delas será a Press Porto Alegre, a ser lançada em abril. A publicação vai trazer matérias de fundo sobre os planos para o futuro da cidade; análises sobre o que emperra o seu crescimento; as belezas e atrativos da capital dos gaúchos; os grandes personagens e a história de Porto Alegre, entre outros temas.

Além da Press Porto Alegre, serão lançados novos títulos no decorrer do ano. Todos segmentados.

Para conduzir a comercialização de espaços nessas edições especiais, a Athos Editora está contratando a publicitária Cris Zimmermann, que possui grande expertise em representação de veículos, tendo atuado na Editora Escala, Starter, Vitrine de Mídia e Editora Alto Astral, entre outros.

“A Press é uma marca de grande credibilidade na mídia gaúcha e estou muito motivada para a série de projetos especiais que vamos desenvolver ao longo do ano. Vem muita coisa boa aí e a Press Porto Alegre é apenas o começo, um excelente começo”, diz ela.

Julio Ribeiro, diretor Geral da Athos Editora salienta que o perfil da Cris Zimmermann é muito afinado com o perfil da empresa. “Nós somos fazedores, não ficamos paralisados pelas dificuldades do mercado, vamos lá e fazemos. E a Cris tem este perfil, uma profissional que acredita no seu trabalho e nos veículos aos quais empresta o seu talento”, conclui Ribeiro.

33º Natal Luz encanta mais de 2,3 milhões de pessoas na Serra Gaúcha

33º Natal Luz encanta mais de 2,3 milhões de pessoas na Serra Gaúcha

Agenda Cultura Economia Negócios Notícias Turismo

Ao longo de 81 dias, cerca de 2,3 milhões de pessoas passaram por Gramado e se encantaram com os espetáculos dirigidos pelo escritório de criação dos sócios Edson Erdmann e Valéria Chalegre. A dupla comemora o sucesso de mais uma edição, encerrada neste domingo (13), que reuniu turistas de vários lugares e transformou, mais uma vez, a cidade de Gramado em uma das maiores festas natalinas do mundo.

Há quatro anos, mais de um milhão de ingressos já foram vendidos em espetáculos dirigidos por Histórias Incríveis Entretenimento. Nesta temporada, foram mais de 208 mil ingressos comercializados. E para encantar essa quantidade expressiva de turistas, a preocupação é de sempre trazer novidades nos espetáculos. A roteirista de Histórias Incríveis, Valéria Chalegre, destaca a importância de se ter uma unidade no evento. “A razão do sucesso da parceria entre Histórias Incríveis e Gramadotur para o Natal Luz, é uma unidade de pensamento artístico que envolve todo o evento. Em cada espetáculo, desfile e show, há uma coerência pensada e comandada pelo diretor artístico do evento, Edson Erdmann. Os espetáculos conversam, têm relação. A metodologia de trabalho estabelece um fio condutor que pode ser sentido em todas as atrações e faz da cidade inteira um verdadeiro “destino” de Natal”. Este clima está presente na trilha sonora, nos figurinos, no texto, na abordagem, e principalmente, na satisfação dos turistas. Uma experiência que se torna inesquecível para quem visita Gramado entre outubro e janeiro.

O Diretor Edson Erdmann criou o slogan do evento: “AQUI EU VOLTO A ACREDITAR, NA MAGIA DO NATAL!” e e explica: “Eu quis dizer que aqui tudo é possível. Gramado é um lugar de excelência: O Brasil que deu certo. Nesta cidade mágica, criamos esta atmosfera para as pessoas se permitirem sentir o que sentiam quando eram crianças e voltarem a acreditar. Assim, com este encantamento, fazemos o maior Natal do mundo!”, explica Erdmann.

Para as próximas edições, Valéria prevê novidades: “Outras etapas para a consolidação deste conceito da magia do natal ainda estão por vir e devem elevar ainda mais o turismo de Gramado a outro patamar, envolvendo a hotelaria, o comércio e o próprio turista, que ao sair da cidade, leva uma mensagem consigo”, destaca Valéria.

Os espetáculos dirigidos por Edson Erdmann e equipe de Histórias Incríveis encantam os espectadores e repercutem mundo afora, mostrando o nível de excelência alcançado no Natal Luz de Gramado. Não raro, o diretor artístico compartilha sua expertise na área por meio de palestras no Brasil e no exterior. Edson já se apresentou na Fecomércio e no Festival de Brasília, reuniu-se com o Ministério do Turismo de Portugal, feiras e empresários em Punta del Este, no Uruguai, entre outros destinos.

 

Grupo de Reeducação Alimentar da Unimed Porto Alegre foca em boas escolhas

O objetivo é orientar sobre a importância de boas opções alimentares

A Unimed Porto Alegre, por meio do programa de Alimentação, oferece o Grupo de Reeducação Alimentar, que abordará em atividades no mês de janeiro os temas“Traçando Metas para 2019” e “Mitos e Verdades”. O objetivo é orientar os participantes para que possam fazer boas escolhas alimentares, com foco na saúde e melhoria da alimentação. As ações, gratuitas e exclusivas para clientes titulares e dependentes da cooperativa, acontecem em Canoas e Porto Alegre.

O cuidado com a alimentação traz benefícios que vão além da perda de peso. Fortalece o sistema imunológico, garante energia, combate diversas doenças e, quando aliada a atividades físicas, melhora o desenvolvimento e condicionamento do corpo.

A atividade faz parte do Programa Viver Bem e é preciso realizar inscrição pelo telefone 004-2040, opção 6, ou em unimedpoa.com.br/blogviverbem.

Além do grupo, uma oficina está programada para o mês de janeiro. Confira:

Grupo Reeducação Alimentar

O quê: Traçando Metas para 2019

Quando: 15 de janeiro

Onde: Espaço Viver Bem Espaço Viver Bem (Rua Miguel Tostes, 823 – Rio Branco – Porto Alegre)

Horário: 16h30 às 17h30

Oficina Preparações Saudáveis

O quê: Preparação Culinária

Quando: 16 de janeiro

Onde: Espaço Viver Bem Espaço Viver Bem (Rua Miguel Tostes, 823 – Rio Branco – Porto Alegre)

Horário: 11h às 12h

Grupo Reeducação Alimentar

O quê: Mitos e Verdades

Quando: 24 de janeiro

Onde: Unidade Assistencial Canoas (Av. Getúlio Vargas, 5600 – Centro, Canoas)

Horário: 10h às 11h

Grupo Reeducação Alimentar

O quê: Mitos e Verdades

Quando: 29 de janeiro

Onde: Espaço Viver Bem Espaço Viver Bem (Rua Miguel Tostes, 823 – Rio Branco – Porto Alegre)

Horário: 16h30 às 17h30

Criare Móveis Planejados escolhe a Global para assinar seu novo projeto de Branding

Criare Móveis Planejados escolhe a Global para assinar seu novo projeto de Branding

Economia Negócios Notícias

A Global inicia 2019 anunciando que vai desenvolver o novo projeto de Branding da Criare no País.  A agência assumiu o desafio de reposicionar a marca do grupo Todeschini, de Bento Gonçalves (RS), de criar nova identidade visual e de responder pelo conteúdo digital da rede de mais de 40 lojas de móveis planejados no Brasil.  Fundada em 2003, a Criare celebrou os seus 15 anos, em 2018, com o lançamento da coleção Essencial, a maior e a mais completa já criada pela designer Marne Barbieri, sinalizando um novo momento da marca com produtos sofisticados e Criare ambiente 1tecnológicos. Sensibilidade, bom gosto, inovação e tendências caracterizam os lançamentos da empresa.

“Estamos muito felizes de participar da construção deste novo ciclo de expansão da Criare, em um mercado muito desafiador e de alta competitividade”, diz Daniel Skowronsky, CEO da Global. “A Criare está extremamente motivada com o início deste trabalho. Temos certeza que a parceria com a Global contribuirá para um novo momento da nossa empresa”, afirma Rogério Francio, Diretor Comercial da Criare.

 

Rogério Tolfo é reeleito presidente do Corecon-RS

Rogério Tolfo é reeleito presidente do Corecon-RS

Destaque Economia

O economista Rogério Vianna Tolfo foi reconduzido, na tarde desta quinta-feira, dia 10, à presidência do Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS). Para a vice-presidência, foi eleita a economista Marivia de Aguiar Nunes. A eleição, para um mandato de um ano, ocorreu durante a primeira sessão plenária de 2019, na sede da Entidade, em Porto Alegre. Durante a reunião-plenária, presidida pelo conselheiro Aristóteles Galvão, também tomou posse o novo terço de conselheiros eleitos em outubro último, para o triênio 2019/21. Assumiram os economistas Antonio Carlos Brites Jaques, Filipe Grisa e Vanessa Neumann Sulzbach, como Conselheiros Titulares, e Bernardo Baggio, José Junior de Oliveira e Pedro Lutz Ramos, como Conselheiros Suplentes.

TolfoMariv1
Tolfo e a vice Marivia Nunes.

Em seu discurso de posse, Rogério Tolfo agradeceu a confiança dos colegas conselheiros, e deu as boas-vindas ao novo terço que está assumindo. Falou das principais realizações em sua última gestão e disse que “agora, junto com a colega Marivia e com a nova configuração de conselheiros, continuará os trabalhos iniciados no ano anterior, ainda na parceria do ex-vice-presidente Bruno Caldas, que tanto se dedicou para a consolidação da nossa Entidade”.

A vice-presidente eleita, Marivia Nunes, elogiou o empenho e dedicação por parte dos conselheiros com os temas e pautas que envolvem o Corecon e o fortalecimento da profissão de Economista e falou da importância de dar continuidade às ações e projetos que a Entidade vêm desenvolvendo. Ressaltou a importância de o Corecon-RS promover o III Encontro de Economia e de estreitar e fortalecer ainda mais a relação com as universidades.

Rogério Tolfo foi presidente do Corecon-RS na gestão anterior e vice-presidente da Entidade na gestão 2017. É economista formado pela PUC-RS, com pós-graduação em gestão empresarial. Com registro no Corecon-RS desde 1998, é consultor econômico-financeiro, com atuação no mercado empresarial há mais de 20 anos nas áreas financeiras e de gestão. Atua em assessoria e consultoria na compra e venda de empresas e dissoluções societárias, elaboração de planos de negócios e valuation para fundos de investimento, projetos de investimentos de longo prazo e acesso a linhas de financiamento. É membro titular do Tribunal Administrativo de Recursos Tributários (TART), da Prefeitura de Porto Alegre, para o biênio 2018/2019.

Marívia de Aguiar Nunes é Doutoranda em Economia (PUCRS), Analista na Gerência de Análise Técnica da área de Estudos Econômicos do Banrisul e professora Assistente na Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (Fadergs).