Porto Alegre: Alexandre Grendene e Nora Teixeira doam mais R$ 20 milhões para a construção do Hospital do complexo Santa Casa

Porto Alegre: Alexandre Grendene e Nora Teixeira doam mais R$ 20 milhões para a construção do Hospital do complexo Santa Casa

Agenda Cidade Destaque Porto Alegre prefeitura Saúde Tecnologia Trabalho
A partir de abril de 2022, o Brasil irá contar com mais uma opção de assistência à saúde para a sua população: a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre passará a ser integrada por mais um hospital: o Hospital Nora Teixeira. A unidade irá se somar às outras sete já existentes no quarteirão do Centro Histórico de Porto Alegre, totalizando nove hospitais de propriedade da Santa Casa (incluindo o Hospital Dom João Becker, em Gravataí, incorporado em agosto de 2018) e um sob sua gestão (Hospital de Santo Antônio da Patrulha). O custo total da obra do Hospital Nora Teixeira está previso em R$ 177 milhões entre fundações, obra civil, equipamentos e mobiliário de seus 13 andares.
O Hospital Nora Teixeira irá entregar mais saúde à população, com a edificação de uma nova emergência para usuários do SUS, além de outros serviços que irão garantir a sustentabilidade do empreendimento, como unidades de internação exclusivas para pacientes usuários de planos de saúde e particulares. Nos 26.550m² do hospital, além da nova emergência SUS (que passará dos 600m² atuais para 2.325m²), haverá 50 vagas de estacionamento, 30 leitos de internação obstétrica, 37 leitos de internação traumatológica, 27 leitos de UTI, 37 leitos de internação cirúrgica e bariátrica, 37 leitos para internação oncológica e 30 leitos de internação multiuso.
Para a edificação da nova emergência SUS – que integra este prédio – a Santa Casa recebeu, em fevereiro, a doação de R$ 40 milhões pelo casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira e, um novo ato de doação foi realizado durante o evento de lançamento da pedra fundamental, nesta sexta-feira (22/03). O casal de empresários destinou outros R$ 20 milhões para a ampliação e qualificação da área assistencial de urgência e emergência SUS da Santa Casa, somando R$ 60 milhões em doação para a construção da emergência, tratando-se de doação plena, sem qualquer benefício fiscal.
O evento de lançamento da pedra fundamental do Hospital Nora Teixeira, que se insere na semana de comemoração ao aniversário de Porto Alegre, foi marcado por dois momentos: a primeira parte, no Anfiteatro Hugo Gerdau, quando houve a apresentação do projeto do novo hospital e a assinatura do termo aditivo da nova doação do casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira; seguida de descerramento de placa da pedra fundamental do Hospital Nora Teixeira com a realização do rito da cápsula do tempo, quando as autoridades presentes inseriram no solo uma cápsula contendo materiais históricos referente ao local em que o empreendimento será edificado, marcando o início oficial das obras.

Em 2018, a Santa Casa realizou 1.008.660 consultas, 59.970 internações, 67.160 cirurgias e 6.523.906 serviços diagnósticos. Deste volume, 69,2% de paciente/dia (lei da filantropia) é SUS, o qual é deficitário de longa data. Diante disto, a instituição tem o desafio de gerar recursos próprios para viabilizar o custeio do prejuízo originário do subfinanciamento de assistência SUS. Somente no ano passado, este valor ficou em R$ 164 milhões, pagos pela instituição por meio de receitas de outros convênios e particulares, garantindo assim, o equilíbrio econômico e financeiro da Santa Casa.
Além deste empreendimento, a Santa Casa está também investindo outros R$ 150 milhões originários da Bancada Federal Gaúcha, possibilitando reformar toda a área assistencial SUS da instituição. Nestes dois projetos, estão sendo investidos mais de R$ 327 milhões para promover mais saúde aos gaúchos, com mais segurança e qualidade assistencial.
Hospital Nora Teixeira
Sua implementação será ao lado do Hospital Santa Clara, entre as avenidas Oswaldo Aranha e João Pessoa, e sua construção será composta por: Central de Recebimento e Almoxarifado; Almoxarifado Médico; Estacionamento; Nutrição; Emergência SUS e Centro de Diagnóstico por Imagem; Bistrô e Loja; Internação Obstétrica, Central de Materiais e Esterilização; Internação Traumatologia; Unidade de Terapia Intensiva; Internação Cirúrgica; Internação Oncológica e Internação Multiuso.
A nova emergência SUS da Santa Casa exclusiva para atendimento de adultos – que terá sua área quadruplicada – contemplará:
  • Aumento de leitos fixos na Sala de Observação (todos em boxes individuais), de 13 para 28 (sendo três de isolamento);
  • Criação de 2 Postos de Enfermagem na Sala de Observação, garantindo um atendimento mais ágil ao paciente;
  • Ampliação do número de posições de medicação, passando de 12 para 18, proporcionando mais conforto e segurança aos pacientes;
  • Ampliação do número de salas de acolhimento e consultórios de pronto atendimento, sendo uma sala específica para Eletrocardiografia;
  • Centro de Diagnóstico por Imagem exclusivo para a Emergência, que facilitará o atendimento dos pacientes em atendimento, contando com tomografia, Raio-X e ecografias.
Porto Alegre: Nathalia Timberg fará sessão extra da peça Através da Iris no Theatro São Pedro

Porto Alegre: Nathalia Timberg fará sessão extra da peça Através da Iris no Theatro São Pedro

Agenda Cidade Cultura Destaque Porto Alegre

Após grande procura por ingressos, a produção do evento confirmou uma nova apresentação para sábado, às 18h, em Porto Alegre. Com texto de Cacau Hygino, direção de Maria Maya e direção de produção de Bruna Dornellas e Wesley Telles, o espetáculo abre as comemorações pelos 90 anos de Nathalia Timberg e homenageia a novaiorquina Iris Apfel, ícone mundial da moda aos 97 anos

Sucesso de bilheteria em Porto Alegre, o documentário cênico Através da Iris, estrelado por Nathalia Timberg, ganhou uma sessão extra no Theatro São Pedro. Além das três apresentações que já estavam confirmadas, uma nova será realizada neste sábado, às 18h, no mesmo local. Os ingressos para a nova sessão já estão disponíveis na bilheteria no Theatro São Pedro e no site www.teatrosaopedro.com.br

A peça é uma homenagem à novaiorquina Íris Apfel, 97 anos, empresária, designer de interiores e hoje uma das maiores referências mundiais na arte pop e no mundo fashion. É sobre esta mulher que fala o solo de Nathalia Timberg com texto inédito de Cacau Hygino e direção de Maria Maya. A montagem abre as comemorações pelos 90 anos de Nathalia, que se completam em 2019, com a atriz em plena atividade artística. O espetáculo tem direção de produção de Bruna Dornellas e Wesley Telles da WB Produções.

 

SERVIÇO

ATRAVÉS DA IRIS

Dias 22, 23 e 24 de março

Sexta, às 21h

Sábado, às 18h (sessão extra) e às 21h

Domingo, às 18h

Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/n – Centro Histórico – Porto Alegre/RS)

 

Duração: 50 minutos

Gênero: Documentário Cênico

Classificação etária: 12 anos

 

Ingressos

Galerias: R$ 40,00 (inteiro) / R$ 20,00 (meia-entrada)

Camarote Lateral: R$ 80,00 (inteiro) / R$ 40,00 (meia-entrada)

Camarote Central: R$ 90,00 (inteiro) / R$ 45,00 (meia-entrada)

Plateia: R$ 100,00 (inteiro) / R$ 50,00 (meia-entrada)

Cadeiras Extras: R$ 100,00 (inteiro) / R$ 50,00 (meia-entrada)

 

vXza2ZZX
A peça é uma homenagem à novaiorquina Íris Apfel, 97 anos, empresária, designer de interiores e hoje uma das maiores referências mundiais na arte pop e no mundo fashion. Foto: Rodrigo Lopes

Descontos*:

50% para associados da AATSP

50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência
50% para idosos

50% para associados titulares Clube do Assinante ZH e um acompanhante

50% para clientes Porto Seguro e um acompanhante

50% para clientes Renner e um acompanhante

*mediante apresentação de documentos que comprovem o direito ao benefício

 

Vendas:

– Online: www.teatrosaopedro.com.br

– Bilheteria do Theatro São Pedro: de segunda a sexta-feira, das 13h até o horário de início dos espetáculos. Quando não há espetáculo, das 13h às 18h30. Nos sábados e domingos, das 15h até o horário de início dos espetáculos.

 

Mais informações para o público:

(51) 3227.5100 / 3227.5300 com a equipe do Theatro São Pedro

Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Cidade Destaque Marchezan Notícias Política Porto Alegre Trabalho
A partir deste sábado, dia 23, às 9h, a trincheira da Anita Garibaldi será fechada por 30 dias para obras de acabamento, conforme planejado desde maio de 2018. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade (Smim) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), o bloqueio é necessário para não colocar em risco os motoristas e os trabalhadores, e também para dar mais rapidez aos trabalhos.

“O fechamento da passagem vai garantir o cumprimento do cronograma para que se atenda o prazo da entrega total da obra”, explica Luciano Marcantônio, titular da Smim. A trincheira possui duas faixas de rolamento com largura total de aproximadamente sete metros. Os serviços terão mais de dez funcionários e equipamentos como andaimes, plataformas, escadas, talhadeira e lixadeira. “Não há como garantir a segurança no trecho com uma equipe trabalhando em andaimes em uma faixa e ao lado veículos circulando. Algum material pode ser projetado contra os veículos, por exemplo”, diz o diretor-técnico da EPTC, Marcelo Hansen.
Serão realizadas obras de drenagem, raspagem, acabamento grosso, aplicação de selador e tinta antipichação. A EPTC destaca que o desvio no trânsito, pela rua Furriel Luiz Antonio de Vargas e Alameda Raimundo Correa, segue aberto e será a alternativa para quem se deslocar no sentido Centro/bairro. Ficarão liberados o acesso local e a utilização da alça de acesso à Terceira Perimetral em direção à zona Sul de Porto Alegre.
As obras na trincheira da Anita foram retomadas em 12 de fevereiro de 2018. Junto com o trabalho que será executado na passagem de nível, prossegue a obra no muro do condomínio Província de Shiga. Posteriormente, será feito o alargamento da via. No momento, o percentual de execução é de 93%, e a conclusão está prevista para junho deste ano.
Porto Alegre: NASA Science Days aterrissa no Iguatemi

Porto Alegre: NASA Science Days aterrissa no Iguatemi

Agenda Cidade Cultura Destaque Porto Alegre Tecnologia

Quem for ao Iguatemi nos dias 27 e 28 de março vai se sentir em outro planeta. Pela primeira vez no Sul do Brasil, o NASA Science Days chega ao Shopping para proporcionar aos visitantes uma série de experiências ligadas ao universo científico e aeroespacial. Com entrada gratuita, este ano, a iniciativa tem uma motivação extra: a missão Apollo 11, quando dois astronautas pisaram na lua pela primeira vez, está completando 50 anos.

Inspirado no Dia do Espaço que acontece anualmente na Flórida, o Science Days tem como propósito educar e sensibilizar jovens, pais e educadores sobre a importância da ciência e da tecnologia por meio de oficinas interativas, palestras com profissionais das agências espaciais e exposição de artigos históricos e raros ligados a missões da NASA. Para realização das atividades, o evento conta com a parceria da NASA com a Agência Espacial Brasileira (AEB), a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Fundação Astronauta Ian Ramon, parceira da Agência Espacial Israelense (ISA).

As palestras serão conduzidas por profissionais renomados ligados às agências. São eles: Jefferson Michaellis, Diretor de Educação Espacial da Kennedy Space Center International Academy, Vinicius Fantuchi, engenheiro responsável pelos programas educacionais entre Brasil-EUA da Kennedy Space Center International Academy, Dr. Gary Stutte, do Laboratório Espacial do Kennedy Space Center, e Jim Christensen, diretor executivo da Fundação Buzz Aldrin Share Space. Entre os temas abordados estão o desenvolvimento da próxima geração de educadores, inovadores e empreendedores globais, o impacto sobre as agências espaciais no planeta Terra, o futuro da ciência e da tecnologia, além das experiências e vivências de quem trabalha em uma das principais agências espaciais do mundo: a NASA.

E, para experimentar um pouquinho da sensação de ir para o espaço, os jovens poderão participar de oficinas e outras atividades realizadas no Pavilhão NASA. Os participantes poderão pilotar rovers – veículos de exploração espacial – em um ambiente que simula a superfície de um asteroide, já a atividade ‘My first Rover” busca ensinar a importância do trabalho em equipe ao montar uma réplica do modelo Curiosity, enviado em 2012 à Marte em missão exploratória. Em outras oficinas, as crianças e adolescentes conhecerão, ainda, o trabalho da Agência Espacial Brasileira.

Em parceria com a Junior Achievement e com o intuito de fomentar o empreendedorismo e estimular iniciativas no setor, o evento vai contar ainda com uma área para expor dez projetos inovadores de estudantes da Capital ligados a robótica e tecnologia.

Todas as atividades são gratuitas e possuem tradução simultânea. As vagas são limitadas, e o processo de inscrição será por ordem de chegada.

O NASA Science Days já passou, neste mês, por outros shoppings administrados pela Ancar Ivanhoe, uma das empreendedoras do Iguatemi. Os empreendimentos que receberam o evento foram o Rio Design Barra, no Rio de Janeiro, o Shopping Eldorado, em São Paulo, e o North Shopping Fortaleza, na capital cearense. Depois da sua permanência no Iguatemi Porto Alegre, a atração finaliza em Brasília, no Shopping Conjunto Nacional, de 30 a 31 de março.

Serviço:

Data: 27 e 28 de março de 2019

Horário: das 10h às 22h

Local: Praça Erico Verissimo do Shopping Iguatemi Porto Alegre

Acesso: gratuito

Fotografia: Os “Caminhos Imaginários” de Elvira T Fortuna estão a partir desta terça-feira no MARGS. Exposição fica em cartaz até 12 de maio

Fotografia: Os “Caminhos Imaginários” de Elvira T Fortuna estão a partir desta terça-feira no MARGS. Exposição fica em cartaz até 12 de maio

Agenda Cidade Cultura Destaque Porto Alegre Publicidade Tecnologia Trabalho

53623383_336146310362049_9080906421163261952_n

 

54433679_313559632693481_264127122765774848_n
Manoel Tomazoni, negativos em vidro.

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli — MARGS, abre hoje ao público a exposição fotográfica “Caminhos Imaginários”, de Elvira T Fortuna. Lembro das primeiras fotos publicadas pela Elvirinha, quando ainda trabalhava no Iberê, ali já havia um olhar diferenciado sobre arquitetura, formas, pessoas e paisagens. O que era uma paixão pela magia da fotografia, foi ganhando espaço cada vez maior e ela e máquinas estão indissoluvelmente unidas para a vida. Fui há alguns anos em uma exposição da Elvirinha, na Galeria Nieto, o trabalho já era ótimo, mas ele não se contentou e seguiu se superando como podemos ver pela pequena mostra desta página. Quem percorrer as Salas Negras do MARGS verá 34 fotografias, entre negativos em vidros originais, lâminas, matrizes, fotogravuras, tecido e ampliações em papel.

O projeto busca propor um encontro e conflito de espaços diferentes, reais ou deslocados do seu habitat original e dos lugares por onde ela andou e não foram poucos porque ela é inquieta. Esses novos caminhos estão presentes em seus trabalhos atuais, nos quais Elvirinha nos propõe a oportunidade de trilhar espaços imaginários fazendo associações das imagens com suas próprias experiências. Ela traz, também, a inquietação em sua busca por novos e alternativos formatos, como a fotogravura, que terá um destaque no espaço expositivo apresentando as etapas do processo. A fotógrafa tem como influência e inspiração constante o avô Manoel Tomazoni, sendo que a exposição apresentará alguns negativos em vidro realizados por ele.

13315300_10208591945130545_1625925477863332738_n

Elvira T Fortuna é graduada em publicidade e propaganda pela PUCRS e pós-graduada em gestão cultural pela Universidade de Girona (Espanha). Atuou por 11 anos como coordenadora de comunicação da Fundação Iberê Camargo. Trabalhou também com fotogravura, impressões em canvas, em quadrados de madeira no tamanho 10×10, papel fotográfico metálico e impressões em tecido. A mostra “Caminhos Imaginários”, da Elvirinha, tem coordenação de um craque da TV, cinema e fotografia Gilberto Perin, o que a torna mais especial ainda.

 

 

54061111_3585189318174032_6748586635081809920_nExposição Caminhos Imaginários – Fotografias de Elvira T Fortuna

Abertura: 19 de março de 2019, das 19h às 21h

Visitação: de 20 de março a 12 de maio, de terças a domingos, das 10h às 19h

Entrada Franca

Hospital Moinhos de Vento lança Núcleo de Medicina Robótica

Hospital Moinhos de Vento lança Núcleo de Medicina Robótica

Comunicação Destaque Notícias Porto Alegre Saúde Tecnologia

Visando expandir seu Programa de Cirurgia Robótica, o Hospital Moinhos de Vento – primeira instituição privada do Sul do Brasil a contar com um programa deste tipo – lançou neste sábado (16) o Núcleo de Medicina Robótica da instituição. A iniciativa vai qualificar mais profissionais e ampliar as especialidades atendidas.

O evento, realizado no Anfiteatro Schwester Hilda Sturm, também foi uma celebração dos resultados positivos do primeiro ano de cirurgias robóticas realizadas no hospital. Neste período foram realizadas 107 intervenções com a utilização de robô, sendo 95% delas na área da urologia. Agora, o projeto será expandido para as áreas de cirurgia geral, torácica, ginecologia, proctologia e cabeça e pescoço.

WhatsApp Image 2019-03-17 at 12.35.29
Evento realizado na manhã de sábado também teve apresentação de resultados do primeiro ano do Programa de Cirurgia Robótica na instituição. Fotos: Leonardo Lenskij

Dentre os principais benefícios da cirurgia robótica estão a precisão no procedimento e a diminuição do tempo de recuperação, o que resulta em menor risco de infecções e, ainda, diminuição de custos com internação.

O superintendente médico do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Luiz Antonio Nasi, revelou durante sua participação que mais 25 médicos deverão ser treinados este ano dentro da expansão do programa – atualmente são 17 profissionais capacitados para operar com o auxílio do robô. “ Esse é um projeto estratégico do hospital. O foco é promover a cirurgia minimamente invasiva, que busca maior precisão, rápida recuperação e redução do tempo de hospitalização. É um projeto de sucesso pelos excelentes resultados clínicos e pela animadora dedicação dos nossos cirurgiões”, afirmou Nasi.

Já o superintendente administrativo do Moinhos, Evandro Luis Moraes, aproveitou a oportunidade para compartilhar a informação do início das negociações para a aquisição do robô Da Vinci Modelo XI, a nova geração do Da Vinci SI utilizado atualmente na instituição. Também nas próximas semanas deverá ser recebido um moderno simulador para o treinamento dos médicos do programa.

Conforme o chefe do Serviço de Urologia do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Eduardo Carvalhal, há ganhos reais já comprovados nos pacientes submetidos à cirurgia robótica. “Ela facilita muito o acesso a regiões mais complexas do corpo e reduz o desconforto do paciente. O índice de continência imediata – não vazamento de urina após retirada da sonda – foi de cerca de 70%. E muitos recuperaram a função sexual em menos de um mês”, apontou Carvalhal que ressaltou, também, que do ponto de vista do cirurgião, o cansaço é reduzido.

Uma pesquisa que está sendo feita com pacientes atesta os ótimos resultados do trabalho neste primeiro ano e a boa aceitação por parte de quem foi atendido pelo serviço. De acordo com os dados iniciais, 98% dos pacientes contatados recomendariam a cirurgia robótica a outro paciente.

Para o líder do Programa de Cirurgia Robótica, Dr. André Berger, os resultados obtidos são até mesmo superiores aos de grandes centros que trabalham com robótica no mundo. “Esse lançamento do Núcleo legitima o Programa de Cirurgia Robótica do Hospital Moinhos de Vento como referência nacional e até mesmo internacional. Além de oferecer um tratamento com qualidade e segurança aos pacientes e da capacitação dos profissionais associados ao corpo clínico do hospital, o Núcleo irá dar suporte e promover cursos para médicos, estudantes de Medicina e profissionais da área da saúde que não estão vinculados ao programa”, destacou Berger.

IPTU: inadimplência na Capital é a menor da Região Metropolitana

IPTU: inadimplência na Capital é a menor da Região Metropolitana

Cidade Comunicação Notícias Política Porto Alegre prefeitura

A Receita Municipal da Secretaria da Fazenda divulgou nessa sexta-feira, 15, dados do IPTU. O índice de inadimplência em 2017 ficou em 7.31%, o menor entre os municípios da Região Metropolitana. Em relação ao IPTU 2018, a inadimplência até fevereiro está em 10,41%. De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Leonardo Busatto, o Município ainda está atuando sobre aqueles que não efetuaram o pagamento. “A tendência é que, ao longo de 2019, a inadimplência do IPTU 2018 alcance patamar inferior à verificada para o IPTU 2017.”

A prefeitura deixa de arrecadar com a falta de pagamento aproximadamente R$ 50 milhões por ano, o que acaba afetando setores fundamentais para a cidade. “Os recursos arrecadados de IPTU em parte são vinculados, devendo destinar 15% para a saúde e 25% para a educação. Os 60% restantes podem ser direcionados para áreas que a administração do município considere prioritárias, como infraestrutura, saneamento e pagamento do funcionalismo”, disse Busatto.

Conforme o superintendente-adjunto da Receita Municipal, Christian Fouchard Justin, um trabalho ostensivo de cobrança vem sendo realizado nos últimos anos, que iniciam por um contato pessoal, passando pela negativação, protesto extrajudicial, cobrança judicial, podendo resultar até em leilão do imóvel do inadimplente. “Somente em janeiro e fevereiro, foram concluídas negociações de 4.768 casos de IPTU. Alertamos que é importante buscar a regularização antes que essas ações mais ostensivas se iniciem, pois, após iniciadas, os custos para negociação são maiores, podendo envolver custas judiciais”, afirmou.

Em Porto Alegre, o trabalho realizado de recuperação de créditos tem sido eficiente. “Somos a capital do Brasil com maior retorno, muito à frente das demais. A tendência é que cada vez mais os contribuintes paguem o IPTU em dia, visto que as ações de cobrança acabam tornando a regularização tardia mais onerosa”, disse Chistian Fouchard.

Como regularizar a dívida – Na Área de Atendimento da SMF, é possível parcelar qualquer débito em atraso e colocar em débito em conta, evitando assim um novo esquecimento. Além disso, visando a facilitar e agilizar as negociações, está disponível um número de Whatsapp da Receita Municipal (51 99348-9424), onde é possível parcelar o imposto e receber a primeira guia de pagamento e o formulário para débito em conta.

RS: MBL convoca atos em defesa da Operação Lava Jato. Manifestações acontecem em Porto Alegre e mais cinco cidades

RS: MBL convoca atos em defesa da Operação Lava Jato. Manifestações acontecem em Porto Alegre e mais cinco cidades

Cidade Destaque Direito Política Porto Alegre

“Só você pode defender a Lava Jato agora. Vamos às ruas neste domingo exigir que o Congresso acabe com a palhaçada do STF”, diz mensagem publicada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) em seu perfil oficial no Twitter.

O Movimento realizará os protestos “em defesa da Lava Jato”, em seis cidades gaúchas nesse domingo, 17 de março.

A indignação popular se deve à votação dos ministros do Suupremo que deu competência à Justiça Eleitoral para investigar casos de corrupção da Operação Lava Jato que envolvam caixa 2 e outros crimes comuns, como lavagem de dinheiro.

A Procuradoria-Geral da República, os membros da Lava Jato e o ministro da Justiça, Sergio Moro, posicionaram-se contra a decisão do STF.

Apesar de respeitarem a determinação, todos declaram que a Justiça Eleitoral não tem estrutura para julgar crimes complexos e há riscos de haver impunidade.

54435595_362942617630016_8275594010144276480_n

Cesárea política: Manuela D’Ávila ganha dano moral por crítica de médica no parto da filha; por Jomar Martins/Conjur

Cesárea política: Manuela D’Ávila ganha dano moral por crítica de médica no parto da filha; por Jomar Martins/Conjur

Crianças Destaque Direito Política Porto Alegre

O site CONJUR informa em reportagem de Jomar Martins, que por maioria da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul aceitou apelação da ex-deputada federal Manuela D’Ávila (PC do B), que teve ação de danos morais julgada improcedente pela 16ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre. Com a procedência da indenizatória, Manuela irá receber R$ 5 mil da médica Juliana Zanrosso Caran, que a criticou por motivos políticos em rede social logo após o parto da filha. O entendimento segundo o site especializado em questões jurídicas, foi de que pessoas públicas, como os políticos, estão sujeitas a críticas e, implicitamente, aceitam que seus direitos subjetivos de personalidade sejam afetados por diferentes opiniões. Entretanto, esta mitigação de direitos não se estende ao espaço de vida privada da pessoa criticada, núcleo que deve ser inexpugnável ao escrutínio alheio.

Vitória da divergência
O relator da apelação, desembargador Tasso Soares Delabary, se alinhou ao juízo de origem, por entender que a postagem não contém nenhum conteúdo ofensivo ou pejorativo, mas apenas manifestação livre do pensamento num debate público instaurado pela própria autora, que tachava a cesariana de “violência obstétrica”, o que gerou animosidade com a classe médica.

“Logo, se a própria autora contextualizou sua gravidez à agenda política de defesa da redução de cesáreas e contra o que denominou de ‘violência obstétrica, não se pode reputar como abusiva ou como ataque pessoal a conduta da demandada que, diante do parto por cesárea, manifesta sua contrariedade com a forma que a autora se refere à atividade obstétrica como um todo e lança, ainda que de forma irônica, questionamento quanto à posição defendida pela parlamentar”, justificou no voto.

Delabary, entretanto, foi voto vencido no colegiado, prevalecendo o entendimento do colega Eugênio Facchini Neto. Para o redator do acórdão, a médica mostrou “conduta reprovável” ao escolher o momento do parto para, indiretamente, criticar Manuela, ainda que tenha tido o cuidado de postar um texto não ofensivo, aparentemente neutro e com linguagem polida. “A fina ironia que deu tom ao texto pode ser mais ferina do que outro texto, explicitamente ofensivo, mas que ao mesmo tempo revelasse o despreparo e a falta de inteligência de quem tivesse elaborado. Não foi à-toa que o texto, segundo a própria demandada, foi curtido por mais de 22 mil pessoas e compartilhado por mais de 7 mil”, escreveu no voto.

A seu ver, este não era o momento para a ré provocar a autora, que estava em estado puerperal, que deixa a mulher mais vulnerável. “No hospital Divina Providência, não se internou a Deputada Estadual Manuela D’Ávila para defender ou debater questões relativas ao ‘parto humanizado’. (…) [Manuela] Desejava que a equipe médica que a assistia a auxiliasse nesse momento importante de sua vida. Ela, seu marido e seu médico decidiriam as condutas a adotar a partir do momento em que ela baixou hospital. Essas questões diziam respeito à vida privada da autora”, anotou no voto.

Crítica política pós-parto
O fato que deu ensejo à ação indenizatória ocorreu no dia 28 de maio de 2015, uma hora após Manuela ter dado à luz à filha, num trabalho de parto que durou 26 horas e precisou ser concluído por cesariana. Sabendo que Manuela é defensora do “parto humanizado” e crítica ferrenha da cesariana, a médica obstetra a criticou em sua página no Facebook.

Segundo a inicial, a médica aproveitou o momento de dificuldade da então deputada para fazer provocações para um debate irracional e agressivo, quando deveria ter aguardado seu retorno à militância política ou, pelo menos, que estivesse fora de perigo de complicações pós-parto.

Na contestação, Juliana Caran afirmou que sua manifestação, feita em sua própria página do Facebook, teve a intenção apenas de incentivar o debate e não de ofender a autora. Defendeu que não houve qualquer invasão à privacidade da autora, não podendo ser responsabilizada por eventuais ofensas praticadas por terceiros.

Clique aqui para ler a sentença.
Clique aqui para ler o acórdão.
Processo 001/1.15.0208963-8 (Comarca de Porto Alegre)

RS: Secretaria da Cultura entregou livros no Presídio Madre Pelletier no Dia Internacional da Mulher

RS: Secretaria da Cultura entregou livros no Presídio Madre Pelletier no Dia Internacional da Mulher

Cidade Cultura Destaque Educação Notícias Política Porto Alegre
A literatura alterou a rotina no Presídio Feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre, nesta sexta-feira (8) em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher. A secretária da Cultura, Beatriz Araujo, entregou livros às diretoras do Departamento de Tratamento Penal Simone Messias Zanella e Maria Clara de Matos Oliveira, durante atividade promovida pelo Instituto Estadual do Livro (IEL), entidade ligada à Sedac.
Os livros serão encaminhados às apenadas. Beatriz esteve acompanhada da secretária adjunta Carmen Langaro e da diretora do Instituto Estadual do Livro (IEL) Patrícia Langlois. “A promoção da cultura passa por ações como esta do IEL. Neste dia tão representativo pra nós, mulheres, percebemos o alcance e a importância da literatura, que rompe barreiras ao mesmo tempo em que promove conhecimento.”
 Os livros fazem parte do acervo itinerante do Tudo a Ler – programa de mediação de leitura do IEL. As estantes podem ser facilmente deslocadas entre diferentes ambientes. Cada uma delas com cerca de cem livros, escolhidos a partir do acervo disponível no Instituto. As doações são feitas por entidades apoiadoras.
O Madre Pelletier conta com uma escola frequentada por 30 presas, onde são ministradas aulas do Núcleo Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Neeja). O presídio tem mais de 200 internas. Algumas estão na Unidade Materno infantil – gestantes a partir do sétimo mês de gravidez e mães de bebês com até um ano de idade.