Estado volta a parcelar salários; 66% recebem nesta sexta. Fazenda espera quitar a folha de abril até 11 de maio

Estado volta a parcelar salários; 66% recebem nesta sexta. Fazenda espera quitar a folha de abril até 11 de maio

Destaque Economia Negócios Poder Política Porto Alegre

A Secretaria Estadual da Fazenda deposita, amanhã, até R$ 3 mil em salários de abril para o funcionalismo público. É o 15º parcelamento consecutivo enfrentado pelos servidores do Poder Executivo. Dessa vez, 66% deles terão a folha paga em dia. A Pasta confirmou, também, o depósito da quinta parcela do 13º salário de 2016. Existe, ainda, a possibilidade de crédito de mais uma faixa da folha de abril durante a sexta-feira.

Para repassar até R$ 3 mil para cada um dos 344 mil vínculos (ativos, inativos e pensionistas) foram necessários R$ 703,8 milhões em caixa. Já cada parcela do 13º salário representou mais R$ 102 milhões. A previsão é concluir o pagamento da folha até 11 de maio.

Na quarta-feira (2), a Fazenda paga, na íntegra, os salários dos servidores das fundações (regidos pela CLT).

A folha de abril chegou a R$ 1,08 bilhão. (Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Prefeitura manda fechar bar Ocidente por falta de alvará; por Daiane Vivatti/Rádio Guaíba

Porto Alegre: Prefeitura manda fechar bar Ocidente por falta de alvará; por Daiane Vivatti/Rádio Guaíba

Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Marchezan Negócios Porto Alegre prefeitura Segurança Turismo

Uma comissão da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) de Porto Alegre determinou o fechamento do bar Ocidente, que funciona desde 1981 na rua General João Telles, no bairro Bom Fim. A decisão aparece no  Diário Oficial desta quarta-feira. Conforme a autuação, o local permanece sem o Alvará de Localização e Funcionamento definitivo, o que não é permitido para a atividade de entretenimento noturno. Ainda segundo o documento, a regularização tramita há anos junto a órgãos públicos, mas isso não livra o estabelecimento de ser autuado, já que o alvará em vigor ainda é provisório.

O extrato de decisão final estabelece multa de 415,7335 UFMs*, o que corresponde a R$ 1.623,52, já que a Prefeitura leva em conta, como agravante, a “reincidência específica na prática de infrações”.

foto-convite-1400x600O dono do bar Ocidente, Fiapo Barth, disse que até o momento não recebeu notificação e esclarece que o estabelecimento segue aberto. Barth destacou, ainda, que hoje pela manhã teve reunião com representantes da Prefeitura, e que ninguém citou o documento publicado no Diário Oficial.

O empresário acrescentou que, na ocasião, foram debatidos os passos ainda pendentes para regularizar a situação do bar e defendeu que jamais se recusou a adequar a casa à legislação. De acordo com ele, o processo corre há 28 anos e um dos principais entraves é o fato de o prédio ser centenário. O bar Ocidente é patrimônio cultural de Porto Alegre, mas o edifício não é tombado.

A SMDE informou que a decisão partiu da Comissão Judicante da Secretaria, com base em uma ação fiscalizatória do início do ano. Conforme a prefeitura, o bar teve prazo para recorrer, mas perdeu a oportunidade e, agora, foi autuado pela falta de alvará para operar como casa noturna.

A Secretaria Municipal de Urbanismo informou que o estabelecimento busca se regularizar como de entretenimento noturno, mas ainda não conseguiu as licenças previstas em lei.

Evento ocorre normalmente
Hoje à noite, o Ocidente recebe o lançamento do livro Nuances, 25 anos. Uma trajetória inconformada com a norma. Conforme o presidente da ONG Nuances – Grupo pela Livre Expressão Sexual, Célio Golin,  o evento está mantido.

A programação do Ocidente abrange festas e eventos de arte, música, literatura e teatro.

*Unidade Financeira Municipal (UFM): indexador de todos os tributos municipais; em 2017, equivale a R$ 3,9052. (Daiane Vivatti/Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Marchezan remete à Câmara pacote que modifica reajuste salarial de servidores

Porto Alegre: Marchezan remete à Câmara pacote que modifica reajuste salarial de servidores

Cidade Destaque Direito Economia Marchezan Política Porto Alegre prefeitura

O governo Marchezan Júnior enviou hoje à Câmara de Vereadores a primeira etapa de um conjunto de medidas de austeridade. Dentre as matérias protocoladas, a maioria atinge servidores. Oito proposições serão apreciadas em regime de urgência na primeira “prova de fogo” para o governo do tucano no Legislativo Municipal.

Entre as propostas, o chamado “gatilho”, que concede a reposição da inflação aos servidores, independente da negociação salarial, pode ser extinto. A Prefeitura cumpre hoje uma lei, aprovada em 2005, que concede o pagamento das perdas inflacionárias automaticamente. Outro projeto que vai render polêmica é o que prevê a elevação da contribuição previdenciária, de 11% para 14%.

O Executivo sustenta que o objetivo é o enfrentamento da crise financeira que a Capital vive. Os projetos foram entregues pelo prefeito em exercício, Gustavo Paim, ao presidente da Câmara, vereador Cássio Trogildo. Segundo Paim, a proposta mais urgente é a relacionada ao reajuste de salários, já que a data-base é maio. “Os vereadores (base) estão mostrando boa receptividade aos projetos porque eles sabem que se aumentar o valor a ser pago em salários, maior vai ser o tempo de atraso para quitar os vencimentos”, adverte.

No pacote, a Prefeitura ainda pede autorização de tomada de empréstimo de R$ 120 milhões para finalizar obras de mobilidade da Copa, além de aval para renegociar dívidas com fornecedores da Prefeitura. As pendências de 2016 atingem R$ 507 milhões, conforme a Secretaria da Fazenda. Outras pautas polêmicas, como a alteração das gratuidades no transporte coletivo e a revisão da planta do IPTU, vão ficar para o segundo semestre.

Veja detalhes de cada projeto

1. Propõe que a revisão geral anual dos vencimentos de todos os servidores municipais observe a disponibilidade orçamentário-financeira do Município. Isso vale para as vantagens pessoais e os salários das funções regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho.

2. Trata das alíquotas de contribuição previdenciária dos Servidores ao Previmpa. A alíquota passa de 11% para 14%  a partir de 1º de julho de 2017. Os servidores inativos também terão de contribuir com 14% (atualmente, o índice é de 11%), mas somente no montante que exceder o teto de remuneração do INSS, que é de R$ 5.531,31.

3. Propõe a redução da taxa de administração destinada para a manutenção do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) de 2% para 1,5%. Se aprovada, a medida permite economia anual de mais de R$ 12 milhões.

4. Extingue gratificações da Secretaria Municipal de Educação (Smed) no âmbito do Programa de Melhoria da Qualidade da Educação do Município de Porto Alegre, já encerrado.

5. Pede autorização do Legislativo para a PMPA obter empréstimo de até R$ 120 milhões. O valor permite à Prefeitura disponibilizar os R$ 75 milhões necessários para a conclusão das obras de mobilidade urbana (as “Obras da Copa”) e, ainda, quitar a dívida de R$ 45 milhões das obras em andamento e/ou paralisadas por falta de pagamento. Podem ser concluídas, com isso, obras como a da avenida Tronco e a Trincheira da Ceará, por exemplo.

6. Trata do protesto de devedores de dívida ativa em execução judicial. Hoje essa ação é vedada pela Lei Complementar 07/1973. Em 2016, o retorno na execução judicial foi de 2,98%. Estima-se que, com o protesto das dívidas, o retorno no pagamento ao município gire em torno de 18%.

7. Permite a renegociação das dívidas de 2016 com os fornecedores. Pela proposta, os credores que aderirem aceitarão receber os créditos parcelados ao longo do ano (até R$ 15 mil em créditos) e até 60 vezes a partir de janeiro de 2018 para valores acima de R$ 500 mil.

Ainda de acordo com o projeto, o credor pode abrir mão de valores para receber em menos vezes e a Prefeitura pode fazer leilão para pagar antecipadamente quem oferecer maior desconto, quando houver disponibilidade financeira.

8. Corta em 30% o número de cargos na Procempa e determina teto salarial para os Cargos em Comissão em R$ 9,3 mil. (Samantha Klein|Rádio Guaíba)

A GREVE GERAL E OS TRANSPORTES: ônibus e trens vão paralisar funcionamento. Em Porto Alegre, lotações vão operar, os táxis devem circular normalmente. Aeroviários devem parar, aeronautas decidem nesta quinta.

A GREVE GERAL E OS TRANSPORTES: ônibus e trens vão paralisar funcionamento. Em Porto Alegre, lotações vão operar, os táxis devem circular normalmente. Aeroviários devem parar, aeronautas decidem nesta quinta.

Cidade Destaque Direito Economia Negócios Poder Política Porto Alegre prefeitura Sartori Segurança

A greve geral marcada para a sexta-feira, dia 28 de abril, prevê paralisação de trabalhadores em áreas essenciais, em todo Brasil. Em Porto Alegre, o serviço de transporte público pode ser afetado. Confira o levantamento realizado pela Rádio Guaíba e fique atento aos serviços que vão funcionar.

Ônibus – o que dizem os trabalhadores

Os rodoviários de Porto Alegre e região Metropolitana (Canoas, Gravataí, Cachoeirinha e Viamão) garantiram que vão cruzar os braços e fazer bloqueios em garagens de ônibus durante a greve geral, que protesta contra as propostas de reformas da Previdência, Trabalhista e as terceirizações.

Em Porto Alegre, os ônibus devem deixar de circular a partir das 4h da sexta-feira. Diariamente, 900 mil pessoas dependem do serviço na Capital.

Ônibus – o que dizem as empresas

A Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) informou que as empresas garantiram a circulação normal dos ônibus em cidades da região Metropolitana. Na sexta-feira, um comunicado deve ser emitido. Em Porto Alegre, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) só vai manifestar hoje à noite sobre as medidas que pretende tomar.

Trens – o que dizem os trabalhadores

Os trens também não vão circular, com os trabalhadores aderindo ao protesto. As estações da Trensurb devem fechar no fim da noite de quinta-feira. Assim, torcedores do Grêmio não vão poder utilizar as composições ao término do jogo, marcado para as 21h45min de quinta, na Arena.

Trens – o que informou a empresa

A Trensurb informou que ainda busca garantir, pelo menos, a circulação miníma dos trens em horários de pico durante a sexta-feira. Uma posição concreta deve ser divulgada nesta quinta-feira.

Lotações

A Associação dos Transportadores de Passageiros por Lotação de Porto Alegre (ATL) informou que os 441 veículos distribuídos em 31 linhas vão operar normalmente em Porto Alegre. Ainda não se definiu, porém, se os usuários poderão ou não trafegar em pé nos lotações. A entidade espera uma posição da EPTC. A Associação representa tanto a classe patronal quanto os trabalhadores.

Táxis

O Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) garante que a categoria não vai aderir à paralisação. Com isso, os 4 mil carros estão operando normalmente durante a sexta-feira.

Ônibus intermunicipais – o que dizem os trabalhadores

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Intermunicipais e Interestaduais (Sindirodosul) informou que os trabalhadores também vão aderir à greve geral. Uma concentração é prevista para ocorrer na Estação Rodoviária de Porto Alegre. Assim, não serão realizadas viagens da Capital para o Interior. Contudo, a entidade reconhece que alguns ônibus podem vir de cidades do Interior, em direção a Porto Alegre.

Ônibus intermunicipais – o que dizem o Daer e a Rodoviária 

Em nota, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) informou que a circulação de ônibus intermunicipais vai ocorrer dentro da normalidade. A paralisação chegou a ser anunciada, o governo acabou revendo a decisão. Já a Estação Rodoviária de Porto Alegre disse estar ciente da paralisação dos trabalhadores e garantiu que os passageiros vão ser ressarcidos caso não consigam viajar. Bilhetes serão vendidos na sexta-feira apenas se o ônibus estiver no terminal.

Aviões

O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, que representa os trabalhadores dos serviços de manutenção e check-in, também vai engrossar a paralisação geral do dia 28. Já o Sindicato Nacional dos Aeronautas, que representa os pilotos, mantém o estrado de greve, devendo deliberar sobre a paralisação geral apenas às 16h desta quinta. A Infraero recomenda que os passageiros procurem as companhias aéreas para se informar sobre a confirmação da viagem. ( Lucas Rivas/Rádio Guaíba )

Adriana Deffenti: duas estreias em um só fim-de-semana

Adriana Deffenti: duas estreias em um só fim-de-semana

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Porto Alegre

Ela não para ! Cantora, compositora, instrumentista…  Adriana Deffenti terá uma agenda movimentadíssima entre os dias 05 e 07 de maio. Desafio número um: primeiro show voz + violão (com a participação especial da bailarina de flamenco Ana Medeiros, no Quintal Cultural. Desafio número dois: auxiliar cantores (de todos os níveis) a compreender e saber lidar com o palco sonorizado e o estúdio de gravação. Também com uma parceria e local especial: o técnico de som Bruno Klein, no Porta da Toca Estúdio.

Na sexta-feira, Adriana irá apresentar uma série de canções que inclui composições próprias, de seus discos e trabalhos anteriores, e outras que costuma tocar em seus momentos de intimidade, sempre com, e apenas, seu violão. Por isso a conversa fiada. Num ambiente para apenas 30 pessoas, será inevitável a conversa descontraída com o público.

“É um desafio que há muito tempo adiei. Sempre acompanhada por músicos como Angelo Primon e Michel Dorfman, meu nível de auto-exigência é, por vezes, castrador”, diz a cantora.. Mas uma hora tinha que me dar esse prazer”, diz a cantora, que também atribui aos seus 40 anos essa “coragem”

DSC_0415Ana Medeiros, maestra de dança flamenca e cantanholas da cantora, fará uma partcipação especial. “Nós duas temos uma sintonia fina, especial e amorosa e a Ana é um artista completa e intensa. Ainda nem preparamos nada, mas nem precisa muito. Tudo superflui entre nós.”

Já no sábado e domingo, fruto da vontade de ensinar o que não lhe foi ensinado e minimizar os problemas dos cantores sem, ou com pouca experiência de palco e estúdio, ela ministra o workshop: Saindo do chuveiro é um workshop com ênfase na prática das duas situações.

Noções de funcionamento das funções e uso dos equipamentos e vocabulário que envolve a parte técnica, uso do microfone, postura visam desmistificar os dois ambientes/situações, que assustam muitos cantores, principalmente em suas primeiras experiências.

Bruno Klein, técnico de som com larga experiência, irá esclarecer sobre a parte técnica, enquanto Adriana Deffenti ministrará as aulas de técnica vocal e interpretação para o canto nos ambientes de palco e estúdio.

Ao final do segundo dia, o estúdio abrirá as portas ao público, com uma apresentação dos alunos.

As vagas são limitadas a 10 participantes e 5 alunos-ouvintes (50% de desconto aos últimos)

Dia 5, às 22h

Quintal Cultural – Rua Luiz Afonso, 549 – Cidade Baixa
Show voz + violão – “Voz, violão e conversa fiada”
Participação da bailarina de flamenco Ana Medeiros

Ingressos R$ 15,00 apenas no local

Espaço limitado a 30 espectadores

Dias 6 e 7, das 10h às 19h
“Saindo do Chuveiro”
Workshop de canto, com ênfase na prática de palco e estúdio
Porta da Toca estúdio – Rua José do Patrocínio, 527 – Cidade Baixa
com Adriana Deffenti e Bruno Klein

Público-alvo: Todos interessados em cantar com sonorização e em estúdio.

Informações e inscrições: contato@rimacultural.com :: fone 51 9 8129 9999

Programa e outras informações no evento do Facebook:
https://www.facebook.com/events/1521709741196122/

Sindicato dos rodoviários vai bloquear garagens de ônibus em greve geral na sexta

Sindicato dos rodoviários vai bloquear garagens de ônibus em greve geral na sexta

Agenda Cidade Destaque Poder Política Porto Alegre prefeitura

O Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre confirmou a participação da categoria na greve geral marcada para a próxima sexta-feira. O presidente do sindicato, Adair Silva, informou à Rádio Guaíba que a mobilização vai começar pela manhã, mas que, à tarde, existe a possibilidade de retomada de parte do serviço.

Silva explicou que a categoria vai se mobilizar por se tratar de um movimento nacional, ao contrário da tentativa de greve geral do mês passado, considerada “política” pelo dirigente sindical. “Recentemente ocorreu um movimento político, este é outro. Envolve outras categorias”, explicou. “O sindicado vai estar representado em todas as garagens”, garantiu. Conforme ele, a entidade recebe apoio, também, de rodoviários da região Metropolitana.

Amanhã, motoristas e cobradores se reúnem para definir detalhes da paralisação. “Vamos ter gente em todas as garagens”, projetou Silva, que admitiu a possibilidade de os ônibus circularem à tarde: “A gente vai ver no decorrer do dia o que vai acontecer. Única coisa que podemos garantir é que de manhã vamos estar no movimento, porque é um movimento nacional”. Amanhã, a categoria se reúne, a partir das 9h, para discutir detalhes da mobilização. (Rádio Guaíba e Correio do Povo)

Polícia desarticula duas quadrilhas especializadas no jogo do bicho no RS. Grupos movimentaram R$ 521 milhões em 4 anos

Polícia desarticula duas quadrilhas especializadas no jogo do bicho no RS. Grupos movimentaram R$ 521 milhões em 4 anos

Destaque Porto Alegre Segurança

Operação da Polícia Civil desarticulou duas quadrilhas na manhã desta terça-feira especializadas no jogo do bicho no Rio Grande do Sul. Os criminosos informatizaram o sistema e controlavam os jogos pela internet. A ação foi realizada em 14 cidades gaúchas. Em quatro anos de atuação, os grupos movimentaram R$ 521 milhões.

Por 16 meses, sob coordenação da Delegada Ana Tarouco, a equipe do SIPAC e SAE (totalizando 06 agentes), conduziu investigação voltada a desarticular dois conglomerados criminosos atuantes no ramo dos jogos de azar no RS, configurando também os delitos de organização criminosa e lavagem de capitais.

Durante este período, 14 cidades foram visitadas pela equipe, resultando em 267 horas de vigilância in loco e quase 12.000km percorridos. Ainda, centenas de números de telefone foram interceptados, representando 415 mil ligações e 5.700 horas de conversação.

Desta investigação qualificada, que contou com quebras de sigilos bancário, fiscal, telefônico, telemático e ação controlada, a equipe identificou a quantia de mais de R$ 521 milhões de reais em movimentação financeira a descoberto, bem como identificou mais de R$ 11 milhões em patrimônio dos alvos (57 veículos e 19 imóveis), valores estes apenas estimados e já com ordens de bloqueio/sequestro.

A investigação não se limitou somente a identificar apontadores do JB, mas buscou descortinar toda a cadeia criminosa que atua por tras das máquinas de apostas, identificando uma infraestrutura organizada e hierarquizada, formada por apontadores, recolhedores, gerentes, laranjas, equipe de TI, suporte logístico e líderes, numa atuação, acredita-se, inovadora em se tratando de investigação de jogos de azar.

“É a maior operação de lavagem de capitais da PCRS (até agora, dado o volume financeiro movimentado”, afirma o Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt.

Segundo a Delegada Ana Tarouco, “os trabalhos terão seguimento ao longo dos meses, porquanto a infraestrutura dos grupos para além das fronteiras do RS também é objeto de investigação”.

Assim, estão sendo cumpridas, em 14 cidades do RS, um total de 237 ordens judiciais, dentre mandados de prisão preventiva (14), mandados de busca e apreensão (73), mandados de condução coercitiva (7), busca e apreensão de veículos (57), sequestro de imóveis (19) e bloqueio de contas bancárias pertencentes a 67 pessoas físicas e jurídicas diferentes.

Para tanto, a Polícia Civil lançará mão do apoio de 212 policiais civis, 08 policiais militares, 08 policiais rodoviários federais, 81 viaturas e do helicóptero da Polícia Civil. (Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Serviço de mototáxis deve começar em maio segundo o Sindicato dos Motociclistas

Porto Alegre: Serviço de mototáxis deve começar em maio segundo o Sindicato dos Motociclistas

Cidade Comportamento Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Marchezan Poder Política Porto Alegre prefeitura Segurança Turismo

O Sindicato dos Motociclistas pretende, a partir do mês de maio, implementar o serviço de mototáxi na Capital. A entidade alega estar amparada pela lei federal n° 12.009, de 2009, que regulamentou o exercício das atividades dos profissionais em transportes de passageiros, os chamados “mototaxistas”. Entretanto, a EPTC informou estar realizando uma análise técnica do assunto. Uma reunião entre o diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti, e representantes do Sindicato deve ser realizada ainda nesta semana. Por enquanto, o serviço é considerado clandestino em Porto Alegre, inclusive com possibilidade de multa, além do recolhimento da moto.

O presidente do Sindimoto, Valter Ferreira, em entrevista à Rádio Guaíba nessa manhã, garantiu que mesmo sem aprovação da EPTC, o início dos trabalhos deve ocorrer no dia 1° de maio, com dez motociclistas habilitados para a função. Inicialmente, o serviço vai funcionar através de um ponto de chamada, via telefone, que estará instalado na sede do sindicato. Não haverá, por enquanto, utilização de aplicativos para chamar o serviço.

Ainda segundo Ferreira, não haverá mototaxímetros. As corridas serão realizadas a partir de um valor fechado de acordo com a distância a ser percorrida. O presidente explica que, inicialmente, o pagamento só poderá ser realizado com pagamento em dinheiro, mas o sindicato já está providenciando a instalação de máquinas de cartões para que o pagamento possa ser feito também por meio eletrônico.

Conforme previsto em lei, para exercício da atividade, o mototaxista deve ter 21 anos; possuir habilitação por pelo menos dois anos na categoria; ter curso especializado, nos termos da regulamentação do Contran; e utilizar colete de segurança dotado de dispositivos retrorrefletivos, nos termos da regulamentação do Contran. (Guilherme Kepler / Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Criminoso em fuga deixa quatro veículos danificados e uma pessoa ferida no Moinhos de Vento

Porto Alegre: Criminoso em fuga deixa quatro veículos danificados e uma pessoa ferida no Moinhos de Vento

Cidade Notícias Porto Alegre Segurança

Um criminoso em um Kia Cerato roubado provocou, no final da madrugada desta segunda-feira, um acidente deixando quatro veículos danificados e uma pessoa ferida na esquina da rua Mostardeiro com a avenida Goethe, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

18118753_1473687512705224_2286726501225525749_n
Foto: Valéria Sá/Facebook

A Brigada Militar começou a perseguir o carro roubado na avenida Independência. Na fuga,o ladrão ingressou na rua Mostardeiro em alta velocidade e, no cruzamento com a Goethe, o veículo bateu na viatura da BM, em um táxi, um Peugeot 206 e num Corsa Classic. O motorista do Classic ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital de Pronto Socorro.

O criminoso foi preso. O Kia Cerato havia sido roubado próximo ao Mercado Público, no Centro da Capital. (Eduardo Paganella / Rádio Guaíba)

EXCLUSIVO: Já tem data novo show de Paul McCartney no Beira-Rio. Porto Alegre verá a comemoração de 50 anos de ‘Sargent Peppers Lonely Hearts Club Band’ em outubro

EXCLUSIVO: Já tem data novo show de Paul McCartney no Beira-Rio. Porto Alegre verá a comemoração de 50 anos de ‘Sargent Peppers Lonely Hearts Club Band’ em outubro

Agenda Cidade Comunicação Cultura Destaque Economia Negócios Porto Alegre Segurança

Beatlemaníacos se preparem !! Sir Paul McCartney promete grandes emoções na segunda passagem dele pelo Beira-Rio. O ex-Beatle se apresenta em Porto Alegre, no dia 13 de outubro, com a turnê comemorativa dos 50 anos de lançamento do álbum Sargent Peppers Lonely Hearts Club Band, de 1967. Ainda não estão disponíveis informações sobre a venda de ingressos. Em Porto Alegre, ele se apresentou pela primeira vez em novembro de 2010. Mais de 50 mil pessoas assistiram ao show da turnê “Up and Coming Tour”, no Estádio do Internacional.