Porto Alegre: Circo de Estrelas da Rússia

Porto Alegre: Circo de Estrelas da Rússia

Comunicação Destaque Música Notícias

A escola do circo russo tem mais de 300 anos de tradição e na Rússia e na Ucrânia, por exemplo, o circo é uma grande instituição. São mais de 500 edifícios de circo permanente os quais podem abrigar em média quatro mil espectadores e em seus arredores contam estrutura disponível com hotéis para os artistas e pistas alternativas para ensaiar. Calcula-se que mais de meio milhão de pessoas trabalham no circo russo. E os artistas têm uma rotina densa de estudos: são oito anos na academia do circo, muitos deles ainda jovens, e a aposentadoria pode ser antes dos quarenta anos segundo uma lei especial devido ao árduo e, muitas vezes, perigoso trabalho desenvolvido.

Em quase todas as companhias importantes de circo no mundo como Ringlin Brothers, Cirque du Soleil, Circo Real da Holanda e muitos outros, ao menos a metade dos artistas são de nacionalidade russa.

Uma delegação do Circo Russo, integrada por várias dezenas de artistas, muitos deles laureados nos grandes festivais de circo como Monte Carlo, Moscou, Pequim e todos aplaudidos nos distintos rincões do planeta, trarão o show “Fantasia” o qual promete proporcionar quase duas horas de alegria e diversão em cada uma das apresentações.

CIRCO DE ESTRELAS DA RÚSSIA
25 de agosto de 2018 Sábado – 21:00
Auditório Araújo Vianna – Porto Alegre – RS

CANAIS DE VENDA OFICIAIS
*sujeito a taxa de conveniência
Teatro do Bourbon Country
Avenida Túlio de Rose, 80 / 301 – Porto Alegre, RS. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

Uhuu
https://uhuu.com
falecom@uhuu.com

Porto Alegre: Laila Garin e a Roda

Porto Alegre: Laila Garin e a Roda

Comunicação Destaque Música Notícias

Saudado pela imprensa em seu lançamento, ano passado, o primeiro álbum de Laila Garin e A ROda está prestes a ganhar um novo formato. Será lançado em DVD, em uma gravação dirigida por Ney Matogrosso.

Para o show de lançamento, dia 23 de agosto, no Teatro do Bourbon Country, Laila, Ricco Vianna (guiatarra e violão), Rick De La Torre (bateria) e Marcelo Muller (baixo) , que juntos formam a banda Laila Garin e A Roda, mostram canções do álbum e do DVD, de compositores consagrados como Caetano Veloso (Eu não me arrependo), Alceu Valença (Na primeira manhã), Roberto e Erasmo e Chico Buarque (As curvas da estrada de Santos), e também de novos compositores como Renato Luciano, Juliano Holanda, Dani Black e Moyseis Marques. É um projeto de intérpretes, ao mesmo tempo muito autoral. “Gosto de reforçar que esse não é um trabalho solo de uma cantora, mas sim de uma banda, coletivo em todos os sentidos”, finaliza. Os arranjos são todos feitos pelos quatro integrantes da banda.

Conhecida do grande público por sua performance marcante em Elis, a musical, Laila Garin decidiu incluir no roteiro desse show um medley extraído de outro espetáculo, no qual canta sucessos da Elis ao lado da ROda, que vem arrebatando plateias nos teatros por onde já passou. O público vai ouvir canções como Como Nossos Pais, Upa Neguinho, Conversando no Bar e Ponta de Areia, entre outras, em novas versões e arranjos originais da Roda.

Os versos iniciais de Baioque (Chico Buarque), incluída no projeto, dão a pista do que o público pode esperar de Laila Garin e A Roda (“O meu canto, punhalada, não conhece o perdão…”). “Quando eu canto eu me sinto como uma espécie de porta-voz de uma alma comum. Vivemos num tempo onde ninguém mostra muito suas emoções, suas fragilidades. Este show é pra ficarmos todos a flor da pele. No palco e a plateia. ”

LAILA GARIN E A RODA
23 de agosto de 2018 – Quinta-Feira – 21:00
Teatro do Bourbon Country – Porto Alegre – RS

CANTA ELIS

CANAIS DE VENDA OFICIAIS
Teatro do Bourbon Country
Avenida Túlio de Rose, 80 / 301 – Porto Alegre, RS. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

Uhuu
https://uhuu.com
falecom@uhuu.com

Banda Valente e Quinteto de Cordas Caxias Ensemble

Banda Valente e Quinteto de Cordas Caxias Ensemble

Comunicação Música Notícias Vídeo

A banda Valente e Quinteto de Cordas Caxias Ensemble se unem para apresentar a música de forma surpreendente e encantadora. Com um show inédito, os grupos se apresentarão para um grande público no maior teatro do Rio Grande do Sul apresentando músicas que unem hits da banda de rock aos sons dos instrumentos de sopro e de corda, proporcionando um momento único aos espectadores.

Para reforçar o compromisso de difusão da arte musical, a programação do Valente in Concert inclui uma Master Class ministrada pelos integrantes da Caxias Ensemble, apresentando ao trabalho de uma orquestra e os instrumentos utilizados a alunos de ensino fundamental da rede pública de ensino do Vale do Sinos.

VALENTE IN CONCERT
16 de agosto de 2018 – Quinta-Feira – 20:00
Teatro Feevale – Novo Hamburgo – RS

CANAIS DE VENDA OFICIAIS
Bilheteria do Teatro Feevale
das 9h às 21h; sábados das 9h às 13h. (51) 3271-1200.

Bourbon Shopping NH
Quiosque Teatro Feevale – Av. Nações Unidas, 2001/Piso 2 – Novo Hamburgo, RS. De segunda a sábado, das 13h às 20h. *Pagamento apenas com cartão.
Teatro do Bourbon Country
Avenida Túlio de Rose, 80 / 301 – Porto Alegre, RS. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

Uhuu
https://uhuu.com
falecom@uhuu.com

“É a aposentadoria da Tia Carmen”: empresária troca noite por bar na orla do Guaíba, por Caue Fonseca/Zero Hora

Direito Economia Gastronomia Música Negócios Notícias

Em princípio, o nome da empresária responsável pelo bar número 1 dos quatro previstos para a orla do Guaíba não chama a atenção. É que Soraia Maria Saloum Rosso é mais conhecida pelo apelido que emprestou ao Carmen’s Club, estabelecimento de entretenimento adulto administrado por ela há 20 anos em Porto Alegre.

Ao buscar a permissão para operar um dos quatro bares previstos para as proximidades do Gasômetro no projeto de revitalização, Tia Carmen deu lugar a Soraia, que instalará nos próximos meses um fast food chamado Árabe in Box no espaço de 193 m².

Leia a matéria completa em GaúchaZH.

Aos 66 anos, morre o cantor e compositor Talo Pereyra. Músico estava internado com problemas respiratórios há cerca de um mês

Aos 66 anos, morre o cantor e compositor Talo Pereyra. Músico estava internado com problemas respiratórios há cerca de um mês

Cultura Destaque Música Obituário

Morreu nesta na tarde desta segunda-feira o cantor e compositor Talo Pereyra. O músico, de 66 anos, estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Conceição, em Porto Alegre, desde maio, com problemas respiratórios, dependendo de ventilação mecânica. Informações sobre o velório do artista ainda não foram divulgadas.

Argentino radicado no Rio Grande do Sul, Raul Eduardo Pereyra se tornou um dos principais nomes da música regionalista, vencendo 39 festivais durante sua trajetória musical. Ele também participou de grupos como Os Tropeiros do Ibirapuitã, ao lado de Leopoldo Rassier e José Cláudio Machado.

“UMMAGUMMA – The Brazilian Pink Floyd” faz show em Porto Alegre neste sábado mostrando nova turnê

“UMMAGUMMA – The Brazilian Pink Floyd” faz show em Porto Alegre neste sábado mostrando nova turnê

Cidade Comunicação Cultura Música Notícias Porto Alegre

No auge de sua forma, o grupo Ummagumma The Brazilian Pink Floyd apresenta em Porto Alegre a nova turnê Through The Years, comemorando e revisitando mais de cinco décadas de história do Pink Floyd, num show emocionante e envolvente. O espetáculo chega à capital gaúcha neste sábado, dia 9 de junho, às 21h, para única apresentação no Auditório Araújo Vianna. Os ingressos estão à venda em www.uhuu.com com preços que variam de R$ 70 a R$ 140 no valor inteiro e de R$ 35 a R$ 70 para quem tem desconto de meia-entrada. Confira o serviço completo abaixo.

No repertório do show estão todas as fases do Pink Floyd, desde o começo psicodélico e irreverente com Syd Barret à frente da banda até a entrada de David Gilmour, passando pelo desenvolvimento das composições às trilhas sonoras, a busca pelo novo som e a nova direção do Pink Floyd. Os grandes clássicos dos álbuns consagrados e também surpresas para fãs exigentes compõem a apresentação já conhecida pelo público pela excelência da performance musical combinada a um primoroso espetáculo de audiovisual.

Formada em Três Pontas, Sul de Minas, a Ummagumma The Brazilian Pink Floyd é liderada por Bruno Morais, guitarrista, vocalista e diretor musical do projeto. Na estrada há 16 anos, os mineiros já se apresentaram nas mais renomadas casas do país, reconhecidos nacionalmente pela qualidade de suas produções. A banda se apresentou pela primeira vez em Porto Alegre em 2015 e esteve ano passado no Araújo Vianna com a participação especial de Lorelei McBroom, ex backing vocal do Pink Floyd. Este ano, o destaque vai para a imersão nas primeiras fases da banda, antes de Dark Side Of The Moon, além da exímia execução dos clássicos do quarteto inglês. Além de Bruno Morais na guitarra, vocais e violões, o show na capital gaúcha também contará com Felipe Batiston (teclados e vocais), Otávio Pieve (bateria), Marquinho Wayne (baixo e vocais), Oswaldo Duarte (saxofone e backing vocal), Bill Matte (guitarra) e Isabela Morais (backing vocal).

SERVIÇO

UMMAGUMMA THE BRAZILIAN PINK FLOYD

Apresentando o show da turnê Through The Years

Dia 9 de junho

Sábado, às 21h

Auditório Araújo Vianna (Av. Osvaldo Aranha, 685 – Bom Fim – Porto Alegre/RS) www.araujovianna.com.br

Recitais internacionais de música erudita são destaque na programação de junho no Instituto Ling

Recitais internacionais de música erudita são destaque na programação de junho no Instituto Ling

Cidade Comunicação Cultura Destaque Música Notícias Porto Alegre

No dia 14 de junho (quinta-feira), às 20h, o trio formado pela violinista irlandesa Héloise Geoghegan, o violinista siciliano Francesco Toro e a pianista italiana Ketty Teriaca, se apresenta pela primeira vez em Porto Alegre. Com larga formação, demonstrando grande capacidade técnica e expressiva, o trio interpreta obras de Bach, Mozart, Beethoven e Shostakovich. Além da atuação em trio, os integrantes se destacam também como solistas e em colaboração com grandes maestros, em concertos na Itália e em diversos países junto a importantes orquestras, como a Sinfônica Nacional da Irlanda, Gewandhaus Orchestra of Leipzig e Orchestra Roma Sinfonietta, com atuações nos principais palcos europeus e americanos, como Wigmore Hall e Carneggie Hall.

Considerada por Franco Gulli uma artista de enorme talento, a violinista Heloise Geoghegan, nascida em Dublin, é conhecida internacionalmente por seus muitos espetáculos transmitidos em estações de rádio e televisão por toda a Europa. Ganhadora de prêmios de prestígio, começou a estudar violino aos seis de idade e passou a vencer vários concursos internacionais mesmo entre alunos maiores de idade. Integrou a Gewandhaus Orchestra em Leipzig e mais tarde a Leipzig Radio Orchestra – Mittel Deutsche Rundfunk, sob a direção de prestigiosos maestros como Herbert Bloomstedt, Sir Roger Norrington, Fabio Luisi, Riccardo Chailly, David Zinman, Russell Davis e, Kurt Masur. Colaborou também com a Irish Chamber Orchestra and Camerata Ireland, orquestra de câmara fundada pelo pianista Barry Douglas. Á parte de sua atuação como solista, Heloise tem uma grande paixão por música de câmara e tocou com reconhecidos artistas internacionais, como Mariana Sirbu, Bruno Giuranna, Phillip Moll, Tatjana Masurenko, Christian Giger e Kronos Quartet, realizando concertos em importantes teatros, como Theatre des Champs Elysees em Paris, Wigmore Hall em Londres, Casa da Musica no Porto, Schumann Haus e Mendelssohn Haus em Leipzig. Em 2012, atuou com a Gothenburg Symphony Orchestra, na Suécia e a Stuttgarter Kammerorchester, na Alemanha, e iniciou-se como professora de violino no Conservatory Stanislao Giacomantonio em Cosenza/Itália.

As atuações de Francesco Toro e Ketty Teriaca também são muito apreciadas. O violinista tem formação musical na escola “Felix Mendelssohn” em Leipzig e na Universidade de Limerick na Irlanda. Por muitos anos tocou em concertos na Itália, tanto em grupos de câmara como solista. Vencedor de inúmeras competições, estudou também na Accademia Filarmonica Romana com Alain Meunier, no Giuliese Music Academy e na International Courses com Georg Mönch, no Fiesole Music School com Felice Cusano, na Sermoneta International Campus com Mariana Sirbu, na International Masterclass for Strings and Chamber Music of Erice e na Ayvalik International Music Academy na Turquia. Participa de vários festivais europeus e, além de sua atuação como solista e músico de câmara, trabalha em orquestras profissionais como a Leipziger Kammerphilarmonie at the Gewandhaus em Leipzig, a Orchestra Roma Sinfonietta, Orchestra Filarmonica del Gran Teatro La Fenice em Veneza, Orquestra Filarmônica do Teatro de Magdeburg na Alemanha, a Orchestra Sinfonica Siciliana de Palermo, “G. Verdi” de Trieste e a Orchestra del Teatro Massimo Bellini de Catania, como líder dos segundos violinos. Atualmente, é professor de violino no Conservatório “A. Corelli ” de Messina. Francesco toca num violino Tommaso Carcassi, de 1731.

A pianista Ketty Teriaca tem realizado com sucesso em instituições de muitos concertos e Festival de Música da sala italianos e estrangeiros, particularmente no Auditório prestígio do Museu Grieg em Bergen, Noruega, onde é regularmente convidada. Sua atuação se foca muito no estudo do repertório de música de câmara, principalmente para piano, violino e violoncelo. Participa dos mais importantes festivais de cinema com o Ensemble Darshan, quarteto que compõe e toca trilhas sonoras ao vivo para filmes mudos. Nascida em Catania/Itália, Ketty formou-se em piano no Conservatório “F. Cilea”, em Reggio Calabria. Venceu várias competições internacionais de piano. Desde 2000, atua na Itália e outros países com o grupo Velke Trio. Foi pianista do duo vocal siciliano Fratelli Mancuso, que representa a música tradiconal da Sicilia por todo o mundo. Também atua como pianista do projeto Anaktoron, duo de clarinete e piano que lançou seu primeiro disco em 2018, com música contemporânea original do compositor siciliano Carmelo Salemi. Em 2003, Ketty foi diretora artística do Festival Internacional “Classica & Dintorni” em Catania. Também é professora de piano no Conservatório “V. Bellini”, em Palermo.

No dia 30 de junho (sábado), às 17h, é a vez da pianista mexicana Daniela Liebman subir ao palco do auditório do Instituto Ling – pela primeira vez no Brasil – para um recital em que interpreta obras de Beethoven, Schubert, Chopin e Prokofiev. Nomeada pela Revista Forbes, em 2016, como uma das cidadãs mexicanas mais criativas e influentes no mundo, Daniela nasceu em Guadalajara e fez sua estreia como solista com orquestra com oito anos de idade, tocando o “Concerto para piano nº 8”, de Mozart, com a Orquestra Sinfônica de Aguascalientes. Desde então, realizou mais de trinta concertos, com vinte diferentes orquestras, em quatro continentes. Como solista, atuou com a Ontario Philarmonic (Canadá), Orlando Philarmonic (EUA), Orquestra do Festival de Artes de Boca Ratón (Miami, FL), San Angelo Symphony (EUA), Orquestra Radio Filarmonía de Lima (Peru), Orquestra Sinfônica da Colombia (Colombia), Orquestra Rachmaninov do Kremlin (Kirguistán), Orquestra de Câmara de Park Avenue (no Carneggie Hall, em Nova Iorque) e Orquestra Festival (Guatemala), entre inúmeros outros. No México, Daniela tocou com a Orquestra Filarmônica da Cidade do México, Orquestra Filarmônica de Jalisco, Orquestra Sinfônica de Michoacán, Orquestra Sinfônica de Zapopan, Orquestra Sinfônica de Sinaloa de las Artes e Orquestra Sinfônica de Aguascalientes. Venceu diversos concursos internacionais como “Noche em Madrid” (Espanha, 2011), o Russian International Music Piano Competition, (EUA, 2012) e o Concurso para Concerto do Festival Piano Texas (Forth Worth, Texas). Em 2013, Daniela foi selecionada para participar do acampamento de música junior de Lang Lang (Munique, Alemanha). Nos Estados Unidos, Daniela tocou nos lugares mais prestigiosos das séries Young Artist (Sarasota), a série Tri-C (Cleveland Museum of Modern Art) e regressou a Ravinia (Bennett Gordon Hall), além de realizar apresentações em universidades por todo o país. Tem agendado concertos para este ano com orquestras no Equador, Chile e EUA.

A programação musical é uma realização do Instituto Ling e Ministério da Cultura / Lei de Incentivo à Cultura / Governo Federal, com patrocínio da Crown Embalagens e curadoria e produção da Branco Produções.

Serviço
Geoghegan, Toro & Teriaca (piano e violinos) – recital

Dia 14 de junho (quinta-feira), às 20h

“Ocidente Acústico” 20 anos – Show com Lara Rossato – Tributo a Mercedes Sosa

“Ocidente Acústico” 20 anos – Show com Lara Rossato – Tributo a Mercedes Sosa

Cidade Comunicação Cultura Música Notícias Porto Alegre

Por ter uma infância muito ligada a música latina, em especial as canções de Mercedes Sosa, Lara acabou postando alguns vídeos interpretando canções que Mercedes interpretava, foi aí que surgiu a ideia e convite da Nofoco Produções em convida-la para homenagear uma das maiores cantoras da época, e foi de imediato que Lara aceitou o convite.

Acompanhada por Rafa Schüler (Rock de Galpão, Lucile Band e Azzy) no violão solo e, Gulherme Gul (Rock de Galpão) na percussão e Rodrigo Morales no Violão, Lara levará ao palco um espetáculo envolvente e cheio de clássicos interpretados pela Mercedes Sosa ao longo de sua carreira, canções como: Alfonsina Y El Mar, Gracias A La Vida, La Maza, Solo Le Pido A Dios, Volver A Los 17, entre outras que farão parte do repertório. É um show acústico, enxuto porém requintado, um show bem intimista, de forma introspectiva como a própria Mercedes Sosa se apresentava na maioria das vezes.

Lara Rossato

Vinda do interior de Dom Pedrito-RS, fronteira com o Uruguay, Lara ouvia no rádio as canções que tocavam no país vizinho, entre essas canções, muitas eram interpretadas por Mercedes Sosa, quando se mudou para região central de Dom Pedrito suas amizades eram muito ligadas à música e ali se deu início a Lara Rossato cantora, em 2005 mudou-se para Pelotas para dar continuidade à sua carreira como cantora e, compositora, participou de várias bandas até lançar seu primeiro disco solo intitulado “Doce”, um disco com influências mais roqueiras porém com pitadas latinas, Em 2012, mudou-se para Porto Alegre, sem conhecer ninguém mas muito disposta a investir na carreira. Enquanto compunha seu segundo disco, entrou para o coletivo de compositores ESCUTA – O SOM DO COMPOSITOR (um movimento de artistas que fomentava a cena autoral da cidade). Nesse ano, Lara já fez seus primeiros shows na capital. Em setembro de 2014 “Mesa para dois” foi lançado na web, com uma sonoridade pop, esse mesmo disco, ganhou menção honrosa pelo site Embrulhador no Prêmio “Melhores da música Brasileira” em 2015, e no mesmo ano Lara foi escolhida para representar o Brasil no segundo maior festival da América Latina, o Festival Internacional de La Canción de Punta Del Este no Uruguay. Em 2016 já bem conhecida no meio artístico, Lara começa receber convites para se apresentar em diversos lugares do estado, um deles, no “Sunset Beira Rio” fazendo a abertura para a lendária banda Rolling Stones. Ainda neste ano Lara foi destaque na conceituada revista “Donna” do jornal Zero Hora, sendo indicada como uma das representantes das novas vozes do Rio Grande do Sul junto com outras quatro cantoras. Em agosto, ganhou o troféu de melhor intérprete no 6º Festival de música da Juventude de Porto Alegre e foi homenageada em sua cidade natal ganhando o título de Cidadã Ilustre pelos feitos conquistados em sua ainda curta carreira. Em 2017 Lara foi convidada para cantar na Festa Nacional da Música e no 9º Festival de Inverno de Porto Alegre e também no Festival Pepsi Twist Land na praia de Atlântida no Rio Grande do Sul. Mesmo com as influências e a carreira voltada para o Pop, Lara nunca perdeu a essência interiorana, e por isso resolveu apostar no tributo a Mercedes Sosa, cantora que fez parte de sua infância e lhe deu muitos motivos para seguir cantante.

QUANDO: 7 de junho (quinta) de 2018.

23 horas – a casa abre às 21 horas.

Ingressos: R$30,00 (trinta reais).

ONDE: Ocidente – João Telles esq. Osvaldo Aranha

INFORMAÇÕES: (51) 3012 2675 – www.barocidente.com.br

Eleições 2018: Marenco confirma candidatura a Assembleia Legislativa; por Giovani Grizotti/Repórter Farroupilha

Eleições 2018: Marenco confirma candidatura a Assembleia Legislativa; por Giovani Grizotti/Repórter Farroupilha

Cultura Destaque Música Poder Política

O cantor Luiz Marenco será candidato a deputado estadual, pelo PDT. É a segunda vez que ele tenta uma vaga na Assembleia Legislativa. Apadrinhado pelo presidente da casa, deputado Marlon Santos (PDT), que concorrerá a deputado federal, diz que não tem “receios quanto a entrar num meio tão rejeitado”. Leia o chasque que Marenco enviou ao Repórter Farroupilha, após ser questionado quanto a sua candidatura:
“Amigo Grizotti.
Sim amigo, sou pré- candidato a Deputado Estadual pelo PDT. Já fui candidato em outra ocasião, e não fui eleito por 500 votos, entretanto decidi me candidatar novamente por entender que nossa cultura como um todo precisa de representatividade, de alguém identificado com a causa. Meus companheiros de estrada me chamaram na responsabilidade, e eu me sinto honrado com essa distinção, e não tenho receios quanto a entrar em um meio tão rejeitado, como tu mesmo fala, quem me conhece, quem acompanha meu trabalho sabe quem sou e de onde eu venho, sou um cantador do Rio Grande, e sempre vou ser, e é por isso que aceitei este desafio, entendendo que o legislativo precisa de renovação, garantindo espaço para a boa política. Meus 30 anos de estrada me dão a certeza que não me faltará apoio e compreensão. Neste tempo nunca frouxei um tento, portanto tenho a convicção que as pessoas que sempre acompanharam meu canto estarão comigo, e não duvidarão das minhas intenções. Entenderei com respeito aqueles que não concordarem comigo, mas meu compromisso é com a Cultura e Educação. Quero que todos saibam, que vou continuar o mesmo Marenco de sempre, e se em 30 anos não mudei, não vai ser agora!
Vou exercer meu mandato da mesma forma que faço minha música, com o coração!
Grande abraço”.

Pedro Mariano apresenta show piano e voz nesta sexta-feira em Porto Alegre

Pedro Mariano apresenta show piano e voz nesta sexta-feira em Porto Alegre

Agenda Comportamento Comunicação Cultura Destaque Música Vídeo

Pedro Mariano, um dos mais respeitados interpretes da música brasileira, se une ao pianista Marcelo Elias, para apresentar o show Piano e Voz. O espetáculo chega a Porto Alegre nesta sexta-feira, dia 25 de maio, às 21h, no Teatro do Bourbon Country, com realização da Opus Promoções. Os ingressos estão à venda.

Em uma atmosfera intimista, Pedro entra com todo seu encanto e com sua voz, caracterizada e conhecida como uma das mais belas vozes masculinas do País, somando sua desenvoltura com seu carisma. Marcelo Elias entra com a experiência e excelência de um verdadeiro músico. Nesse show, Pedro interpreta canções da música popular brasileira que marcaram sua vida.

Músicas essas de compositores brasileiros consagrados como Caminhos Cruzados (Tom Jobim e Newton Mendonça), Acaso (Abel Silva e Ivan Lins) e Dupla Traição (Djavan); Tem Dó (Baden Powell e Vinícius de Moraes); Sangrando (Gonzaguinha), Um pouco mais perto (Ana Carolina, Chiara Civello e Edu Krieger), Você (Roberto Carlos), entre outras.

SERVIÇO

PEDRO MARIANO NO SHOW PIANO E VOZ

Dia 25 de maio
Sexta-feira, às 21h

Teatro do Boubon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)
www.teatrodobourboncountry.com.br

Duração: 105 min.

Classificação: Livre