Cais Mauá: Instituto dos Arquitetos do Brasil ingressa com ação civil pública denunciando irregularidades no licenciamento do projeto

Cais Mauá: Instituto dos Arquitetos do Brasil ingressa com ação civil pública denunciando irregularidades no licenciamento do projeto

Cidade Cultura Destaque Direito Economia Gastronomia Marchezan Negócios Poder Política Porto Alegre Turismo Vídeo

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) entrou na última sexta-feira (28/07) com uma Ação Civil Pública (ACP) junto ao Ministério Público Estadual, denunciando a caducidade do Regime Urbanístico para a área do Cais Mauá de Porto Alegre. A Lei Complementar 638 de 2010 estabeleceu as regras de uso e ocupação da área do Cais Mauá, e constava dos documentos do Edital de Concessão da Área pelo Governo do Estado realizado naquele mesmo ano. Tais regras, contudo, seriam asseguradas apenas a investidores que iniciassem obras até 31 de dezembro de 2012, conforme Art. 17 da Lei, a qual também previa prazo para o Executivo Municipal encaminhar novos critérios para sua atualização, o que também não teria ocorrido.

índice
Rafael Passos, presidente do IAB-RS

Segundo Rafael Passos, presidente do IAB RS, passado esse prazo, o regime urbanístico excepcional deixa de ter validade. “Por isso pedimos a nulidade de todos os procedimentos de licenciamento urbano e ambiental em andamento”, destaca Passos.

Frente a essas irregularidades, e com base no princípio da precaução, o IAB RS também pede em liminar que não seja destruído nenhum dos Armazéns, em especial o A7, o qual consta do inventário municipal do patrimônio histórico. A ação pede ainda que seja desenvolvida uma Operação Urbana Consorciada para a área, conforme determina o Plano Diretor.

Segundo Passos, a morosidade por parte do empreendedor fica evidenciada, entre outros, pelo prazo para cumprimento do Estudo de Impacto Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental – EIA-RIMA. “O Termo de Referência para o EIA-RIMA foi definido em 2011, só foi entregue pelo empreendedor em meados de 2015. Foram quase quatro anos para elaborar um trabalho técnico que pode ser muito bem feito em alguns meses”, explica o presidente do IAB RS.

EIA-RIMA

O IAB RS ainda pede na ação para que seja feito um EIA-RIMA consistente, que aborde todos os impactos advindos da implantação do projeto.

Para Rafael Passos, é preciso uma complementação do EIA para que analise a repercussão do empreendimento na paisagem e nos bens tombados, bem como para que analise os impactos no trânsito, e respectivas consequências, identifique medidas mitigadoras compatíveis e, finalmente, com base em tais impactos proponha diretrizes para o novo regime urbanístico compatível com a preservação ambiental, considerada a proteção do ar, da paisagem e do entorno da Usina

“Como já foi falado em audiências, a questão do impacto na mobilidade urbana foi subestimada e não leva em conta as modificações no projeto”, critica Passos. Como exemplo, ele cita o estudo de ligação aérea ou em nível, vegetada sobre a Avenida Presidente João Goulart, integrando a Praça Brigadeiro Sampaio ao Cais Mauá e as passarelas sobre a Avenida Mauá, as quais foram suprimidas do projeto.

“As passarelas também não serão implementadas, sobrando sinaleiras para pedestres na Av. Mauá. E o EIA-RIMA não tem analisa estas alterações”, alerta o presidente do IAB RS.

Shopping Center

Uma Portaria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) de dezembro de 2016 alterou as regras para a área de entorno do Cais Mauá e de outros bens tombados no Centro Histórico. A Portaria ampliou o perímetro de entorno, sobretudo na área onde está prevista a construção do shopping center, entre os armazéns e a Usina do Gasômetro.

“O projeto do shopping center deve respeitar essas novas determinações, já que o empreendedor não havia submetido todo o projeto à apreciação do IPHAN, o que é mais uma irregularidade no licenciamento e que havíamos denunciado ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano Ambiental quando da análise do projeto”, conclui o presidente do IAB RS.

 

 

Vídeo institucional do projeto

Porto Alegre:  Leckerhaus muda de endereço na Nilo Peçanha e apresenta novidades no cardápio

Porto Alegre: Leckerhaus muda de endereço na Nilo Peçanha e apresenta novidades no cardápio

Agenda Cidade Economia Gastronomia Negócios Notícias Porto Alegre
A Leckerhaus, tradicional confeitaria alemã da capital gaúcha está de endereço novo. Localizada em uma das avenidas mais movimentadas de Porto Alegre, a Nilo Peçanha, a nova loja apenas deu “alguns passos” na mesma rua e fixou seu novo ponto no número 1.700 da Nilo Peçanha. Além do novo endereço, há novidades também no menu da Leckerhaus. Entre as delícias que estão sendo lançadas, várias opções salgadas como o bretzel, que pode ser consumido puro ou ainda apresentado como sanduíche, em dois sabores: salmão defumado com rúcula epasta de cream cheese e limão siciliano (R$23) e o bretzel de gruyère e presunto (R$16).
As massas artesanais, sugestão deliciosa para um almoço na Leckerhaus, ganham duas novas opções: Travesseirinho de camembert com macadâmia e molho de manteiga amendoada e a Panzotti integral recheada de berinjela com molho de tomate (R$33 qualquer uma, serve 1 pessoa).
E como não poderia deixar de ser, terão lançamentos doces. A pedida certeira para os dias de frio é o chocolate quente branco com toque de laranja (R$9,50). Uma receita exclusiva da proprietária Fernanda Wainer – que garante ser sucesso absoluto em sua casa –e que, por isso, foi anexada ao cardápio da Leckerhaus.Completam o menu os novos sabores de sucos naturais (Frutas vermelhas,Blend de laranja, damasco e cardamomo e Laranja com pêssego – R$9 cada).
A proprietária da marca, Fernanda Wainer imprime sua personalidade em cada detalhe das duas unidades que garantem aconchego e tranquilidade e nos remetem a casa de vó. Desde a coleção pessoal de panos de prato expostos em uma das paredes, com modelos adquiridos em viagens no Brasil e fora, até o ar mais retrô da decoração com a tentativa de transportar o cliente às antigas lembranças dos doces da infância. O sentimento que se buscou resgatar tem origem nas razões que levaram à criação da empresa, ainda em 1991, pela filha de alemães ChristaSudbrack, apaixonada pelos doces feitos em casa pela família. Os doces de origem alemã e as tortas, carro-chefe da Leckerhaus, são o principal fator de ligação com os tempos passados: “Quisemos modernizar o conceito da marca, sem perder a identidade e qualidade dos produtos. Criamos novos sabores de tortas e trouxemos novidades para o cardápio sem perder a essência”. A fábrica, em Porto Alegre produz 150 tortas e 80 quilos de biscoitos diariamente. Um dos principais diferenciais da doceria é a utilização do marzipã em muitas das receitas de tortas.
A loja de pé direito duplo, localizada ao lado do Campus da Unisinos Porto Alegre, mantém a decoração delicada e retrô da antiga Lecker. A coleção de panos de prato da proprietária também foi levada para o novo local e está exposta no segundo piso da loja, que ganhou mais espaço para os clientes, além de um jardim de parede.
SERVIÇO:
Endereço: Av. Nilo Peçanha, 1700, Loja 1
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 19h
Telefone: (51) 3328-2446
 
 
Porto Alegre: Fratello é inaugurado no Boulevard Laçador

Porto Alegre: Fratello é inaugurado no Boulevard Laçador

Cidade Economia Gastronomia Negócios Notícias Porto Alegre

O Boulevard Laçador acaba de ganhar uma novidade entre as suas operações gastronômicas: o Fratello, tradicional restaurante de culinária italiana do Estado. No shopping, a marca passa a operar uma unidade de 300 m², com capacidade para atender 120 clientes.

Fundado em 1980, o restaurante é reconhecido por suas pastas, risotos, antepastos, sopas, calzones, filés e sobremesas, além, é claro, das pizzas assadas em forno à lenha, como a tradicional Porko Zio (tomate, calabresa fraca, queijo minas frescal, manjericão e alcaparras). Novidade na casa será a opção de pizza brotinho. Além do cardápio à la carte, a casa opera com sistema de buffet ao meio dia com saladas, lasanha, quiches, pizza, pratos quentes e sobremesas. A operação soma-se às opções de gastronomia do Boulevard Laçador, que conta também com os restaurantes Casa DiPaolo, McDonald’s, Madero Container, Sushi Mokai e 111 Bistrô e Café, além da Gelateria Gianluca Zaffari.

 

Bem Vino Viagens apresenta roteiros exclusivos no evento Vinhos Sobre Rodas

Bem Vino Viagens apresenta roteiros exclusivos no evento Vinhos Sobre Rodas

Agenda Gastronomia Notícias Turismo

A Bem Vino Viagens e Turismo marca presença no evento Vinhos Sobre Rodas, que acontece no próximo dia 3, no DC Shopping, em Porto Alegre. A programação integrante do Dia do Vinho reunirá boa gastronomia, música, além de muita bebida. Especializada em roteiros enogastronômicos, a empresa de Bento Gonçalves irá apresentar roteiros exclusivos como o para Mendoza, na Argentina, programado entre os dias 11 e 16 de outubro. Um dos grandes diferenciais da viagem será o bike tour, que acontecerá em diferentes momentos, além de visitas a importantes vinícolas e bodegas da região, como na Bodega O. Fournier, que já teve seus vinhos selecionados três vezes na lista dos cem melhores do mundo. No evento, clientes que fecharem roteiros para Mendoza serão presenteados com um vinho Malbec Emilia Nieto Senetiner. A iniciativa é uma parceria com a D’Vino.

Antenada em uma demanda de mercado cada vez mais exigente por pacotes personalizados, a Bem Vino Viagens e Turismo aposta em pacotes exclusivos e montados de acordo com a demanda do seu cliente. Destaque para a missão exclusiva que segue ainda em junho para a Vinexpo, uma das principais feiras de vinhos e produtores do mundo, em Bordeaux, na França. “Além da feira, preparamos uma visita aos Chateauxs da região”, enfatiza Andreia Gentilini Milan, sócia da agência. Também estão previstos tours com destino à Provence, também em junho, viagem enogastronômica pela região da Campanha Gaúcha, em agosto, além de grupos que seguem para João Pessoa (Paraíba), Peru e Turquia.

Informações sobre grupos de viagens podem ser obtidas através do telefone (54) 3453-3761, na sede da empresa – Marques de Souza, 188, que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h15min ou através do e-mail viagens@bemvino.com.br.

Porto Alegre:  Vanilla & Louro inaugura Pâtisserie e Boulangerie na capital.

Porto Alegre: Vanilla & Louro inaugura Pâtisserie e Boulangerie na capital.

Cidade Destaque Gastronomia Negócios Porto Alegre
Aquele pulinho até Paris já é rotina na vida dos moradores de Novo Hamburgo, afinal, é na cidade da região metropolitana que está localizada a Vanilla & Louro, autêntica pâtisserie e boulangerie francesa. Liderada por uma família franco-brasileira, o negócio somou tantos acertos nos 3 primeiros anos de vida que o sucesso de público e os feedbacks incentivaram a expansão. Quem ganha com isso são os porto-alegrenses que terão uma unidade da Vanilla & Louro na cidade. A mesma qualidade e cuidado na preparação de doces e salgados tipicamente franceses, que fizeram sucesso em Novo Hamburgo,serão mantidos na capital com a liderança de Vera Delecolle e dos filhos Nina e Arthur.
A proposta dos donos é equilibrar a perfeição e detalhismo da culinária francesa com um ambiente despojado e sem grandes pretensões: “Nas ruas de Paris e outras cidades francesas é muito comum você se deparar com doces maravilhosos ou aquele croissant perfeito em lojas de bairro mais descontraídas, locais que não são pomposos ou chiques. Aqui no Brasil ainda temos o hábito de entender os cafés franceses como um espaço luxuoso. Mas a Vanilla & Louro é um lugar aconchegante e prático, com a gastronomia mais saborosa e próxima da realidade francesa que podemos reproduzir”, explica Nina.
A unidade de Porto Alegre está localizada na rua Comendador Caminha, número 294, em frente ao Parcão. Por lá, os clientes irão provar várias das especialidades da casa sempre expostas no balcão como o pain au chocolat, éclairs e os croissants. Mas também terão lançamentos especiais para a loja de Porto Alegre como o brioche recheada com frango confitado no vinho branco com molho bechamel, ervas e queijo gruyere e outras duas opções de recheio: legumes e creme de atum com aipo e funcho.
Outra novidade também são os produtos take away que terão um balcão especial para que o cliente possa escolher diretamente os produtos que gostaria de levar. Entre eles o chá da casa em embalagem to go, a granola da casa, geleias, cookies, macarons, sanduíches e ainda 4 opções de tortas salgadas para levar como a de salmão com aspargos e a de bacon com alho poró.
A decisão do local também foi algo muito pensado pelos sócios: “Queríamos um espaço de convívio com a rua, com a vida cotidiana das pessoas. Queremos viver o bairro e ter essa conexão diária com os moradores. Por isso decidimos por um espaço pequeno, que se integre ao bairro e ganhe vida com o movimento da rua.” exemplifica Arthur.
Com esse pensamento e modelo de negócio, a Vanilla & Louro quer seguir expandindo com pequenas lojas pela cidade, como points aconchegantes e  característicos da França para os moradores do bairro se sentirem mais próximos do que nunca do estilo de vida tipicamente francês.
SERVIÇO:
Endereço: Comendador Caminha, 294 – Moinhos de Vento
Horário de Atendimento: 11h30 às 19h30 de segunda a sábado.
Porto Alegre: Festa na Rua completa 30 anos e promove atrações culturais e comidas típicas da culinária judaica

Porto Alegre: Festa na Rua completa 30 anos e promove atrações culturais e comidas típicas da culinária judaica

Agenda Cidade Cultura Destaque Gastronomia Porto Alegre Turismo

Uma das mais tradicionais festividades da comunidade judaica e do calendário de Porto Alegre, a “Festa na Rua” completa 30 anos em 2017. O evento promovido pela Organização Sionista do RS, com o apoio da Federação Israelita do RS, para celebrar a independência do Estado de Israel atrai milhares de pessoas ao local para apreciar a atrações e comidas típicas da culinária judaica.

A comemoração acontecerá no domingo 28 de maio, na Rua João Telles, entre a Henrique Dias e Avenida Oswaldo Aranha, das 10h às 17h. A solenidade de abertura, programada para as 12h, contará com a participação de representantes da comunidade judaica e autoridades políticas.

No centro das atrações, diversas etnias presentes na capital gaúcha irão apresentar músicas e danças folclóricas no palco da Henrique Dias. O Grupo musical Fole Humano, de Cachoeirinha, vai levar para o palco um coro com 20 integrantes, uma banda e um grupo de cordas com 23 músicos. Os musicistas vão apresentar um repertório variado e uma performance que promete encantar o público. O Conjunto Musical Lechaim também é presença confirmada ao longo do dia, assim como o Coro Infantil do Instituto Popular de Arte-Educação (IPDAE).

O evento conta este ano com cerca de 80 barracas. Além de comidas típicas da culinária judaica e artigos variados como objetos religiosos e livros, muitas bancas são cedidas para entidades beneficentes da Grande Porto Alegre poderem vender seus produtos, arrecadar fundos e divulgar seu trabalho. Este ano, os organizadores do Iom Mitzvah, ação da comunidade judaica para Campanha do Agasalho da Prefeitura de Porto Alegre, estarão no local para divulgar a campanha de 2017.

Vinhos: Filipa Pato apresenta Post-Quercus (ou depois do carvalho) nesta sexta-feira na Porto a Porto

Vinhos: Filipa Pato apresenta Post-Quercus (ou depois do carvalho) nesta sexta-feira na Porto a Porto

Cidade Cultura Destaque Gastronomia Porto Alegre Saúde Tecnologia Turismo

Com formação em Bordeaux, estágios na Argentina, Austrália e França, Filipa Pato lidera o projeto Vinhos Autênticos, Sem Maquiagem. A enóloga que elabora vinhos fortemente identificados com o local onde são produzidas as uvas, conquistou o consumidor internacional, apresenta suas criações nesta sexta-feira em um almoço para convidados no showroom da Porto a Porto. Há cinco gerações a família Pato se dedica aos vinhos na região da Bairrada, em Portugal. A filosofia comum a todas as gerações sempre incidiu na inovação da viticultura e enologia em cada colheita, numa busca pelo aperfeiçoamento dos vinhos baseados nas uvas locais.  Entre os enólogos que hoje se destacam mundialmente está a portuguesa Filipa Pato, criadora do tinto Post-Quercus, assinado também por seu marido, o sommelier William Wouters, que chega agora ao Brasil.

Elaborado com a uva Baga, proveniente de diversos microclimas da região da Bairrada, esse exemplar é o resultado de vinhas que passaram por manejo com técnicas biodinâmicas praticadas no local desde a geração dos avós de Filipa. As uvas são colhidas e selecionadas manualmente e então o vinho fermenta e estagia em ânforas de barro que são enterradas no solo, pois assim mantém-se a temperatura correta para a vinificação. “O solo da Bairrada é composto de argila e calcário e quando os romanos ocuparam essa região eles já utilizavam esta técnica para a elaboração do vinho. A fermentação e o estágio desta forma possibilitam a troca de oxigênio e assim os taninos da Baga ficam muito mais macios, além de os aromas serem mais delicados do que seriam se elaborássemos o vinho por meio de outro processo”, conta Filipa. O resultado é que o vinho pode ser desfrutado também mais jovem, além de ter potencial de guarda de aproximadamente 8 anos. O nome Post-Quercus significa depois do carvalho. “A nossa visão é sempre olhar para o passado e pensar no futuro. As ânforas são feitas de barro, o mesmo elemento que existe no vinhedo; como a Baga gosta muito desse tipo de solo, surgiu a ideia de fermentá-la em ânfora”, completa a enóloga.

Na degustação, o Post-Quercus apresenta aromas de frutas delicadas como cereja e ameixa e em boca é muito suculento. Robert Parker, o grande crítico mundial de vinhos, deu 90 pontos à safra 2015. Além de excelente para ser degustado sozinho, acompanha peixe grelhado, camarão, lagosta ou outra carne de qualidade preparada de forma simples, com legumes frescos para acentuar a pureza do vinho. Combina perfeitamente com queijos de pasta mole como Serra da Estrela, Brie e Camembert. Indica-se decantar e servir a uma temperatura entre 12 e 14º Celsius, ou seja, mais fresco que o comum para tintos. O Post-Quercus é apresentado em garrafas de 500ml, pois como a primeira edição, elaborada em 2013, foi muito pequena, diminuiu-se a capacidade para a obtenção de mais garrafas. Da safra 2015 foram produzidas 4.000 garrafas de 500ml e 1.500 garrafas de 1 litro. Os vinhos da Filipa Pato são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

 

filipa-pato-post-quercus

Post-Quercus (after oak-depois do carvalho)

Baga 2015

Origem : Bairrada, Portugal. Uma região muito antiga localizada a norte do rio

Mondego, dominada pela bravura do Atlântico e delimitada a nascente pela serra do Caramulo.

Criação: 4000 garrafas de 50c e 1500 garrafas de 100cl.

Uva: 100% Baga de diferentes micro-climas da Bairrada.

% Alcohol: 11%

Solo/Terroir: Solo argilo-calcário do período Jurássico Inferior.

Viticultura: Cultivo orgânico em conversão para Biodinâmico desde 2014( na verdade é um regresso ao passado, a viticultura praticada já pelos meus avós)

Vinificação : uvas apanhadas e selecionadas à mão das vinhas velhas de baga, fermentação em amfora feitas de barro- o mesmo que existe no vinhedo

(Bairrada vem de Barro- os solos da região. A fermentação e estagio em barro possibilita a troca de oxigénio com o exterior e assim aveludar os taninos característicos da Baga. Parece que a flor se abre e os aromas ficam mais delicados.

Notas de prova: a cor é brilhante com reflexos de vermelho cereja. A fruta é delicada e muito pura de cereja e ameixa. Muito sucolento e desafiante fim de boca.

Gastronomia: para desfrutar com peixe grelhado, camarão, lagosta ou carne de qualidade preparada de forma simples com legumes frescos para acentuar a pureza do vinho.

Este Baga casa na perfeição com queijos de pasta mole (Serra da Estrela, Azeitão, Brie, Camembert,…)

Notes

– Julia Harding; Jancis Robinson: 17 points – Post Quercus 2015

– Mark Squires, Robert Parker: Post Quercus 2015- 90 points;

Vinhos: Filipa Pato estará em Porto Alegre neste final de semana

Vinhos: Filipa Pato estará em Porto Alegre neste final de semana

Comunicação Destaque Gastronomia

Neste sábado, 20 de maio, uma das mais conceituadas enólogas da Europa estará em Porto Alegre, realizando curso e almoço na Vinho e Arte/Plaza São Rafael. Na ocasião, realizará um curso, com apresentação de seus vinhos e todo o conceito histórico e preservação do terroir. Uvas autóctones, estilos ancestrais de elaboração, vinhedos antigos são parte desta filosofia, que resulta em vinhos únicos, com preço justo e paladar marcante.

Filipa é filha do ícone Luis Pato, cuja família há cinco gerações se dedica à criação de vinhos na Bairrada. A filosofia comum a todas as gerações baseia-se na inovação da viticultura e enologia em cada colheita, numa busca incessante pelo aperfeiçoamento na casta Baga. Os vinhos são equilibrados e sem “maquiagem”, com ênfase no carácter de cada vinha. Pratica-se uma viticultura amiga do ambiente.

Na ocasião será apresentado o raríssimo Sidecar, o vinho de ânforas elaborado no Alentejo, uma parceria entre Filipa e Susana Esteban.

unnamed
Filipa Pato e Maria Amélia

O encontro e degustação premium acontecerá na Vinho e Arte, seguido de almoço. Após, a enóloga retorna a Portugal! Uma despedida do Brasil em grande estilo cultural e gastronômico.

Há duas modalidades de participação: apenas do curso/degustação ou com curso e almoço completo! Confira abaixo.

Serviço:

Curso e Degustação de Vinhos com Filipa Pato, Bairrada, Portugal

Sábado, 20 de maio, 11h, na Vinho e Arte (Hall do Plaza São Rafael Hotel – Av Alberto Bins 514 – Centro Historico – Porto Alegre)

Programação:

11h – Recepção aos participantes com Espumantes 3B Rosé e Branco Brut

11h30 – Início da apresentação e degustação dos vinhos:

*FP Branco Bical Arinto

*FP Tinto Baga

*Nossa Calcario Branco

*Nossa Calcario Tinto

*Sidecar

13h – Almoço de confraternização com Feijoada típica Brasileira, acompanhada com Espumante 3B e FP Tinto

Valor:

Curso e degustação: R$ 150,00

Curso, degustação e almoço: R$ 200,00

Reservas: 51 99331 6098 ou 3023 3345

Leia abaixo mais informações:

unnamed(15)Boas Vindas:
Espumante Filipa Pato Rosé 3B . Bruto, Baga Bical Região: Beiras Variedades: Baga e Bical
A estrela da marca Filipa Pato: este espumante veio para conquistar os apreciadores das borbulhas e vinhos surpreendentes É gastronômico, rico, não sendo leve, nem muito fácil: talvez por isto que apaixone! Espumante de cor salmão ou cobre, brilhante e com borbulhas numerosas e intensas. Apresenta aromas de morango, framboesa, fermento de pão e algum toque tostado. No paladar é seco, frutado, apresenta uma grande cremosidade que dissolve-se na língua e muita fruta. Conjuga leveza e persistência com acidez mineral .

FP by Filipa Pato Branco . Bical e Arinto
Região: Beiras Variedades: 50%Bical e 50%Arinto
“Uma expressão de sol, sorriso e entusiasmo de um branco autêntico, que conta a história de uma região virada para a bravura do Atlântico.” Possui notas de iodo e sal referente a forte influencia Atlântica, assim como notas fumadas características do solo calcário. Com aroma de ananás, característico do Arinto, e da pera e maçã características do Bical. Ideal para acompanhar pratos de peixe e marisco; casquinha de siri, caranguejo casca mole, lagosta ao vapor, etc…

Filipa Pato Nossa Calcário Branco . Bical
Região: Óis do Bairro, Beiras, de um vinhedo único e antigo
O Nossa Branco é criado em Óis do Bairro, uma aldeia reconhecida pela excepcional qualidade de seus vinhos. O subsolo é extremamente argiloso com pedra calcária. O clima tem uma forte influência atlântica. A viticultura tradicional revela qualidade única das uvas criadas nesta vinha. O Nossa é companheiro perfeito para jantares refinados de peixes, vitela no forno, galinha do campo, queijos curados de pasta dura. Pode ser guardado. Não se recomenda gelar tanto, é um branco para se apreciado refrescado, em taças grandes.

Filipa Pato Nossa Calcário Tinto DOC Bairrada . Baga
Região: Bairrada Variedade: Baga
Assim como o Branco, o Nossa tinto surge de vinhedos da região de Óis do Bairro, onde estão os “Grand Cru” da Bairrada. O solo é extremamente argiloso com pedra calcária. O clima tem a influência atlântica, sendo o processo tradicional de viticultura. É o companheiro perfeito para jantares refinados, pombo ou pato no forno, caça, pratos delicados, não demasiadamente apimentados e queijos de fabrico tradicional. Sirva decantado diretamente da cave, abaixo dos 18 graus, em taças elegantes. Tempo de guarda: acima de dez anos.

Sidecar 2015, Alentejo
Prove, encante-se, descubra!

FP by Filipa Pato Baga
Região: Beiras Variedades: Baga (98%), Bical (1%) e Maria Gomes (1%)
Vinho de cor vermelho rubi, com aroma de frutas vermelhas maduras e notas de defumado. No paladar é seco, acidez equilibrada, corpo médio, taninos maduros e elegantes.
Ideal para acompanhar carnes vermelhas, churrasco e carnes assadas, harmonização clássica é o leitão da Bairrada.

Restaurantes e hotéis incrementam a Páscoa com ações e cardápios especiais

Restaurantes e hotéis incrementam a Páscoa com ações e cardápios especiais

Agenda Cidade Gastronomia Notícias Porto Alegre Turismo

Buscando atrair ou fidelizar seus clientes, diversos restaurantes da capital gaúcha irão incrementar seus cardápios para o feriado de Páscoa. Incluindo alguns que não tem tradição em frutos do mar, como é o caso do Riversides, do Marcellus, das churrascarias São Rafael e Schneider, da Baskaria Pizzas & Tapas, do Café do Porto, do PPKB Kitchen & Bar e da confeitaria Marzana, que na sexta-feira Santa oferecerão pratos típicos para a data.
“Já é costume em alguns estabelecimentos da capital essa proposta diferenciada para o feriado de Páscoa. São diversas opções para os consumidores escolherem sem sair da tradição de comer peixe”, destaca o presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha), Henry Chmelnitsly. Em alguns hotéis também há ação especial para o feriado. Além de tarifas especiais, com descontos que chegam a 40%, como no caso do Colossi Hotel, muitos darão lembranças aos hóspedes alusivas à data e também oferecerão cardápios diferenciados. O Novotel, por exemplo, vai recepcionar seus clientes com pratos especiais a base de bacalhau.

Algumas sugestões para curtir o feriado na cidade:

Páscoa no PPKB Kitchen & Bar
À noite, de quinta a sábado, uma sugestão especial: o tradicional Bacalhau à Braz, que mistura bacalhau desfiado, batatas fritas e ovos mexidos, e que está no cardápio por R$ 69,00, servindo uma pessoa.
Na Sexta-feira Santa o Almoço do Chef é especial e recheado de opções à base de peixe, como bacalhau, moqueca, pirão, além de outras deliciosas opções. Das 12h às 16h, o almoço também conta com Espaço Kids para os pequenos também. O valor por pessoa é de R$ 39,50.

Páscoa na Rede Plaza de Hotéis
O hotel recepcionará seus hóspedes com um brunch especial, que terá, entre outras delícias, espumante de boas-vindas, frutas, queijos e frios, pães, saladas, especiarias, mini sanduiches, pratos quentes, crepes e doces.

Páscoa na Baskaria Pizzas & Tapas
Aos apreciadores de uma boa pizza, a Baskaria preparou dois cardápios especiais para celebrar a Páscoa. O valor é fechado de uma pizza mais o vinho por R$ 120,00.
Pizza Carmen Del Mar: de salmão defumado, queijo brie, e alho poró deliciosamente harmonizado com o Cordillera Andina Syrah Rosé.
Pizza Mediterrânea: camarão, coração de alcachofra, pimentão, brócolis, cogumelos e requeijão cremoso perfeitamente combinados com o Cordillera Sauvignon Blanc.

Prefeitura fecha mais cinco bares na Cidade Baixa, em Porto Alegre. Locais atendiam em desacordo com os alvarás ou sem autorização, conforme a Secretaria do Desenvolvimento Econômico

Prefeitura fecha mais cinco bares na Cidade Baixa, em Porto Alegre. Locais atendiam em desacordo com os alvarás ou sem autorização, conforme a Secretaria do Desenvolvimento Econômico

Cidade Cultura Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Gastronomia Marchezan Negócios Poder Política Porto Alegre Prédio prefeitura Segurança Turismo

Mais cinco estabelecimentos localizados no bairro Cidade Baixa foram fechados, nesta terça-feira, após mais uma fase da “Ação Sossego”, deflagrada pela área de fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) de Porto Alegre. Conforme a nota encaminhada pela pasta, os pontos comerciais atendiam em desacordo com os alvarás ou sem autorização para funcionamento. A operação começou há dois meses e deve ser intensificada junto a cerca de 100 bares instalados na região.

Foi fechado, ainda na primeira fase, o bar A Toca, na rua Luiz Afonso. Hoje, os fiscais interditaram o bar do Cheiki, na Loureiro da Silva, além do 512, do Rock In’ Soul, do Margot e do bar Vertente, todos esses na João Alfredo.

Apenas o bar Vertente não possuía alvará de funcionamento, sendo que todos os demais se enquadraram em irregularidades envolvendo música ao vivo (apresentações do tipo não autorizadas pelos alvarás, conforme a SMDE). Além disso, também foram analisadas denúncias de poluição sonora encaminhadas pela vizinhança.

Os bares terão prazo de 30 dias, a contar da data da notificação, para regularizarem a situação junto à Prefeitura. Todos já haviam sido notificados anteriormente, ainda nos meses de fevereiro e março. (Ananda Müller/Rádio Guaíba)