Morre Milton Jung, a voz do Correspondente Renner e do grito de Gol, Gol, Gol… se calou

Morre Milton Jung, a voz do Correspondente Renner e do grito de Gol, Gol, Gol… se calou

Comunicação Destaque Educação Morte Obituário

Milton Ferretti Jung, uma das mais marcantes vozes do Rádio Brasileiro, se calou nesse domingo(28.07.2019), às 08h. Ele estava internado no Hospital Moinhos de Vento, a causa da morte foi insuficiência respiratória. Os atos fúnebres acontecerão no Crematório Metropolitano, ainda não estão confirmados os horários. Milton foi casado com D.Maria Helena e deixa os filhos Jacqueline, Christian e Milton Jr e quatro netos.

Nascido em  Caxias do Sul29 de outubro de 1935, Milton foi um brilhante  radialista e locutor esportivo brasileiro.  Trabalhou na Rádio Guaíba de 1958 a 2014,após uma passagem de quatro anos pela Rádio Canoas, aonde começou como locutor de radioteatro da emissora. Passou a atuar no programa Correspondente Guaíba em 1964, onde ficou até o fim da carreira.  A jornalista Katia Hoffmann lançou em 2017, a biografia: “Milton Ferretti Jung: gol, gol, gol, um grito inesquecível na voz do rádio” (editora AGE)

23231275_1768624486541890_6170562201037486680_n

 

Participou das Copas do Mundo de 19741978 e 1986. Deixou a narração em 1988 e voltou em 1998 narrando algumas partidas do Grêmio ou em casa ou em São Paulo,onde aproveitava para visitar o filho Milton.

Em 2007 teve um AVC quando apresentava o Correspondente .Mesmo assim conseguira narrar toda aquela edição,que à época durava dez minutos.Em 2008,quando completou 50 anos de rádio,Milton recebera homenagens dos principais nomes da emissora,como Luiz Carlos Reche,Jurandir Soares,Vladimir Oliveira e Rui Strelow durante a edição das 13h do Correspondente

Em 2012 narrou os quinze primeiros minutos do Grenal de encerramento do Estádio Olímpico ao lado de Orestes de Andrade,tendo muita repercussão nas redes sociais. Em 2014é demitido da Rádio Guaíba,aonde trabalhara durante quase toda sua carreira.Milton fora dispensado junto com seu amigo e ex-operador de externas Celso Costa,que junto com Milton era o mais antigo profissional da Guaíba. (Felipe Vieira, com informações do Wikipedia)

Aqui a visita de Milton Jung ao Museu do Rádio

 

 

TV: Felipe Vieira conversa com David Coimbra em novo quadro do SBT RS; da Coletiva.net

TV: Felipe Vieira conversa com David Coimbra em novo quadro do SBT RS; da Coletiva.net

Cidade Comunicação Cultura Destaque Morte

O jornalista e cronista David Coimbra, do Grupo RBS, dá seu relato sobre o câncer que o levou a se tratar em Boston, nos Estados Unidos, para o apresentador do SBT 2ª edição, Felipe Vieira. A entrevista, que vai ao ar logo mais, às 19h, marca a estreia do quadro SBT Entrevista. Na ocasião, o comunicador falou sobre a doença e sobre a iniciativa de contar seu depoimento no livro ‘Hoje eu venci o câncer’, além de suas perspectivas.

O fato de o entrevistado ser de outra empresa de comunicação não interferiu na gravação, conforme explicou o editor regional da emissora, Danilo Teixeira, ao portal. “Aqui, nós falamos com todo mundo”, disse, ao adiantar que a ideia é conversar com jornalistas gaúchos famosos no quadro.

Estados Unidos, México e Canadá sediarão a Copa do Mundo de 2026; por Jamil Chade, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

Estados Unidos, México e Canadá sediarão a Copa do Mundo de 2026; por Jamil Chade, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

Destaque Esporte Morte Negócios

Num processo que envolveu até chefes-de-estado, a Fifa designa a América do Norte como sede da Copa de 2026. Essa é a primeira vez que o evento será disputado em um continente, e não apenas num país. O Mundial ainda volta para o mercado americano, mais de três décadas depois da primeira Copa em 1994. A América do Norte ficou com 134 votos, contra apenas 65 para o Marrocos. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Ataque em escola nos EUA mata dez

Ataque em escola nos EUA mata dez

Crianças Educação Morte Mundo Notícias Obituário

Dez pessoas (nove alunos e um professor) foram mortos a tiros ontem em escola em Santa Fe, no Texas. O atirador, um aluno de 17 anos chamado Dimitrios Pagourtzis, foi detido. Ele planejava se matar após o ataque, segundo governador Greg Abbott.

Pagourtzis não tinha nenhum antecedente criminal e era do time de futebol americano da escola. Horas antes do crime, ele postou fotos de um revólver, uma faca e um lança-ehamas sobre a cama, além de camiseta com a frase “nascido para matar”.

O ataque em Santa Fe é o quarto pior a ocorrer em uma escola dos EUA desde o massacre de Columbine, em 1999. Foram 16 casos como esse apenas em 2018.

O presidente Donald Trump disse estar triste e de Coração partido. (Folha de S. Paulo)

Crimes com morte aumentam no Rio

Crimes com morte aumentam no Rio

Comportamento Morte Notícias Poder Polícia

A taxa de letalidade violenta, que inclui homicídios dolosos, latrocínios e mortes em confronto com a polícia e em decorrência de lesões corporais, aumentou 9,8% em abril no Rio, na comparação com o mesmo mês no ano passado. O número de estupros também subiu. Em movimento oposto, houve redução nos roubos de cargas, veículos e celulares. Na noite de quarta, em Botafogo, foi morto o 50º policial no estado em 2018.

(O Globo)

Dois em cada três brasileiros acham que ‘direitos humanos defendem mais os bandidos’, diz pesquisa, por André Shalders da BBC Brasil em São Paulo

Dois em cada três brasileiros acham que ‘direitos humanos defendem mais os bandidos’, diz pesquisa, por André Shalders da BBC Brasil em São Paulo

Agenda Comportamento Comunicação Direito Eleições 2018 Morte Mundo Negócios Notícias Poder Política

Na opinião de dois em cada três brasileiros, os direitos humanos defendem mais os criminosos que suas vítimas. Os dados são de uma pesquisa inédita do instituto Ipsos, obtida pela BBC Brasil.

Embora 63% se digam genericamente “a favor” dos direitos humanos, 21% se manifestam contrariamente à mera existência deles. As conclusões estão na edição 157 da pesquisa Pulso Brasil. O Ipsos entrevistou presencialmente 1,2 mil pessoas em 72 municípios nas cinco regiões brasileiras – as entrevistas foram feitas entre os dias 1º e 15 de abril.

Leia mais em BBC Brasil

Atriz Margot Kidder morre aos 69 anos

Atriz Margot Kidder morre aos 69 anos

Comunicação Cultura Destaque Morte Mundo Negócios Notícias Obituário Poder Publicidade Tecnologia Trabalho

Margot Kidder, famosa por interpretar Lois Lane na franquia Superman iniciada em 1978, faleceu aos 69 anos, informa o TMZ. Nascida no Canadá, a atriz morreu ontem em casa, nos Estados Unidos, de causa não divulgada.

Margot começou a atuar profissionalmente no fim da década de 1960, se destacou ao estrelar Irmãs Diabólicas, de Brian de Palma, e se tornou mundialmente conhecida ao viver a incansável e apaixonada jornalista Lois Lane em Superman – O Filme. Ao lado de Christopher Reeve ela estrelou Superman II – A Aventura Continua, Superman III e Superman IV – Em Busca da Paz.

Leia mais em Adoro Cinema

Morre o cineasta Roberto Farias aos 86 anos

Morre o cineasta Roberto Farias aos 86 anos

Comunicação Cultura Destaque Morte Negócios Notícias Obituário Publicidade Trabalho

O realizador brasileiro Roberto Farias morreu aos 86 anos de idade nesta segunda-feira (14). O diretor, roteirista e produtor faleceu após enfrentar um câncer que tratava em um hospital em Copacabana, no Rio de Janeiro, onde estava internado.

Responsável pela direção de clássicos do cinema nacional como O Assalto ao Trem Pagador (1962), Farias também promoveu o cinema nacional como diretor-presidente da Academia Brasileira de Cinema, cargo ao qual tinha sido reeleito há um mês, e diretor geral da Embrafilme entre 1974 e 1978.

Nascido no ano de 1932 em Nova Friburgo, no interior do estado do Rio de Janeiro, Farias começou sua carreira na lendária produtora nacional Companhia Atlântida. Nos sets, Farias começou como assistende de direção no início da década de 1950 após entrar no ramo com a ajuda do diretor Watson Macedo.

Leia mais em Adoro Cinema

Facções trocam carros do Brasil por armas na Venezuela

Facções trocam carros do Brasil por armas na Venezuela

Cidade Comportamento Comunicação Direito Morte Negócios Notícias Polícia Segurança Trabalho

Facções criminosas brasileiras aproveitam o aumento do fluxo migratório entre Venezuela e Brasil e as falhas na fiscalização da fronteira em Roraima para ampliar o tráfico de armas e drogas entre os dois países. Bandidos fazem sequestro relâmpago de donos de carros de luxo e trocam os veículos em território venezuelano.

(O Estado de S. Paulo)