500 Maiores do Sul: Unimed Porto Alegre segue líder no setor de saúde em receita líquida na Região Sul

A Cooperativa ocupa a 57ª posição entre as maiores empresas da região Sul, de acordo com o ranking da revista Amanhã e PwC

Destaque entre as maiores empresas do Sul, a Unimed Porto Alegre manteve a liderança no setor de saúde no indicador de receita líquida da Região Sul no ranking 500 MAIORES DO SUL – GRANDES & LÍDERES, publicado pela revista AMANHÃ em parceria com a PwC. A Cooperativa também subiu seis posições entre as maiores empresas do Sul: de 63ª para 57ª colocação. Além disso, manteve-se na 23ª posição no ranking das 100 Maiores do Estado, de acordo com o Valor Ponderado de Grandeza (VPG), resultado da soma de 50% do patrimônio líquido, 40% da receita líquida e 10% do lucro ou prejuízo do exercício, principal indicador de 500 MAIORES DO SUL.

O ranking é realizado pela Revista AMANHÃ com o apoio técnico da PwC em um método pioneiro e exclusivo: o Valor Ponderado de Grandeza (VPG). O índice apresenta a saúde financeira da empresa não apenas em função da renda, e sim, pela ponderação de três indicadores financeiros: patrimônio líquido (50%), receita líquida (40%) e lucro líquido ou prejuízo (10%).

O evento de premiação será realizado no dia 20 de novembro, na Sede da FIERGS, em Porto Alegre.

3a Caminhada pela Prematuridade reúne mais de 400 pessoas em Porto Alegre

3a Caminhada pela Prematuridade reúne mais de 400 pessoas em Porto Alegre

Notícias Saúde

Principal causa de mortalidade infantil no Brasil, o parto prematuro mobilizou mais de 400 pessoas numa caminhada simbólica pelo Dia Mundial da Prematuridade, celebrado mundialmente em 17 de novembro. O ato organizado pela ONG Prematuridade.com aconteceu na manhã deste domingo (11/11), no Parque da Redenção, em Porto Alegre. Desde às 9h da manhã, familiares, cuidadores, profissionais, crianças prematuras e a direção da ONG, concentraram-se em espaço montado pela Prematuridade.com em frente ao Monumento ao Expedicionário para receber apoiadores e chamar a atenção de autoridades e da sociedade sobre esse problema de saúde pública responsável pela morte de mais de 100 mil crianças por ano no país. “Para o Brasil, que é um dos 10 países com maior número de nascimentos precoces antes da 37ª semana de gestação, é muito importante que a gente faça eventos como esse para falar sobre a causa e levá-la adiante”, declarou ao público a fundadora e diretora-executiva da ONG Denise Suguitani.

Após reunir os participantes, o grupo deslocou-se pela Redenção, numa caminhada de cerca de 30 minutos, colorindo o parque de roxo, cor da causa, na bela manhã de domingo. A 3ª Caminhada pela Prematuridade em Porto Alegre faz parte de uma extensa agenda de ações que a ONG promove em todo o Brasil neste mês pelo Novembro Roxo. Outra cidade que mobilizou centenas de pessoas neste domingo (11/11) foi Santos, no litoral paulista. As tradicionais Caminhadas pela Prematuridade, estão ocorrendo em diversas cidades do Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco, Santa Catarina, entre outros estados. Aqui no RS, a agenda abrange Ijuí, que também realizou evento neste domingo (11/11); Cachoeira do Sul, que sediará o 1º Seminário local sobre o tema, dia 15/11; Parobé com evento marcado para sábado 17/11 e Passo Fundo, onde todos estão convidados à Mateada pela Prematuridade no domingo, 18 de novembro.

A Prematuridade.com – Associação Brasileira da Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – é uma organização sem fins lucrativos que trabalha pela busca de mais políticas públicas e apoio às famílias e cuidadores de bebês prematuros, além de manter uma plataforma online para auxiliar com informações e como rede de apoio. Para pressionar o Poder Público, esta semana a direção da ONG esteve no Congresso Nacional, em Brasília, reiterando a necessidade de atenção à causa. Na Câmara dos Deputados, terça-feira (06/11), houve distribuição de materiais informativos e busca de assinaturas de parlamentares para a renovação da Frente Parlamentar Mista da Prematuridade no Congresso Nacional, que visa a aperfeiçoar políticas públicas voltadas aos bebês prematuros.

As consequências de partos prematuros são inúmeras, pois a idade gestacional determina o desenvolvimento dos órgãos. Conforme o período de prematuridade do nascimento, há grande incidência de problemas de visão, audição, desenvolvimento físico e/ou mental. Vale ressaltar que cada ser humano é único, portanto, a reação de cada bebê depende de diversos fatores. Nesse sentido, torna-se fundamental que haja oferta de cuidados especiais à saúde de crianças prematuras e condições para que pais e cuidadores possam dedicar a necessária atenção aos pequenos. Entre as indicações para melhor desenvolvimento de bebês nascidos antes do tempo necessário está o Método Canguru, tema eleito pela Prematuridade.com à Campanha do Dia Mundial da Prematuridade 2018.

Para acompanhar a apoiar o trabalho da entidade e dados sobre o problema do parto prematuro, acesse o site http://prematuridade.com/ ou a fanpage: facebook.com/Prematuridade.

Chapa 2 é eleita para a gestão 2019-2021 do Simers

Chapa 2 é eleita para a gestão 2019-2021 do Simers

Destaque Saúde

Com 57,06% dos votos válidos, a Chapa 2 – Renova Simers foi eleita para liderar o Simers na gestão 2019-2021. O novo presidente da entidade será o médico Marcelo Marsillac Matias.

A votação foi realizada com envio de cédulas pelos Correios, entre 12 de setembro e 09 de novembro, e presencialmente no dia 05 de novembro, na sede do Simers.

No total, foram contabilizados 4.247 votos. Desse montante, 1.782 ficaram com a Chapa 1 e 2.368 foram para a Chapa 2. Outros 53 votos vieram em branco e 44 foram contabilizados como nulos pela Comissão Eleitoral.

Porto Alegre: Filme Corra! é tema de debate no 19º CinePsiquiatria

Porto Alegre: Filme Corra! é tema de debate no 19º CinePsiquiatria

Agenda Cidade Comunicação Cultura Notícias Saúde

No próximo dia 10 de novembro, sábado, o GNC Cinemas do Praia de Belas Shopping exibe sessão especial do filme Corra!, às 10h30min. A promoção do evento, que tem desconto de 50% nos ingressos, é da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Associação de Psiquiatria da América Latina (APAL) e, localmente, da Associação de Psiquiatria Cyro Martins – CCYM.

Após a sessão, os profissionais convidados, psiquiatra Dr. Sérgio Cutin e a Dra. psicóloga Magda Melo, comentam o conteúdo da obra e abrem espaço para debates. O CinePsiquiatria é coordenado pelo presidente e do vice-presidente do Centro de Estudos Cyro Martins (CCYM), os médicos psiquiatras Dr. Cláudio Meneghello Martins e Euclides Gomes, respectivamente.

A 19ª edição do evento traz uma trama que envolve terror, ficção, comédia e ainda tem pano de fundo a questão racial. O longa conta a história de Chris (Daniel Kaluuya), um jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

SERVIÇO

CinePsiquatria: Corra!

Sessão comentada com:

– Dr. Sérgio Cutin (psiquiatra)

– Dra. Magda Melo (psicóloga)

Data: 10 de novembro (sábado), às 10h30

Local: GNC Cinemas do Praia de Belas Shopping

Ingresso: Meia-entrada. Podem ser adquiridos pelo site:

www.gnccinemas.com.br

Saúde: Em quais casos é possível a reversão de vasectomia

Saúde: Em quais casos é possível a reversão de vasectomia

Comunicação Notícias Saúde

No Novembro Azul costuma-se falar sobre a importância da preservação da saúde do homem e nada mais justo que acompanhado do tema esteja um dos procedimentos urológicos mais realizados: a vasectomia. Segundo dados do Sistema Único de Saúde (SUS), o número de vasectomias no país cresceu mais de 300% entre 2001 e 2017, os números pularam de 7,7 mil homens para 34 mil que realizaram a operação no período.

No Brasil, a esterilização cirúrgica está regulamentada pela Lei nº 9.263/96 que trata do planejamento familiar. O artigo 10 estabelece os critérios e as condições obrigatórias para a sua execução.

De acordo com a norma, somente é permitida a esterilização voluntária em homens com capacidade civil plena e maiores de 25 anos de idade ou, pelo menos, com dois filhos vivos. Mas, ainda hoje, muitas pessoas que se submetem ao processo se arrependem de sua decisão no futuro.

As principais causas de arrependimento são por novo matrimônio, desejo de mais filhos com o mesmo parceiro ou a perda de um filho. No procedimento de reversão da vasectomia é preciso reconectar as duas extremidades dos deferentes (condutos por onde trafegam os espermatozoides) cujo sucesso depende de vários fatores, incluindo a técnica que foi utilizada para a vasectomia.

O urologista Claudio Telöken, do Fertilitat – Centro de Medicina Reprodutiva, explica que o espermatozoide é móvel ainda no interior do testículo mas não dispõe de competência para migrar sozinho até as vesículas seminais. A reconstituição da passagem pelo deferente é efetuada com o uso do microscópio, usando fios cirúrgicos muito finos e material de microcirurgia. A anestesia pode ser local ou sedação em regime ambulatorial. O maior índice de sucesso ocorre após 5 anos do procedimento.

“Entretanto poderá ser efetuada em qualquer período, sabendo-se que quanto mais tempo do procedimento realizado menos sucesso terá a reversão”, comenta Telöken. Após 20 anos, os casos de insucesso maiores são associados ao estilo de vida, sobretudo ao tabagismo, sedentarismo, alcoolismo, obesidade, etc.

Saúde: Gaúchos unidos pela causa da Psoríase em Brasília

Saúde: Gaúchos unidos pela causa da Psoríase em Brasília

Destaque Direito Política Porto Alegre Saúde

A direção da Psoríase Brasil, associação sem fins lucrativos de atuação nacional, reuniu na manhã desta quarta-feira (07/11), em Brasília, membros da Frente Parlamentar (FP) Mista do Congresso Nacional pela causa da Psoríase e Artrite Psoriásica, da Frente Parlamentar de Porto Alegre (RS) e da Frente Parlamentar de Esteio (RS). No “Café da Manhã das Frentes Parlamentares pela Psoríase”, organizado para fazer o balanço das atividades de 2018 e planejar as ações do próximo ano, a presidente da ONG, Gládis Lima, e o vice-presidente Célio Silveira, convidaram o deputado gaúcho Carlos Gomes (PRB/RS) para presidir a Frente Parlamentar do Congresso a partir de 2019, mudança que ocorre devido à troca da legislatura. Ao aceitar, o deputado destacou a importância da união das esferas públicas. “Nós não precisamos ter psoríase para lutar por uma causa tão nobre. Para mim será uma alegria e uma honra. Vou trabalhar e fazer o necessário para articular políticas públicas dos governos federal, estadual e municipal”, anunciou Carlos Gomes.

Embora tenha atuação nacional, a Psoríase Brasil tem sede em Porto Alegre e realiza também ações de grande importância pela causa na capital gaúcha e em Esteio. Em Porto Alegre, o vereador José Freitas (PRB/RS) é quem lidera o tema na Câmara de Municipal e busca a implantação de uma Rede de Atenção aos Pacientes com Psoríase, com Lei aprovada em 2017 pelo Legislativo Municipal. Já em Esteio, a vereadora Fernanda Fernandes (PP/RS), presidente da Frente Parlamentar do município, já organizou Programas de Capacitação a Médicos e a Agentes Públicos de Saúde da cidade. No final de novembro haverá a 3ª capacitação deste ano na cidade e este é um dos projetos pilotos que conta com o apoio da Psoríase Brasil, da Câmata e da Prefeitura de Esteio e pretende ser replicado a outras cidades brasileiras.

Em nível nacional, há uma semana a Psoríase Brasil venceu uma batalha de anos e conseguiu, após forte campanha e pressão junto ao Ministério da Saúde, a aprovação dos medicamentos biológicos a serem ofertados gratuitamente pelo SUS aos pacientes com psoríase grave. A luta contou com o apoio das Frentes Parlamentares e da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para o parecer favorável da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias pelo SUS (CONITEC). Os medicamentos biológicos são terapias de última geração até então disponíveis apenas aos pacientes com artrite psoriásica, um grau avançado da doença que atinge as articulações e compromete ainda mais a saúde. Embora tenham valores elevados, as medicações são imprescindíveis para determinados casos. As Portarias do Ministério (50, 51, 52 e 53) assinadas em 30/10 pelo Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Marco Antônio de Araújo Fireman, tem prazo de 180 dias para que os medicamentos (quatro no total) estejam disponíveis na rede pública.

No Café da Manhã das Frentes Parlamentares, a presidente da Psoríase Brasil, Gládis Lima, detacou a importância de estarem sendo formadas Frentes Parlamentares no País. “Desde 2017, quando implantamos a primeira FP Mista no Congresso Nacional, nossa causa ganhou ainda mais força política. Este ano, as cidades de Esteio (RS) e Porto Alegre (RS) também entraram com tudo pela causa e, agora, estão unidas buscando realizar um trabalho em nível estadual no Rio Grande do Sul. Só temos a agradecer pelo grande ano de vitórias aos pacientes com psoríase e atrite psoriásica”, anunciou Gládis Lima.

SENAR-RS lança cartilha e palestra sobre saúde do homem no Novembro Azul

SENAR-RS lança cartilha e palestra sobre saúde do homem no Novembro Azul

Agenda Agronegócio Comportamento Comunicação Notícias Saúde

 

A saúde do homem é o tema de uma nova palestra que está sendo preparada pelo SENAR-RS. O conteúdo fará a sua estreia no dia 7 de novembro, em Palmeira das Missões. A proposta está inserida no contexto do novembro azul, mês que busca lembrar a importância dos cuidados preventivos em relação ao câncer de próstata. No dia 22 de novembro, a palestra será levada aos municípios de Três de Maio, no turno da manhã, e Alegria, na parte da tarde.

Além da palestra, o SENAR-RS elaborou uma cartilha de bolso que traz orientações sobre higiene, prevenção, exames e tratamos que lidam com questões de saúde que são específicas aos homens. No entanto, a proposta é abrir o espaço para que tanto homens quanto mulheres possam participar, já que frequentemente são as mulheres que incentivam os homens a cuidar da própria saúde e a consultar médicos em caráter preventivo.

Se descoberto na sua fase inicial, o câncer de próstata tem 95% de chance de cura e o tratamento é bem menos complexo do que aquele aplicado em estágios avançados da doença. Por apresentar sintomas tardiamente, é necessário que os homens façam exames preventivos a partir dos 50 anos, ou até mesmo mais cedo caso estejam em algum dos grupos mais suscetíveis à doença.

Porto Alegre: Cuidados com diabetes é tema de oficina promovida pela Unimed

Porto Alegre: Cuidados com diabetes é tema de oficina promovida pela Unimed

Comunicação Notícias Saúde

Para alertar o público sobre os riscos do Diabetes, o programa Gerenciamento em Saúde, da Unimed Porto Alegre, oferece, no dia 5 de novembro, a partir das 16h, no Espaço Viver Bem, oficina sobre o tema. A atividade será em alusão ao Dia Mundial do Diabetes, que acontece em 14 de novembro e tem como objetivo promover ações que conscientizem a população sobre a importância da prevenção e educação em diabetes.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 16 milhões de brasileiros sofrem de diabetes. Além disso, a taxa de incidência da doença cresceu 61,8% nos últimos dez anos. Segundo a coordenadora do Programa Viver Bem da Unimed Porto Alegre, Sílvia Kretzer, é importante atentar à rotina para manter a qualidade de vida. “A atividade orientará os pacientes sobre controle dos níveis glicêmicos e cuidados no dia a dia, para evitar as complicações decorrentes do diabetes e manter uma vida mais saudável”, explica Sílvia.

A iniciativa faz parte do Programa Viver Bem e ocorre no Espaço Viver Bem, em Porto Alegre, sendo gratuita e exclusiva para clientes, titulares e dependentes da Unimed Porto Alegre. As inscrições podem ser realizadas pelo telefone 4004-2040, opção 6, ou pelo site unimedpoa.com.br/blogviverbem.

Confira a programação completa:

Conversando sobre Diabetes

O quê: Cuidados ao cliente com diabetes da cabeça aos pés

Quando:  5 de novembro

Onde: Espaço Viver Bem (Rua Miguel Tostes, 823 – Rio Branco – Porto Alegre/RS)

Horário: 16h às 17h

Morre o músico Paulinho Pires. Instrumentista se destacava como exímio tocador de serrote

Morre o músico Paulinho Pires. Instrumentista se destacava como exímio tocador de serrote

Cultura Destaque Música Saúde Vídeo

Morreu hoje na Santa Casa de Porto Alegre, o músico Paulinho Pires. A família ainda não informou onde ocorrerão os atos fúnebres e o sepultamento. Grande poeta, compositor, instrumentista, intérprete, autor de mais de duas centenas de canções com temáticas regionais e boêmia, destacou-se também como um exímio instrumento de serrote e tem um CD gravado, “Paulinho Pires, Versos e Cantigas” Uma de suas músicas mais conhecidas, “Súplica do Rio”, apresentada na longínqua 8ª Califórnia da Canção, é considerado “o primeiro grito ecológico” dos festivais gaúchos.  Paulinho Pires, nasceu na Ilha do Cônsul, no Delta do Jacuí. Depois aos 4 anos foi morar na Ilha das Flores, onde passou boa parte da infância. As 5 anos começou com a gaita de boca ele gostava de lembrar que cresceu em contato com a natureza. Aos 16 ganhou um violão com o qual participava de festas, casamentos, quermesses, folias de carnaval e bailes tocando vanerões, xotes e serenatas. “Tenho um pé no campo outro na cidade”, diz. De fato, da Ilha viu Porto Alegre crescer, ao mesmo tempo que do outro lado olhava o campo.

Aos 20 anos saiu das Ilhas e se mudou para a cidade de Porto Alegre, quando começou a tocar com o Grupo de Arte Nativa Estância da Amizade, começando também a tocar serrote, e iniciando suas apresentações em público. Desde então construiu uma carreira sólida e respeitada na música do Rio Grande do Sul.  (Felipe Vieira com informações do Jornal do Mercado)

Porto Alegre: Santa Casa inaugura novas instalações do Hospital São José

Porto Alegre: Santa Casa inaugura novas instalações do Hospital São José

Cidade Destaque Porto Alegre Saúde

A unidade hospitalar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre especializada em neurologia e neurocirurgia inaugura, hoje (29/10), as novas instalações de sua Unidade de Terapia Intensiva, Bloco Cirúrgico e andar de internação. Referência nacional pela qualificação do atendimento em procedimentos de alta complexidade na área, o Hospital São José realiza todos os tipos de procedimentos neurocirúrgicos e é um dos mais importantes centros de estudos em neurocirurgia da América Latina.

Com as obras, haverá uma ampliação de 50% da área física do bloco cirúrgico, possibilitando o aumento de 20% da capacidade cirúrgica e a redução na espera para estes procedimentos. A UTI também foi qualificada e ampliada com a obra – contando com estrutura de leitos em ambientes exclusivos, individuais para cada paciente – assim como haverá também um novo andar de unidade de internação. A estrutura estará à disposição de todas as pessoas, atendendo a pacientes particulares, convênios e do SUS, a partir de novembro deste ano. “A atualização estrutural e tecnológica do Hospital São José irá proporcionar mais segurança assistencial aos nossos pacientes, com um ambiente ainda mais adequado e acolhedor”, afirma Nelson Pires Ferreira, diretor médico do Hospital São José.

O total investido nas reformas ampliações, modernizações e tecnologias somam o montante de R$ 8 milhões, dos quais as Voluntárias pela Vida se comprometeram e viabilizaram R$ 6 milhões. A diferença foi aportada pela Santa Casa em decorrência das ampliações e agregações tecnológicas efetivadas no curso da execução do projeto. “Este empreendimento traz consigo ampliação da capacidade assistencial, qualificação e modernização estrutural em todos os ambientes que possibilitam mais segurança e condições técnicas para realização da assistência, notadamente de procedimentos de alta complexidade neurocirúrgica. A integração do bloco cirúrgico, UTI e diagnóstico por imagem, faz muita diferença no cuidado ao paciente”, informa Julio Matos, diretor geral da Santa Casa.

Determinantes para esta e outras reformas realizadas na Santa Casa é o grupo Voluntárias pela Vida, mulheres empreendedoras, sensíveis e com visão social aguçada. Os recursos para as obras do Hospital São José foram obtidos por meio de dois eventos realizados pelas integrantes do grupo. Ações como essa já foram realizadas pelas Voluntárias pela Vida anteriormente, como, por exemplo, em 2016, quando as voluntárias se mobilizaram com a finalidade de construir uma nova UTI pediátrica do Hospital da Criança Santo Antônio.

uti-hsj-adriana-abad