SEBRAE/RS promove palestra online sobre novo Simples nesta sexta-feira

SEBRAE/RS promove palestra online sobre novo Simples nesta sexta-feira

Destaque Economia Negócios Tecnologia

O sistema de tributos que é aplicado às micro e pequenas empresas vai ganhar novas regras a partir de 2018. Para explicar as principais mudanças do Simples Nacional, o SEBRAE/RS vai realizar uma palestra online no dia 20 de outubro, das 15h às 16h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas a partir do link https://goo.gl/ChGkow. Após o evento, a palestra ficará disponível para consultas dos empresários.

Quem vai apresentar as alterações nas regras e na forma de cálculo do Simples Nacional a partir da Lei Complementar 155/6 é a advogada tributarista Kalinka Bravo. “Uma das principais novidades é o aumento do teto para as empresas se enquadrarem nesse sistema. Antes, podiam optar pelo Simples Nacional os empreendimentos com faturamento de até R$ 3,6 milhões ao ano. A partir de 2018, o valor passa a R$ 4,8 milhões”, explica. “A mudança possibilita que mais negócios obtenham os benefícios do sistema”, destaca. O prazo para os empresários optarem pelo Simples Nacional vai até 31 de janeiro de 2018.

Outro aspecto que foi modificado é a possibilidade de empresas com maior folha de pagamento terem uma tributação menor. “Existe uma regra de ouro para determinadas atividades com soma de salários igual ou superior a 28% da receita bruta. Nesses casos, a cobrança dos tributos será feita a partir de uma tabela com alíquotas mais vantajosas para as MPEs”, esclarece a palestrante.

Kalinka Bravo é advogada tributarista e sócia na Rafael Pandolfo Advogados Associados. Conselheira da Comissão Especial de Direito Tributário da OAB/RS, também é membro do Instituto de Estudos Tributários – IET. Graduada pela Universidade Ibirapuera (SP/SP), possui MBA Executivo em Direito Civil e Processo Civil pela FGV e é especializada em Direito Tributário pelo IBET e em Gestão de Tributos e Planejamento Tributário Estratégico na Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia (FACE-PUC/RS).

Presidente do Sindicato de Máquinas do Rio Grande do Sul pleiteia continuidade do programa Mais Alimentos Internacional em audiência em Brasília

Presidente do Sindicato de Máquinas do Rio Grande do Sul pleiteia continuidade do programa Mais Alimentos Internacional em audiência em Brasília

Agenda Agronegócio Destaque Economia Negócios
O presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul – SIMERS, Claudio Bier, aproveitou sua ida a Brasília, representando a FIERGS em reunião com a CNI, para pleitear uma demanda de fundamental importância para o setor de máquinas e implementos agrícolas: a continuidade do programa Mais Alimentos Internacional. Em audiência, na manhã desta quarta-feira (18), com o secretário-executivo da Casa Civil da Presidência da República, Daniel Sigelmann, Bier ressaltou os prejuízos que as empresas, muitas delas associadas do SIMERS, terão com a interrupção do programa, visto que as negociações para o fornecimento do segundo tranche de maquinário ao Zimbábue, na África, já encontra-se em estágio avançado. Estiveram presentes também no encontro, representantes da Anfavea e Abimaq. No mês passado, a comitiva já havia se reunido com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que prometeu dar encaminhamento ao pedido.
 
– Temos esperança em reverter esta situação, sensibilizando o Governo com a importância desse programa. Foi uma reunião proveitosa, em defesa dos interesses do nosso setor – ressaltou Claudio Bier.
 
A suspensão do Mais Alimentos Internacional foi anunciada na Expointer, durante reunião dos associados do Sindicato, pelo coordenador do programa, Guilherme Martinelli.
Porto Alegre: Lojas do Centro da Capital abrirão aos domingos. Sindilojas lança ainda Wi-Fi gratuito para clientes de estabelecimentos associados

Porto Alegre: Lojas do Centro da Capital abrirão aos domingos. Sindilojas lança ainda Wi-Fi gratuito para clientes de estabelecimentos associados

Cidade Cultura Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Negócios Poder Política Porto Alegre prefeitura Segurança Tecnologia Turismo

Em reunião hoje entre representantes da prefeitura de Porto Alegre,  Sindilojas e redes varejistas ficou definida a abertura das lojas localizadas no Centro da Capital aos domingos. Mesmo que a lei permita, esses espaços comerciais não são normalmente abertos, em função da pequena presença de populares aos domingos na região. Segundo o presidente do Sindilojas, Paulo Kruse, a ideia é promover eventos culturais e com isso levar a população a circular pela área que tem potencial econômico e comércio variado. Redes como Renner, Lebes, Americanas, Lojas Aldo, Rabusch, Diniz e outras já confirmaram a abertura dos seus pontos de venda. A intenção agora é convencer permissionários do Mercado Público a aderirem e com isso também abrir o histórico centro de compras. Kruse revelou ainda que o Sindilojas e outras entidades devem se reunir com a Brigada Militar, para detalhar o plano e montar o esquema de segurança para que a iniciativa já se realize a partir do início de novembro. Período por sinal, que o Centro está naturalmente mais movimentado em função da Feira do Livro.

 E atento ao que acontece e preocupado com a utilização das novas tecnologias pelos consumidores, o Sindilojas Porto Alegre lançou uma nova ferramenta para atrair o público consumidor até as lojas: wi-fi gratuito. Batizado como “Varejo Wi-Fi”, o sistema vai ser oferecido a todos os estabelecimentos conveniados e fornecer conexão grátis e segura para os consumidores. Ao preencher um cadastro, os usuários poderão permanecer conectados nas lojas durante a compra.

Conforme o presidente Sindilojas, “é a oportunidade do lojista oferecer uma nova experiência dentro da sua loja e ter um melhor conhecimento sobre o público, criando novos relacionamentos e novas estratégias de venda.” O presidente do Sindilojas, Paulo Kruse, ressaltou que “o objetivo é conectar as lojas aos seus públicos, criando uma experiência que vá além da compra, envolvendo o cliente e criando uma relação com a marca.” (Felipe Vieira com informações de Ananda Müller/Rádio Guaíba)

Temer pode trocar comando do BNDES para ‘acalmar’ Maia

Temer pode trocar comando do BNDES para ‘acalmar’ Maia

Destaque Economia Negócios

Às vésperas da votação da segunda denúncia e após mal-estar com Rodrigo Maia, Michel Temer estuda a troca de Paulo Rabello de Castro, hoje no comando do BNDES, por um nome ligado ao presidente da Câmara. Maia já havia indicado Luciano Snel, da Icatu Seguros, para o cargo, mas não conseguiu emplacá-lo. Ele nega que tenha feito pressão pela mudança. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Um cachorro-quente para cada país

Um cachorro-quente para cada país

Gastronomia Negócios Notícias

Tudo começou com um curso de gastronomia concluído pelo proprietário da DogHaus em 2014. A ideia de trabalhar com lanches fez Bruno Avigliano de Menezes usar a família como grupo de testes até encontrar o sanduíche ideal. Vendo que era uma proposta séria, a sogra resolveu investir no pequeno negócio, e assim nasceu a DogHaus Gourmet, empresa de cachorro-quentes temáticos por países. Para o cardápio, os sócios, (Bruno, sua esposa Bruna Bernardini e a cunhada Pâmela Bernardini) definiram que cada localidade teria o seu dog especial. Dessa forma, o menu elaborado com consultoria de um chef rendeu diferentes sabores: Uruguaio, Alemão, Francês, Gaúcho, Tex Mex e Nova York. Posteriormente, em uma nova mistura de ingredientes, Bruno criou o famoso “Moda da Casa”, aquele que passa a ser uma invenção com a cara do negócio. “Para nós, era muito importante que cada cachorro-quente tivesse um detalhe que fosse único, como a mostarda Dijon e o alho poró no Francês, ou o queijo colonial do Gaúcho”, revela Bruna, responsável pela administração da casa.

Ela conta que ao pensar em expandir o empreendimento procurou o SEBRAE/RS para buscar as orientações necessárias na hora de franquear a empresa. “Foi nesse momento que vimos algumas falhas de estrutura e tratamos de corrigir antes de dar o próximo passo, pois isso significaria uma maior chance de acertarmos o planejamento completo”, indica a proprietária.

A principal modificação foi o local. A partir do dia 20 de outubro, a DogHaus estará na Rua Dr. Barcelos, no centro de Canoas. “Pensamos em uma estrutura moderna e que nos possibilite ampliar ou mudar de local. Por isso o container é tão legal. Contratamos uma arquiteta para adaptar o espaço e criamos a concepção da lanchonete”, destaca animada, Bruna.

O gestor do programa Franquias RS do SEBRAE/RS, Rodrigo Baierle, explica que a DogHaus está na 1º etapa do projeto Franquias RS. Trata-se da análise de Franqueabilidade. “O processo de formatação de franquia se baseia em um modelo de negócios de sucesso. Para isso, a DogHaus está lançando a loja conceito, que servirá de experimento para essa nova proposta da marca”, detalha Baierle.
Bruna considera que os consultores da entidade são essenciais para o crescimento da empresa. “O SEBRAE/RS é algo que todo empreendimento deveria ter ao seu lado, pois não importa a nossa graduação, eles sempre têm o conhecimento de que precisamos para aplicar em cada etapa”, destaca.

Para conhecer a DogHaus, o site é www.doghaus.com.br.

RS: Turismo na região da Campanha e Fronteira Oeste pode ser oportunidade de negócios

RS: Turismo na região da Campanha e Fronteira Oeste pode ser oportunidade de negócios

Destaque Economia Negócios Turismo

As “Oportunidades para o turismo no Pampa Gaúcho” serão apresentadas nos dias 17 e 18 de outubro durante eventos especiais nas cidades de Uruguaiana e Bagé. Trata-se de um levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa de Mercado da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (IPM-Unisinos) a partir de uma demanda o Programa LIDER, articulado pelo SEBRAE/RS. Esta iniciativa visa promover o desenvolvimento da região da Campanha e Fronteira Gaúcha, colaborando com o crescimento do Estado. Os dois encontros serão gratuitos e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (55) 3412-4694, ou pelo e-mail monicag@sebrae-rs.com.br.

Na cidade de Uruguaiana, os resultados dessa análise serão apresentados no dia 17, das 10h às 16h, na Casa Bento (Rua General Bento Martins, 3438). Em Bagé, o encontro ocorre no dia 18, quarta-feira, das 10h às 16h, no Espaço Aquarela (Rua General Osório, nº 249).

De acordo com a técnica da Gerência de Indústria, Comércio e Serviços do SEBRAE/RS Amanda Paim os eventos irão levar aos empresários dados consolidados da pesquisa para que, durante as oficinas de trabalho, possam discutir as melhores formas de ampliar as possibilidades de turismo na região.

“Vamos fazer um esforço para reunir os atores do poder público, entidades empresariais, Sistema S, empreendedores e universidades para compreender melhor os diferenciais e as oportunidades”, argumenta a técnica. Ela reforça, ainda, que a ideia é criar uma agenda convergente para desenvolver o turismo na região.

Sindicatos temem perda de até R$ 3 bi sem imposto. Entidades se preparam para mudança, que entrará em vigor em novembro

Sindicatos temem perda de até R$ 3 bi sem imposto. Entidades se preparam para mudança, que entrará em vigor em novembro

Destaque Direito Economia Negócios

Os sindicalistas temem perder a maior parte da receita proveniente do imposto sindical, que deixa de ser obrigatório com a entrada em vigor da reforma trabalhista. A arrecadação com o imposto foi de cerca de R$ 2,9 bilhões no ano passado. A partir de novembro, o imposto sindical, que eqüivale a um dia de trabalho e ê descontado em folha, passa a ser voluntário.
Segundo o economista José Dari Krein, da Unicamp, entre 25°/o e 30% da receita dos sindicatos ê obtida com esse repasse.

A dependência ê maior no caso das centrais, que em alguns casos praticamente sobrevivem do imposto, uma vez que não contam com mensalidade de sócios. A CUT, maior central sindical do país, prevê orçamento 30% menor em 2018. A Força Sindical afirma que corre o risco de acabar sem essa fonte de renda. Ela e a UGT defendem uma contribuição assistencial de trabalhadores de toda categoria (e não só dos filiados).

As entidades pressionam o governo Temer a editar uma medida provisória que regulamente a questão. A taxa de sindicalização no Brasil gira em torno de 20%, segundo 0 IBGE.  A reportagem completa está na Folha de São Paulo.

SEBRAE/RS promove nesta segunda-feira palestra online sobre retenção de talentos

SEBRAE/RS promove nesta segunda-feira palestra online sobre retenção de talentos

Agenda Negócios Notícias

Apresentar estratégias para reter talentos, diminuindo custos e potencializando os resultados da organização. Esse é o foco da “Palestra online: Como reter talentos?”, que o SEBRAE/RS promove no dia 16 de outubro, a partir das 14h. O evento será ministrado pela psicóloga e especialista em Gestão de Pessoas, Alexandra Corrêa. Mais informações e inscrições no site.

Alexandra Corrêa é psicóloga, especialista em Gestão de Pessoas, especialista em Gestão Estratégica da Comunicação Empresarial. Especialista em Dinâmica dos Grupos pela SBDG – Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos. Possui formação em Coach pelo International Association of Coaching Institutes; Formação em Professional Leader Coach (Sociedade Latino Americana de Coaching). Também tem formação em coaching executivo e Master coach (Sociedade Latino Americana de Coaching). É consultora em Assess – Criação e Avaliação de Modelos de Competências e consultora em Sixseconds – Avaliação de Inteligência Emocional.

Ela desenvolve atividades com foco na estruturação de processos em Gestão de Pessoas há 12 anos. Além disso, atua na capacitação em desenvolvimento pessoal para a formação de líderes e coaching executivo. É ainda diretora Sócia da Valor Humano – Consultoria e Gestão Estratégica Ltda.

No encontro, Alexandra irá falar sobre a importância de manter os melhores funcionários trabalhando, retendo conhecimento, diante do perfil dos trabalhadores que vem mudando muito nos últimos anos. “Com as novas gerações, as micro e pequenas empresas precisam estar atentas ao mercado e ao comportamento desses profissionais. Para isso, precisam adotar práticas que favoreçam o desenvolvimento das pessoas”, revela o técnico da Gerência de Soluções do SEBRAE/RS Saulo Roberto Henrich Morschel.

 

Porto Alegre: Maiora Design Furniture realiza Special Sale

Porto Alegre: Maiora Design Furniture realiza Special Sale

Cidade Economia Negócios Notícias

Os fãs de peças de design assinado – especialmente por artistas brasileiros – tem o que comemorar. De 18 a 21 de outubro, a Maiora Design Furniture, loja de moveis de design que traz com exclusividade peças de designers nacionais e internacionais, promoverá um Special Sale. Diversas peças estarão, excepcionalmente nesta data, com preços muito especiais, em uma proposta de montagem com assinatura da Nomma Media no outlet da loja. Nas paredes, as telas do artista plástico Pedro Matsuo – obras marcadas pela geometria, com traços contínuos ou quebrados, de dimensões e espessuras variáveis, expressam sentimentos através de imagens abstratas e orgânicas e frases além do óbvio.

A ocasião é uma oportunidade de adquirir peças de renomados designers e studios, como Sérgio Rodrigues, Jader Almeida, Pedro Franco, Marcelo Rosenbaum e Zanini de Zanine, MOOI (italiana) e Karin Rashid (egípicio), para acrescentar um pouco mais de requinte na decoração da casa ou do escritório.

Para fazer período imperdível, quem comprar acima de R$1.000,00 receberá uma mini tela do artista Pedro Matsuo.

A loja estará aberta de quarta a sexta das 9h às 19h, e sábado das 9h às 16h na Rua Dr. Timóteo, 597 – Moinhos de Vento, Porto Alegre RS.

 

SPECIAL SALE MAIORA

De 18 a 21 de outubro

De quarta a sexta das 9h às 19h, e sábado das 9h às 16h

Rua Dr. Timóteo, 597 – Moinhos de Vento, Porto Alegre RS

Porto Alegre: Dimóvel inaugura nova sede

Porto Alegre: Dimóvel inaugura nova sede

Cidade Negócios Notícias Porto Alegre

Com trajetória de mais de 30 anos no mercado imobiliário de Porto Alegre, a Dimóvel inaugura nova sede na Zona Sul e se prepara para o crescimento do setor imobiliário. Mesmo com cenário econômico mais retraído, a locação de imóveis residenciais na região se manteve aquecida. “Os preços deram uma sócios e irmãos Roberta e Rodrigo Albuquerqueacomodada, mas o residencial não sentiu muito. Alguns apartamentos bem localizados de dois dormitórios têm até fila de espera”, destaca o diretor da Dimóvel, Rodrigo Albuquerque.

Segundo Albuquerque, esse cenário está muito ligado aos novos tempos de economia compartilhada em que a locação de imóvel residencial ganha força. “Há um movimento maior pela locação, de experimentar primeiro o bairro, o dia a dia para depois fazer o investimento num imóvel próprio”, afirma.

Mesmo assim,  Albuquerque acredita que a compra de imóveis continua sendo um bom negócio para quem busca rentabilidade e segurança. Pensando nisso, a nova sede da Dimóvel será também uma extensão do showroom das construtoras que lançam novos empreendimento na Zona Sul. “Somos uma referência no bairro e queremos abraçar esses novos projetos e apresentar de forma qualificada para os nossos clientes”, diz.