Campanha do Agasalho terá coleta no jogo Inter x Paysandu

Campanha do Agasalho terá coleta no jogo Inter x Paysandu

Comunicação Destaque Notícias

O Sport Club Internacional entra como parceiro da Campanha do Agasalho 2019. Nesta quinta-feira, 23, no jogo Inter x Paysandu, haverá Ponto de Coleta na loja 23 (entrada pelo Portão 4) e no guichê da Estapar no Edifício Garagem, a partir das 18h30. Uma equipe de voluntários estará junto aos dois pontos para receber as doações.

O clube disponibilizou um Ponto de Coleta fixo na Loja do Coração do Gigante (entrada pelo Portão 4), que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19h, além de pontos estratégicos nos jogos Inter x Avaí, dia 2 de junho, e Inter x Bahia, dia 12 de junho.

A Campanha do Agasalho 2019 já recebeu 46.527 peças doadas, destas, 45.214 foram entregues para 35 entidades, beneficiando 11.551 pessoas.

Esquenta Porto Alegre – O tema da campanha este ano é “Esquenta Porto Alegre” e o lema é “Tem gente que não dá bola para o frio. Juntos, nós damos”. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE). Entre as arrecadações, estão peças de roupas, novas e usadas, cobertores, calçados, fraldas descartáveis e alimentos não perecíveis. A prefeitura alerta para que as peças estejam em condições de uso, sem sujeira ou rasgos. Sapatos devem ter os pares. As doações serão encaminhadas às entidades ligadas à Fundação de Assistência e Cidadania (Fasc), já beneficiadas em anos anteriores, e às que se cadastrarem no e-mail campanhadoagasalhado2019@portoalegre.rs.gov.br.

Empresas interessadas em apoiar a iniciativa podem fazer contato pelo telefone (51) 3289-2321 ou pelo e-mail campanhadoagasalho2019@portoalegre.rs.gov.br. Há duas formas de participação: parceiros que fazem campanhas internas e doam para a prefeitura (foram 31 entidades em 2018) e parceiros que disponibilizam pontos de coleta nos seus estabelecimentos (foram 52 no ano passado).

Veja aqui os pontos de coleta

Cristóvão: liberado o trânsito na alça de acesso Norte/bairro

Cristóvão: liberado o trânsito na alça de acesso Norte/bairro

Comunicação Destaque Notícias

O trânsito na alça de acesso Norte/bairro da Trincheira da Cristóvão Colombo foi liberado nesta quarta-feira, 22. Com a mobilização da prefeitura, que colaborou com maquinário, equipamentos e mão de obra necessária, e de moradores e empresários da região, que fizeram uma doação de materiais, foi concluída na quinta-feira, 16, esta etapa da obra. A alça de acesso Norte/bairro recebeu a aplicação de nova camada asfáltica. O trânsito no local foi liberado após o tempo necessário para o esfriamento do asfalto e ajustes na sinalização viária.

Também foram feitas terraplenagem das calçadas e meios-fios, drenagem e preparação da base do pavimento. Os trabalhos foram executados pela empresa terceirizada contratada pela Divisão de Conservação de Vias Urbanas (DCVU).

A liberação do trânsito no interior da trincheira, no trecho que permite o fluxo pela avenida Cristóvão Colombo, entre a Plínio Brasil Milano e a Benjamin Constant, já ocorreu em 19 de março, trazendo mais fluidez no entorno. Para isso, foram feitos um muro de contenção, pintura e instalação de sinalização pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Licitação – A Superintendência de Licitações e Contratos da Secretaria Municipal da Fazenda publicou no Diário Oficial (Dopa), em 6 de maio, a abertura de licitação, do tipo menor preço, para contratação de empresa/consórcio para execução da trincheira da Cristóvão Colombo. A sessão pública de abertura ocorrerá às 14h30 de 6 de junho, na rua Siqueira Campos, 1300, 3º andar.

Entre os serviços necessários ainda estão o alargamento da Cristóvão Colombo, entre a Honório Silveira Dias e a Luzitana, muros de contenção e o acesso bairro/Sul. Após concluído o processo licitatório e assinado o contrato, iniciam-se os serviços finais na Cristóvão, com previsão de término em oito meses a partir do início. A estimativa da prefeitura é que as obras comecem em agosto.

Histórico – O primeiro contrato para realização dos serviços foi assinado em 2012. As obras começaram em 2013, mas foram paralisadas em 2017 por problemas no consórcio. As empresas classificadas em segundo e terceiro lugares não tiveram interesse em continuar. A partir de então, foi iniciado levantamento de serviços necessários para a conclusão e encaminhada nova licitação.

FABIANO DALAZEN CONFIRMADO NO MP

FABIANO DALAZEN CONFIRMADO NO MP

Comunicação Destaque Notícias

Segundo o Twitter oficial do MP/Rs, o Governador do Estado, Eduardo Leite, oficializou o nome do Procurador-Geral de Justiça, Fabiano Dallazen no comando do Ministério Público do RS.

Capturar

Dallazen, é o atual procurador e estava licenciado, foi reeleito no último sábado com 410 votos, (50.9% dos votos). Assim o Governador Eduardo Leite manteve a indicação da maioria dos votos do MP gaúcho.

Os outros nomes que estavam na lista tríplice com entregue pelo MP ao Governador Leite eram o promotor de Justiça, Márcio Schlee Gomes, e o procurador de Justiça Luiz Henrique Lima Faria Corrêa.

A posse do chefe do Ministério Público gaúcho está marcada para o dia 7 de junho, às 17h, perante o Órgão Especial do Colégio de Procuradores, no auditório da Instituição.

Porto Alegre: Lançado novo edital para diagnóstico e reestruturação da Carris

Porto Alegre: Lançado novo edital para diagnóstico e reestruturação da Carris

Comunicação Destaque Notícias

A prefeitura publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira, 21, o novo Edital de Concorrência Pública (modalidade de licitação Pregão Eletrônico 173/ 2019) para contratação da consultoria que fará o diagnóstico e apresentará futuros cenários de reestruturação da Companhia Carris Porto-Alegrense. O objetivo é desenvolver uma nova modelagem que contemple a análise dos estudos e serviços técnicos e operacionais, jurídicos e contábeis, para definir uma solução econômico-financeira viável de sustentação da Carris.

A intenção é eliminar os déficits existentes e diminuir os recorrentes aportes do município para garantir a operação da empresa, sem que haja prejuízo na prestação de serviços essenciais à população. A abertura do pregão eletrônico está prevista para 3 de junho, às 10h.

Agora, conforme o previsto no novo pregão, os licitantes deverão apresentar proposta de menor preço, a partir do valor máximo fixado para a prestação dos serviços, que é de R$ 3.113.030,57. Os estudos técnicos serão desenvolvidos em até 12 meses e devem contemplar os aspectos de valoração da Carris (Valuation da empresa, o quanto ela vale no mercado), do diagnóstico dos serviços prestados pela Companhia, da análise de cenários de investimentos e da proposição de melhorias na estratégia de negócios.

Revogação de edital – Em abril deste ano, a prefeitura revogou o edital por falta de competitividade no processo, já que houve habilitação de apenas uma licitante dos sete consórcios interessados. De acordo com a diretora de Estruturação de Projetos da Secretaria de Parcerias Estratégicas (SMPE), Denise Castro, o edital anterior foi publicado para uma licitação na modalidade concorrência do tipo técnica e preço, com critérios bastante restritivos, e a análise resultou em redução do ambiente de concorrência. “Portanto, agora, o novo pregão na modalidade de licitação eletrônica permitirá uma maior concorrência, a partir dos novos critérios técnicos estabelecidos”, afirma.

Ela explica que o Executivo teve o cuidado de reformular as minutas e ajustar os requisitos técnicos para este novo edital, com base na avaliação das melhores práticas adotadas por diversos entes federativos e órgãos da administração direta e indireta do governo federal.

HISTÓRICO

Responsável por 23% do transporte público da Capital, a Carris acumula déficits desde 2011. Nos últimos oito anos, o prejuízo acumulado chega a R$ 290 milhões. Em 2018, o déficit foi de R$ 19 milhões.

Para possibilitar a continuidade das atividades da Companhia, a prefeitura faz repasses anuais, que já totalizaram mais de R$ 265 milhões até 2018.

Apesar do déficit recorrente, o resultado negativo tem diminuído. Em 2016, foi de R$ 74,2 milhões. No ano seguinte, baixou para R$ 43,1 milhões. Já no ano passado, ficou em R$ 19 milhões. Em dezembro de 2018, a Carris obteve lucro bruto de R$ 11,9 milhões – primeiro resultado positivo desde 2012.

Facebook apaga fake news e contas de extrema-direita

Facebook apaga fake news e contas de extrema-direita

Comunicação Destaque Notícias

Estudo da organização não governamental (ONG) Avaaz identificou mais de 500 contas do Facebook usadas para disseminar notícias falsas. A rede de contas de extrema-direita publicava discursos de ódio e pretendia “espalhar mensagens de supremacia branca”, segundo a edição online do jornal britânico The Guardian.

Apesar dos esforços constantes do Facebook, a rede social tem sido invadida por publicações de desinformação e redes de contas falsas que pretendem tornar virais as chamadas fake news.

Nos últimos três meses, a ONG descobriu páginas suspeitas na rede social na França, Alemanha, Itália, no Reino Unido, na Polónia e Espanha.

A rede social eliminou contas que tinham cerca de 6 milhões de seguidores e em que proliferavam notícias falsas e discursos de ódio.

A maioria foi descoberta por publicar e partilhar, por meio de perfis falsos, conteúdo desinformativo e de incitamento ao ódio. A Avaaz está investigando ainda, no entanto, centenas de outras contas, com mais de 26 milhões de seguidores, que podem ser expostos a conteúdos suspeitos.

Essas redes eram muito mais populares do que as páginas oficiais dos grupos populistas de extrema-direita e anti-União Europeia (UE) naqueles países, de acordo com o The Guardian.

“As páginas têm altos níveis de interação. Não importa quantos seguidores tem, se não houver interações”, disse Christoph Schott, diretor de campanha do grupo Avaaz. “Eles têm mais de 500 milhões de visualizações apenas nas páginas apagadas, o que é mais do que o número de eleitores na UE”, acrescentou.

Armas de destruição em massa

A Avaaz encontrou, até agora, mais de 550 páginas e grupos, assim como 328 perfis que partilhavam notícias falsas. Embora o Facebook as tenha apagado, a maioria dessas páginas foi visualizada cerca de 533 milhões de vezes, em apenas três meses.

Agência Brasil Por RTP (emissora pública de televisão de Portugal) Lisboa

Dúvidas sobre vacinas se espalham, diz executivo

Dúvidas sobre vacinas se espalham, diz executivo

Comunicação Destaque Notícias

Dúvidas sobre vacinas se espalharam nas redes sociais como uma doença, e informações falsas de que elas “matam pessoas” deveriam ser retiradas pelas empresas que operam plataformas digitais, disse o chefe da aliança global de vacinas Gavi nessa terça-feira (21).

Falando em um evento patrocinado pelos Estados Unidos por ocasião da assembleia anual da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra, o diretor executivo da Gavi, Seth Berkley, lembrou que há forte consenso científico a respeito da segurança das vacinas.

Para ele, as redes sociais privilegiam conteúdo sensacionalista em vez de fatos científicos, convencendo rapidamente pessoas que nunca viram familiares morrerem de doenças evitáveis.

“Temos que pensar nisso como uma doença. Isso é uma doença”, disse Berkley. “Isso se espalha na velocidade da luz, literalmente.”

A OMS diz que a imunização insuficiente está causando surtos de sarampo globais, cujos números estão atingindo picos em países que estavam quase livres da doença, incluindo os Estados Unidos.

A desinformação sobre vacinas, que a OMS diz salvarem 2 milhões de vidas por ano, não é uma questão de liberdade de expressão, e as empresas de redes sociais precisam tirá-la da internet, disse Berkley. “Lembro que isso mata pessoas”.

Agência Brasil – Por Tom Miles, da Reuters Genebra

Bolsonaro admite rever permissão para compra de fuzil

Bolsonaro admite rever permissão para compra de fuzil

Comunicação Notícias

O Planalto admitiu ontem, pela primeira vez, alterar o decreto sobre armas diante da revelação de que o texto possibilita até a compra de fuzis por cidadãos comuns. “Este é um dos aspectos que estão sofrendo avaliação por parte do presidente”, disse o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros. Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, afirmou que o próprio governo deve rever os pontos mais polêmicos do decreto para preservar o direito às armas de algumas categorias, evitando que seja rejeitado na Casa. Vídeo de 2017 mostra Bolsonaro exaltando as qualidades do fuzil T4 numa feira de armas.

Leia mais em O Globo

Porto Alegre: Beira-Rio oferece espaço infantil para aniversário dos coloradinhos

Porto Alegre: Beira-Rio oferece espaço infantil para aniversário dos coloradinhos

Notícias

 

Já imaginou celebrar o aniversário do seu filho (a) em um estádio de futebol? No Beira-Rio, isso já é possível. O Espaço Kids, localizado no Coração do Gigante, oferece playground com mini campo de futebol, escalada e atividades recreativas, em um ambiente personalizado para os coloradinhos.

Com vários pacotes customizados, a produtora Colling Evento proporciona uma comemoração diferenciada, de acordo com as necessidades de cada cliente.  O aniversário só pode ser realizado nos dias que não houver jogos ou eventos no Estádio. A reserva deve ser feita exclusivamente com a Colling pelo e-mail colling@collingevento.com.br ou pelo telefone (51) 3268.1396.

16437_009
Empresa de tecnologia deixa Porto Alegre. Uhuu! união da Opus Promoções e 4all transferirá para outra cidade mais de 70 postos de trabalho por causa da carga tributária da Capital Gaúcha

Empresa de tecnologia deixa Porto Alegre. Uhuu! união da Opus Promoções e 4all transferirá para outra cidade mais de 70 postos de trabalho por causa da carga tributária da Capital Gaúcha

Cidade Destaque Marchezan Negócios Notícias prefeitura Tecnologia Trabalho

Menos de dois meses depois de lançar o PACTO ALEGRE, a Capital Gaúcha perderá a Uhuu!, uma multiplataforma tecnológica desenvolvida por empresas gaúchas, no TECNOPUC. O negócio focado em entretenimento, tem como sócios a Opus Promoções e a 4all Tecnologia. A definição de transferir as atividades de Porto Alegre já foi tomada e agora está sendo decidido onde desembarcarão a inteligência tecnológica, os empregos e serão pagos os impostos gerados pelo negócio. Péssima notícia para uma cidade que quer atrair negócios na área da tecnologia, com a Uhuu! serão fechados 74 postos de trabalho – até o fim do ano a empresa deve contratar mais 60 funcionários -, mão de obra especializada, o que atrai ainda mais o interesse de prefeitos que além do aumento de arrecadação querem geração de emprego e renda nos seus municípios.

Várias cidades gaúchos e de outros Estados já disputam o privilégio de ter a Uhuu! em seus territórios. Ao contrário daqui todos a reconhecem como Empresa de Tecnologia, o que significa pagar uma alíquota de 2%, ao invés dos 5% que Marchezan e seus assessores insistem em cobrar por a classificarem como empresa de corretagem. Pelo jeito o aumento do  IPTU, não bastou para saciar a fome tributária do governo Marchezan Jr. Nem o fato de mais de 80% da receita da empresa ser gerado fora do Rio Grande do Sul, em Casas de Espetáculo localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Natal, Recife… modificou a posição dos nossos administradores. Com isso, Porto Alegre vai perder o que já arrecada e o que deixará de arrecadar com a expansão da empresa. Porque a multiplataforma está recém iniciando e ainda não opera na sua plenitude. Quando o mix de produtos estiver completo ela  atuará no ambiente digital e físico, através de produtos como aplicativo, website, bilheteria, totem, POS, estacionamento, controle de acessos por aplicativo e catraca biométrica.

Perde Porto Alegre, porque estas atividades gerarão empregos, renda e tributos em outra cidade ao invés da nossa Capital.