Transição de carreira: novos sonhos e novos desafios

Transição de carreira: novos sonhos e novos desafios

Comportamento Destaque Negócios Tecnologia

A transição de carreira planejada por James Marcelo Steigleder ilustra a história de muitas vidas. Seja por necessidade ou por sonho, em determinado momento o medo de trocar ou investir na profissão comumente surge. James havia chegado ao topo como gestor nacional em tecnologia da informação, cargo desejado por muitos. Teve energia para cumprir metas em décadas de dedicação à liderança. Contudo, o céu não era o limite. Por isso, ele traçou, em 2016, novos objetivos para si, buscando a ajuda da Coach de alta performance e transição de carreira, Ana Slaviero, que o auxiliou nesta guinada. Com o processo de coaching de Ana Slaviero, James propôs-se a prosperar em nova atividade. Com o mesmo gás de sempre, colocou em prática a vontade de ajudar pessoas e iniciou um ciclo de estudos e aperfeiçoamentos como Coach.

imagem_release_1009682
James Marcelo Steigleder experimenta o desafio da transição de carreira. De gestor de tecnologia da informação por 30 anos, lança-se como coach focado no desenvolvimento humano.
imagem_release_1009683
James Marcelo Steigleder experimenta o desafio da transição de carreira. De gestor de tecnologia da informação por 30 anos, lança-se como coach focado no desenvolvimento humano.

Ana Slaviero, Coach e palestrante, especialista em transição de carreiras, ajudou no processo de James e hoje atua como mentora do profissional que já faz atendimentos focados no propósito de transformar vidas. De acordo com ela, para investir em uma nova carreira, é preciso ressignificar crenças, sair da zona de conforto, planejar e colocar a mão na massa. O medo é o grande empecilho que alimenta com força essas crenças limitantes. Este começa nas incertezas da vida financeira, passa pelas críticas da sociedade e finda no inesperado dos novos desafios.

A transformação obtida por James, com o auxílio da Coach Ana Slaviero, é expressada quando ele afirma: “Já passei dos cinquenta. Poderia ter me acomodado, mas o meu perfil é outro, fico feliz por isso. A família inicialmente teve ressalvas, mas hoje estimula meu sonho profissional. O apoio das pessoas que amamos faz toda a diferença”.

Conforme a Coach Ana Slaviero, uma das bases importantes para quem faz transição de carreira é a rede de relacionamentos e o conhecimento adquirido. “Isso você acumula com o tempo, independente da profissão”, completa. Mesmo em diferentes carreiras, a experiência e o network são os diferenciais que vão impulsionar o sucesso da nova fase.

Trabalhar com transição de carreira tem um valor especial para Ana Slaviero. Ela própria vivenciou esta transformação. De Freira a Coach, experiência relatada no livro que será lançado brevemente, conta que empenhou muitos esforços e idealizou muitos sonhos, que a levaram à profissão de hoje. “Passados alguns anos desde o meu rompimento com a Congregação, vejo que sou hoje uma mulher com independência, autonomia e liberdade. Isso confronta fortemente com aquela realidade, já que dentro de uma instituição religiosa você tem regras, professa votos (pobreza, obediência e castidade) e precisa viver em comunidade. Mesmo não sendo infeliz enquanto lá estive, depois de 25 anos, decidi romper! Sentia-me sim realizada, enquanto ajudava pessoas. Mas senti poderia fazer mais pela minha realização pessoal e profissional. Percebi isso quando surgiu a imposição, por parte da Congregação, de uma transferência para outro Estado”.

No momento da ruptura, Ana Slaviero não sabia ao certo o que fazer. Assim retrata em seu livro esta dura realidade: “uma mulher adulta, que veio para o convento aos 14 anos e está saindo com 38 anos. Olha o distanciamento disso tudo!”. Foi uma vida inteira de muito trabalho e dedicação. Apesar de experiência e conhecimentos acumulados, não Ana não sentia a sua plena realização.

A metamorfose necessária apontada por Ana, e também aplicada por James, foi provocada pelas características de ambos em gostarem de desafios e mudanças.

Há necessidade de foco, planejamento, ação e avaliação para que os desafios e mudanças gerem os esperados resultados. São estes os ingrediente que motivam os dois profissionais diariamente. É este também o caminho que ambos mostram para os aspirantes a uma nova carreira, independente se sua idade, experiência de vida ou profissão. Esta decisão não é fácil e muitas vezes não se consegue sozinho. O Coaching de alta performance e transição de carreira pode ser uma ferramenta imprescindível a ser buscada em profissionais preparados, como fezJames Marcelo Steigleder,n ao buscar a ajuda da Coach Ana Slaviero.

Porto Alegre: Sony e Lojas Colombo apresentam os principais lançamentos para 2017

Porto Alegre: Sony e Lojas Colombo apresentam os principais lançamentos para 2017

Cidade Negócios Notícias Tecnologia Vídeo

No próximo dia 22 de julho, a Sony apresenta os seus principais lançamentos do ano de TV em Porto Alegre durante um coquetel que acontece em parceria com a Lojas Colombo do Shopping Iguatemi Porto Alegre. Entre as principais novidades está a linha XBR X905E (http://bit.ly/xbr905e), sucessora da XBR X855D, que apresentou ótimos resultados de vendas no último ano. A nova TV recebeu um upgrade para a sua versão 2017: teve seu design renovado, passou a suportar a conexão de fones de ouvido Bluetooth e ganhou mais qualidade de imagem com a tecnologia XDR PRO (X-tended Dynamic Range PRO), além de contar com a plataforma Android – garantindo que o usuário desfrute de todos os recursos de conectividade, baixe aplicativos e jogos, e utilize o comando de voz.

“Estamos cada vez mais engajados em oferecer a melhor experiência de compra ao consumidor, e, por isso, ampliamos o nosso portfólio de TVs e reforçamos ainda mais a parceria com importantes varejistas do mercado”, explica Marcelo Gonçalves, Gerente de Marketing e Comunicação da Sony Brasil.

Coquetel Sony

Local: Lojas Colombo Iguatemi Porto Alegre
Endereço: Shopping Iguatemi Porto Alegre – Av. João Wallig, 1800 – Passo d’Areia, Porto Alegre – RS
Data: 22/07/2017
Horário: 14h às 18h

Disney World terá hotel de Star Wars e atração da Marvel; por Artur Luiz Andrade/Panrotas

Disney World terá hotel de Star Wars e atração da Marvel; por Artur Luiz Andrade/Panrotas

Cultura Destaque Economia Mundo Negócios Tecnologia Turismo

A sessão sobre Walt Disney World, no evento D23, que ocorre em Anaheim, na Califórnia, e reúne todos os executivos da Disney em encontros com fãs de todo o mundo, foi bastante reveladora sobre as novidades que virão até 2021, quando WDW comemora 50 anos.

default
Bob Chapke, diretor de hotéis e resorts da Disney fez os anúnciso

Um hotel temático de Star Wars, uma atração de Tron, no Magic Kingdom, similar à do parque de Xangai, atrações de Ratatouille e Guardiões da Galáxia, no Epcot, um terceiro novo navio para a Disney Cruise Line, um teleférico ligando Epcot e o Hollywood Studios, além de alguns hotéis, e um novo sistema de transporte chamado de Minnie Van são algumas das estreias, que se somam a Toy Story Land, em 2018, e Star Wars: Galaxy’s Edge, em 2019, ambas no Hollywood Studios.

As atrações foram anunciadas pelo chairman de Walt Disney Parks and Resorts, Bob Chapek, que informou a localização da atração baseada no filme Tron: bem ao lado da Space Mountain, no Magic Kingdom, que também ganhará um teatro. O Shanghai Disneyland, aberto em 2016, já possui a atração Tron Lightcycle Power Run, que brilha à noite tanto por fora quanto pode dentro, mas não foi revelado se a atração do Magic Kingdom será exatamente igual à chinesa.

HOTEL DAS ESTRELAS
O hotel de Star Wars promete ser uma imersão no mundo da série mais famosa do planeta e a Disney promete experimentar novidades jamais vistas em seus hotéis. A categoria será de luxo e todas as janelas possibilitarão que os hóspedes observem o espaço.

AT D23 EXPO 2017, DISNEY PARKS CHAIRMAN BOB CHAPEK ANNOUNCES NEW STAR WARS-THEMED HOTEL FOR WALT DISNEY WORLD RESORT -- During D23 Expo 2017, Walt Disney Parks & Resorts Chairman Bob Chapek announced plans to create the most experiential concept ever in an immersive Star Wars-themed hotel at Walt Disney World Resort. Dedicated entirely to the galaxy of Star Wars, it will be a one-of-a-kind experience where a luxury resort meets a multi-day adventure in a galaxy far, far away.
 

O Disney Skyliner, um sistema de transporte por gôndolas, como um teleférico, ligará os hotéis Caribbean Beach, Pop Century, Art of Animation e Disney Riviera Resort (novo, o 15º do Disney Vacation Club) e os parques Epcot e Hollywood Studios.

Já a frota da Disney Cruise Line será de sete navios em 2023,quase dobrando a capacidade atual, de quatro embarcações. Disneyland Paris ganhará o Disney’s Hotel New York – The Art of Marvel, hotel baseado no mundo de heróis como Iron Man, The Avengers e Spider-Man (Homem de Ferro, os Vingadores e Homem Aranha).

HOLLYWOOD STUDIOS
O parque que passará pelas maiores transformações terá Toy Story Land no verão de 2018 e a terra de Star Wars, batizada de Star Wars: Galaxy’s Edge, em 2019. Detalhes de Star Wars foram anunciados no dia anterior, também em D23. A área terá duas atrações, incluindo uma que coloca os participantes no meio de uma batalha entre a Resistência e a Primeira Ordem. Os visitantes também poderão voar na Millennium Falcon, a nave de Han Solo e Chewbacca, e ainda encontrar personagens como BB-8, Chewbacca, Rex and Kylo Ren. A área de Star Wars será aberta primeiro na Disneyland, na Califórnia, e depois em Orlando, no Hollywood Studios.

A Pixar, além de Orlando, também estará na Califórnia, com um novo show de fogos em Disneyland, e a tematização do píer em Disney California Adventure. A reportagem completa está no site PANROTAS.

Women to Watch: Andiara Petterle da RBS aparece em lista de sete profissionais da indústria de publicidade, mídia e marketing homenageadas pela Meio & Mensagem  em 2017

Women to Watch: Andiara Petterle da RBS aparece em lista de sete profissionais da indústria de publicidade, mídia e marketing homenageadas pela Meio & Mensagem em 2017

Comunicação Destaque Economia Negócios Tecnologia

A quantidade de mulheres que ocupam cargos de liderança em empresas de qualquer segmento da economia ainda é bem inferior a de homens e a indústria de comunicação não foge a essa regra. Para destacar os exemplos que contrariaram essas estatísticas da desigualdade de gênero, Meio & Mensagem, mais uma vez, destaca os talentos femininos que vêm fazendo a diferença nos setores de publicidade, marketing e mídia no Women to Watch in Brazil. A única gaúcha presente na lista é Andiara Petterlle, vicer-presidente da RBS. Confira a lista completa e mais informações sobre a premiação no site da Meio & Mensagem.

TRF determina que Geddel seja solto sem necessidade de tornozeleira eletrônica

TRF determina que Geddel seja solto sem necessidade de tornozeleira eletrônica

Destaque Direito Segurança Tecnologia

Um dia após autorizar o ex-ministro Geddel Vieira Lima a deixar o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, para cumprir prisão domiciliar monitorada pelo uso de tornozeleira eletrônica, o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), determinou que o político baiano seja solto, mesmo sem o equipamento.

A decisão se deve ao fato de o sistema penitenciário do Distrito Federal não ter disponibilidade de tornozeleiras eletrônicas, nem os meios de monitorar os sentenciados à distância.

“Fica autorizado o cumprimento do alvará de soltura, independentemente da aplicação da tornozeleira eletrônica quando do momento da soltura, postergando-se sua aplicação para o momento do recolhimento na sua residência, em Salvador (BA)”, determina o desembargador em decisão tornada pública na tarde de hoje.

MP volta a pedir prisão do ex-ministro

Mais cedo, o Ministério Público Federal (MPF) ingressou na 10ª Vara Federal de Brasília com um novo pedido de prisão preventiva do político baiano. A força-tarefa da Operação Greenfield (que também é responsável pelas operações Sépsis e Cui Bono, no âmbito da qual Geddel foi preso, no último dia 3) tenta anular o cumprimento da sentença de soltura do desembargador Ney Bello.

Na petição, os promotores dizem que, ao conceder a prisão domiciliar a Geddel, o desembargador não levou em conta novas provas adicionadas ao processo, como, por exemplo, um recente depoimento do doleiro Lúcio Funaro, que acusou o ex-ministro da prática de exploração de prestígio ao tentar interferir no trabalho do Poder Judiciário.

O pedido do MPF foi enviado à 10ª Vara nessa manhã e ainda vai ser analisado pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, o mesmo que, na semana passada, negou o pedido de revogação da prisão preventiva apresentada pela defesa do ex-ministro.

Geddel é acusado de tentar obstruir a investigação de supostas irregularidades na liberação de recursos da Caixa Econômica Federal. A prisão preventiva do ex-ministro foi pedida com base em acusações do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, do empresário Joesley Batista e do diretor jurídico do grupo J&F, Francisco de Assis e Silva, feitas em depoimentos ao MPF.

Na petição que resultou na prisão do político baiano, os procuradores reproduziram mensagens eletrônicas supostamente enviadas pelo ex-ministro, por celular, à mulher de Funaro, Raquel Pitta, entre os meses de maio e junho, quando o doleiro já havia sido preso.

Segundo os procuradores, as mensagens em que Geddel pergunta à esposa de Funaro sobre o estado de ânimo da família do doleiro e sobre o próprio Funaro são indícios de que o político tentou obstruir a apuração dos crimes imputados a ele, para evitar um acordo de delação premiada de Funaro com o Ministério Público Federal.

Em janeiro, Geddel foi alvo de mandados de busca e apreensão expedidos no âmbito da Operação Cui Bono, que trata do suposto esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal entre os anos de 2011 e 2013 – período em que Geddel ocupou a vice-presidência de Pessoa Jurídica do banco.

A Agência Brasil tentou contato com a defesa de Geddel, mas ainda não recebeu resposta às ligações até a publicação da matéria. (Agência Brasil)

“Quem irá sofrer com a reforma trabalhista é a OAB”, diz Almir Pazzianotto

“Quem irá sofrer com a reforma trabalhista é a OAB”, diz Almir Pazzianotto

Destaque Direito Economia Negócios Poder Política Tecnologia Vídeo

 Aos 80 anos, Almir Pazzianotto, comemorou hoje em entrevista ao programa Agora, da Rádio Guaíba, a reforma trabalhista aprovada nessa terça-feira no Senado.O ex-deputado estadual ainda pelo Movimento Democrático Brasileiro, ex-advogado do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista, ministro do Trabalho no governo José Sarney e ministro do Tribunal Superior do Trabalho, que veio a presidir, entretanto considera as alterações na lei brandas para as necessidades que o país enfrenta.

“Foi uma grande vitória para o governo Michel Temer. Foi uma grande vitória para os trabalhadores. É uma grande vitória para o empresariado e para a economia. Não é a reforma ideal porque a CLT acumula mais de 70 anos de existências e de erros. De sorte, para uma reforma completa precisará de muito tempo e muito apoio político. A aprovação integral do projeto sinaliza positivamente para o Brasil e para o exterior. Talvez, com isso, se readquira uma parte da confiança e ocorram investimento que venham gerar empregos”, declarou Pazzianotto.

Segundo o ex-ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), formado em 1960 pela Universidade Católica de Campinas, quem mais irá perder com as alterações serão os “jovens advogados”. Para ele, a Justiça do Trabalho terá que se adaptar aos “novos tempos, aceitar a reforma e não se contrapor” as mudanças.

“Quem perde com a Reforma Trabalhista é a OAB, a Ordem dos Advogados do Brasil. Porque vamos ter uma diminuição sensível do número de reclamações trabalhistas, que hoje é o principal mercado de trabalho, sobretudo, para advogados iniciantes. As centrais sindicais não representam nada e ninguém.

Ao ser questionado pelo apresentador Felipe Vieira sobre quais os ganhos que os trabalhadores terão com as novas leis trabalhistas, Pazzianotto passou a atacar as centrais sindicais e os sindicatos, que não estariam preocupados com o crescimento da economia. Segundo ele, as organizações sociais são “agrupamentos de pelegos (sindicalistas ligados aos donos dos meios de produção) que vivem exclusivamente do imposto sindical e da baderna que provocam nas ruas”.

“Quando digo que o trabalhador ganha é porque eles não são mantidos pela legislação trabalhista, mas é pelo mercado de trabalho. Quanto mais forte a economia, quanto mais desenvolvida ela for, quanto maior a oportunidades de empregos houver melhor para os trabalhadores. Desde que haja um equilíbrio relativo entre oferta e procura, teremos até a possibilidade do aumento no salário real”, concluiu.

O projeto de lei da reforma trabalhista aprovada por 50 votos a favor, 26 contrários e uma abstenção. Como não sofreu alterações no plenário do Senado, o PLC 38/2017 segue agora para a sanção do presidente Michel Temer. A lei passará a valer 120 dias após a sanção. (Rádio Guaíba e Correio do Povo)

 

 

 

 

 

Feira Brasileira do Varejo espera seis mil visitantes até sexta-feira em Porto Alegre. Presidente do Sindilojas elogia aprovação da Reforma Trabalhista pelo Congresso

Feira Brasileira do Varejo espera seis mil visitantes até sexta-feira em Porto Alegre. Presidente do Sindilojas elogia aprovação da Reforma Trabalhista pelo Congresso

Destaque Economia Negócios Porto Alegre Tecnologia Vídeo

Começou hoje  e segue até sexta-feira(14.07), a 5ª edição da Feira Brasileira do Varejo. A expectativa do presidente do Sindilojas/Poa, Paulo Kruse é de repetir o sucesso das edições anteriores. Os organizadores aguardam a presença de seis mil visitantes nos três dias. Kruse, elogiou a aprovação da Reforma Trabalhista pelo Congresso, mas evitou falar sobre projeção de criação de empregos no varejo com as mudanças na Lei.  Confira a minha entrevista com Paulo Kruse, na Rádio Guaíba:

Porto Alegre: PT pede investigação ao MP sobre conduta de Marchezan em redes sociais

Porto Alegre: PT pede investigação ao MP sobre conduta de Marchezan em redes sociais

Destaque Marchezan Tecnologia

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores encaminhou ao Ministério Público Estadual pedido de investigação por improbidade administrativa contra o prefeito Nélson Marchezan Júnior. Conforme a denúncia, o prefeito de Porto Alegre vem usando perfis na Internet para “promoção pessoal e ataque a partidos de oposição, sindicatos, servidores e pessoas públicas”. A página, que de acordo com a representação, ainda é “oficiosa, com logomarca pessoal, ato vedado pela legislação a prefeitos, governadores e presidente.”

1.jpg1Ainda conforme a denúncia, uma parte das postagens foi publicada “em horário de expediente, dentro da prefeitura e em atividade institucional, configurando uso da estrutura do município de Porto Alegre para tanto.” O PT sustenta que realizou um estudo que apontou que as postagens ferem os princípios da administração pública, “incitando ódio político.” Cerca de 50 publicações foram enquadradas dentro das irregularidades apontadas pela legenda.

Entre as ações de Marchezan, foram ressaltados dois vídeos, um gravado no subsolo da prefeitura e outro dentro do Paço. No primeiro, o prefeito aparece dentro da antiga cadeia pública da cidade dizendo se lembrar do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. No segundo, ele concede entrevista a um youtuber que havia sido preso mais cedo por entrar em confronto com servidores. A representação foi apresentada pelo presidente municipal do PT, Rodrigo Campos Dilelio, e encaminhada ao MP e também ao Procurador Geral de Justiça, Fabiano Dallazen.

A reportagem ainda espera um posicionamento por parte do prefeito Nelson Marchezan Júnior. (Ananda Müller/Rádio Guaíba)

Porto Alegre: Pela primeira vez, Cabify expulsa motorista por envolvimento em crimes na Capital

Porto Alegre: Pela primeira vez, Cabify expulsa motorista por envolvimento em crimes na Capital

Cidade Destaque Segurança Tecnologia

O aplicativo Cabify confirmou, nesta sexta-feira, a expulsão de um motorista da plataforma, preso em flagrante por tráfico de drogas no Centro de Porto Alegre, nessa quarta. É o primeiro desligamento definitivo de um colaborador por envolvimento em crimes na Capital. O afastamento ocorreu após a Polícia Civil ter reforçado que ele foi preso e encaminhado à Cadeia Pública de Porto Alegre pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico. De acordo com a empresa, outros motoristas podem ter sido excluídos do Cabify, mas por outras razões, como o acúmulo de baixas avaliações de serviço, por exemplo.

A Cabify repudiou, em nota, a conduta do criminoso mas garantiu que ele ingressou no aplicativo sem antecedentes na Polícia. Além disso, esclareceu que o motorista não presta serviço pela plataforma desde 14 de junho.

A multinacional espanhola opera desde agosto do ano passado em Porto Alegre e conta com mais de 6 mil motoristas parceiros em todo o Brasil. Uma das exigências para ingressar na empresa é ter atestado de antecedentes criminais favorável.

O motorista foi preso na rua Fernando Machado ao lado de um outro jovem. Conforme a Polícia Civil, foram encontradas porções de maconha dentro do carro, além de valores em dinheiro. O veículo Volkswagen Voyage foi recolhido e os presos, encaminhados à Cadeia Pública de Porto Alegre.

Confira íntegra da nota

– O serviço prestado pela Cabify é de intermediação de serviços de transporte, em que conecta motoristas cadastrados aos clientes. Dessa forma, não possui frota de veículos e os condutores cadastrados não são prepostos da empresa.

– Dentro da política de qualidade e segurança que adota, a Cabify realiza a averiguação de cada motorista parceiro, sendo que um documentos exigidos para aprovação do cadastro é a certidão de antecedentes criminais atualizada no âmbito estadual e federal. No caso em questão, o motorista não possuía antecedentes no momento do cadastro e a autenticidade do documento foi confirmada.

– A Cabify repudia a conduta praticada e continua prestando todo auxílio às autoridades policiais para que o melhor andamento das investigações.

– Por fim, a Cabify informa que desde o dia 14/06/17, o motorista em questão não acessou a plataforma ou aceitou viagens através do aplicativo. E, reitera também que o mesmo já se encontra excluído de forma permanente de sua plataforma. (Lucas Rivas/Rádio Guaíba)