Expoagas 2019 terá o tema “Estrelando os Bons Negócios”. Quase 90% dos expositores de 2018 pretendem expôr seus produtos no ano que vêm

Expoagas 2019 terá o tema “Estrelando os Bons Negócios”. Quase 90% dos expositores de 2018 pretendem expôr seus produtos no ano que vêm

Destaque Expoagas Negócios

A Expoagas 2019, terá o tema “Estrelando os Bons Negócios” e acontecerá de 20 a 22 de agosto do ano que vem no Centro de Eventos Fiergs, em Porto Alegre, o anúncio foi feito hoje pelo presidente da Associação Gaúcha de Supermercados, Antônio Cesa Longo. Para ele, a Expoagas 2018 mostrou mais uma vez os hábitos de consumo e vai nortear as tendências que serão observadas nas gôndolas dos supermercados a partir de setembro. “Como os varejistas reforçam os estoques para o segundo semestre na feira, os produtos que se destacam no evento acabam ganhando destaque nas prateleiras. Os expositores da Expoagas 2018 trouxeram cerca de 800 lançamentos para a feira, e esses produtos e equipamentos já estarão disponíveis nas lojas do varejo em duas semanas”, antecipa Longo.

Para ele, a feira mostra que o setor tem espaço para os mais diferentes produtos e segmentos. “A tendência é não ter tendência. Não há fórmula de sucesso e justamente por isso há espaço para todos. O consumidor está fazendo valer o seu dinheiro e em busca de oportunidades, por isso os fornecedores que oferecem o melhor custo-benefício vão certamente se destacar no último quadrimestre”, pontua. Na Expoagas 2018, as empresas recordistas em vendas, entre os expositores, são dos segmentos de máquinas e equipamentos, higiene e limpeza e laticínios. “O varejo segue reformando e ampliando lojas, além de buscar a redução dos custos. Os custos com energia elétrica já representam mais que o lucro da maioria das empresas”, sublinha.

Neste ano, o levantamento do Instituto Segmento consolidou, através de questão de múltipla escolha, os principais objetivos de participação na feira: o primeiro deles se manteve sendo estreitar o relacionamento com o supermercadista (69%) e fazer novos clientes (60%), seguidos por aumentar os negócios (58%), expor seus produtos (55%) e fixar sua marca no mercado (51%). A pesquisa mostra que 65% dos expositores realizaram negócios com visitantes de outros segmentos, que não supermercados, nos dois primeiros dias do evento. Segundo o estudo, 89% dos expositores entrevistados pretendem voltar à Expoagas em 2019. As expositoras ouvidas apontaram que, em média, as vendas na feira representarão 17,2% do total do faturamento de agosto. Assim como em 2017, 77% dos expositores ampliaram a carta de clientes durante a feira e 99% atribuíram à Expoagas 2018 a classificação de muito importante ou importante para o desenvolvimento dos negócios da sua companhia.

O levantamento do Instituto Segmento também abordou questões relacionadas à economia e ao momento político do País. O estudo mostra que 82% dos respondentes pretendem investir em contratações de novos funcionários em 2018, e que 47% acreditam na retomada da economia ainda neste ano. Para 75% dos entrevistados, os escândalos políticos afetam, de alguma forma, o seu negócio. “É o momento das empresas fazerem o seu dever de casa e reduzirem suas despesas, mas sem prejudicarem seus serviços. O controle de perdas, a diminuição de quebras operacionais e o aumento da produtividade é o segredo dos supermercados de sucesso atualmente”, sintetiza Longo.

Convenção – Além da feira de negócios, a 37ª Convenção Gaúcha de Supermercados foi marcada por uma extensa programação, que contemplou gestores e colaboradores dos mais diferentes setores do varejo e da indústria e teve nomes como Marcos Troyjo, Ricardo Boechat, Drauzio Varella e Miguel Falabella, além do AGAS Jovem e AGAS Mulher. A programação técnica contou ainda com painéis temáticos, visitas técnicas e oficinas práticas durante os três dias de Expoagas 2018.

 

Expoagas: “Liberdade é a melhor rima para a felicidade!”. A antropóloga Mirian Goldenberg abordou questões sociais sobre o envelhecimento de homens e mulheres

Expoagas: “Liberdade é a melhor rima para a felicidade!”. A antropóloga Mirian Goldenberg abordou questões sociais sobre o envelhecimento de homens e mulheres

Comportamento Expoagas Notícias

A cultura da velhice – e todas as questões sociais que envolvem o tema – foi o foco da palestra da antropóloga Mirian Goldenberg no Agas Mulher. Com o Centro de Convenções da FIERGS lotado, a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e colunista da Folha de S. Paulo apresentou os resultados de sua pesquisa, que deu origem ao livro “A bela velhice.” E iniciou com uma afirmação: “há 3 anos convivo com pessoas de 90 a 99 anos e posso afirmar que eles são as pessoas mais felizes do mundo.”

Para dar início, a antropóloga apresentou a curva da felicidade e como cada fase impacta na vida de homens e mulheres. “A curva tem um formato de U. O público das pontas, os mais jovens e os mais velhos, são os mais felizes”, disse. Segundo Mirian, o ponto baixo é aos 45 anos, idade com que mulheres e homens sentem-se mais inseguros. “Para as mulheres, o medo delas é perder a sensualidade, o ‘ser mulher’, tornar-se invisível. Já o homem teme a aposentadoria, o fato de perder o prestígio e o fator ‘provedor da casa’”, afirmou.

A insatisfação da mulher frente o julgamento da sociedade foi muito debatido na palestra. De acordo com as pesquisas realizadas pela antropóloga, a mulher brasileira segue a cultura da soma, no qual acumula funções e compromissos. Para exemplificar, Mirian contou sobre a liberdade que as mulheres possuem, na Alemanha, de fazer escolhas e comparou com as mulheres brasileiras. “Lá, as mulheres escolhem cuidar da casa e dos filhos ou estudar e trabalhar, sem julgamentos. Aqui, as mulheres estudam, cuidam da casa, dos filhos, dos maridos. Se optam por apenas um deles, são julgadas pelas escolhas que fazem”, lembrou. E, para dar início ao tema principal, incentivou uma reflexão: “O que significa envelhecer em uma cultura onde o corpo – magro e sensual – é o capital?”

Durante a palestra, Mírian ressaltou as diferenças entre homens e mulheres em relação à chegada da velhice. Com testemunhos coletados da sua pesquisa realizada com um público de 16 a 99 anos, a antropóloga mostrou as diferentes visões sobre ‘ser velho’. “As mulheres têm medo de envelhecer e, quando envelhecem, descobrem a liberdade”, afirmou. E completou: “antes, elas tinham menos tempo para fazer o que queriam. Depois dos 50, com saúde administrável e com dinheiro que baste, essas mulheres são tão felizes quanto crianças.”

Além de trazer o tema para discussão, a antropóloga ainda ensinou algumas táticas para o público feminino deixar as questões incômodas da velhice de lado e focar na qualidade de vida. Descobrir que tempo é o verdadeiro capital, fazer uma faxina existencial, conquistar liberdade, aprender a dizer não e valorizar as amigas foram algumas das questões destacadas por Mírian. “Tenham projetos de vida, não se preocupem com o que os outros pensam, digam não para tudo o que não querem mais e curtam a presença das amigas”, ressaltou.

Ao final, Mírian abriu o microfone para que a platéia pudesse fazer perguntas e interagir sobre o assunto. E deixou um recado: “Liberdade é a melhor rima para a felicidade!”

 

Expoagas 2018: Rafael Baltresca hipnotiza a plateia em Porto Alegre

Expoagas 2018: Rafael Baltresca hipnotiza a plateia em Porto Alegre

Destaque Expoagas Porto Alegre

Animado e com alto-astral, o psicoterapeuta, Rafael Baltresca promoveu uma dinâmica palestra com a temática “O seu próprio poder”, na Expoagas 2018, na manhã desta quarta-feira (22), no Teatro do Sesi. Ele buscou a interação com o público durante a apresentação e fez uma reflexão sobre as diferentes percepções da vida.

De forma descontraída, Rafael destacou a importância do agradecimento diário. “Antes de reclamar do emprego, do salário, e do que for, agradeça pelo que você já conquistou”, enfatizou. O psicoterapeuta afirmou que as pessoas vivem de acordo com a mudança de percepção da realidade. “Ninguém vive o que é real, mas, sim, um entendimento da vida. Isto influencia a forma como encaramos os problemas e levamos a vida mais leve”.

Baltresca fez uma hipnose coletiva com a plateia e, no palco, e com alguns convidados. Mostrou que uma crença provoca uma postura e que um pensamento desencadeia uma reação emocional. “Não podemos perder a nossa capacidade de transformar o pouco em muito, a inovação é simples e precisamos entender o poder que temos para isso, com coisas que estão ao nosso dispor”, disse.

Rafael apresentou algumas das chamadas “regras da mente”, que servem para auxiliar quem deseja mudar a percepção da vida e alcançar o próprio poder. “São normas constituídas por pensamentos, como por exemplo, o de que a imaginação é sempre mais poderosa que a razão; e que nada sozinho tem poder, exceto o que cada indivíduo atribui à ele”, conceituou, concluindo que as pessoas podem muito mais do que elas imaginam.

 

Presidente da AGAS destaca reivindicações para desenvolvimento do setor durante a abertura da Expoagas 2018

Presidente da AGAS destaca reivindicações para desenvolvimento do setor durante a abertura da Expoagas 2018

Destaque Direito do Consumidor Economia Expoagas Negócios

Começou hoje (21) a 37ª Convenção Gaúcha de Supermercados – Expoagas 2018. Organizado pela Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS),o evento reúne 372 expositores e espera mais de 48 mil visitantes até o dia 23 de agosto, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre. A expectativa da entidade é movimentar R$ 506 milhões em negócios durante esta edição. A cerimônia de abertura contou com presenças como o vice-governador do Rio Grande do Sul, José Paulo Cairoli; o presidente da AGAS, Antônio Cesa Longo; o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto; além de outras autoridades e lideranças do setor.

Longo conceituou a corrupção como o maior problema do País, porém explanou que uma reforma cultural na forma de agir e pensar é iminente. “Mais do que copiar qualquer sistema de Governo dos Estados Unidos, já que os cenários são obviamente diferentes, defendemos que nós, enquanto brasileiros, precisamos nos inspirar nas três palavras mágicas do desenvolvimento norte-americano: coletividade, liberdade e responsabilidade”, relatou o presidente da AGAS.

Como solução, Longo reitera que o emprego é e sempre será o melhor e mais eficiente programa social, principalmente na formação de cidadãos. “Estamos otimistas com a Feira, mesmo que a esperada retomada da economia brasileira ainda não tenha sido sentida pela maioria de nossas empresas. Entretanto, estamos galgando importantes conquistas, como a Reforma Trabalhista, oportunizando a retomada da criação de novas vagas de trabalho, através do trabalho Intermitente, assim que ocorrer a diminuição da insegurança jurídica”, relatou. E concluiu: “Se o cenário econômico não é o mais favorável, vamos ajustar as velas do nosso barco e enfrentar todas as tormentas para que sejamos exitosos ao final de mais esta viagem. Afinal, é nas grandes tempestades que se forjam os melhores marinheiros”.

A presidente da Federasul, Simone Leite, foi agraciada com a Medalha Supermercadista Honorário. Simone afirmou ser uma honra receber a distinção: “Divido este mérito com todas as mulheres, as que aqui estão, mas também as que estão trabalhando neste momento e contribuindo para gerar riqueza”, disse. O vice-governador foi breve e destacou o Estado como um ambiente do empreendedor e do produtor, que contribuem para o desenvolvimento da economia. “O segmento é fundamental para o futuro do Rio Grande do Sul”, falou Cairoli. Já o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, classificou o evento como um local que carrega oportunidades únicas para todos que dele participam: “Não há mais espaço para experiências ruins de compra nos supermercados. É preciso buscar continuamente a capacitação”.

Painel com lideranças do varejo, indústria e setor produtivo

O debate teve o objetivo de debater temas importantes no contexto econômico, social e político do Rio Grande do Sul. Participaram do debate a presidente da Federasul, Simone Leite; o presidente da Fecomércio, Luiz Carlos Bohn; o presidente da Farsul, Gedeão Pereira; o empresário, Eduardo Bier; e o editor da Varejo S.A., Sérgio Alvim. A mediação foi responsabilidade do jornalista, Tulio Milman.

Bohn abordou a temática do novo sindicalismo e destacou que a Reforma Trabalhista era uma transformação necessária. “O Brasil possui 17 mil sindicatos. 10% empresariais e 90% laborais. Grande parte nunca aprovou uma convenção coletiva, principal atribuição da entidade”, justificou. Segundo ele, a reforma é uma flexibilização e como no caso dos supermercados em abrir ou não nos feriados, precisam ser agentes da negociação do grande grupo: “O novo sindicalismo significa atuar pelo segmento e não pela entidade”. Já o presidente da Farsul enalteceu a relação entre a atuação dos negócios no campo e nos supermercados. “O agronegócio não existe sem o varejo e o varejo obtém sucesso por meio da nossa atuação”, revelou, informando que o setor importa R$ 14 bilhões de reais e que 80% do que é produzido internamente é consumidor no Brasil. “Servimos a mesa de toda a população brasileira e também de outros países”, discorreu.

Empreendedorismo foi o assunto apresentado por Eduardo Bier, que com 13 anos teve a primeira experiência como empresário ao comercializar rodas de skate. “Foi a minha mini-empresa, projeto no qual aprendi a controlar estoque e ter uma noção de gestão”, relatou. Em 95 inaugurou a Dado Bier Porto Alegre, após viajar por dois anos pela Europa pesquisando e aprendendo sobre o segmento. “O nosso restaurante de São Paulo já foi considerado o melhor restaurante do mundo. O que nos impede de sermos os melhores são apenas as barreiras do nosso pensamento”, frisou. Por fim, afirmou ter como objetivo de vida a busca incessante pela felicidade, valendo-se como elo do sucesso financeiro.

Simone Leite destacou que o engajamento cívico é fundamental para alcançar uma transformação no país. “Precisamos ocupar espaços para tomada de decisão. Não adianta nada elegermos o melhor governador sem selecionarmos muito bem o voto para compor a Assembleia Legislativa”, contou. Por fim, o editor da Varejo S.A., Sérgio Alvim, informou as características do novo consumidor e como as empresas devem enxergar este processo: “É preciso conhecer e mapear os clientes, além de valer-se de tecnologias para reunir dados e utilizá-los”. O jornalista ainda citou o case da Amazon que ultrapassou em valor de mercado o maior varejista do mundo. “As pessoas acreditam que isto ocorreu pelo e-commerce. Mas não enxergam que isto só foi possível porque a empresa é obcecada pelo consumidor”, finalizou.

 

Expoagas 2018: Marcos Piangers fala sobre como a criatividade é essencial para o futuro

Expoagas 2018: Marcos Piangers fala sobre como a criatividade é essencial para o futuro

Destaque Expoagas Negócios Notícias

Na tarde desta terça-feira (21), a Agas Jovem, painel da Expoagas 2018 organizado pelo núcleo que forma sucessores e novos líderes para o segmento supermercadista, recebeu o comunicador Marcos Piangers. O jornalista apresentou a palestra “Criatividade: fora da caixa, dentro da caixa”. A feira acontece no Centro de Eventos da FIERGS até o dia 23 de agosto.

Piangers destacou o quão importante e necessária a criatividade é para os dias de hoje e manifestou de diversas maneiras como incentivá-la em um âmbito profissional. Com diferentes gráficos, vídeos, fotos e, até mesmo, piadas, Marcos Piangers demonstrou que a autonomia, o domínio e o propósito são os principais fatores que motivam o ser humano a ser mais criativo, o que resulta em mais eficiência e tolerância.

“Nossos filhos integram a geração que vai questionar a ineficiência do mundo analógico para encontrar soluções melhores”, afirma. Segundo ele, o digital torna o negócio analógico em algo melhor e mais eficiente. “Cada vez menos teremos empregos para quem trabalha com máquinas. Ou seja, pessoas criativas e inovadoras irão ficar a frente das máquinas que não sabem pensar”. Piangers  enfatizou a importância de um ambiente propício para a inovação e pontuou os 3Cs da criatividade: chuveiro, carro e cama. “Precisamos sair de casa, da caixa. As ideias vêm das conexões”, destaca.

O comunicador citou Einstein, “Se uma mesa bagunçada é fruto de uma mente bagunçada, o que dizer de uma mesa vazia?”, para explicar que a criatividade não vem de um lugar comum e que a ousadia ajuda na prática e na melhoria de projetos.

Piangers, que já foi três vezes palestrante no TED – maior conferência de ideias do mundo –, é autor do best seller “O Papai é Pop”, com mais de 200 mil cópias vendidas e lançado internacionalmente em Portugal, na Espanha, Inglaterra e nos Estados Unidos. É especialista em novas tecnologias, criatividade, inovação e uma das maiores referências sobre paternidade do país.

 

Expoagas 2018: Ricardo Boechat, Marcos Piangers, Marcos Troyjo e Rafael Baltresca palestram na Convenção

Expoagas 2018: Ricardo Boechat, Marcos Piangers, Marcos Troyjo e Rafael Baltresca palestram na Convenção

Agenda Comunicação Destaque Economia Expoagas Negócios Notícias

Além da tradicional feira de negócios, que oportuniza relacionamento e desenvolvimento para toda a cadeia, a 37ª Convenção Gaúcha de Supermercados também será marcada por uma extensa programação, que contemplará gestores e colaboradores dos mais diferentes setores do varejo e da indústria. As tradicionais palestras magnas, realizadas sempre pela manhã no Teatro do Sesi, trarão ao debate temas como a conjuntura político-econômica do País, o empoderamento e os impactos das fake news nas empresas.

Uma das apresentações mais aguardadas ocorrerá após a solenidade de abertura, às 10h30 do dia 21 de agosto, com o cientista político e economista Marcos Troyjo, que é diretor do BRIC-Lab da Universidade de Columbia, falando sobre As apostas para o futuro do Brasil. No dia 22 de agosto, um debate com varejistas de diferentes setores, mediado pelo jornalista Sérgio Alvim, abrirá a programação de palestras às 9h. Depois, às 10h30, será a vez do conferencista, pesquisador, hipnólogo e ilusionista Rafael Baltresca abordar o tema O poder é seu para o evento. Encerrando o ciclo de palestras magnas do Teatro do Sesi, no dia 23 de agosto, às 9h, o jornalista Ricardo Boechat falará sobre Fake News: sua empresa está preparada?, em encontro que será precedido de debate sobre o assunto, reunindo especialistas.

Jovens e mulheres – O departamento jovem da Associação, que forma sucessores e novos líderes para o segmento supermercadista, terá o jornalista e escritor Marcos Piangers abordando conceitos de inovação e marketing com a palestraCriatividade: fora da caixa, dentro da caixa, às 15h do dia 21 de agosto, no Salão de Convenções, em sua programação. Com atividades regulares ao longo de todo o ano, o Agas Jovem congrega hoje 116 jovens supermercadistas de todo o Estado, e deverá reunir mais de 500 pessoas em sua programação na Expoagas 2018. Tradicional espaço para as mulheres do setor, o Agas Mulher também é uma marca registrada do evento. Dia 22, às 15 horas, no Salão de Convenções, a antropóloga e escritora Miriam Goldenberg conduzirá a palestra A invenção de uma bela velhice, abordando a conciliação do trabalho com a qualidade de vida.

Outra atração que retorna à programação da Convenção Gaúcha de Supermercados visa aliar os conhecimentos teóricos das palestras e seminários à rotina prática do setor. Assim, as visitas técnicas ocorrerão sempre às 13h30, guiadas por professores do Departamento de Capacitação da Agas, a supermercados e centros logísticos da Grande Porto Alegre. A participação nas visitações é limitada à capacidade dos ônibus e pode ser garantida mediante pré-inscrição para empresas varejistas.

No Centro de Aperfeiçoamento Técnico (CAT), localizado no segundo andar do Centro de Eventos Fiergs, a programação tem foco na gestão da operação varejista: haverá o Seminário Jurídico, com o impacto tributário da revolução digital para o setor, além de painéis sobre temas como prevenção de perdas, hábitos de consumo, inteligência comercial e cadastro de produtos. As oficinas práticas realizadas para profissionais do chão de loja das empresas ocorrerão nas tardes de 21 e 22 de agosto, no interior da escola móvel da Agas, nas áreas de potencialização de venda de flores e aula sensorial de azeites de oliva. Toda a programação será gratuita aos participantes da Expoagas 2018, mediante pré-inscrições válidas para os três dias do evento, pelo site www.agas.com.br.

Ampliada, Expoagas 2018 vai gerar mais de R$ 500 milhões em negócios

Ampliada, Expoagas 2018 vai gerar mais de R$ 500 milhões em negócios

Agenda Destaque Expoagas Negócios

Principal ponto de encontro, qualificação e negócios entre varejistas e fornecedores do Cone Sul, a 37ª Convenção Gaúcha de Supermercados – Expoagas 2018 reunirá cerca de 48 mil pessoas ligadas à cadeia do abastecimento no Centro de Eventos Fiergs, em Porto Alegre, entre os dias 21 e 23 de agosto, oportunizando à indústria o lançamento de mais de 800 produtos e garantindo ao varejo atualização, capacitação profissional e oportunidades de negócios junto aos 372 expositores da feira. Ampliada, a Expoagas 2018 contará nesta edição com um espaço internacional, que reunirá marcas consagradas, fabricadas por grandes multinacionais, e um circuito de negócios, congregando pequenos fornecedores gaúchos em uma área exclusiva à indústria regional. Cada vez mais abrangente e atrativo a outros setores do comércio, o evento deve movimentar R$ 506 milhões em negócios somente durante os três dias, refletindo, nos estandes, as tendências de mercado que vão dar o tom dos hábitos de consumo dos gaúchos no segundo semestre deste ano nos estandes.

Realizada há 18 anos no Centro de Eventos Fiergs, a Expoagas vai oportunizar, em 2018, que novas empresas participem da mostra como expositoras. Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, a concorrência pelos espaços e a limitação física dos pavilhões fizeram a entidade buscar alternativas para permitir que pequenas fornecedoras locais pudessem participar da feira. “Nosso objetivo é viabilizar uma participação maior de gaúchos no encontro, já que teremos supermercadistas dos 27 estados brasileiros e de pelo menos nove países fazendo negócios na Expoagas 2018. O circuito de negócios que estamos lançando em área anexa às palestras técnicas vai possibilitar que 35 novas indústrias regionais levem seus produtos, equipamentos e serviços aos visitantes. É isso que buscamos, já que um varejo só é efetivamente forte quando a indústria também é pujante”, afirma o presidente da Agas.

Outra novidade desta edição, o Espaço Multinacionais, localizado no terceiro andar do Teatro do Sesi, terá três grandes expositoras apresentando produtos fabricados por multinacionais das áreas de alimentos e higiene pessoal. “Será um espaço em que que estas grandes empresas vão estreitar relações com seus clientes. Assim como teremos mais presença da pequena indústria gaúcha, também queremos oportunizar negócios para as grandes empresas. Este é o espírito daExpoagas 2018, uma feira de todos e para todos”, destaca Longo.

 Abrangência de setores – A Agas está prospectando novas empresas varejistas para conhecerem a feira, ampliando cada vez mais o leque de setores impactados pela Expoagas – neste ano, as inscrições realizadas até 17 de agosto mais uma vez são gratuitas para supermercadistas e para representantes de padarias, atacados, farmácias, bares, restaurantes, lojas de conveniência, açougues, bazares, lojas de 1,99, petshops, hospitais e hotéis. Os valores para visitantes de outros setores vão variar de R$ 30,00 a R$ 150,00 para os três dias de evento. “A Expoagas está consolidada como um evento multissetorial e traz oportunidades para empresas de todos os tamanhos. O pequeno comerciante que visitar a feira certamente sairá melhor e mais preparado para os desafios do mercado, seja pelo ciclo de palestras ou pelas parcerias comerciais que estarão à disposição na feira”, projeta Longo. As inscrições para o encontro já estão abertas pelo sitewww.agas.com.br.

 27% dos expositores são estreantes – Mais uma vez majoritária, a participação de empresas gaúchas entre os expositores manteve-se igual ao ano passado – 72% dos estandes terão empresas locais. O segundo estado com maior representação é São Paulo, com 11,2% dos expositores, seguido de Santa Catarina, com 10,1%. Além de companhias de nove estados brasileiros, a Expoagas 2018 contará com empresas do Uruguai e da Argentina na área de exposição. O dado que mais chama a atenção, entretanto, é o número de estreantes entre os expositores: ao todo, 27% das 372 empresas da mostra vão participar pela primeira vez da feira, enquanto 73% estão retornando. “Saudamos uma renovação entre os participantes, já que esta é uma grande oportunidade para que as empresas busquem diferenciais de competitividade e se desenvolvam. É um sinal que estamos cumprindo o nosso papel”, aponta o gerente executivo da Agas, Francisco Schmidt.

 Para fomentar a participação de varejistas do Interior do Estado, a Agas irá subsidiar 50% dos custos de viagem para caravanas que contemplarem pelo menos três empresas varejistas. “São 90 núcleos regionais que alugam um ônibus e vêm à feira dos mais diferentes pontos do Estado e de Santa Catarina”, explica o presidente da entidade.

Confira as projeções para a Expoagas 2018:

2016 2017 2018*
Expositores 347 347 372
Segmentos 106 108 108
Visitantes 44,3 mil 48 mil 48 mil
Negócios R$ 469 milhões R$ 482 milhões R$ 506 milhões
Caravanas 88 90 90
Expoagas 2018 será apresentada dia 1º de agosto

Expoagas 2018 será apresentada dia 1º de agosto

Agenda Economia Expoagas Negócios Notícias

Na quarta-feira, 1º de agosto, às 10h, na sede da Agas, o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), Antônio Cesa Longo, irá apresentar a programação da 37ª Convenção Gaúcha de Supermercados – Expoagas 2018. Durante a coletiva, serão apresentados os diferenciais desta edição, programação, informações gerais, expectativas e a projeção de negócios da Expoagas 2018 que acontece entre os dias 21 e 23 de agosto, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre. A edição 2018 da feira mantém as palestras e seminários, marco do evento, que visam qualificar o profissional da área, em seus diversos perfis e segmentos, como é a proposta do Agas Jovem e do Agas Mulher. Além das palestras magnas, estarão à disposição dos participantes visitas técnicas focadas em varejo e indústria. O Centro de Aperfeiçoamento Técnico (CAT) contará com seminários e workshops sobre diversos temas, tendo como objetivo o desenvolvimento operacional.

No último ano o evento movimentou mais de R$ 482 milhões em transações entre varejistas e expositores, um crescimento de 4,5% na comparação com 2016. A feira, que em 2018 deverá reunir, aproximadamente, 45 mil pessoas, oportuniza à indústria gaúcha condições favoráveis para a realização de negócios com empresários do Rio Grande do Sul, de outros Estados e países, que estarão presentes. Além disso, possibilita também que os supermercadistas qualifiquem seus serviços, tenham conhecimento das novidades, tendências e novos conceitos no setor.

 

Seminário sobre rastreabilidade será nesta terça-feira

Seminário sobre rastreabilidade será nesta terça-feira

Agenda Cidade Comunicação Direito Economia Expoagas Negócios Notícias

Nesta terça-feira (15) ocorrerá em Porto Alegre mais um seminário organizado pela Agas. No Hotel Ritter (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 55 – Centro Histórico), o seminário Rastreabilidade – Qual a minha responsabilidade no controle de agrotóxicos em FLV? tem inscrições gratuitas e ocorrerá a partir das 14h. O painel, destinado a varejistas, fornecedores, produtores e público geral, terá a presença de sete convidados para debater sobre a importância do monitoramento e controle de resíduos de agrotóxicos em vegetais frescos por intermédio da rastreabilidade, com base na Instrução Normativa Conjunta entre a Anvisa e o Ministério da Agricultura, INC nº 02.

Mediado pela jornalista Gisele Loeblein, colunista da editoria de agricultura do jornal Zero Hora, o painel terá a presença da coordenadora do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos da Região Sul, Suzana Andreatta, do superintendente da Abras, Marcio Milan, da promotora de justiça do RS, Caroline Vaz, do diretor técnico operacional da Ceasa/RS, Ailton Machado, do coordenador de horticultura e vitivinicultura do Sebrae/RS, André Luis Bordignon, do diretor técnico da Emater/RS-Ascar, Lino Moura, e do superintendente federal de agricultura no RS Leandro Luis Kroth.

As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail eventos@agas.com.br.

Negócios: Uniagro celebra 25 anos com crescimento de 25% no último ano. Empresa expõe seus Selecionados na APAS Show

Negócios: Uniagro celebra 25 anos com crescimento de 25% no último ano. Empresa expõe seus Selecionados na APAS Show

Agenda Direito do Consumidor Economia Expoagas Gastronomia Negócios Notícias Publicidade Trabalho

Com estande na maior feira supermercadista do mundo, a APAS SHOW, Selecionados Uniagro celebra 25 anos de atuação com crescimento de 25% no último ano. As perspectiva são de conquistar novos mercados e lançamentos como a linha de atomatados italianos orgânicos. No ano em que comemora 25 anos de atuação, a Selecionados Uniagro, que nasceu em Porto Alegre e se tornou uma das maiores importadoras de especiarias e frutas secas da região Sul, está tendo participação bastante especial APAS SHOW, de 7 a 10 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo. A empresa leva ao maior evento supermercadista do mundo a consolidação de seus segmentos de produtos, hoje, presentes em pontos de venda de praticamente todo o Brasil. O estande é o de número 362 e estará localizado no pavilhão branco, corredor F.

O estande da Uniagro na APAS SHOW é coordenado pelos próprios diretores e equipe comercial. “O que temos a demonstrar vai muito além de um catálogo de alimentos. São sabores e aromas capazes de conquistar paladares em busca de saúde aliada a um prazer gastronômico cada vez mais apurado no comportamento dos consumidores”, observa Isabel De Marchi, diretora. “Nosso movimento é consistente em direção ao futuro. Sem perder a percepção de qualidade que conquistamos nos comprometemos a ir além e fazer bem com aquilo que produzimos”, complementa a diretora, citando a decisão pela segmentação de produtos em áreas chamadas Equilíbrio, Gourmet e Monde. Agora, os produtos são apresentados ao mercado sob a perspectiva do próprio consumidor e estão divididos em três universos que refletem diferentes motivações de consumo, sempre com fornecedores de procedências certificadas de países como Itália, Espanha, Argentina, Peru, Chile e Turquia.

uniagroUm exemplo de como a empresa tem conseguido conquistar espaços relevantes no mercado vem da linha de azeites de oliva extra virgem. Com quatro principais variações: Original, Orgânico, Picual e Arbequina, além de opções aromáticas com alecrim, alho, manjericão, pimenta, trufa branca e trufa negra, esse segmento cresceu 70% em vendas no último ano. “Os azeites de oliva entraram para a lista de compras das pessoas por serem saudáveis e saborosos. Quando a procedência é de ótima qualidade, como a Espanha, e a credibilidade de pureza está assegurada, trata-se de vender um item de valor além do preço. É a representação de vender bem-estar”, avalia Calazans.

O crescimento da empresa como um todo se dá tanto nos estados da Região Sul, onde já é uma marca consagrada e consolidada, como nos Estados do Sudeste. “Na Região Sul é de aproximadamente 20%, enquanto nas novas áreas passa de 50%. No Paraná a empresa vem com ótimo crescimento nas redes Muffato, Festval e Companhia Sulamericana de Distribuição. Já em São Paulo, a marca pode ser encontrada nas exclusivas lojas da St. Marche, Mambo e Empório São Paulo”, confirma o gerente.

Lançamento 2018

Neste mês de maio, o principal lançamento vem do segmento de atomatados italianos, porém de produção orgânica. A crescente demanda por este tipo de alimento não é um fenômeno de consumo somente no Brasil. Importados, os tomates pelados e as passatas (polpa de tomate cozida sem pele e semente, totalmente sem temperos e conservantes) já estão disponíveis e entram na linha Gourmet.

Sobre a Selecionados Uniagro: em 2018, a marca comemora o ano de seus 25 anos com muitas ações e novidades que estão chegando ao mercado. A empresa possui uma rede de fornecedores certificados nacionais e internacionais e boa parte dos importados são procedentes da Itália, Espanha, Peru, Chile, Argentina e Turquia. Os produtos estão divididos nos segmentos Equilíbrio, Gourmet e Monde e distribuídos em todo Brasil, especialmente para as regiões Sul e Sudeste.