Porto Alegre: Marchezan Jr espera maior produtividade dos vereadores até dezembro

Porto Alegre: Marchezan Jr espera maior produtividade dos vereadores até dezembro

Agenda Destaque Marchezan Política Porto Alegre prefeitura Trabalho

Levantamento da prefeitura mostra que a Câmara Municipal de Porto Alegre realizou até esta semana, 100 sessões ordinárias e mais 17 extraordinárias. Mesmo assim, seundo o prefeito Marchezan Jr e equipe, o Legislativo não conseguiu levar à votação projetos importantes para a cidade, como a chamada Lei das Antenas, a publicidade no sistema de transporte e a proteção de imóveis do patrimônio cultural do município. Tem projeto que foi protocolado ainda no ano passado, como o que trata da gratuidade no transporte coletivo. Assessores próximos do prefeito dizem que a produção do Legislativo para o município foi muito pequena em 2018, ano de Copa do Mundo e eleições gerais.

Passadas as eleições, Marchezan Jr tem a expectativa de votar ainda este ano seis propostas que já tramitam na Câmara e são consideradas estratégicas para a cidade, além de outros cinco que serão enviados para análise dos vereadores, com destaque para a PPP da iluminação pública, além da unificação do DEP e DMAE. A prefeitura não desistiu de votar a atualização da Planta Genérica de valores do IPTU, mesmo que agora só comece a valer a partir de 2020. Durante o ano de 2018, a Câmara aprovou 12 projetos enviados pelo executivo. O principal deles o que instituiu o Regime de Previdência Complementar

China: Marchezan conhece plataforma tecnológica de segurança pública

China: Marchezan conhece plataforma tecnológica de segurança pública

Cidade Destaque Marchezan Notícias Porto Alegre prefeitura Segurança Tecnologia

O prefeito Nelson Marchezan Júnior conheceu essa semana o centro de controle de 15 mil câmeras da cidade de Suzhou, na China. O projeto da Huawei, líder global de tecnologia de soluções de informação da indústria e das comunicações, promete combinar a tradicional vigilância em vídeo com uma plataforma de inteligência artificial.
43733116_1812871768768150_4937080617742368768_nA solução faz a integração das diferentes câmeras municipais e associa inteligência artificial ao cruzar diferentes bases de dados e, na versão mais avançada, também com capacidade de fazer reconhecimento facial. “Os estados estão quebrados e os municípios estão indo na mesma direção. A expectativa de que vamos contratar guardas municipais para suprir a deficiência não é o caminho do mundo e muito menos do Brasil. Temos que investir em tecnologia e inteligência”, disse Marchezan. O prefeito também participou do Connect Huawei 2018, em Xangai, um evento mundial de tecnologia. Marchezan está na China onde cumpre uma agenda de aproximação institucional e negócios até a próxima segunda-feira, 15. Ele viajou como representante da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), no qual atua como vice-43878627_2110553715629937_1191017598234394624_npresidente de Ciência, Tecnologia e Inovação.Após a agenda com a FNP, o prefeito, acompanhado de uma comitiva da Prefeitura de Porto Alegre, se reunirá com empresários chineses em busca de oportunidades e investimentos para a Capital. O retorno a Porto Alegre está marcado para o dia 17 de outubro. Durante este período, o vice-prefeito Gustavo Paim assume a prefeitura. As passagens de ida e volta e parte das despesas na China do prefeito foram custeadas pela FNP.
Porto Alegre: Prefeitura oficializa Grupo de Trabalho para trecho da Orla do Guaíba entre Riacho Ipiranga e Estádio Beira-Rio

Porto Alegre: Prefeitura oficializa Grupo de Trabalho para trecho da Orla do Guaíba entre Riacho Ipiranga e Estádio Beira-Rio

Agenda Cidade Destaque Marchezan Notícias Porto Alegre Turismo

A Prefeitura Municipal de Porto Alegre oficializou a constituição de um Grupo de Trabalho (GT) para tratar da revisão do orçamento do projeto do Trecho 3 do Parque Urbano da Orla do Guaíba, entre Riacho Ipiranga (Arroio Dilúvio) e o Estádio Beira-Rio. A portaria foi publicada no Diário Oficial de Porto Alegre. O projeto foi concebido pelo arquiteto Jaime Lerner, mesmo autor da proposta do trecho 1.

A coordenação do Grupo de Trabalho ficará a cargo do prefeito em exercício e secretário municipal de Relações Institucionais, Gustavo Paim, para validação do orçamento. A maior parte dos recursos é oriunda do CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina).  “A função principal do GT é atender a necessidade de validação e atualização do orçamento até chegarmos no termo de referência e processo licitatório”, explicou Paim.

O projeto prevê um trecho mais voltado para a prática esportiva com quadras de futebol vôlei e beach tênis, ciclovia, bares, pista de skate, mantendo a linha de iluminação do trecho 1 com postes inclinados.

Em 29 de junho deste ano, a Prefeitura entregou o primeiro trecho revitalizado da nova Orla do Guaíba, que vai da Usina do Gasômetro até a Rótula das Cuias. A revitalização começou em outubro de 2015. O trecho 2, vai da Rótula das Cuias ao Riacho Ipiranga

Porto Alegre: Prefeitura emite licenças na metade do tempo e gera 780 empregos

Porto Alegre: Prefeitura emite licenças na metade do tempo e gera 780 empregos

Cidade Destaque Marchezan Negócios Notícias Porto Alegre prefeitura Trabalho

Nos últimos dez dias, a Prefeitura de Porto Alegre emitiu sete licenças ambientais, que vão possibilitar a criação de mais 780 vagas de emprego diretas e indiretas somente em mão de obra para implementação das edificações. Seguindo orientação do prefeito Nelson Marchezan Júnior, a Secretaria do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) tem trabalhado de forma acelerada na análise da documentação dos projetos com impacto para gerar crescimento para a cidade. 

Assim, a tramitação dos projetos levou a metade do tempo habitual. “A urbanização regular, com as devidas compensações e cuidados ambientais, gera desenvolvimento sustentável”, afirma o prefeito, que recebeu do secretário municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes, o balanço das últimas ações na área, antes de embarcar para a China, nessa segunda-feira, 8. 

Foram emitidas licenças para sete empreendimentos diferentes, com potencial de gerar um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 298 milhões. O valor é calculado pela soma do potencial de venda de todas as unidades de um empreendimento a ser lançado. “A importância deste dado pode ser observada ao analisarmos os números totais referentes a 2018. De janeiro a outubro, as licenças emitidas pela prefeitura para construção civil resultaram em um VGV de R$ 2,267 bilhões”, informa Maurício Fernandes, destacando que neste período também foram abertos 14.569 postos de trabalho. 

As licenças ambientais de instalação autorizam o início das obras e estabelecem condições e restrições quanto à poluição hídrica, atmosférica, movimentação de terra, vegetação, fauna e também geração e destino de resíduos sólidos. Serão construídos prédios residenciais nos bairros Santo Antônio, Menino Deus, Rio Branco, Azenha, Petrópolis e Mont´Serrat, além de ser implementado um loteamento no bairro Belém velho. Os documentos têm validade de um ano.

Sete empreendimentos que receberam licenças ambientais:

1 – Edifício Residencial Royal (empreendedor: Rio Novo Incorporações)

2 – Edifício Cobalto (empreendedor: Rotta Ely Construções e Incorporações)

3 – Edifício da Saute Mgus Empreendimentos Imobiliários Ltda (empreendedor: Saute Mgus Empreendimentos Imobiliários)

4 – Residencial Viña Del Mar (empreendedor: Bernardes Engenharia e Construções Ltda)

5 – Edifício da R. Correa Engenharia Ltda (empreendedor: R. Correa Engenharia Ltda)

6 – Edifício da Wikihaus Incorporadora Ltda (empreendedor: Wikihaus Incorporadora Ltda)

7 – Condomínio Residencial Morada da Fé (empreendedor: Cooperativa Habitacional Morada da Fé Ltda)

Porto Alegre: Marchezan prepara missão aos Estados Unidos acompanhado de vereadores e empresários

Porto Alegre: Marchezan prepara missão aos Estados Unidos acompanhado de vereadores e empresários

Agenda Destaque Marchezan Porto Alegre prefeitura

A Prefeitura de Porto Alegre está organizando uma missão para os Estados Unidos na segunda quinzena de novembro. A proposta do prefeito Nelson Marchezan Júnior é que seja uma comitiva ampla, com representantes do Executivo, Câmara Municipal de Vereadores, Aliança para Inovação e Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

A agenda em Washington e Nova York ainda está sendo elaborada, mas já está na programação uma reunião de alinhamento financeiro com o Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), visita técnica à prefeitura de Nova York e encontros com executivos e empresários norte-americanos.

Porto Alegre: Bandeira 2 não será mais cobrada a partir de 22 de outubro

Porto Alegre: Bandeira 2 não será mais cobrada a partir de 22 de outubro

Agenda Cidade Destaque Marchezan Porto Alegre prefeitura

Três resoluções para regulamentar a Lei 12.420/18 (Lei dos Táxis), aprovada na Câmara de Vereadores em junho deste ano, foram publicadas nesta sexta-feira, 5, no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa). Itens que não constam nas resoluções terão seus cronogramas e procedimentos para implementação publicados, por meio de dois decretos, até o fim de novembro. Veja aqui a edição extra do Dopa.

Resolução Identidade Visual de Veículos e Taxistas: descreve o padrão de vestimenta dos taxistas, possibilidade de gravação de imagens no interior dos veículos, identidade visual dos táxis e criação da categoria Executiva. Também descreve os pré-requisitos para renovação da Identidade do Condutor de Transporte Público (ICPT), com a inclusão de três crimes como impeditivos.

Resolução Exame Toxicológico: critérios dos testes, critérios de certificação dos laboratórios, fixa data limite para apresentação dos exames.

Resolução Extinção da Bandeira 2: traz o cronograma de alteração do taxímetro para excluir a bandeira dois das corridas e também a data que a tarifa passa a ser apenas sobre a Bandeira 1. A partir de 22 de outubro os táxis de Porto Alegre terão tarifa única, sem Bandeira 2. Os permissionários do serviço têm até 27 de novembro para adequar o taxímetro e excluir a Bandeira 2 da tarifa. A alteração segue cronograma determinado pelo prefixo do veículo, que será publicado nesta sexta-feira, 5, em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa). A extinção da bandeira tem como base a Lei 12.420/18, aprovada na Câmara de Vereadores em julho deste ano.

Além disso, a partir de 22 de outubro, todos os prefixos devem, obrigatoriamente, portar e utilizar a Tabela de Conversão. A tabela já está disponível para download e impressão no site da EPTC ou através do link http://bit.ly/conversaobandeira2. “É importante informar que, a partir desta data, já não será mais autorizada a cobrança da Bandeira 2 e o valor deverá ser convertido até a adequação do taxímetro para a tarifa única”, explica o gerente de Fiscalização de Transporte da EPTC, Luciano Souto.

Itens que não necessitam de regramento e já estão em vigor desde a publicação da Lei: possibilidade de compartilhamento de corridas, vida últil, GNV restrito a alguns tipos de veículos, redução da Taxa de Gerenciamento Operacional (TGO), ampliação do limite até seis passageiros (conforme capacidade veículo), reajuste da tarifa, entre outros.

Entenda melhor:

Vida útil dos veículos

Como era = 10 anos.

Como ficou = 8 anos.

Cartão de crédito e débito na frota

Como era = Não é obrigatório.

Como ficou = Obriga toda a frota.

Carros com GNV

Como era = São permitidos.

Como ficou = Ficam restritos a veículos de fábrica ou com 90 cavalos (mais potência de motor).

Biometria para identificação eletrônica do taxista

Como era = Não existe essa medida.

Como ficou = Implantação da medida em todos os táxis.

GPS na frota

Como era = Existe em toda a frota (sistema operado por apenas uma empresa de GPS).

Como ficou = Manter GPS em toda a frota, mas com outras empresas cadastradas pela EPTC.

Descontos nas corridas

Como era = Não é previsto em lei.

Como ficou = Permitido o desconto nas corridas via aplicativos de táxis.

Reajuste da tarifa

Como era = O aumento acontece com base do IGPM dos últimos 12 meses.

Como ficou = Mantém o IGPM como balizador, mas o reajuste fica a critério do pedido dos permissionários e análise da EPTC.

Veículos executivos

Como era = Não existe a separação de táxis comuns e executivos.

Como ficou = Criação de táxis executivos, mas cobrando a mesma tarifa dos demais.

Exame toxicológico nos taxistas

Como era = Não é realizado esse tipo de exame na categoria.

Como ficou = Os taxistas têm que fazer exames toxicológicos a cada 12 meses.

Redução da Taxa de Gestão Operacional

Como era = O permissionário do táxi paga uma taxa no valor é R$ 88,06.

Como ficou = O permissionário do táxi pagará valor de R$ 41,44.

Porto Alegre: Orla se transformará em pista de F1

Porto Alegre: Orla se transformará em pista de F1

Agenda Cidade Destaque Marchezan Notícias

O prefeito Nelson Marchezan Júnior confirma que a Orla Moacyr Scliar, novo cartão-postal de Porto Alegre, se transformará em uma pista de Fórmula 1 no dia 10 de novembro, a partir das 9h. A capital gaúcha é uma das cidades escolhidas para receber o Heineken F1 Experience. O ex-piloto Rubens Barrichello irá pilotar um carro da Williams Racing por um trecho da nova orla.

42943784_603847383346546_622492536744706048_nAlém de Porto Alegre, apenas Rio de Janeiro receberá a atração. O evento tem entrada gratuita e vai contar com diversas atrações musicais de peso, shows de drift e motos para garantir toda a emoção e atmosfera da F1 em um evento nunca feito antes no Brasil.

Marchezan representa a Frente Nacional dos Prefeitos na China

Marchezan representa a Frente Nacional dos Prefeitos na China

Agenda Destaque Economia Marchezan Notícias

O prefeito Nelson Marchezan Júnior desembarca na quarta-feira, 10, em Xangai, na China, para uma missão de aproximação institucional. A viagem à Ásia será custeada pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), da qual Marchezan atua como vice-presidente de Ciência, Tecnologia e Inovação. Ele foi convidado pelo presidente da FNP, o prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette, para representar a entidade e acompanhar um evento mundial de tecnologia. O retorno a Porto Alegre está marcado para o dia 17 de outubro. Durante este período, o vice-prefeito Gustavo Paim assume a prefeitura.

De 10 a 13 de outubro, o chefe do Executivo participa do Huawei Connected, evento anual de apresentação de produtos, avaliação de tendências e conteúdos de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Também serão apresentados cenários para desenvolver a temática de cidades inteligentes. A Huawei é uma empresa multinacional fornecedora de tecnologia de soluções de informação da indústria e das comunicações (TIC), responsável por 13,3% do mercado de venda de smartphones e considerada a segunda marcha chinesa com maior presença global. Está presente no Brasil com fábricas em Campinas (SP) e Jundiaí (SP), um centro de distribuição em Sorocaba (SP) e por meio de parcerias com as empresas de telefonia como a Claro e a Oi.

Depois do compromisso pela FNP, Marchezan, acompanhado de uma comitiva da Prefeitura de Porto Alegre, cumprirá uma agenda de negócios com empresários em busca de oportunidades e investimentos para a Capital. A ideia é apresentar o potencial da Capital gaúcha aos chineses. O prefeito também terá uma reunião com o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), que tem sede em Xangai. O município já está em contato com o banco em projetos de estruturação de parcerias público-privadas (PPPs) e concessões, especialmente nas áreas de resíduos e mobilidade.

Entre as visitas confirmadas em Xangai está a Fundação Fosun – grupo com participação no Cirque du Soleil e na rede hoteleira Club Med – que tem investido pesado no Brasil. O diretor de Articulação Institucional e Resiliência da Prefeitura, Rodrigo Corradi, explica que a Fosun atua com forte atuação nas áreas de saúde e bem-estar e que esse posicionamento pode ser favorável a Porto Alegre. “Teremos uma agenda de trabalho junto com a sede da fundação para identificação de possibilidades de trabalho e convite para que a Fosun conheça as iniciativas do Pacto pela Inovação de Porto Alegre”, afirma Corradi.

Comitiva
– Aproveitando a oportunidade da viagem à China, o prefeito irá acompanhado de gestores da prefeitura para aprofundar o relacionamento com empresas chinesas. Entre os membros da comitiva estão o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Marcelo Solleti, que acompanhará reuniões com empresas de mobilidade, como a BYD e DiDi e os debates sobre o tema na Huawei Connected. O diretor-técnico da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa), Alexandre Horn, integra a equipe por ser um contato direto com a Aliança pela Inovação. Também viajam a coordenadora-geral do Gabinete do Prefeito, Juliana de Castro, responsável pela agenda do prefeito, e Rodrigo Corradi, diretor de Articulação Institucional e Resiliência e gestor da área internacional da prefeitura.

Programação:
08/10 – Embarque para China (Xangai)
10/10 – Participação no Huawei Connected – Smart City Sessions
11/10- Café da manhã com cônsul do Brasil em Xangai, Gilberto Fonseca Guimarães de Moura; agenda no Novo Banco de Desenvolvimento e reunião com a Fundação Fosun
12/10 – Programa de Segurança de Shenzhen (Smart Longgang), visita ao QG do Laboratório da Huawei
13/10 – Reunião técnica BYD (empresa chinesa de ônibus elétricos) e visita às fábrica
14/10 – Visita ao metrô de Xangai
15/10 – Visita técnica ao maior parque tecnológico da região de Suzhou, cidade irmã de Porto Alegre desde 2004. Suzhou é a sede de dois dos mais modernos parques tecnológicos da China.
16/10 – Espaço para reuniões de encaminhamentos/relatórios

Porto Alegre: Marchezan retira urgência do projeto que extingue a licença-prêmio

Porto Alegre: Marchezan retira urgência do projeto que extingue a licença-prêmio

Marchezan Notícias
O prefeito Nelson Marchezan Jr. decidiu retirar o regime de urgência do PELO 07/17, que extingue a licença-prêmio, em virtude do uso político pelos partidos de oposição de um projeto tão relevante ao município. O governo acredita que este é um privilégio incompatível com a realidade atual da administração pública, rejeitado pela grande maioria da população.

A licença-prêmio prevê que a cada cinco anos trabalhados o servidor tem direito a três meses de licença, além dos 30 dias de férias. A proposta do Executivo suprime a licença, medida já foi adotada pela União e aprovada pelo Estado em primeiro turno (neste caso, na troca por licença-capacitação, que já existe na Prefeitura de Porto Alegre).

Porto Alegre: Instaladas placas com nome da avenida Castello Branco

Porto Alegre: Instaladas placas com nome da avenida Castello Branco

Agenda Cidade Destaque Marchezan Poder Política Porto Alegre
A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizou na tarde desta  terça-feira, 25, a troca das placas da avenida da Legalidade e da Democracia para avenida Presidente Castello Branco. Para a substituição das duas placas, uma no sentido capital-interior (na região da rodoviária) e outra no sentido interior-capital (próxima a Ponte do Guaíba), uma faixa foi bloqueada para o trabalho.

 

 

5baa96d6a5ceb1.40223027
Foto: Maria Ana Krack / PMPA

A grafia do nome do presidente foi alterada para Castello Branco, conforme consta em documentos enviados pela Câmara Municipal de Porto Alegre (CMPA). Em abril deste ano, o Tribunal de Justiça (TJ) considerou ilegal a lei aprovada pela CMPA, em agosto de 2014, que alterou o nome da avenida Castello Branco para avenida da Legalidade e da Democracia.