Porto Alegre: Carro roubado é recuperado após passar pelo cercamento eletrônico

Porto Alegre: Carro roubado é recuperado após passar pelo cercamento eletrônico

Cidade Marchezan Notícias Porto Alegre Segurança Tecnologia Trabalho

 

Na tarde desta quinta-feira, 25, mais um carro foi recuperado com a ajuda do Sistema de Cercamento Eletrônico da prefeitura. Ao passar pelo sistema que faz a leitura de placas, o veículo Kia Soul ano 2010 emitiu alerta de furto/roubo. A Brigada Militar foi acionada e, durante a perseguição, em uma das vias da zona Sul, o motorista do Kia perdeu o controle e colidiu com dois carros que estavam estacionados. Os três ocupantes do veículo foram encaminhados à 2º Delegacia de Pronto Atendimento. O veículo estava com registro de roubo desde abril deste ano e junto com ele foi apreendido um revólver 38 e seis munições.

De janeiro a março deste ano, 375 alertas de furto ou roubo foram disparados e 133 veículos recuperados.  A ferramenta de leitura de placas foi desenvolvida pela Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa) e está instalada em todos os controladores de velocidade da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Atualmente são 162 pistas monitoradas. O acompanhamento dos alertas de furto ou roubo ocorre tanto no Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI) do Estado quanto do Centro Integrado de Comando (Ceic) de Porto Alegre.
Redução criminalidade: A Secretaria Municipal de Segurança está contribuindo para a redução da criminalidade em Porto Alegre. Somente esse ano, no período de janeiro a abril, a Guarda Municipal já capturou oito foragidos da justiça, deteve 12 pichadores e realizou 211 operações.  Entre elas estão atuações em conjunto com as forças de segurança do Estado – como Brigada Militar e Polícia Civil.
De acordo com dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública, em comparação com 2018, houve queda em índices criminais nos três primeiros meses de 2019. Na Capital, o furto de veículos teve uma redução de 0,3% e roubo de veículos de 40,4%. As ocorrências de homicídios dolosos caíram 44% e o número de latrocínio, 80%.

Porto Alegre: Pesquisa Methodus mostra ampla reprovação de Marchezan Jr; Guilherme Macalossi/RDCTV

Porto Alegre: Pesquisa Methodus mostra ampla reprovação de Marchezan Jr; Guilherme Macalossi/RDCTV

Cidade Destaque Marchezan Política Porto Alegre prefeitura

Se estiveram ancorados na realidade, os números da última pesquisa do Instituto Methodus são devastadores para o governo do prefeito Nelson Marchezan Júnior, que está na metade de seu mandato. Segundo o levantamento, a atual administração de Porto Alegre é reprovada por  86,50% da população. Apenas 8% dos entrevistados a aprovam.  O governo é avaliado por 57,14% como péssimo, 23,06% como ruim, 15,54% como regular e apenas 4,26% como bom.  Nenhum eleitor classificou a atual administração como ótima.

Entre as razões que podem explicar os indicadores negativos estão a caótica situação das vias públicas, os problemas financeiros do governo, o temperamento do mandatário e as pautas impopulares. Para se ter um a ideia, nesta semana é esperado que o aumento do IPTU volte à discussão na Câmara de Vereadores. É a terceira vez que se tenta sua aprovação. Segundo o prefeito, as novas alíquotas do tributo serão importantes para equilibrar as contas da capital. Parece que os porto-alegrenses não se convenceram com isso.

É cedo para dizer se o resultado influenciará na próxima eleição municipal. Na última vez em que foi questionado sobre o tema “reeleição”, Marchezan desconversou e afirmou ser “muito cedo” para tratar disso. Ainda que publicamente não trate do assunto, é óbvio que o prefeito e seus apoiadores terão de examinar a pesquisa de forma cuidadosa. Ela é reveladora de uma rejeição difícil de ser revertida em um prazo tão apertado.

Confira outras informações na Coluna de Guilherme Macalossi.

Os mesmos 86,50% consideram que Porto Alegre está no rumo errado. Já 13% afirma que a cidade está no rumo certo. Somente 0,50% não soube opinar.

A pesquisa mostra que 57,14% considera o governo municipal péssimo; 23,06% considera ruim. Para 15,54% o governo é regular e 4,26% considera que Marchezan e Paim fazem um bom governo. Nenhum eleitor classificou como ótima a atual a administração.

Avaliação agrupada:

Os eleitores deram nota à atual administração:

Questionados se estão satisfeitos ou decepcionados com Marchezan, 88,75% dos eleitores estão decepcionados; 7,25% satisfeitos; 4% não souberam responder.

Otimismo

Apesar da avaliação ruim da administração municipal e do prefeito Marchezan, o eleitor porto-alegrense acredita na cidade. Para 93,50% Porto Alegre poderia estar se desenvolvendo mais, 6% da população entende que a Capital está se desenvolvendo de maneira adequada; apenas 0,50% não soube responder.

O otimismo é confirmado por 89,75% da população que afirmou acreditar que Porto Alegre tem jeito; somente 9,25% acha que a cidade não tem jeito; e 1% não soube opinar.

Ficha técnica:

Realizada de 10 a 16 de Abril de 2019 com eleitores de ambos os sexos, com 18 anos ou mais, de diferentes classes sociais, residentes no município de Porto Alegre. Foram realizadas 800 entrevistas em todas as regiões da cidade. A margem de erro é estimada em até 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95% (noventa e cinco por cento).

 

Porto Alegre: Prefeitura envia 26 mil devedores de IPTU para o SPC e tabelionatos de protesto

Porto Alegre: Prefeitura envia 26 mil devedores de IPTU para o SPC e tabelionatos de protesto

Agenda Cidade Comunicação Destaque Economia Marchezan Negócios

A Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), por meio da Receita Municipal, está intensificando a cobrança aos contribuintes inadimplentes. Além da negativação no SPC, há valores sendo encaminhados para os tabelionatos de protesto. Hoje o número de devedores chega a 26 mil contribuintes, correspondendo a R$ 65 milhões. A estimativa é arrecadar R$ 20 milhões ainda no mês de abril.

A Receita Municipal alerta que todos os contribuintes que deixaram de pagar o IPTU de 2019 serão cobrados, podendo ser objeto de negativação e protesto tanto em abril, como nos próximos meses. Visando a evitar o transtorno e o custo gerado por tais ações, orienta os devedores que busquem parcelar os débitos existentes.

O valor devido pode ser parcelado em até 36 parcelas, respeitado o valor mínimo de R$ 30 para pessoa física e R$ 80 para pessoa jurídica, pelo WhatsApp da Receita Municipal (51 99348-9424). Contudo, comparecendo à Loja de Atendimento da Secretaria Municipal da Fazenda, na Travessa Mário Cinco Paus, s/nº, o prazo ainda pode ser estendido para até 72 parcelas, onde também será possível solicitar a cobrança de débito em conta corrente, evitando assim novos esquecimentos. O horário de atendimento é das 9h às 16h.

Porto Alegre: Equipes farão manutenção de iluminação pública em 213 pontos

Porto Alegre: Equipes farão manutenção de iluminação pública em 213 pontos

Agenda Cidade Destaque Marchezan Porto Alegre prefeitura Segurança Trabalho
Em cumprimento à meta de transparência na gestão, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) segue divulgando a programação de obras de manutenção de pontos de iluminação pública. Para esta quinta-feira, 4, os serviços estão previstos em 213 locais. Podem ocorrer alterações devido às condições climáticas.

Os bairros mais atendidos serão Aberta dos Morros (12 pontos), Arquipélago (11), Belém Velho (11), Boa Vista do Sul (11), Camaquã (10), Campo Novo (9), Cascata (9), Cavalhada (8), Chapéu do Sol (8) e Costa e Silva (8). Ao todo, serão 47 bairros.

A SMSUrb, por meio da Coordenação de Iluminação Pública (CIP), é a pasta responsável pela instalação de novos pontos e manutenção de iluminação. Os serviços são realizados por oito equipes, das 13h30 às 22h30, e por quatro equipes das 23h às 6h. Aos domingos e feriados, são atendidas situações de emergência pelo telefone (51) 3289-8582.

ILUMINACAO
Porto Alegre: PUCRS apresenta projeto de adoção de trecho da Avenida Ipiranga

Porto Alegre: PUCRS apresenta projeto de adoção de trecho da Avenida Ipiranga

Cidade Educação Marchezan Notícias Política Porto Alegre prefeitura
O prefeito Nelson Marchezan Júnior recebeu, nesta sexta-feira, 29, no Salão Nobre do Paço Municipal, a proposta de adoção do canteiro central da Avenida Ipiranga pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). O projeto contempla a manutenção e implementação de melhorias no trecho entre as ruas Dr. Salvador França (3ª Perimetral) e Professor Cristiano Fischer.  “A adoção de espaços públicos é uma alternativa inteligente que busca na sociedade uma responsabilização de todos os seus agentes. Esta entrega de hoje, além de um presente da PUC para nossa cidade, é um exemplo de cidadania e amadurecimento das nossas instituições”, afirma Marchezan. A previsão inicial de adoção é de dois anos, com investimento de aproximadamente R$ 200 mil.
Além de serviços básicos, como roçada, capina, varrição e pintura de meio-fio, a proposta da PUCRS prevê 11 mil m² de extensão de grama e 1.407 m² de um novo paisagismo, pintura e intervenção artística. A Universidade pretende também qualificar a ciclovia, construindo recuos para espaços de descanso e instalando totens informativos e educativos que contribuam com a circulação no local e a segurança. “Nosso propósito é gerar impacto social, conscientização e qualidade de vida, reforçando nosso já tradicional papel de protagonistas em inovação e desenvolvimento, e valorizando a região onde estamos inseridos, que se torna cada vez mais relevante para a Capital”, afirma o Reitor da Universidade, Irmão Evilázio Teixeira. “A avenida Ipiranga é uma das vias mais movimentadas da nossa cidade, por onde circulam milhares de veículos e pedestres diariamente. A adoção desse espaço incentivará o cuidado com Porto Alegre, estimulando o sentimento de pertencimento das pessoas e das empresas com o patrimônio que é de todos nós”, disse o secretário de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário.
Conforme o titular da pasta, o custo da Prefeitura para manutenção de toda a Ipiranga é de mais de R$ 500 mil por ano. Apenas neste trecho adotado pela PUCRS, calcula-se um gasto de R$ 83 mil anualmente. Com a adoção dos locais, tal como ocorre em diversos municípios, o objetivo é desonerar os cofres públicos – realocando os recursos para áreas prioritárias à população, como saúde – , mas também permitir que os cidadãos tenham acesso a locais que ofereçam maior conforto e acessibilidade.
Também participaram da solenidade o vice-prefeito, Gustavo Paim; cônsul-geral da Itália, Roberto Bortot; vereadores Moisés Barboza, André Carús e Mendes Ribeiro; secretário municipal de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; e o pró-reitor Administrativo e Financeiro da PUCRS, Alan Casartelli, entre outras autoridades.
 
Verdes Complementares – A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos é a pasta responsável por tratar da Adoção de Verdes Complementares. O decreto foi assinado pelo prefeito em março de 2018 e, em novembro, foram encaminhados para a Câmara de Vereadores projetos de lei que visam à concessão e adoção de espaços urbanos, como canteiros, praças e parques, por pessoas físicas e jurídicas.
Atualmente, há cerca de 400 espaços de verdes complementares disponíveis para adoção na Capital, 14 deles em processo de análise e quatro trechos já adotados: avenida Goethe, avenida Plínio Brasil Milano, avenida Edgar Pires de Castro e avenida Wenceslau Escobar.
A SMSUrb publicou ainda três editais de chamamento público para avenida Ipiranga, avenida Severo Dullius e Largo Edgar Koetz, em frente à rodoviária. As candidaturas podem ser feitas por uma ou mais empresas, que assumem a limpeza, capina, roçada e pintura de meio-fio do local. Além disso, podem projetar uma nova ambientação e anunciar graficamente a sua própria marca.
O Manual de Verdes Complementares e a Carta de Intenção de Adoção podem ser conferidos aqui 
Porto Alegre: Prazo para aderir ao parcelamento do IPTU termina nesta sexta

Porto Alegre: Prazo para aderir ao parcelamento do IPTU termina nesta sexta

Cidade Marchezan Notícias Política Porto Alegre
Termina nesta sexta-feira, 29, o prazo para adesão ao parcelamento do IPTU 2019.  Os contribuintes que aderirem ao parcelamento, além de evitarem os custos dos procedimentos de cobrança, terão uma economia em relação à multa, que se mantém em 2% até a data. Em abril, passará para 10%, conforme prevê a legislação.
De acordo com a Receita Municipal, até o momento 16 mil contribuintes já aproveitaram os menores custos e regularizaram a situação. Entre esta quinta, 28, e sexta-feira, 29, estão sendo projetadas outras 45 mil negociações.
Na primeira semana de abril, a Receita Municipal encaminhará os devedores para negativação em cadastros de proteção ao crédito, assim como para protesto extrajudicial da dívida.
Para todos os devedores foi encaminhada uma proposta de adesão pelos correios, que deve ser paga até esta sexta-feira. Caso não tenha sido recebida, o contribuinte pode imprimir a guia no site da Secretaria Municipal da Fazenda (portoalegre.rs.gov.br/smf), solicitá-la via whatsapp da Receita Municipal (51 99348-9424) ou ainda se dirigir à Loja de Atendimento da Secretaria Municipal da Fazenda,na Travessa Mário Cinco Paus, s/nº, onde também é possível parcelar qualquer débito em atraso e solicitar a cobrança de débito em conta-corrente, evitando assim um novo esquecimento. O horário de atendimento é das 9h às 16h.
Marchezan Jr. vê oportunidades no terceiro ano de mandato. Na Federasul, ele falou sobre relação com o Simpa, desestatização e reformas estruturantes

Marchezan Jr. vê oportunidades no terceiro ano de mandato. Na Federasul, ele falou sobre relação com o Simpa, desestatização e reformas estruturantes

Cidade Destaque Marchezan Política Porto Alegre prefeitura Trabalho

Na semana de Porto Alegre, quando a Câmara dos Vereadores aprovou a restrição e extinção de gratificações para os servidores públicos da capital, o prefeito Nelson Marchezan Jr., no Tá na Mesa dessa quarta-feira (27), comemorou a ampliação da bancada de apoio no município. Segundo ele, passadas as eleições, pautas verdadeiramente benéficas para Porto Alegre poderão ser melhor discutidas, sem a interferência de interesses pessoais e partidários.

“Esse terceiro ano de mandato traz um panorama de oportunidades para o município. Estamos com a expectativa de aprovar reformas fundamentais, que possibilitarão que o próximo prefeito, no seu primeiro ano no poder, possa fechar as contas de Porto Alegre com saldo positivo”, ressaltou. De acordo com o prefeito, ainda são desafios a redução da máquina pública, a conclusão de obras e a aprovação da reforma da previdência, fundamental, principalmente, pela tendência de envelhecimento da sociedade porto-alegrense.

image006
Simone Leite e Nelson Marchezan Jr. Foto: Rosi Boni

Pegando o gancho da previdência nacional, Marchezan aproveitou para dizer que “também no município pagamos hoje mais servidores inativos do que ativos”. Por causa disso, reforçou a importância de se discutir, enquanto comunidade, as soluções para o futuro da cidade. Disse estar aberto ao diálogo, principalmente com sindicatos e organizações, mas confessou que com o Sindicato dos Municipários (Simpa) o tom já é diferente. “Fizemos 23 reuniões com o Simpa em 2017. Acredito que mais diálogo do que isso, principalmente depois da invasão e da depredação de patrimônio público que eles promoveram, não é possível. Não há mais contato”, finalizou.

Quanto à importância da desestatização de empresas públicas, Marchezan reforçou sua opinião. Segundo ele, a Carris, por exemplo, foi profissionalizada e deverá passar por uma consultoria para definir seu futuro. “Não haverá privatização de empresas, porque não estamos vendendo nada, o que propomos é uma desestatização, uma contratualização em diferentes áreas para impulsionar o desenvolvimento do município”, complementou.

Além desses assuntos, o prefeito ainda apresentou perspectivas e resultados para segurança, saúde e educação.

Segurança

Ao ressaltar que 850 mil placas são monitoradas por dia em Porto Alegre, o prefeito garantiu dedicação na busca de soluções para o município. Entre as possibilidades que estão sendo testadas é o uso de identificação facial. “Estamos integrando dados e usando a inteligência a nosso favor”, reforçou.

Saúde

Entre as vitórias do governo, a ampliação de leitos SUS, que ultrapassam a quantidade disponível em Florianópolis, São Paulo e também em Curitiba, além dos mais de 3 mil atendimentos por mês em cada unidade de saúde entre às 17h e às 22h.

Educação

Os grandes destaques foram para o aumento em 30% do tempo a mais do professor com o aluno em sala de aula e o aumento, entre 130 e 200%, do repasse trimestral para despesas das escolas da rede.

No mesmo tom de pauta positiva, a presidente da Federasul, Simone Leite, reforçou que é fundamental o fomento do desenvolvimento econômico para transformar Porto Alegre. “Esperamos que sejam aprovadas essas reformas e que seus resultados positivos reflitam na melhoria da sociedade”, finalizou.

Porto Alegre: Parceria viabiliza aulas de música para crianças e adolescentes

Porto Alegre: Parceria viabiliza aulas de música para crianças e adolescentes

Agenda Cidade Crianças Cultura Destaque Educação Marchezan Política Porto Alegre Prédio prefeitura

Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos terão aulas gratuitas de música. Os cursos serão lançados na quarta-feira, 27, às 9h, na rua da República, 635, bairro Cidade Baixa. A programação faz parte das atividades da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) na Semana de Porto Alegre.

Serão oferecidas aulas de flauta doce, flauta transversal, violino, viola, violoncelo, piano, canto coral, teoria e percepção musical. Os adolescentes podem permanecer até completar o seu processo de formação. Os cursos ocorrem no Centro Cultural Multimeios Restinga, na avenida Ricardo Leônidas Ribas, 75, bairro Restinga, e na sede da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura, na rua da República, 635, bairro Cidade Baixa.

Porto Alegre, RS 25/03/2019: O casarão da Rua da República construído em 1919  e recuperado através de parcerias, com destaque para a empresa Solartex, irá  receber aulas de piano financiadas pelo presidente de Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann. Foto: Henry Ventura/Divulgação SMC PMPA
O casarão da Rua da República construído em 1919 e recuperado através de parcerias, com destaque para a empresa Solartex, irá receber aulas de piano financiadas pelo presidente de Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann. Foto: Henry Ventura/SMC PMPA

As aulas serão ministradas pelo Instituto Popular de Arte e Educação (Ipdae). Os alunos deverão seguir o programa e realizar provas teóricas e práticas semestralmente para uma banca de professores. O aluno não pode reprovar e faltar mais de uma vez, sob pena de perder a vaga. Os instrumentos serão disponibilizados pelo Ipdae aos alunos em sistema de comodato. O financiamento das aulas é do presidente da Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, que também doou, em novembro do ano passado, um piano Essenfelder ao Centro Cultural Multimeios Restinga.

Ipdae – Criado em abril de 1998, o Instituto é uma organização que proporciona a jovens acesso à leitura, música, arte e cultura. O Ipdae é composto pelo Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro, pela Biblioteca Leverdógil de Freitas e pela Escola de Música Joan e Donald Sandberg. Fundada em 2006, a escola de música oferece gratuitamente cursos de flauta doce, flauta transversal, violino, viola, violoncelo, piano, canto coral, teoria e percepção musical, formando a Orquestra Jovem. A escola também mantém a Orquestra Infanto-juvenil, a Orquestra de Flautas Transversas, o Grupo Lux Sonora, o Conjunto de Flautas Doce “In Nomine” e os Coros Infantil e Infanto-Juvenil. A importância do Ipdae foi reconhecida pelo Prêmio Funarte do Ministério da Cultura de Apoio a Orquestras Jovens, em 2015, e pela Medalha Cidade de Porto Alegre, oferecida pela Prefeitura de Porto Alegre, em 2018.  Não haverá critérios de seleção. As vagas serão preenchidas por ordem das inscrições. Informações sobre inscrições podem ser obtidas pelo telefone (51) 3289 8166 ou pelo email cm@smc.prefpoa.com.br.

Locais das aulas

Rua da República – O casarão reformado por meio de parcerias já abriga a sede da Coordenação de Música da SMC e a Banda Municipal. O prédio pertencia originalmente à família do comendador José Baptista Soares da Silveira e Souza, açoriano vindo da ilha de São Jorge para o Sul do Brasil no século 19. A posse do imóvel foi transferida ao Estado do Rio Grande do Sul em junho de 1969, quando foi instalado o colégio Olintho de Oliveira.

Em 1983, o imóvel foi doado pelo governo estadual para a prefeitura. Embora não seja tombado, o imóvel está inventariado na Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural de Porto Alegre, dentro do critério de estruturação, o que determina a preservação de suas principais características arquitetônicas, como fachadas, esquadrias e cobertura.
Centro Cultural Multimeios Restinga – O Centro Cultural Multimeios Restinga ocupa o antigo Estúdio Multimeios, que foi reformado e passou para a administração da Secretaria Municipal da Cultura, em parceria com a Procempa e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte. Adaptado para as novas atividades, o novo Centro Cultural Multimeios Restinga conta também com centro de informática, biblioteca e espaço para exposições.

 

 

Serviço

Lançamento aulas de música

Quarta-feira, 27, 9h

Rua da República, 635, bairro Cidade Baixa

 

Porto Alegre: Medalha da Cidade homenageia 14 personalidades

Porto Alegre: Medalha da Cidade homenageia 14 personalidades

Agenda Cidade Cultura Destaque Marchezan Poder Política Porto Alegre prefeitura

Um dos destaques mais tradicionais das comemorações da Semana de Porto Alegre é a entrega da Medalha Cidade de Porto Alegre. Anualmente, personalidades e instituições  ligadas às diversas áreas do conhecimento, como arte, administração, jornalismo, assistência social e cultura e educação, são homenageados. A Medalha da Cidade, foi Instituída pelo Decreto Municipal 6.202, de 25 de novembro de 1977. Concebida pelo artista plástico Nelson Jungbluth traz em sua arte motivos ligados aos valores da pessoa e da natureza e é considerada a mais alta honraria da cidade.

Neste ano, 14 personalidades serão homenageadas em cerimônia marcada para quinta-feira, 28, a partir das 20h, na Fundação Iberê Camargo (av. Padre Cacique, 2000).  Até 2018, receberam a honraria  639 pessoas e 107 entidades.

Os agraciados de 2019

IrmãPierina
Irmã Pierina Lorenzoni – Diretora da Pequena Casa da Criança

Rui Vicente Oppermann – Reitor da Ufrgs
Evilázio Teixeira – Reitor da Pucrs
Marcelo Fernandes De Aquino – Reitor da Unisinos
Genoveva Guidolin (Genô)  – Professora
Ivan Marques –  Servidor Público/Guarda Municipal
Arlindo Fernando Da Silva Mença – Carnavalesco/Presidente da Uecgapa
Nora Teixeira – Empresária
Arlete Fante – Gestora De Saúde Mental /Aesc
Ida Celina – Atriz
Edemir Simonetti – Empresário
Luiz Ricardo Tatsch Selli (In Memoriam) – Servidor Público / Dmae
Cláudio Roberto Pagno – Idealizador Do Projeto Vó Chica
David Coimbra – Jornalista

Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Cidade Destaque Marchezan Notícias Política Porto Alegre Trabalho
A partir deste sábado, dia 23, às 9h, a trincheira da Anita Garibaldi será fechada por 30 dias para obras de acabamento, conforme planejado desde maio de 2018. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade (Smim) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), o bloqueio é necessário para não colocar em risco os motoristas e os trabalhadores, e também para dar mais rapidez aos trabalhos.

“O fechamento da passagem vai garantir o cumprimento do cronograma para que se atenda o prazo da entrega total da obra”, explica Luciano Marcantônio, titular da Smim. A trincheira possui duas faixas de rolamento com largura total de aproximadamente sete metros. Os serviços terão mais de dez funcionários e equipamentos como andaimes, plataformas, escadas, talhadeira e lixadeira. “Não há como garantir a segurança no trecho com uma equipe trabalhando em andaimes em uma faixa e ao lado veículos circulando. Algum material pode ser projetado contra os veículos, por exemplo”, diz o diretor-técnico da EPTC, Marcelo Hansen.
Serão realizadas obras de drenagem, raspagem, acabamento grosso, aplicação de selador e tinta antipichação. A EPTC destaca que o desvio no trânsito, pela rua Furriel Luiz Antonio de Vargas e Alameda Raimundo Correa, segue aberto e será a alternativa para quem se deslocar no sentido Centro/bairro. Ficarão liberados o acesso local e a utilização da alça de acesso à Terceira Perimetral em direção à zona Sul de Porto Alegre.
As obras na trincheira da Anita foram retomadas em 12 de fevereiro de 2018. Junto com o trabalho que será executado na passagem de nível, prossegue a obra no muro do condomínio Província de Shiga. Posteriormente, será feito o alargamento da via. No momento, o percentual de execução é de 93%, e a conclusão está prevista para junho deste ano.