STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão

STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão

Direito Notícias

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje que o goleiro Bruno de Souza deve voltar de imediato para a prisão em regime fechado. Em liberdade desde 25 de fevereiro, ele se beneficiou com uma decisão liminar (provisória) do ministro Marco Aurélio determinando a soltura.

A decisão desta terça é da Primeira Turma do STF, que acompanhou a posição do relator do caso, ministro Alexandre de Moraes. Prevaleceu o entendimento de que Bruno não pode ficar solto porque isso contraria a decisão soberana do júri popular, que negou ao goleiro o direito de recorrer da condenação em liberdade.

Bruno é acusado de participação na morte da ex-namorada Eliza Samúdio, com quem teve um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e é considerada morta pela Justiça. Em 2013, o Tribunal do Júri da Comarca de Contagem (MG) condenou o goleiro a 22 anos e três meses de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, com emprego de asfixia e com recurso que dificultou a defesa da vítima), sequestro, cárcere privado qualificado e ocultação de cadáver. O corpo de Eliza, até hoje, segue desaparecido.

“A decisão soberana do tribunal popular deve ser respeitada no presente habeas corpus, em que não há nenhuma alegação de nulidade ou de manifestação contrária à prova dos autos. Inclusive, a soberania do veredicto expedido pelo tribunal do júri de Contagem foi alicerçada também na própria confissão realizada pelo réu em plenário”, disse Alexandre de Moraes ao votar pelo não conhecimento do recurso do goleiro. Acompanharam o relator os ministros Rosa Weber e Luiz Fux.

Antes de ser solto, Bruno ficou seis anos e sete meses preso preventivamente, entre 2010 e 2017, após um inquérito policial apontá-lo como principal suspeito de ter matado a ex-namorada.

Na decisão desta terça-feira, ficou determinado pelo STF a prisão imediata de Bruno, que hoje é goleiro do Boa Clube, time que disputa o Campeonato Mineiro. O time da cidade de Varginha (MG) perdeu diversos patrocínios desde que contratou o jogador.

Divergência

Voto vencido, o ministro Marco Aurélio acolheu o argumento da defesa de que houve excesso de prazo, de mais de três anos desde a primeira condenação, para o julgamento do caso de Bruno pela segunda instância da Justiça.

“A sociedade quer sangue, se possível sangue, e não o devido processo penal”, disse Marco Aurélio no julgamento desta terça-feira, no qual manteve a posição. “O réu é primário e possui bons antecedentes”, acrescentou.

O entendimento dos demais ministros foi o de que a demora no julgamento pela segunda instância se dá pelas peculiaridades do caso, não podendo ser atribuída à inércia dos órgãos de Justiça.

O caráter hediondo dos crimes também justifica a manutenção da prisão de Bruno, argumentou o ministro Luiz Fux. “Não são fatos de mídia, são fatos no autos do processo, fato gravíssimos”, afirmou. (Agência Brasil)

Missão à Feira de Hannover 2017 amplia conhecimento para micro e pequenas empresas. No primeiro dia de visitas técnicas, o SEBRAE/RS acompanha os pequenos negócios à fabrica da Airbus, em Hamburgo

Missão à Feira de Hannover 2017 amplia conhecimento para micro e pequenas empresas. No primeiro dia de visitas técnicas, o SEBRAE/RS acompanha os pequenos negócios à fabrica da Airbus, em Hamburgo

Economia Notícias

Nem bem desembarcaram na Alemanha, para participar da Feira de Hannover 2017, os representantes das micro e pequenas empresas gaúchas apoiadas pelo SEBRAE/RS sentiram o impacto de estar no maior encontro mundial de tecnologia industrial. A missão empresarial, que é realizada em parceria com a FIERGS, possui um ritmo intenso e, já no primeiro dia, antes mesmo de percorrer os corredores dos pavilhões de exposição, os 60 integrantes da comitiva brasileira, tiveram uma visita técnica à fábrica da Airbus, em Hamburgo. Nesse mesmo dia, presenciaram ao vivo a abertura oficial com a chanceler Angela Merkel.

O coordenador de projetos da gerência setorial da Indústria do SEBRAE/RS, Fabiano Dallacorte, que acompanha o grupo representando a instituição, destaca as ações simples e baratas que a gigante Airbus implementou para melhorar a produtividade e que podem, facilmente, serem levadas para o dia a dia das empresas gaúchas. “Eles têm um quadro na linha de produção que mostra o custo de cada rebite na montagem de um avião. Então, se um funcionário perde um rebite, o que é muito fácil pelo tamanho do objeto, ele sabe que está desperdiçando entre 25 e 30 euros. Isso motiva o funcionário a economizar, pois fica claro que qualquer desperdício pode comprometer o desempenho da empresa e como consequência o seu emprego.

Outra solução simples que chamou a atenção do grupo durante a visita é o monitoramento de indicadores, cuja atualização é manual também em quadros espalhados pela linha de produção. “Nada é feito em computadores. A gente até se surpreende pela simplicidade do processo o que já está provocando a reflexão dos nossos empreendedores”, ressaltou. Maico Geremia, da Progere Desenhos Industriais, Bento Gonçalves, ficou impressionado com o tamanho das peças dos aviões que são montadas na unidade visitada. “Tudo é gigantesco, utiliza tecnologia, mas, sobretudo, é muito organizado, pois o erro não pode ter vez em um trabalho como este”, analisou.

Na sequencia da programação, na terça-feira (25/04), haverá um circuito específico sobre automação de linhas de produção. O diretor Técnico do SEBRAE/RS, Ayrton Pinto Ramos, observa que o apoio da instituição para viabilizar a viagem dos pequenos negócios é muito mais do que colocá-los em contato com as tendências internacionais, é uma visão de que o conhecimento deverá trazer as inovações para a produção local. “É a parte em que o desenvolvimento começa a surgir. Sabemos de vários exemplos de pequenas empresas que conseguiram implantar melhorias, fazer negócios, adquirir tecnologia, trazer parcerias para o Rio Grande do Sul”, comenta.

As micro e pequenas indústrias gaúchas são dos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Esteio, Porto Alegre e Santa Maria. Elas foram selecionadas por edital de inscrição do SEBRAE/RS e estão recebendo apoio técnico para aproveitar as oportunidades da programação. Ao todo, a missão empresarial está com 60 participantes, sendo 30 empresas dos estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Santa Catarina e Tocantins.

De olho nas oportunidades

Para o proprietário da Serralheria Sippel, João Bertazzo, de Santa Maria, a busca pelas novidades tornou-se uma estratégia que ajuda a empresa a se manter em alta junto aos clientes. A Sippel, que possui 12 funcionários e produz coberturas, grades, portões, entre outros, está pela terceira vez em Hannover. “Queria comprar máquina que faz cortinas. Sei que agora não é o momento, mas tem muita novidade que podemos aproveitar. Quando fui nas outras oportunidades pude visitar indústrias e ver como são organizados. O material deles é muito eficiente”, empolga-se.

Já Igor De Bastiani, proprietário da Mangueflex, de Caxias do Sul, tem como principais compradores as montadoras de implementos agrícolas e é a primeira vez que integra a missão empresarial à Feira de Hannover. “Vou em busca de novos parceiros. Para comprar produtos e revender aqui. Pelo que eu andei pesquisando, são diversos os expositores dos produtos que eu vendo”, antecipa ele.

O coordenador de projetos da gerência setorial da Indústria do SEBRAE/RS, Fabiano Dallacorte, destaca ainda que a programação incentiva a prospecção de parcerias de negócios, em que podem surgir novas perspectivas na internacionalização das micro e pequenas empresas.

O tema central do evento em 2017 é a “Indústria Integrada e os desafios da quarta Revolução Industrial, a Indústria 4.0”. A partir dele, toda a Feira deverá tratar, por exemplo, de questões como “comunicação entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas”, “descentralização dos processos”, “integração da informação”, “eliminação de desperdícios e redução de custos”, “novas tecnologias, tecnologia da informação, automação” e “produtividade”.

PSB se posiciona contra reformas do presidente

Quinto maior partido da base aliada do presidente Michel Temer, o PSB se declarou na noite desta segunda (24) contra as reformas trabalhista e da Previdência. A atitude sinaliza que a legenda pode deixar de apoiar o governo do peemedebista. Caso o PSB debande, a base na Câmara perderá 35 integrantes e terá 376. Temer agora atuará para tentar impedir traições em outras siglas governistas, como PTB e PPS. Para aprovar a reforma previdenciária, 308 votos são necessários. (Folha de São Paulo)

Marqueteiros do PT dizem que Dilma sabia de caixa 2. Santana e Mônica contaram que petista conhecia conta no exterior

PF e governo do Paraná pedem adiamento de interrogatório de Lula pelo juiz Moro, marcado para o próximo dia 3, por dificuldades em montar esquema de segurança após o feriado do dia 1º

Em depoimento à Justiça Eleitoral, o casal de ex-marqueteiros do PT João Santana e Mônica Moura afirmou que a expresidente Dilma sabia da existência de caixa 2 na eleição de 2014. Santana fez as três últimas campanhas presidenciais do PT: 2006, vencida por Lula, e 2010 e 2014, quando Dilma ganhou. O marqueteiro contou que a ex-presidente perguntou a ele se a conta Shellbill, usada por Santana para receber recursos na Suíça, era segura. Dilma reagiu dizendo que o casal, que fez acordo de delação premiada com a Lava-Jato, foi “induzido a delatar fatos inexistentes”. A PF pediu ao juiz Sergio Moro que adie o depoimento de Lula, marcado para o dia 3, por questão de segurança. (O Globo)

Petrobras briga com distribuidoras para entregar gás

A Petrobras propôs ao governo mudança que pode retirar das distribuidoras de gás fatia importante de suas receitas. A estatal quer acabar com o monopólio estadual da distribuição e entregar diretamente a grandes consumidores, sem pagar pelo transporte. A proposta enfrenta resistência dos Estados. (Folha de São Paulo)

Energia atrai investidores

O governo considerou um sucesso o leilão de 31 linhas de transmissão de energia. Os vencedores vão ter de investir R$ 12,7 bi. Como houve deságio, haverá economia de R$ 24 bi para o consumidor. (O Globo)

Maior assalto da história do Paraguai tem PCC e 4 mortes. Polícia de São Paulo reforça vigilância em presídio onde está Marcola

Maior assalto da história do Paraguai tem PCC e 4 mortes. Polícia de São Paulo reforça vigilância em presídio onde está Marcola

Notícias Segurança

Pelo menos 30 homens usando armamento de guerra, como metralhadora ponto 50, fuzis e explosivos, roubaram US$ 40 milhões da empresa de transporte de valores Prosegur, em Ciudad del Este, no Paraguai, na madrugada de ontem. Usando vários veículos, os bandidos cercaram os acessos à transportadora e derrubaram muros. Um policial morreu na hora e três suspeitos foram mortos depois, durante perseguição. Parte da quadrilha cruzou a fronteira e passou para o lado brasileiro por volta do meio-dia. No caminho, trocou tiros com a polícia. Autoridades consideram o roubo o maior da história do Paraguai. As polícias dos dois países acreditam que o Primeiro Comando da Capital (PCC) esteja envolvido no caso. Em nota, o presidente Michel Temer lamentou o fato. Para o promotor Lincoln Gakiya, do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do MPE, o assalto foi idêntico aos praticados pelo PCC em São Paulo.


Resgate de Marcola

Agentes da Rota, grupo de elite da Polícia Militar, foram deslocados ontem para Presidente Prudente (SP) após investigação apontar que integrantes do PCC pretendiam resgatar o seu líder Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, preso em Regime Disciplinar Diferenciado. (O Estado de São Paulo)

Ministros vão reforçar votação

Os 15 ministros do governo Temer que têm mandato de deputado federal voltarão à Câmara para votar a favor da reforma da Previdência na próxima semana. Ontem, o PSB fechou questão contra as mudanças na aposentadoria e também contra a reforma trabalhista. (O Globo)

Porto Alegre: Criminoso em fuga deixa quatro veículos danificados e uma pessoa ferida no Moinhos de Vento

Porto Alegre: Criminoso em fuga deixa quatro veículos danificados e uma pessoa ferida no Moinhos de Vento

Cidade Notícias Porto Alegre Segurança

Um criminoso em um Kia Cerato roubado provocou, no final da madrugada desta segunda-feira, um acidente deixando quatro veículos danificados e uma pessoa ferida na esquina da rua Mostardeiro com a avenida Goethe, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

18118753_1473687512705224_2286726501225525749_n
Foto: Valéria Sá/Facebook

A Brigada Militar começou a perseguir o carro roubado na avenida Independência. Na fuga,o ladrão ingressou na rua Mostardeiro em alta velocidade e, no cruzamento com a Goethe, o veículo bateu na viatura da BM, em um táxi, um Peugeot 206 e num Corsa Classic. O motorista do Classic ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro.

O criminoso foi preso. O Kia Cerato havia sido roubado próximo ao Mercado Público, no Centro da Capital. (Eduardo Paganella / Rádio Guaíba)