Famurs realiza curso de cerimonial, protocolo e planejamento com Luiz Fernando Muñoz

Famurs realiza curso de cerimonial, protocolo e planejamento com Luiz Fernando Muñoz

Agenda Cidade Educação Poder Política prefeitura Publicidade

A Famurs realiza na próxima semana um curso com o objetivo de dar capacitação e orientações na área de eventos e cerimonial para responsáveis por esta área nas prefeituras gaúchas. Para ministrar as aulas, chamaram Luiz Fernando Muñoz. profissional experiente, respeitado e reconhecido pelo domínio das normas de cerimonial e protocolo, sendo um dos principais cerimonialistas do mercado, responsável por grandes e destacados eventos realizados no RS.. Foi Chefe do Cerimonial e Mestre de Cerimônias do Ministério Público do RS (2009-2011); e Assessor do Cerimonial e Mestre de Cerimônias da Assembleia Legislativa do RS (2002-2009). O conteúdo abordado oferecerá aos participantes as ferramentas e a expertise básicas e necessárias à gestão de eventos promovidos e desenvolvidos por órgãos públicos, entidades, empresas e instituições.

Segundo Muñoz, a ideia é apresentar o conteúdo didaticamente, tendo uma abordagem teórica, buscando sempre aliar a situações práticas e o dia a dia vivido pelos profissionais da área. Dessa maneira, ele capacitará e habilitará os profissionais a aplicarem de forma conveniente às regras básicas de cerimonial, tendo mais segurança e “jogo de cintura” nas situações rotineiras dos eventos.

Luiz Fernando Muñoz é relações Públicas, especialista em cerimonial e protocolo. Ele atua no mercado privado desde 2011. Criou a empresa Muñoz Cerimonial & Eventos em 2013, onde atua como consultor na área de eventos e cerimonial e mestre de cerimônias, além de ser palestrante, ministrante de cursos in company.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Conceito de Cerimonial, Protocolo e Etiqueta:
Breve histórico do cerimonial e diferenciação dos conceitos;
Precedência e utilização do Decreto 70.274/1972:
A Hierarquia entre as autoridades, quem preside cerimônias oficiais, Mesas de Honra, Palco, Palanque Oficial, Tribuna de Honra;
Expressões de tratamento:
Uso ou não do Excelentíssimo Senhor;
Hinos e Bandeiras:
A utilização do hino em cerimônias oficiais e a precedência entre as bandeiras;
Roteiros e Vocativos:
Estruturação dos roteiros em cerimônias e a forma de utilização da nominata de autoridades;
Trajes e cuidados com o visual:
Classificação de trajes masculinos, femininos e dicas para uma boa apresentação;
Cerimonial de Posse
Ritos e cuidados especiais, formatação e organização geral do evento;
Fechamento e considerações finais.

Local: Rua Marcílio Dias, 574 – Porto Alegre/RS
Investimento: R$ 366,00 para Prefeitura – R$ 550,00 para outros
Datas: 19 e 20 de junho de 2017
Horários: das 9h às 17h
Carga Horária: 14h/a

Top of Mind 2017 consagra Gerdau como ícone de Grande Empresa do RS. Mesmo sem escrever mais Paulo Sant´Ana é o colunista mais lembrado e fora da RBS Sergio Zambiasi segue sendo o comunicador de rádio

Top of Mind 2017 consagra Gerdau como ícone de Grande Empresa do RS. Mesmo sem escrever mais Paulo Sant´Ana é o colunista mais lembrado e fora da RBS Sergio Zambiasi segue sendo o comunicador de rádio

Agenda Comunicação Destaque Economia Negócios Publicidade

Quando pensa em Grande Empresa do Rio Grande do Sul, 7,6% dos gaúchos lembram imediatamente de Gerdau, um nome que parece forjado em aço no imaginário riograndense. A vitória da siderúrgica se repete há nada menos do que 17 edições do Top of Mind, a pesquisa de lembrança espontânea de marcas que AMANHÃ e Segmento introduziram de forma pioneira no jornalismo econômico brasileiro em junho de 1991. Apesar do retrospecto, não se pode dizer que a supremacia da Gerdau está livre de ameaças. Pelo retrovisor, a fabricante de aço vê três competidores respeitáveis: o Banrisul e a GM, empatados na vice-liderança com exatos 4,3% das lembranças. Colada nas duas, a apenas um décimo de ponto percentual de alcança-las, aparece a Tramontina, citada por 4,2% dos gaúchos como a primeira marca de Grande Empresa que lhes vêm à cabeça.

O fato de os percentuais não serem altos, e de não haver grande distância entre as marcas, ilustra porque a categoria “Grande Empresa” é considerada a mais nobre do Top of Mind. Qualquer variação no índice de lembrança pesa na pesquisa desta categoria, pois esse é um dos itens onde existem mais marcas citadas. No total, foram mencionadas impressionantes 283 grifes distintas. Por essa razão, há uma pulverização da lembrança com poucos pontos percentuais de diferença. Nessa disputa particular, o fator local se torna algo muito relevante. Joga em favor da Gerdau, por exemplo, o fato de exibir uma liderança transregional, sendo lembrada em diferentes regiões.  O Banrisul, com sua rede capilarizada de agências, também se beneficia deste fator.

As viradas

A edição deste ano registra a perda da invencibilidade da Erva-Mate Vier. Há dez anos na liderança da categoria, a marca se viu ultrapassada por Barão, a nova líder, e pela Madrugada, a vice, além da Ximango, terceira colocada. Outras categorias viram seus líderes perderem o posto. Em Móveis, a Kappesberg obteve 17,2% de lembrança, ultrapassando a então líder Carraro, que caiu para o terceiro lugar, atrás da Todeschini. Em Banda Larga, a NET ultrapassou a Oi. Em Refeição-Convênio, o Refeisul (marca que pertencia ao Banrisul, hoje denominada Banricard Refeição e Banricard Alimentação) tomou o lugar da multinacional Sodexo.

 

As imbatíveis

Enquanto algumas grifes descem do topo, outras permanecem firmes na memória dos gaúchos. O Jornal do Almoço é um exemplo. Desde 1991, o JA é o Programa Local de TV mais lembrado pelos gaúchos.  Em 2017, o programa da RBS TV completou 45 anos ininterruptos no ar. Outro ícone que completou 45 anos foi Paulo Sant´Ana – na verdade, não o jornalista propriamente, mas as suas colunas em Zero Hora. Sant´Ana também é o colunista mais lembrado há 27 edições. Outras oito marcas também estão nesse seleto grupo de invencíveis: Atlântida (Emissora de Rádio), Coca-Cola (Refrigerante), Ipiranga (Posto de Gasolina), Isabela (Biscoito e Massa), RBS TV (Emissora de TV), Renner (Tintas), (Comunicador de Rádio) e Zero Hora (Jornal).

 

Marcas corporativas

Na seção Corporativa, onde é medido o grau de lembrança de empresas em cinco segmentos distintos, a RBS leva dois troféus. O grupo de comunicação gaúcho lidera nas categorias Empresa Que Investe em Cultura e Empresa em Que Você Gostaria de Trabalhar. Já os Correios é a grife mais lembrada na categoria Empresa Pública Eficiente na pesquisa Top of Mind. A Empresa Preocupada com o Meio Ambiente, de acordo com a pesquisa, é a Natura. A Instituição de Credibilidade é a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

 

Novas categorias

Sete categorias debutam na edição deste ano do Top RS. Em Loja de Material de Construção, a mais lembrada foi a Tumelero. Em Doce de Leite, a Mu-Mu, da Neugebauer, encabeça a lista. Já em Espumante, o maior nível de lembrança pertence à Salton. O Energético com maior recall foi o Red Bull. O Chá Leão é o primeiro em seu segmento. Nescafé foi a marca de Máquina de Café mais lembrada. Em Programa de Rádio, o Pretinho Básico, da Atlântida, obteve o maior índice de lembrança.

 

Metodologia

Pesquisa pioneira de share of mind no Brasil, o Top of Mind procura captar a lembrança espontânea sobre empresas, marcas de produtos e serviços, além de nomes de veículos e profissionais de comunicação que marcam presença na memória dos gaúchos residentes em cidades que integram as sete mesorregiões do Rio Grande do Sul. O instrumento da pesquisa é um questionário que contém somente questões abertas, permitindo ao entrevistado manifestar a primeira marca lembrada após a menção de uma categoria de produto ou setor da economia. Pessoas de ambos os sexos, com idades entre 16 e 65 anos, de todas as classes sociais, constituem o universo da pesquisa. O erro amostral é de 2,9%, para cima ou para baixo, em cada categoria. Já o tamanho amostral é de 1,2 mil entrevistas. A coleta das informações ocorreu entre março e abril de 2017.

 

Top Porto Alegre

A edição deste ano do Top of Mind Porto Alegre revela as líderes em 32 categorias – quatro delas novas: Escola Particular (vitória do Anchieta), Escola Pública (Júlio de Castilhos), Serviços Funerários (Angelus) e Supermercados (Zaffari). O Top Porto Alegre capta a lembrança espontânea do consumidor que mora na capital gaúcha. A amostra, que foi coletada entre 29 de março e 10 de abril, ouviu 600 entrevistados.  Esse tamanho amostral garante aos resultados um grau de confiança de 95%, para um erro de até 4 pontos percentuais para mais ou para menos. O universo da pesquisa foi constituído por pessoas de ambos os sexos, com idades entre 16 e 75 anos, de todas as classes sociais, de diferentes regiões da cidade. A distribuição das entrevistas contemplou moradores de quase todos os bairros de Porto Alegre. Assim, moradores de 78 bairros foram entrevistados, com o objetivo de se ter um retrato mais fiel de cada região e, por consequência, do seu resultado final.

Confira todos os resultados do Top of Mind RS 2017

http://www.topofmindamanha.com.br/caderno_top_2017.pdf

 

 

Maurício Cavichion assume presidência do Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre

Maurício Cavichion assume presidência do Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre

Agenda Cidade Destaque Porto Alegre Publicidade Turismo

Neste mês de maio, acaba de tomar posse a nova diretoria do POACVB – Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre representada pelo atual presidente Maurício Cavichion . O primeiro organizador de eventos que chega à presidência da entidade tem a responsabilidade de dar continuidade ao trabalho de Roberto Snel junto com sua Diretoria. Como 1º Vice-Presidente permanece André Luiz G. Chaves Barcellos, como 2º Vice-Presidente assume Katia Soares e como 3º Vice-Presidente Arcione Piva. O POACVB é mantido por empresas impactadas pelo segmento de turismo de negócios e eventos como hotéis, agências de viagens, organizadoras de eventos, restaurantes, transportadoras, centro de eventos, varejo, entre outras.

Segundo Roberto Snel (ex-Presidente), a gestão foi muito próxima das empresas mantenedoras, norteados por ética e transparência, visando resultados positivos à cidade e às empresas mantenedoras que acreditam no potencial da nossa capital. “Depois de 1 ano e 5 meses como Presidente do Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre, e por exigência da nova função na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, transmiti o cargo ao amigo e profissional super competente Maurício Cavichion. Agradeço demais aos colegas de Diretoria, Sílvia Rachewsky, Fernando Kanbara, e André Chaves Barcelos, e ao Presidente e Vice do Conselho Curador, Eduardo Oltramari e Maurício Duval Macedo que fizeram parte do grupo. Também deixo meu abraço de gratidão à equipe operacional do CVB. Desejo sucesso e êxito à nova gestão, agora com incremento do amigo Arcione Piva/Sindilojas, em prol da cidade,” relata Snel.

Entre os importantes dados da gestão de Roberto Snel destaca-se que, entre os eventos captados em apenas 05 meses de 2017, projeta-se o aumento de 51% a mais no número de participantes para os próximos eventos em comparação aos eventos de 2016. Por isso, presume-se que será possível um aumento no valor do impacto econômico para Porto Alegre em 2017, bastante superior ao de 2016. Para os eventos que geram roomnights (hospedagens em hotéis) em 05 meses atingiu-se 30% a mais do que em todo ano de 2016.

Algumas das ações do POACVB para este ano de 2017 projetam um impacto econômico em captação para a cidade de Porto Alegre, nos próximos anos, que gira em torno de 19 milhões de reais, integrando comércio, hotelaria e turismo de negócios. Um dos mais importantes eventos já captados pela entidade e que será realizado ainda este ano, o World Congress on Brain, Behavior and Emotions, acontecerá na FIERGS, de 14 a 17 de junho, com a previsão de 6 mil participantes.

Para o novo Presidente, Maurício Cavichion, é preciso fazer um trabalho coletivo a fim de defender os interesses do setor. “Tenho certeza que contarei com o apoio das entidades, governos, universidades e, principalmente das empresas. Quero propor uma gestão muito próxima das mantenedoras. POACVB é sim um clube de negócios, e trata-se de uma extensão do departamento comercial de seus mantenedores”, explica Cavichion.

 

CDL POA promove Zoom – Na Era do Engajamento com quatro palestrantes de referência no mercado

CDL POA promove Zoom – Na Era do Engajamento com quatro palestrantes de referência no mercado

Agenda Cidade Destaque Economia Negócios Porto Alegre Publicidade Tecnologia

Colaboradores comprometidos apresentam maiores índices de eficiência, são mais atentos e vigilantes. Segundo pesquisa realizada pela Gallup, organizações com altos níveis de envolvimento reportam ser em média 22% mais produtivas e recebem de 25% a 65% menos reclamações de clientes. Para ajudar empresários a atraírem, fidelizarem e manterem os profissionais mais talentosos, a CDL Porto Alegre promove o Zoom – Na Era do Engajamento, que será realizado na manhã do dia 8 de junho, no Teatro CIEE (Rua Dom Pedro II, 861), na Capital.  Entre os nomes confirmados no evento, está o embaixador da Great Place to Work (GPTW) no Brasil, Hilgo Gonçalves, que irá apresentar o tema “Qual é a chave para conquistas de resultados sustentáveis?”. Para manter o time motivado, Gonçalves acredita que se faz fundamental “desafiá-los a se conectarem à cultura, propósito, missão e valores da organização”. E completa: “quanto mais eles se identificarem com a causa da companhia, mais eles vestirão a camisa. Para isso, o grande foco deve estar no clima organizacional da empresa”.

Além dele, a diretora-executiva de Gestão de Pessoas do Magazine Luiza, Patricia Pugas ministrará a palestra “Eu RH – Você Protagonista dessa História”. Baseada em um modelo de gestão que ranqueia e interliga as metas da companhia com os objetivos de todos os líderes em um painel de resultados, a rede de lojas acredita que um time bem informado impacta no desempenho dos colaboradores. “Temos uma missão profissional que vai além de apenas vender. Nela, estão atrelados valores como atender bem, entender as necessidades e encantar o cliente. Quando você trabalha com um objetivo maior e, principalmente, quando você compactua com este propósito, você realmente veste a camisa”, destaca Patricia Pugas.

Também asseguraram presença a diretora-presidente da ThoughtWorks Brasil, Caroline Cintra – com a palestra “Pessoas não são Recursos – Liderando pela Inspiração” –, e o  cofundador e CEO da ResolvJÁ, Thomas Eckschmidt – cujo foco será “Engajamento através de Proposito!”. Ingressos à disposição no site.

Serviço

O que: Zoom – Na Era do Engajamento

Quando: 8 de junho (quinta-feira)

Horário: das 8h30min ao meio-dia

Onde: Teatro CIEE (Rua Dom Pedro II, 861 – Higienópolis, Porto Alegre)

Inscrições:  www.cdlpoa.com.br/zoomdovarejo/ingressos/

Morre Elói Celente

Morre Elói Celente

Destaque Publicidade

Acabo de ser surpreendido, pelo telefonema do meu querido Fernando Albrecht, pedindo informações sobre a morte de Elói Celente. Não sabia nada sobre o fato, mas na cabeça vieram imagem das várias vezes que cruzei com o Elói… Dos seus conselhos sábios e palavras gentis sobre minha atuação no Rádio e TV. Eu ouvia e depois repetia a brincadeira de que ele me elogiava em público, para eu não falar sobre a minha paixão universitária pela Gagá – que quase fez eu trocar o jornalismo pela publicidade -. A gente ria, colocava o assunto em dia e a vida seguia até o próximo encontro quando o roteiro era “encenado” novamente.

Como os encontros eram raros, o Facebook tratou de nos aproximar entre curtidas, comentários e mensagens inbox mais dicas e conselhos. Nunca fomos próximos, mas desde a década de 90 do século passado – quando o conheci -, houve uma profunda admiração da minha parte por ele. Primeiro por ser marido da Gagá e depois pela pessoa afetiva que sempre foi. Não tenho informação sobre a causa da morte e isso pouco me interessa. O que realmente conta é a perda de uma pessoa que aprendi a admirar e nas últimas 3 décadas sempre soube me encantar com seus aconselhamentos. Infelizmente fiquei sabendo só agora- depois da cremação- e não pude levar nem meu abraço para a Gagá, que eu espero tenha recebido o conforto de dezenas de amigos do casal. Descansa em paz, Celente !!

Banrisul fecha 2016 com lucro líquido de mais de R$ 600 milhões

Banrisul fecha 2016 com lucro líquido de mais de R$ 600 milhões

Agenda Destaque Negócios Poder Política Porto Alegre Publicidade Sartori

O Banrisul registrou lucro líquido de R$ 659,7 milhões em 2016, alcançando resultado recorrente de R$ 652,3 milhões, valor 14% abaixo do apurado em 2015 e rentabilidade de 10,3% sobre o patrimônio líquido médio. Nesta quinta-feira, a instituição divulgou balanço financeiro referente ao ano passado. No 4º trimestre de 2016, o resultado ainda alcançou R$ 157,6 milhões, 5,9% acima do apurado no mesmo trimestre do ano anterior e 50% superior ao registrado no 3º trimestre de 2016.

No fim de janeiro,  o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes, garantiu que a possibilidade de vender o Banrisul está descartada. A afirmação foi dada após o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ter afirmado que o socorro financeiro ao Estado estaria relacionado a pelo menos uma contrapartida, que seria a venda do banco gaúcho.

Ainda durante balanço financeiro, o resultado alcançado em 2016 reflete a contribuição positiva da margem financeira e das receitas de serviços e tarifas, performance impactada pelas despesas administrativas e pelo aumento de despesas com provisões para perdas de operações de crédito decorrentes do ambiente de elevado risco que prevaleceu no ano.

O Banrisul ressalta o efeito de eventos que influenciaram os balanços de 2015 e 2016, entre os quais destacam-se o impacto positivo proporcionado pela operação de recompra parcial da dívida, operação realizada no mês de setembro de 2015; variação cambial que produziu receitas adicionais em 2015 e despesas em 2016, e a compra dos serviços da folha de pagamento dos servidores da administração direta do Estado, negociação concluída em junho de 2016.

Além disso, o patrimônio líquido atingiu R$ 6,4 bilhões no final de dezembro de 2016. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 69 bilhões em dezembro, crescimento de 3,1% em relação a dezembro de 2015. Em dezembro do ano passado, o total de recursos captados e administrados também registrou saldo de R$ 56,4 bilhões. Os depósitos totais alcançaram R$ 42,5 bilhões no período, com incremento de 9,9% ou R$ 3,8 bilhões em 12 meses. O saldo das operações de crédito do Banrisul totalizou R$ 30,3 bilhões em dezembro de 2016, com decréscimo de 5,2% nos 12 meses. (Rádio Guaíba)

RS: Promotoria do Patrimônio Público e MPC recomendam que governo Sartori pare de investir em publicidade enquanto perdurar a crise financeira

RS: Promotoria do Patrimônio Público e MPC recomendam que governo Sartori pare de investir em publicidade enquanto perdurar a crise financeira

Comunicação Destaque Direito Direito do Consumidor Economia Negócios Poder Política Publicidade

Em documento enviado hoje ao Secretário de Comunicação do Estado, Cléber Benvegnú, o Ministério Público Estadual e o Ministério Público de Contas tratam dos investimentos em publicidade feitos pelo Governo Sartori. O promotor de justiça Nilson de Oliveira Rodrigues Filho e o procurador-geral de Justiça do Ministério público de Contas, Geraldo da Camino realizam considerações e recomendações entre elas a de parar com a publicidade oficial, exceto nos casos de “informações essenciais em situação de emergência ou calamidade”.

Abaixo os principais pontos do documento:

CONSIDERANDO, que algumas das Solicitações de Autorização para Ações de Comunicação – SAAC, segundo a Secretaria de Comunicação do Estado foram realizadas sob o seguinte fundamento: “o Governo do Estado vai fazer uma campanha de comunicação, para informar à população sobre as medidas que está tomando para sair da crise e as perspectivas futuras. Para isso, serão veiculados programas de rádio e televisão”;
CONSIDERANDO, que, no cenário público e notório de crise financeira do Estado, o interesse da sociedade em receber as informações institucionais deve ser sopesado com os demais interesses, tais como, o pagamento em dia dos servidores públicos, a melhoria na segurança pública e nos serviços públicos de educação e saúde;
CONSIDERANDO, por fim, o significativo gasto realizado pelo Governo do Estado em ações de publicidade, que no exercício de 2016 representou o valor de R$ 18.089.647,31 , sendo que no exercício de 2017 foi consignado no orçamento o valor de R$ 56.562.437,00 , para, dentre outras finalidades, informar a população sobre as medidas tomadas para sair da crise financeira, em possível afronta aos princípios e normas de regência;
CONSIDERANDO que o Ministério Público do Estado instaurou o Inquérito Civil nº 00829.00010/2016 para investigar despesas de publicidade e consultoria por parte do Estado do Rio Grande do Sul, e o Ministério Público de Contas, mediante a Promoção MPC nº 342/2016, exarada nos autos das Contas de Governo do exercício de 2016, Processo nº 5007-02.00/16-1, em tramitação no Tribunal de Contas do Estado –, requereu a análise dos procedimentos e despesas relacionadas às ações de comunicação e sua adequação ao cenário de dificuldades nas finanças públicas estaduais;

RESOLVEM:

RECOMENDAR à Secretaria de Comunicação Social do Estado do Rio Grande do Sul, na pessoa do seu titular, que:
a) abstenha-se, enquanto perdurar a crise financeira do Estado, de efetuar quaisquer despesas com publicidade institucional, em qualquer meio, inclusive digital (seja grandes portais, seja em veículos alternativos), para noticiar à população sobre as medidas realizadas para superar a crise financeira do Estado; e
b) restrinja, enquanto perdurar a crise financeira do Estado, a publicidade oficial do Poder Executivo, tanto da administração direta como de autarquias e fundações, seja em grande mídia, seja em mídias alternativas, a informações essenciais em situação de emergência ou calamidade, com estrita observância às disposições constitucionais pertinentes.
O descumprimento desta recomendação ensejará a atuação dos órgãos signatários, inclusive com eventual responsabilização dos infratores, com a promoção das ações penais e de improbidade administrativa cabíveis, bem ainda com a formulação de representação pelo Ministério Público de Contas ao Tribunal de Contas do Estado, sem prejuízo dos atos de defesa do patrimônio público, não se podendo alegar desconhecimento das consequências jurídicas de seu descumprimento em processos administrativos ou judiciais futuros.
Ressalva-se que a presente manifestação não constitui prejulgamento de quaisquer questões nela abordadas, e que venham a ser eventualmente objeto de debate nos foros judicial e administrativo, aí incluído o próprio Tribunal de Contas.

 

Milena Fischer comanda o bureau True Conteúdo de Verdade

Milena Fischer comanda o bureau True Conteúdo de Verdade

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Economia Negócios Poder Política Porto Alegre Publicidade

Depois de passagens pelos núcleos de conteúdo digital das agências de publicidade DM9 Sul e Pereira O’Dell, a jornalista Milena Fischer está à frente da True Conteúdo de Verdade, um bureau de conteúdo com sede em Porto Alegre. A equipe, que atende, entre outros jobs, a indústria de vestuário Marisol SA, de Santa Catarina, ainda é formada por Betine de Paris, Tatiana Cruz, Mariella Taniguchi, Joelma Terto e Bárbara Santos, além dos estagiários Isadora Heimig e Allan Euzébio.

16145873_10210481032054980_2138948929_o
Milena e Fernanda Montenegro nas filmagens do longa O Tempo e o Vento

Segundo Milena, “Em mais de 15 anos de experiência como editora em jornais, revistas, websites, cinema, agências de publicidade e produção de livros, aprendi que, no fundo, o que importa é a relevância da mensagem. Cada vez mais, tudo gira em torno do bom conteúdo: de verdade, bem construído, proprietário e original. E é esse trabalho que fazemos na True: mergulhamos no negócio do cliente para trazer à tona a verdade da marca em todas as plataformas possíveis, especialmente as digitais. Não basta estar na vitrine das redes sociais, é preciso ser relevante para o consumidor e caminhar ao lado dele nas escolhas, que são múltiplas e milhares, atualmente.”

Antes da DM9 Sul, Milena foi repórter, editora da revista Donna ZH, colunista do Segundo Caderno de Zero Hora, editora do Diário Gaúcho, além de ter chefiado o portal Guia da Semana na região Sul. Também coordenou a comunicação da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, foi consultora da Orquestra Unisinos, assessora das agências Escala, e Publivar ON e editora das revistas Tramontina e Finger SA. Em 2012, fez a assessoria de imprensa das filmagens do longa O Tempo e o Vento, de Jayme Monjardim.

Troca de postos na Comunicação do governo do Estado

Troca de postos na Comunicação do governo do Estado

Comunicação Destaque Poder Política Publicidade

O atual diretor-geral da Secretaria de Comunicação (Secom), Orestes de Andrade Júnior, será o novo presidente da Fundação Piratini. Ele já fazia parte do Conselho Deliberativo da instituição. O objetivo da mudança é dar início à construção de um novo modelo para a gestão das concessões públicas de rádio e televisão. A jornalista Isara Marques, que ocupava a função, assumirá a direção-geral da Secom.

Segundo Orestes, que esteve reunido com o governador José Ivo Sartori e o secretário de Comunicação, Cleber Benvegnú, o governo do Estado pretende construir um modelo comunitário e sustentável, em parceria com os diferentes setores da sociedade. Em paralelo, a Fundação irá cumprir as regulamentações sobre a área e negociar a transição com os funcionários.

Desligados da Prefeitura de Porto Alegre mais de 270 cargos em comissão. Se não houver recontratação economia pode superar 1,5 mi/mês

Desligados da Prefeitura de Porto Alegre mais de 270 cargos em comissão. Se não houver recontratação economia pode superar 1,5 mi/mês

Cidade Destaque Direito Poder Política Porto Alegre Publicidade

Após a reestruturação administrativa que reduziu de 37 para 15 o número de secretarias e órgãos com reporte direto ao prefeito, a Prefeitura de Porto Alegre exonerou nesta sexta-feira, 6, mais de 270 cargos em comissão. Os desligamentos foram indicados pelos secretários municipais, depois de uma avaliação sobre o quadro e as estruturas de cada pasta. Como os cargos não foram extintos, pessoas podem ser contratadas para ocupar estes CCs. Cálculos de quem conhece a Prefeitura indicam que o valor economizado mês é da ordem de R$ 1,5 milhão ou R$ 19, 5 milhões/ano. O número final vai depender das vagas que serão abertas nos próximos dias para atender a base partidária.