Porto Alegre: Alexandre Grendene e Nora Teixeira doam mais R$ 20 milhões para a construção do Hospital do complexo Santa Casa

Porto Alegre: Alexandre Grendene e Nora Teixeira doam mais R$ 20 milhões para a construção do Hospital do complexo Santa Casa

Agenda Cidade Destaque Porto Alegre prefeitura Saúde Tecnologia Trabalho
A partir de abril de 2022, o Brasil irá contar com mais uma opção de assistência à saúde para a sua população: a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre passará a ser integrada por mais um hospital: o Hospital Nora Teixeira. A unidade irá se somar às outras sete já existentes no quarteirão do Centro Histórico de Porto Alegre, totalizando nove hospitais de propriedade da Santa Casa (incluindo o Hospital Dom João Becker, em Gravataí, incorporado em agosto de 2018) e um sob sua gestão (Hospital de Santo Antônio da Patrulha). O custo total da obra do Hospital Nora Teixeira está previso em R$ 177 milhões entre fundações, obra civil, equipamentos e mobiliário de seus 13 andares.
O Hospital Nora Teixeira irá entregar mais saúde à população, com a edificação de uma nova emergência para usuários do SUS, além de outros serviços que irão garantir a sustentabilidade do empreendimento, como unidades de internação exclusivas para pacientes usuários de planos de saúde e particulares. Nos 26.550m² do hospital, além da nova emergência SUS (que passará dos 600m² atuais para 2.325m²), haverá 50 vagas de estacionamento, 30 leitos de internação obstétrica, 37 leitos de internação traumatológica, 27 leitos de UTI, 37 leitos de internação cirúrgica e bariátrica, 37 leitos para internação oncológica e 30 leitos de internação multiuso.
Para a edificação da nova emergência SUS – que integra este prédio – a Santa Casa recebeu, em fevereiro, a doação de R$ 40 milhões pelo casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira e, um novo ato de doação foi realizado durante o evento de lançamento da pedra fundamental, nesta sexta-feira (22/03). O casal de empresários destinou outros R$ 20 milhões para a ampliação e qualificação da área assistencial de urgência e emergência SUS da Santa Casa, somando R$ 60 milhões em doação para a construção da emergência, tratando-se de doação plena, sem qualquer benefício fiscal.
O evento de lançamento da pedra fundamental do Hospital Nora Teixeira, que se insere na semana de comemoração ao aniversário de Porto Alegre, foi marcado por dois momentos: a primeira parte, no Anfiteatro Hugo Gerdau, quando houve a apresentação do projeto do novo hospital e a assinatura do termo aditivo da nova doação do casal Alexandre Grendene e Nora Teixeira; seguida de descerramento de placa da pedra fundamental do Hospital Nora Teixeira com a realização do rito da cápsula do tempo, quando as autoridades presentes inseriram no solo uma cápsula contendo materiais históricos referente ao local em que o empreendimento será edificado, marcando o início oficial das obras.

Em 2018, a Santa Casa realizou 1.008.660 consultas, 59.970 internações, 67.160 cirurgias e 6.523.906 serviços diagnósticos. Deste volume, 69,2% de paciente/dia (lei da filantropia) é SUS, o qual é deficitário de longa data. Diante disto, a instituição tem o desafio de gerar recursos próprios para viabilizar o custeio do prejuízo originário do subfinanciamento de assistência SUS. Somente no ano passado, este valor ficou em R$ 164 milhões, pagos pela instituição por meio de receitas de outros convênios e particulares, garantindo assim, o equilíbrio econômico e financeiro da Santa Casa.
Além deste empreendimento, a Santa Casa está também investindo outros R$ 150 milhões originários da Bancada Federal Gaúcha, possibilitando reformar toda a área assistencial SUS da instituição. Nestes dois projetos, estão sendo investidos mais de R$ 327 milhões para promover mais saúde aos gaúchos, com mais segurança e qualidade assistencial.
Hospital Nora Teixeira
Sua implementação será ao lado do Hospital Santa Clara, entre as avenidas Oswaldo Aranha e João Pessoa, e sua construção será composta por: Central de Recebimento e Almoxarifado; Almoxarifado Médico; Estacionamento; Nutrição; Emergência SUS e Centro de Diagnóstico por Imagem; Bistrô e Loja; Internação Obstétrica, Central de Materiais e Esterilização; Internação Traumatologia; Unidade de Terapia Intensiva; Internação Cirúrgica; Internação Oncológica e Internação Multiuso.
A nova emergência SUS da Santa Casa exclusiva para atendimento de adultos – que terá sua área quadruplicada – contemplará:
  • Aumento de leitos fixos na Sala de Observação (todos em boxes individuais), de 13 para 28 (sendo três de isolamento);
  • Criação de 2 Postos de Enfermagem na Sala de Observação, garantindo um atendimento mais ágil ao paciente;
  • Ampliação do número de posições de medicação, passando de 12 para 18, proporcionando mais conforto e segurança aos pacientes;
  • Ampliação do número de salas de acolhimento e consultórios de pronto atendimento, sendo uma sala específica para Eletrocardiografia;
  • Centro de Diagnóstico por Imagem exclusivo para a Emergência, que facilitará o atendimento dos pacientes em atendimento, contando com tomografia, Raio-X e ecografias.
Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Porto Alegre: Trincheira da Anita será bloqueada para obra de acabamento

Cidade Destaque Marchezan Notícias Política Porto Alegre Trabalho
A partir deste sábado, dia 23, às 9h, a trincheira da Anita Garibaldi será fechada por 30 dias para obras de acabamento, conforme planejado desde maio de 2018. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade (Smim) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), o bloqueio é necessário para não colocar em risco os motoristas e os trabalhadores, e também para dar mais rapidez aos trabalhos.

“O fechamento da passagem vai garantir o cumprimento do cronograma para que se atenda o prazo da entrega total da obra”, explica Luciano Marcantônio, titular da Smim. A trincheira possui duas faixas de rolamento com largura total de aproximadamente sete metros. Os serviços terão mais de dez funcionários e equipamentos como andaimes, plataformas, escadas, talhadeira e lixadeira. “Não há como garantir a segurança no trecho com uma equipe trabalhando em andaimes em uma faixa e ao lado veículos circulando. Algum material pode ser projetado contra os veículos, por exemplo”, diz o diretor-técnico da EPTC, Marcelo Hansen.
Serão realizadas obras de drenagem, raspagem, acabamento grosso, aplicação de selador e tinta antipichação. A EPTC destaca que o desvio no trânsito, pela rua Furriel Luiz Antonio de Vargas e Alameda Raimundo Correa, segue aberto e será a alternativa para quem se deslocar no sentido Centro/bairro. Ficarão liberados o acesso local e a utilização da alça de acesso à Terceira Perimetral em direção à zona Sul de Porto Alegre.
As obras na trincheira da Anita foram retomadas em 12 de fevereiro de 2018. Junto com o trabalho que será executado na passagem de nível, prossegue a obra no muro do condomínio Província de Shiga. Posteriormente, será feito o alargamento da via. No momento, o percentual de execução é de 93%, e a conclusão está prevista para junho deste ano.
Fotografia: Os “Caminhos Imaginários” de Elvira T Fortuna estão a partir desta terça-feira no MARGS. Exposição fica em cartaz até 12 de maio

Fotografia: Os “Caminhos Imaginários” de Elvira T Fortuna estão a partir desta terça-feira no MARGS. Exposição fica em cartaz até 12 de maio

Agenda Cidade Cultura Destaque Porto Alegre Publicidade Tecnologia Trabalho

53623383_336146310362049_9080906421163261952_n

 

54433679_313559632693481_264127122765774848_n
Manoel Tomazoni, negativos em vidro.

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli — MARGS, abre hoje ao público a exposição fotográfica “Caminhos Imaginários”, de Elvira T Fortuna. Lembro das primeiras fotos publicadas pela Elvirinha, quando ainda trabalhava no Iberê, ali já havia um olhar diferenciado sobre arquitetura, formas, pessoas e paisagens. O que era uma paixão pela magia da fotografia, foi ganhando espaço cada vez maior e ela e máquinas estão indissoluvelmente unidas para a vida. Fui há alguns anos em uma exposição da Elvirinha, na Galeria Nieto, o trabalho já era ótimo, mas ele não se contentou e seguiu se superando como podemos ver pela pequena mostra desta página. Quem percorrer as Salas Negras do MARGS verá 34 fotografias, entre negativos em vidros originais, lâminas, matrizes, fotogravuras, tecido e ampliações em papel.

O projeto busca propor um encontro e conflito de espaços diferentes, reais ou deslocados do seu habitat original e dos lugares por onde ela andou e não foram poucos porque ela é inquieta. Esses novos caminhos estão presentes em seus trabalhos atuais, nos quais Elvirinha nos propõe a oportunidade de trilhar espaços imaginários fazendo associações das imagens com suas próprias experiências. Ela traz, também, a inquietação em sua busca por novos e alternativos formatos, como a fotogravura, que terá um destaque no espaço expositivo apresentando as etapas do processo. A fotógrafa tem como influência e inspiração constante o avô Manoel Tomazoni, sendo que a exposição apresentará alguns negativos em vidro realizados por ele.

13315300_10208591945130545_1625925477863332738_n

Elvira T Fortuna é graduada em publicidade e propaganda pela PUCRS e pós-graduada em gestão cultural pela Universidade de Girona (Espanha). Atuou por 11 anos como coordenadora de comunicação da Fundação Iberê Camargo. Trabalhou também com fotogravura, impressões em canvas, em quadrados de madeira no tamanho 10×10, papel fotográfico metálico e impressões em tecido. A mostra “Caminhos Imaginários”, da Elvirinha, tem coordenação de um craque da TV, cinema e fotografia Gilberto Perin, o que a torna mais especial ainda.

 

 

54061111_3585189318174032_6748586635081809920_nExposição Caminhos Imaginários – Fotografias de Elvira T Fortuna

Abertura: 19 de março de 2019, das 19h às 21h

Visitação: de 20 de março a 12 de maio, de terças a domingos, das 10h às 19h

Entrada Franca

Inaugurada nova oncologia pediátrica do Hospital Criança Conceição, em parceria com o Instituto do Câncer Infantil

Inaugurada nova oncologia pediátrica do Hospital Criança Conceição, em parceria com o Instituto do Câncer Infantil

Cidade Destaque Prédio Trabalho

Pacientes e familiares assistidos pelo Instituto do Câncer Infantil (ICI), que fazem tratamento no Hospital Criança Conceição, podem comemorar. O hospital inaugurou nesta quinta-feira (14) o projeto de Ambientação e Humanização na Oncologia Pediátrica, obra realizada com recursos arrecadados do projeto McDia Feliz – parceria do ICI com o Instituto Ronald McDonald’s, em conjunto com outros parceiros.

LKF_6669O novo espaço conta com 380 m² e contempla algumas das intervenções propostas pelos funcionários e familiares com espaços que identificam a faixa etária dos pacientes. Além disso, o ambiente está mais colorido e lúdico, aos moldes da sede do Instituto do Câncer Infantil. Foram trocados revestimentos, metais e louças dos banheiros, piso de toda a unidade, pintura geral, novas camas leito, instalações (ar condicionado, elétrica, hidrossanitária), móveis e criados novos espaços como sala de lanches e sanitário para os funcionários.

De acordo com o presidente do  Instituto do Câncer Infantil, Algemir Brunetto, a obra tem grande importância para a comunidade: “É um novo espaço, com climatização, com espaço de acolhimento pelas equipes e isso faz toda a diferença para essas crianças que enfrentam esse momento difícil”, destaca. “É uma obra que significa muito para as crianças e para as LKF_6644famílias delas, aí entendemos por que os índices de cura estão aumentando no Brasil”, afirma o superintente do Instituto Ronald McDonalds, Francisco Neves. A parceria entre as duas instituições já dura 25 anos e, conforme Neves, é algo a ser comemorado: “É uma alegria trabalhar com esse grupo, que quer sempre mais, sempre novos desafios”,.

Atualmente, são 109 pacientes do Hospital Criança Conceição assistidos pelo Instituto do Câncer Infantil. Assim como a Ambientação e Humanização da Oncologia Pediátrica do hospital, a nova sede do Instituto do Câncer Infantil, inaugurada em 2016, também foi construída com recursos adquiridos do projeto McDia Feliz. Entre 2017 e 2018 a ação por parte do ICI arrecadou R$ 606.965,90 em venda de tíquetes para a compra de hambúrgueres nos estabelecimentos participantes.

Artigo: Os desafios extras do treinador brasileiro; by Tinga

Artigo: Os desafios extras do treinador brasileiro; by Tinga

Artigos Destaque Esporte Trabalho

Os treinadores brasileiros são mais completos do que seus colegas de outros países. Não é uma opção, mas sim uma exigência imposta pela complexidade da gestão de quatro variáveis simultâneas e com pesos similares: diretoria, jogadores, jornalistas e torcida. Talvez os treinadores europeus e até mesmo os demais sul-americanos se defrontem com os mesmos fatores, mas aqui, no Brasil, a dificuldade é infinitamente maior, gerando uma distorção no exercício do cargo.

No Brasil, treinador tem que ser pai e amigo dos jogadores, segurar as broncas e os egos da diretoria, ser simpático com os jornalistas e representar a torcida. Tudo isso sendo um profissional, na essência, solitário. Tão solitário, que se a imprensa pressionar, os jogadores ficarem insatisfeito, a diretoria precisar de um bode expiatório ou a torcida se revoltar, o treinador cai – devido a cada a esses fatores, combinados ou isolados. A questão é tão desafiadora que leva a uma realidade estranha. O treinador brasileiro deve gerir quatro variáveis que podem derrubá-lo, mas tem poder limitado sobre elas.

A complexidade da função de treinador e o fato de os profissionais brasileiros serem mais completos não garante necessariamente vitórias. Às vezes, é o contrário. Ao investir energia na gestão dos humores e de outros fatores exageradamente emocionais, o treinador perde a oportunidade de focar no que realmente interessa: a busca do resultado dentro de parâmetros profissionais. Isso exige cobrança, autoridade e profissionalismo extremo de cada um dos atores envolvidos no futebol.

Estamos caminhando nessa direção. Ainda devagar, mas chegaremos lá. Até porque, cada vez mais, o esporte de alta performance não nos deixa outra opção.

 

imagesPaulo César Fonseca do Nascimento, Tinga

Criação da Zona Franca da Uva e do Vinho ganha novo padrinho e tem apoio de Rodrigo Maia

Criação da Zona Franca da Uva e do Vinho ganha novo padrinho e tem apoio de Rodrigo Maia

Cultura Destaque Gastronomia Negócios Trabalho Turismo

A criação da Zona Franca da Uva e do Vinho ganhou um padrinho, o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS). O anúncio foi feito na presença do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em evento reunindo prefeitos, deputados, autoridades da Serra Gaúcha e de entidades ligadas ao setor vitivinícola no Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola, em Bento Gonçalves. A programação foi coordenada pela Prefeitura de Bento Gonçalves, pelo Spa do Vinho, com apoio do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e da União Brasileira de Viticultura (Uvibra). “Vamos desarquivar o projeto encaminhado pelo deputado João Derly e com o apoio da bancada gaúcha vejo-as retomar a tramitação na Câmara dos Deputados”, disse Goergen.

O deputado aproveitou a presença de Maia para solicitar que o presidente da Câmara agende uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar da criação da Zona Franca da Uva e do Vinho. “Temos de estar alinhados com o governo federal para ter a tramitação do projeto facilitada no Congresso”, disse Goergen. Maia se comprometeu a auxiliar o setor vitivinícola a ganhar maior competitividade. O parlamentar revelou que só serve vinhos brasileiros nos eventos oficiais da Câmara  dos Deputados.

O secretário da Agricultura, Luiz Covatti Filho, destacou a importância da presença de Maia no evento, informando que há cerca de 6 mil projetos aptos a serem votados na Câmara dos Deputados. “Quem define a pauta de votação é o presidente. O comprometimento de Maia com o projeto da zona franca da uva e do vinho é fundamental para sua votação em plenário”, frisou.

Maia destacou que o grande debate que o país deve enfrentar é o destino das despesas públicas. “Hoje 94% das despesas primárias do governo federal são com gastos obrigatórios. Sobra muito pouco pra investir no desenvolvimento do país”, afirmou. Maia disse que vai trabalhar ao lado da bancada gaúcha para desonerar o vinho brasileiro. “Falei ontem com a ministra da Agricultura que se comprometeu a trabalhar ideias para fomentar o setor”, contou, garantindo aplauso da plateia. No final do encontro, Maia foi presenteado com uma caixa do vinho VE, ícone do Vale dos Vinhedos, de três safras diferentes, sendo a primeira de 2005. “Sou fã dos vinhos nacionais estes vou tomar junto com o Jerônimo e o Marum (ex-ministro presente no encontro)”, revelou.

IMG-20190310-WA0001
Painel organizado pelo Fórum Intermunicipal de Planejamento Turístico e Econômico teve a presença do Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Fotos: José Martim Estefanon

O diretor-executivo do Ibravin, Carlos Paviani, mostrou um estudo revelando que apenas 2% das vendas das vinícolas gaúchas são feitas diretamente ao consumidor. “Isso comprova que a Zona Franca da Uva e do Vinho não desonera os governos. Ao contrário, estimula a comercialização dos nossos vinhos e o resultado será a geração de emprego, renda e até impostos aos governos”, comentou a sócia-diretora do Spa do Vinho, Deborah Villas-Bôas Dadalt.  Hoje 88% dos vinhos consumidos no Brasil são importados. O Chile é dono de 48% do mercado, seguido por Portugal (15%), Argentina (13%) e Itália (9%).

Histórico

A criação da Zona Franca da Uva e do Vinho foi proposta em projeto de lei de autoria do deputado federal João Derly, visando isenção de impostos para na venda de vinhos no varejo em 23 cidades da Serra Gaúcha que detém produção vitivinícola. A intenção do projeto é estimular o desenvolvimento da vitivinicultura local e o enoturismo na região. Conforme o Ibravin, a tributação nos vinhos corresponde a mais da metade do valor do produto.

Deborah Villas-Bôas Dadalt defendeu que a redução de impostos vai incrementar ainda mais o enoturismo na região da Uva e do Vinho. “Só o Vale dos Vinhedos recebe mais de 400 mil turistas por ano. Com a redução dos impostos na venda direta de vinhos aos turistas e visitantes, podemos incrementar sobremaneira este fluxo, gerando novos empreendimentos, empregos e desenvolvimento econômico e social em toda região Uva e Vinho”, salientou.

O prefeito Guilherme Pasin ressaltou a importância de ter o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em Bento Gonçalves e na Serra Gaúcha. “Foi grande oportunidade para a região receber uma figura política que tem um grande desafio com a Reforma da Previdência e na reconstrução do nosso país, que estará conhecendo os anseios da região. A criação de uma zona livre e a redução tributária alavancaria o desenvolvimento econômico a patamares nunca antes vistos”.

A ideia da Zona Franca surgiu a partir da experiência do próprio Spa do Vinho. “Muitos dos nossos hóspedes se queixam de não encontrarem vinhos com valores mais atraentes no produtor, às vezes até mais caros do que nos grandes supermercados ou distribuidores. Isto acontece em função da alta carga tributária imposta ao produto”, explicou Deborah. A proposta inicial abrangia apenas o Vale dos Vinhedos, mas o projeto tomou corpo e mais municípios foram se engajando à iniciativa. Será necessário criar uma entidades reguladora para normatizar e fiscalizar a Zona Franca, reunindo todos os municípios que estejam estruturados para ingressar no projeto.

As 23 cidades propostas pela Zona Franca da Uva e do Vinho são Bento Gonçalves, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Antônio Prado, Boa Vista do Sul, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Coronel Pilar, Cotiporã, Farroupilha, Flores da Cunha, Guaporé, Ipê, Nova Pádua, Nova Prata, Nova Roma do Sul, Pinto Bandeira, Salvador do Sul, Santa Tereza, São Marcos, São Valentim do Sul, Veranopólis e Vila Flores.

 

Painel Especial para acelerar o trâmite em Brasília

 

Neste momento o Projeto de Lei No 9.045/17 encontra-se arquivado pois seu autor, João Derly, não se reelegeu nas últimas eleições. Após assumir como Secretário do Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, Derly manteve o apoio ao projeto, que agora será assumido por novos autores para seguir tramitando na Câmara.


Olhares invisíveis: Mostra de fotografias da arquiteta Andréa Prates Seligman está no Bistrô do MARGS

Olhares invisíveis: Mostra de fotografias da arquiteta Andréa Prates Seligman está no Bistrô do MARGS

Agenda Cidade Comunicação Cultura Notícias Porto Alegre Saúde Trabalho

A Associação de Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli apresenta a mostra “Olhares Invisíveis”, da arquiteta Andréa Prates Seligman, no Bistrô do MARGS. A exposição pode ser visitada até 30 de abril, com entrada franca. O Concurso de Fotografias da AAMARGS foi criado em 2015 pela Associação e consiste na escolha por um júri convidado para selecionar seis projetos que irão fazer parte das exposições ao longo do ano. Este ano os jurados foram os fotógrafos Flávio Wild e Rogério Soares.

O trabalho, que dá início à seleção dos vencedores no Concurso de Fotografias da AAMARGS 2019, tem o o objetivo de alertar a sociedade quanto ao abandono e o esquecimento das pessoas idosas IMG_9713e proporcionar um pouco de visibilidade a eles. Durante o trabalho como servidora da Secretaria de Cultura de Gravataí, Andréa teve seu olhar atraído para uma ação realizada em uma instituição municipal para idosos, entre setembro e novembro de 2018. Neste local, ficou impressionada com o que encontrou lá, pelo cuidado e carinho com que os idosos eram tratados pela equipe de enfermeiros, cuidadores e funcionários da instituição de longa permanência para idosos Nossa Senhora Medianeira de Gravataí. “É uma exceção, afirma. Infelizmente, em grande parte, nesse tipo de instituição, o que se escuta são histórias escabrosas, de maus tratos, descaso e total falta de respeito com o ser humano. Essas pessoas que, pela idade avançada, já estão muito fragilizadas fisicamente e emocionalmente, merecem ter um final de vida mais digno e leve, em todos os sentidos. Muitos deles são colocados e esquecidos em asilos como um peso que se quer eliminar. Os olhares que lá encontrei expressam ao mesmo tempo a alegria de quem é notado por alguém (ou por sua câmera) com quem troca palavras de carinho e conforto, e pelo vazio de não mais ter esperança de um dia sair dali, ou de não mais ter a presença dos seus entes queridos”, completa Andréa.

convite-olharesinvisíveisSERVIÇO
Exposição “Olhares Invisíveis”,
Fotógrafa: Andréa Prates Seligman
Visitação: Até 30 de abril de 2019
Local: Bistrô do MARGS, de segunda a sexta, das 11 às 21h
sábados, domingos e feriados, das 11h às 19h
Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Praça da Alfândega, s./n.)

Fabio Milman assume diretoria da Federasul para o biênio 2019/2020

Fabio Milman assume diretoria da Federasul para o biênio 2019/2020

Negócios Notícias Trabalho

O sócio-diretor do escritório Rossi, Maffini, Milman & Grando Advogados, Fabio Milman, integra a diretoria para o biênio 2019/2020 da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande Sul (Federasul). A apresentação ocorreu em reunião de integração que ocorreu em Osório.

O advogado especialista em direito cível destaca que será um grande desafio assumir o cargo. “Sem dúvidas será uma oportunidade ímpar fazer parte desta instituição e, principalmente, contribuir para o desenvolvimento das entidades empresariais acerca de temas pertinentes dentro da esfera econômica do nosso Estado”.

Porto Alegre: Prefeitura disponibiliza plataforma para cidadão avaliar serviços

Porto Alegre: Prefeitura disponibiliza plataforma para cidadão avaliar serviços

Cidade Destaque Porto Alegre prefeitura Trabalho

A Secretaria Municipal de Transparência e Controladoria (SMTC) disponibiliza uma plataforma digital, no Portal da Prefeitura, para a avaliação de serviços públicos. Para o secretário da Fazenda e interino da Transparência, Leonardo Busatto, a pesquisa será um medidor da satisfação do cidadão. “Nosso objetivo é fazer com que a sociedade se torne parte importante na melhoria do serviço público.Prestar os serviços é dever da Prefeitura. Avaliar essa prestação é um direito do cidadão porto-alegrense.”, destaca. Conheça a Carta de Serviços, acessando o link aqui.

A Carta de Serviços visa informar os cidadãos quais os serviços prestados pelos órgãos e entidades da administração municipal, como obter esses serviços, quais são os compromissos de atendimento estabelecidos, prazos, locais, horários de atendimento e documentações necessárias para acessá-los. É também uma forma de transparência e inclusão dos cidadãos de Porto Alegre no acesso aos serviços disponíveis, além de ser uma ferramenta de avaliação periódica da satisfação dos usuários quanto aos serviços públicos.

Como acessar:
Para responder a pesquisa: 1) Clique aqui e acesse o site prefeitura_poa.br/carta-de-servicos, 2) do lado esquerdo da tela selecione Cidadão, Empresa ou Servidor e a categoria de serviço a ser avaliada, 3) do lado direito escolha o serviço a ser analisado, 4) na página do serviço escolhido você encontra todas as informações disponíveis. À direita da tela, clique em “Dê sua opinião sobre o serviço”, 5) você será direcionado para um documento. Basta clicar, digitar seu CPF, responder as perguntas e clicar em “enviar”.

Donamaid chega à Porto Alegre

Donamaid chega à Porto Alegre

Cidade Economia Negócios Notícias Porto Alegre Tecnologia Trabalho

Com dois anos de operação, a Donamaid, plataforma de contratação online de diaristas, encerra o ano ingressando no mercado de Porto Alegre. Inicialmente, os bairros atendidos serão Bom Fim, Cidade Baixa, Centro Histórico e Menino Deus. No início do ano, a empresa estava presente somente em Pelotas, Santa Maria e Rio Grande. “Encerraremos 2018, em 13 cidades da região sul do Brasil. Entre elas, está Porto Alegre que é uma das apostas que visam a expansão da startup”, destaca Luiz Gilberto Camargo, presidente da Donamaid.

A Donamaid é uma startup que está presente nos três estados do sul – Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Com sede na Incubadora de Base Tecnológica da Universidade Federal de Pelotas, a empresa tem 30% de sua receita concentrada na cidade que sua sede está localizada. A plataforma disponibiliza serviços de faxina para ambientes de vários tamanhos, sendo que os itens de limpeza estão inclusos no valor. Acelerada pela WOW, a empresa está entre as 50 empresas investidas pelo Startup Brasil, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

As festas de final de ano reforçaram o crescimento da empresa no último mês, quando repassou em pagamento cerca de R$ 100 mil aos profissionais que prestaram serviços através da plataforma. De acordo com Camargo, a remuneração gira em torno de R$ 2,5 mil por mês. “Nesses primeiros dois anos de atuação já entregamos R$ 700 mil aos nossos parceiros prestadores de serviços”, afirma.