RS: 32 municípios sobem de categoria no Mapa do Turismo

RS: 32 municípios sobem de categoria no Mapa do Turismo

Agenda Agronegócio Destaque Direito do Consumidor Economia Negócios Turismo

O Ministério do Turismo atualizou a categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro. Esse instrumento é importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios e serve também como balizador de políticas do setor e direcionamento de verbas federais. De acordo com a nova categorização, 32 municípios do Rio Grande do Sul tiveram crescimento econômico pelo setor, seja por terem aumentado o número de empregos através do turismo, ampliado os estabelecimentos formais de hospedagem ou o fluxo de turistas domésticos e internacionais.

“O trabalho de categorização permite que o gestor responsável pelo turismo no município acompanhe a evolução da atividade de maneira clara e rápida. Com a definição de que esse trabalho será realizado a cada dois anos, será possível definir com mais clareza as políticas públicas a serem adotadas e os investimentos que deverão ser feitos”, explica o diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo (DEOtur), do Ministério do Turismo, Rogério Antônio Cóser.

Por outro lado, outros 24 municípios do estado tiveram redução em suas categorias – Alto Alegre, Arambaré, Araricá, Bagé, Barão do Triunfo, Camaquã, Campo Bom, canoas, Cidreira, Condor, Derrubadas, Doutor Maurício Cardoso, Doutor Ricardo, Farroupilha, Maratá, Palmares do Sul, Protásio Alves, Relvado, Roque Gonzales, São Gabriel, São Luiz Gonzaga, Torres, Viamão e Xangri-lá. Importante ressaltar que a categorização é um processo dinâmico e perene que, assim como o Mapa do Turismo Brasileiro, deverá ser atualizado e aperfeiçoado periodicamente. Assim, se um município teve seu fluxo turístico e seus estabelecimentos formais de hospedagem ampliados, provavelmente, na próxima edição da categorização, quando os dados dele serão novamente considerados, ele poderá mudar de categoria.

APOIO DO MTUR – De olho na melhoria da infraestrutura de cidades cuja classificação foi reduzida, o MTur já destinou, desde 2003, aproximadamente R$ 44,5 milhões para

Alto Alegre, Arambaré, Bagé, Barão do Triunfo, Camaquã, Campo Bom, canoas, Cidreira, Condor, Derrubadas, Doutor Maurício Cardoso, Doutor Ricardo, Farroupilha, Maratá, Palmares do Sul, Protásio Alves, Relvado, Roque Gonzales, São Gabriel, São Luiz Gonzaga, Torres e Xangri-lá para obras de sinalização, pavimentação, revitalização de praças, construção de centros culturais e pórticos, reurbanização, entre outros.

Segundo a portaria 39/2017 do MTur, somente municípios classificados entre ‘A’ e ‘D’ podem pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. De acordo com a nova categorização, as cidades – Anta Gorda, Capivari do Sul, Coronel Bicaco, Cruzeiro do Sul, Dona Francisca, Estrela Velha, Floriano Peixoto, Gramado doa Loureiros, Guarani das Missões, Inhacorá, Itaara, Marques de Souza, Muçum, Nova Alvorada, Nova Pádua, Pinto bandeira, Salvador das Missões, Santa Tereza, Santiago, São Nicolau, Sertão Santana, Severiano de Almeida, Três cachoeiras, Tuparendi – agora na categoria ‘D’, passam a poder contar com até R$ 150 mil por ano do governo federal para a realização de festejos. Já Esteio, Guaíba, Lagoa Vermelha, Mostardas, Panambi, São José dos Ausentes e Soledade, classificadas como ‘C’, têm direito a um limite de R$ 400 mil, enquanto Nova Petrópolis, agora na categoria ‘B’, passa a acessar um teto de R$ 500 mil.

Todos os municípios – de A a E – estão aptos a pleitear recursos de infraestrutura, como construção de estradas e rodovias de interesse turístico; orlas e terminais fluviais, lacustres ou marítimos; reforma de terminais rodoviários intermunicipais e interestaduais, de aeroportos, ferrovias e estações férreas de interesse turístico; sinalização turística, entre outros.

O Rio Grande do Sul conta com 371 cidades no Mapa do Turismo Brasileiro, classificadas da seguinte maneira: A (02), B (12), C (37), D (210) e E (110).

CONFIRA AS MUDANÇAS DE CATEGORIAS – As novas categorias já estão disponíveis no endereço www.mapa.turismo.gov.br.

» Os 32 municípios que cresceram:

Anta Gorda

Capivari do Sul

Coronel Bicaco

Cruzeiro do Sul

Dona Francisca

Esteio

Estrela Velha

Floriano Peixoto

Gramado dos Loureiros

Guaíba

Guarani das Missões

Inhacorá

Itaara

Lagoa Vermelha

Marques de Souza

Mostardas

Muçum

Nova Alvorada

Nova Pádua

Nova Petrópolis

Panambi

Pinto Bandeira

Salvador das Missões

Santa Tereza

Santiago

São José dos Ausentes

São Nicolau

Sertão Santana

Severiano de Almeida

Soledade

Três Cachoeiras

Tuparendi

Casa Valduga e Casa Madeira voltam a ser atendidas pela Global

Casa Valduga e Casa Madeira voltam a ser atendidas pela Global

Destaque Negócios Publicidade Turismo

A Global comemora o retorno das marcas Casa Valduga e Casa Madeira ao seu portfólio de clientes. A agência, sediada em Porto Alegre, irá cuidar da gestão de branding das duas marcas em âmbito nacional e internacional. O atendimento inclui estratégia de marca, geração de conteúdo em canais online e offline, mídia social e ponto de venda (PDV).

Agência Global - Crédito Fabian Gloeden - Estúdio Org
Daniel Skowronsky, Rafael Bohrer e Alexandre Skowronsky. Foto: Fabian Gloeden/ Estúdio Org

A Casa Valduga iniciou a sua história no Vale dos Vinhedos, na serra gaúcha, em 1875. Em 2017, foi eleita a melhor vinícola do Brasil pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (WAWWJ) e entrou no Top 100 das melhores do mundo. Recentemente, o rótulo Sur Lie Nature recebeu o reconhecimento como o melhor espumante da América do Sul pelo guia Descorchados. A Casa Madeira foi a pioneira na elaboração de suco de uva integral no país e hoje possui uma ampla linha de produtos gourmet: geleias, antepastos, cremes balsâmicos, chás gelados e molhos para pimenta.

“Escolhemos a Global como uma parceira fundamental para nos ajudar a construir e solidificar os nossos sonhos que são materializados através da nossa marca e nos produtos de alta qualidade. Teremos grandes desafios que nos motivam a desenvolver trabalhos cada vez mais consistentes para atingir os nossos objetivos. Casa Valduga é Global”, diz Eduardo Valduga, diretor de Marketing da Famiglia Valduga.

“Vamos cuidar da gestão total das duas marcas. É um desafio renovado ter de volta uma empresa que representa o Brasil em mais 20 países, coleciona mais de 300 prêmios nacionais e internacionais e orgulha a vitivinicultura brasileira. Estamos muito felizes de poder novamente contribuir para o fortalecimento e crescimento dessas duas importantes marcas”, diz Daniel Skowronsky, sócio-diretor de Estratégia da Global.

Instituto Ling apresenta lojas pop-up

Instituto Ling apresenta lojas pop-up

Cultura Negócios Notícias Turismo

Durante o ano de 2018, a instituição abrigará seis lojas temporárias de diferentes segmentos. O objetivo é diversificar a oferta de produtos e valorizar a produção de artistas, designers e empreendedores. A primeira loja a ocupar o espaço é a Pra Presente
A partir desse mês, o Instituto Ling passa a abrigar lojas Pop-Up – conceito relativamente novo no Brasil, mas que é utilizado por várias marcas ao redor do mundo. Em 2018, seis lojas irão ocupar o espaço do Instituto, em um período de dois a três meses cada uma. A ideia é apresentar parceiros comerciais que não estão presentes nos grandes centros de varejo e que trabalham com curadoria e formato despretensioso, em negócios inovadores e com espírito de “comércio de bairro”.

A primeira loja a ocupar o espaço temporariamente, a partir do dia 19 de fevereiro, é a Pra Presente, da publicitária Elisa Hegedus Craidy. Inaugurada em março de 2015, junto ao Iaiá Bistrô, na Vila Assunção, em Porto Alegre, a Pra Presente surgiu do desejo de criar um ambiente diferente, fora dos centros comerciais tradicionais. A loja valoriza e comercializa peças feitas à mão, idealizadas e produzidas por artesãos, artistas e designers de diferentes regiões do Brasil. Objetos de decoração, obras de arte e fotografia, acessórios e outros produtos assinados fazem parte do conjunto que a Pra Presente vai mostrar na loja Pop-up. Serão apresentadas coleções (produtos) de profissionais e marcas gaúchas como Carolina Peraça, Hellen Hiromi, Heloísa Crocco, Letícia Remião, Marlies Ritter, Pilar Prado, Tiago Tenius entre outros. Peças exclusivas de importantes designers e artesão do país e do exterior, como Simão Bolivar (Portugal), Juliana Bollini (ARG), Cynthia Gavião (SP), Criqué Caiçara (SP) Jacky Cavallari (França), Maria Oiticia (RJ) e o Núcleo de Arte e Cultura Indígena de Barcelos (AM) também farão parte dos produtos apresentados. A loja permanece no Instituto Ling até o dia 12 de maio. Saiba mais na página do Instituto Ling no Facebook.

O período de funcionamento de cada loja dentro do Instituto Ling foi planejado de acordo com as estações do ano e as principais datas comemorativas, o que permite a participação de empreendimentos de segmentos como arte, decoração e design, brinquedos e jogos educativos, vestuário e acessórios, jardinagem, enogastronomia e consumo emergente, entre outros. Serão comercializados produtos exclusivos e relacionados com a essência do Instituto Ling – conhecimento, arte, arquitetura, moda, paisagismo e gastronomia –, valorizando artistas, designers, artesões e empreendedores.

“Desde a inauguração da nossa sede, em 2014, pensamos no Instituto Ling como um local que traz constantes novidades nas suas diferentes áreas de atuação”, diz Carolina Rosado, gerente do Centro Cultural. “Desejamos ser uma instituição sempre em movimento, e o conceito de loja pop-up encaixa justamente nesse objetivo de apresentar artistas, novas coleções e diferentes formatos de negócios”, acrescenta.

Vinícola Campos de Cima lança vinho elaborado em parceria com enólogos franceses

Vinícola Campos de Cima lança vinho elaborado em parceria com enólogos franceses

Comportamento Cultura Gastronomia Notícias Saúde Tecnologia Turismo
Um vinho que mistura os terroirs da Campanha Gaúcha e do Sul França. Uma bebida que celebra a amizade entre as famílias Ayub e Fabre. Assim nasce o Los Amics, que significa Os Amigos no dialeto occitano, falado no Sul da França.

O lançamento da Vinícola Campos de Cima, de Itaqui, na Campanha Gaúcha, surgiu de uma parceria com o enólogo e amigo francês Michel Fabre. O vinho foi elaborado pela Domaine Chabbert, propriedade da família Fabre, para a família Ayub. “É um projeto que envolveu não apenas o vinho, mas a amizade entre as famílias”, destaca a proprietária da Campos de Cima, Hortência Ayub.

27935241_2050067515212241_1366498844_nO projeto pioneiro da vinícola comandada apenas por mulheres – além de Hortência, também estão a frente do negócio as filhas Manuela e Vanessa – acaba de chegar na vinícola. O primeiro lote é de apenas 1.200 garrafas. No site da empresa (www.camposdecima.com.br) é possível adquirir o produto ao preço promocional de R$ 89,00.

Elaborado com as uvas Grenache, Syrah e Carignan, safra 2015, o Los Amics é clssificado como Appelation Minervois Protégée, na França. “O vinho possui uma coloração vermelho escura. Frutado, ele traz notas de frutas pretas, como ameixas e cassis. Harmoniza bem com carnes vermelhas e queijos”, avalia Hortência.

A Vinícola Campos de Cima
Localizada em Itaqui, na região da Campanha Gaúcha, a vinícola implantou os vinhedos em 2002, 2003 e 2004 com mudas importadas de França e Itália. Hoje, a boutique de vinhos da Campanha Gaúcha é sinônimo de qualidade e exclusividade, tendo os seus vinhos e espumantes exportados para o competitivo mercado inglês. Atualmente, são exportados para o Reino Unido os vinhos 3 Bocas 2016, Irene Antonietta 2017 e Viognier 2017.

A Vinícola Campos de Cima, que produz somente edições limitadas em garrafas numeradas de vinhos e espumantes com uvas provenientes dos seus vinhedos, também conta com a assessoria de Michel Fabre.

Ficha técnica Los Amics:

Vinho: tinto fino seco
Uvas: Grenache, Syrah e Carignan
Classificação na França: Appelation Minervois Protegée
Produtor: Earl Domaine Chabbert Fauzan
Grau alcoólico: 13,5
Safra: 2015

Porto Alegre: Definidas as datas do Carnaval de rua da Cidade Baixa e da orla

Porto Alegre: Definidas as datas do Carnaval de rua da Cidade Baixa e da orla

Agenda Cidade Cultura Destaque Marchezan Porto Alegre prefeitura Turismo

A prefeitura divulgou nesta quarta-feira, 17, as datas do Carnaval de rua da Cidade Baixa e da orla do Guaíba em 2018 (veja tabela abaixo). Ao todo, são dez datas reservadas para os eventos, sendo seis no bairro Cidade Baixa. A negociação foi feita com todos os blocos que participam este ano, em conjunto com o Ministério Público e Brigada Militar. Os desfiles começam em 27 de janeiro, na orla do Guaíba, com o bloco Panela do Samba.

Antônio Gornatti, coordenador do Escritório de Eventos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), órgão criado em 2017 para ser o único interlocutor entre proponentes de eventos e a prefeitura, acredita que o público deste ano irá repetir ou superar o de 2017, que variou de 5 a 20 mil pessoas nos dias de desfile. A última apresentação está confirmada para o dia 18 de março, quando o tradicional bloco Turucutá irá se apresentar na avenida Augusto de Carvalho.

Este ano, a prefeitura estabeleceu regras para utilização das vias públicas pelos blocos, com o objetivo de atender às solicitações de moradores e associações de bairro. Cada bloco assinará um Termo de Colaboração e Compromisso, em que estarão previstas contrapartidas de infraestrutura, como banheiros químicos, segurança privada e ambulâncias. O documento também determina locais e horários de concentração e dispersão. Nenhuma apresentação deverá terminar após as 21h. Os blocos também serão responsáveis pela taxa de limpeza após os eventos, que contempla varrição e lavagem dos locais, a cargo do DMLU.

Gornatti explica que a principal preocupação da prefeitura foi construir esse calendário em conjunto com toda a população impactada pelos eventos. “Acredito que tenhamos conseguido chegar a bom termo, pois estão contempladas as preocupações com segurança, higiene e outros aspectos que garantirão aos foliões um Carnaval tranquilo e feliz.”

image002(2)

Brasileiras a Gilmar Mendes em Lisboa: ‘O senhor não tem vergonha na cara?’ Ministro do STF foi abordado enquanto passeava pelas ruas da cidade portuguesa

Brasileiras a Gilmar Mendes em Lisboa: ‘O senhor não tem vergonha na cara?’ Ministro do STF foi abordado enquanto passeava pelas ruas da cidade portuguesa

Destaque Direito Poder Política Turismo Vídeo

 

 

Nem durante as férias, longe do país, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes escapa da repercussão de suas decisões. Enquanto passeava pelas ruas do Chiado, popular área comercial de Lisboa, aonde passa suas férias desde o Natal, foi abordado por duas brasileiras. O vídeo foi publicado primeiramente pelo site O Antagonista.

“O senhor é de uma injustiça imensurável! Inclusive deve estar querendo se disfarçar aqui, né? Andando como um comum dos mortais. Coisa que não é! O senhor não tem vergonha do que o senhor faz pelo país?”

“Mas a gente viu o senhor de longe!” “A sua cara ninguém consegue esquecer” “A gente pede para Deus levar o senhor para o inferno!”

Em meio a risadas, Gilmar reagiu: “Ai, meu Deus do céu!”

Crítico das prisões preventivas e conduções coercitivas na Operação Lava Jato, o ministro acolheu pedidos das defesas e soltou diversos investigados em 2017. Na lista, três solturas do empresário Jacob Barata Filho, e liberdade para o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, e ao ex-multimilionário Eike Batista, todos, antes, presos por tempo indeterminado.

Juristas chegaram a protocolar um pedido de impeachment e a força-tarefa da Lava Jato no Rio pediu sua suspeição para julgar casos relacionados a Barata. Sempre que questionado sobre suas polêmicas, o ministro tem reiterado que toma decisões com base na Constituição. Com a palavra,Gilmar O ministro Gilmar Mendes não se manifestou sobre a abordagem no Chiado. “Isso acontece. Manifestações de aplausos e de censura.” (Correio do Povo)

Carnaval 2018: Tuiuti levará pato amarelo da Fiesp, batedores de panela para a Sapucaí e um destaque representando o presidente Michel Temer, vestido de vampiro; por Rafael Galdo/O Globo

Carnaval 2018: Tuiuti levará pato amarelo da Fiesp, batedores de panela para a Sapucaí e um destaque representando o presidente Michel Temer, vestido de vampiro; por Rafael Galdo/O Globo

Cultura Destaque Turismo Vídeo
xIMG-20180109-WA0013.jpg.pagespeed.ic.Wf3QegfDjn
Fantasia fará alusão a reforma trabalhista. Foto: Reprodução do Facebook

Na lista de imagens do carnaval deste ano que darão um tom político aos desfiles da Marquês de Sapucaí, acaba de aparecer mais uma. Vazou nas redes sociais a fotografia de uma fantasia do Paraíso do Tuiuiti com uma série de referências aos protestos que antecederam o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Integrantes da escola de São Cristóvão vão atravessar a avenida vestidos com as cores da bandeira do Brasil e carregando um pato inflável amarelo, em alusão a um dos símbolos levados para as ruas pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).
Nas mãos, os componentes terão panelas, lembrando que os defensores da impugnação costumavam bater os utensílios de cozinha toda vez, por exemplo, que membros do governo petista faziam pronunciamentos na TV. Na interpretação da Tuiuti, no entanto, esses manifestantes serão apresentados como marionetes, com a simulação de que estariam sendo regidos por mãos gigantes.

Embora o figurino não tenha sido divulgado oficialmente pela agremiação, a azul e amarela confirmou nesta terça-feira que ela fará parte de seu desfile, no último setor do enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”.

No carnaval 2018, a escola lançará na passarela um questionamento sobre a situação atual dos trabalhadores brasileiros. Como já tinha sido adiantado pelo GLOBO, no último carro alegórico haverá um destaque representando o presidente Michel Temer, vestido de vampiro. A reportagem completa está em O Globo.

 

Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?
G.R.E.S Paraíso do Tuiuti

Irmão de olho claro ou da Guiné
Qual será o seu valor? Pobre artigo de mercado
Senhor, eu não tenho a sua fé e nem tenho a sua cor
Tenho sangue avermelhado
O mesmo que escorre da ferida
Mostra que a vida se lamenta por nós dois
Mas falta em seu peito um coração
Ao me dar a escravidão e um prato de feijão com arroz

Eu fui mandiga, cambinda, haussá
Fui um Rei Egbá preso na corrente
Sofri nos braços de um capataz
Morri nos canaviais onde se plantava gente

Ê Calunga, ê! Ê Calunga!
Preto velho me contou, preto velho me contou
Onde mora a senhora liberdade
Não tem ferro nem feitor

Amparo do Rosário ao negro benedito
Um grito feito pele do tambor
Deu no noticiário, com lágrimas escrito
Um rito, uma luta, um homem de cor

E assim quando a lei foi assinada
Uma lua atordoada assistiu fogos no céu
Áurea feito o ouro da bandeira
Fui rezar na cachoeira contra bondade cruel

Meu Deus! Meu Deus!
Seu eu chorar não leve a mal
Pela luz do candeeiro
Liberte o cativeiro social

Não sou escravo de nenhum senhor
Meu Paraíso é meu bastião
Meu Tuiuti o quilombo da favela
É sentinela da libertação

Porto Alegre: Serviços essenciais funcionam no feriado de Ano Novo

Porto Alegre: Serviços essenciais funcionam no feriado de Ano Novo

Agenda Cidade Destaque Economia Marchezan Poder Política Porto Alegre prefeitura Saúde Turismo

A Prefeitura de Porto Alegre manterá o atendimento à população no feriado de Ano Novo, 1º, com regime de plantão nos órgãos que desempenham serviços essenciais. O expediente regular será retomado nesta terça-feira, dia 2.

156 POA – Atendimento 24 horas, todos os dias da semana (inclusive nos feriados), para solicitações de serviços, como poda de árvores, iluminação pública, conservação de vias, coleta de lixo, esgoto pluvial, serviços de trânsito, água, esgoto sanitário, denúncia de vandalismo e outras demandas.

CEIC – O Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic) opera 24 horas por dia. O videomonitoramento, por meio de mais de mil câmeras, acompanha a mobilidade urbana e a segurança pública, além dos serviços de saúde e limpeza urbana. O Ceic também opera no atendimento a situações de risco e emergência.

GUARDA MUNICIPAL – A equipe do Programa Segurança Integrada estará em parques e praças. A vigilância fixa e motorizada atenderá escolas, postos de saúde, secretarias e prédios municipais além do plantão, na sede do Ceic. A Central de Operações da Guarda Municipal atenderá 24 horas pelo telefone 3289-7031.

DISQUE-PICHAÇÃO – Denúncias contra pichação e vandalismo nos prédios públicos devem ser encaminhadas pelo 153 POA.
 
DEFESA CIVIL
 –  O Gabinete de Defesa Civil de Porto Alegre mantém plantão 24 horas nos telefones 199 e 3268-9026 para atendimento de urgências e emergências em situação de risco.

LIMPEZA URBANA – O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) trabalha normalmente com todas as coletas durante o feriado: domiciliar, seletiva e de lixo público. As seções operacionais atuam em regime de plantão, com equipes das 7h às 12h. O DMLU atende pelo telefone 156 POA.

SAÚDE
 –  Os prontos atendimentos e hospitais do município – Hospital de Pronto Socorro (HPS) e Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) – permanecerão abertos  24 horas para atender a população. As unidades de saúde estarão fechadas nesta segunda-feira, 1º, retomando o atendimento na terça, 2, a partir das 7h, além de duas unidades que funcionam em horário estendido – US São Carlos e Centro de Saúde Modelo, até as 22h.

Pronto atendimentos 24 horas: 
– PA Cruzeiro do Sul (rua Professor Manoel Lobato, 151, Santa Tereza)
– PA Bom Jesus (rua Bom Jesus, 410, Bom Jesus)
– PA Lomba do Pinheiro (estrada João de Oliveira Remião, 5120, parada 12, Lomba do Pinheiro)
– PA de Saúde Mental IAPI (rua Valentim Vicentini, s/nº – fone: 3289-3456)
– UPA Zona Norte Moacyr Scliar (rua Jerônimo Velmonovitz, esquina com avenida Assis Brasil – fone: 3368-1619)

Hospitais:
– Hospital de Pronto Socorro (Largo Teodoro Herzl, s/nº, bairro Bom Fim)
– Hospital Materno Infantil Presidente Vargas – emergências obstétrica e pediátrica (avenida Independência, 661)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pode ser acionado pelo telefone 192.

TRÂNSITO E TRANSPORTE
  – A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informa que o transporte coletivo irá operar com tabela de feriado no dia 1º, segunda-feira (horários equivalentes a domingo). Os táxis circulam com Bandeira 2 no domingo, 31, e na segunda-feira, 1º.  Postos de atendimento do TRI, na rua Uruguai, 45; na ATP, na Protásio Alves 3885; e Posto Triângulo, Assis Brasil e Terminal Triângulo, não abrem nos dias 29 de dezembro e 1º de janeiro. A EPTC atenderá a população pelo fone 118 (24 horas). Outras informações nos sites www.eptc.com.br ou www.poatransporte.com.br.

ÁGUA E ESGOTO – Plantão 24 horas pelo fone 156, opção 2: para comunicar vazamentos e solicitar consertos nas redes de água e esgoto. Até as 20h, diariamente, pelo fone 156, opção 2: para fazer agendamentos, esclarecer assuntos da área comercial, denunciar ligações clandestinas, solicitar outros serviços. Postos comerciais: estarão fechados nesta segunda-feira, 1º, e reabrem na terça-feira, 2, das 8h30 às 16h30.

DIVISÃO DE MANUTENÇÃO DE ÁGUAS PLUVIAIS – O plantão técnico será das 8h às 17h, com solicitações de urgências pelo telefone 99342 2805.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – O Serviço de Abordagem Social – Crianças e Adolescentes/Ação Rua atende das 9h às 19h em regime de plantão. Solicitações pelo telefone 3289 4994. Após esse horário, acionar o Conselho Tutelar.
Albergues – À noite, o serviço funciona das 18h30 às 7h30, nos seguintes endereços:
– Albergue Municipal: rua Comendador Azevedo, 264 (também faz abordagem de acordo com a solicitação da comunidade pelo telefone 3346 3238 após as 19h)
– Albergue Dias da Cruz: avenida Azenha, 366. F: 3223-1938
– Albergue Felipe Diehl: Praça dos Navegantes, 41. F: 3342-2882

MEIO AMBIENTE – A equipe de fiscalização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) mantém plantão e poderá ser acionada pelo 156 POA das 7h às 12h e das 13h às 18h.

ATENDIMENTO VETERINÁRIO
 – A Unidade de Medicina Veterinária (UMV) da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) realiza atendimento das 10h às 15h. A UMV fica na Estrada Bérico José Bernardes, nº 3.489, parada 19 da Lomba do Pinheiro.

PROCON – O porto-alegrense pode solicitar informações e registrar suas reclamações e denúncias pela Internet, utilizando o banner Atendimento Eletrônico do site do Procon, em qualquer hora do dia.

TURISMO
 – Horário de funcionamento dos Centros de Informação Turística e do Linha Turismo no feriado de Ano Novo:

CIT Linha Turismo – Travessa do Carmo, 84 – Cidade Baixa – 3289 6765 
31/12 – em funcionamento até às 12h
1/1 – fechados
As atividades retornam normalmente dia 2/01/2018.

Os ônibus da Linha Turismo funcionarão normalmente apenas para o roteiro Centro Histórico. Roteiros da zona Sul estão provisoriamente suspensos.

Informações mais detalhadas sobre o passeio podem ser encontradas no portal portoalegre.travel

Deportação de brasileiros da Europa sobe 37% com crise

Deportação de brasileiros da Europa sobe 37% com crise

Destaque Direito Economia Mundo Turismo

No primeiro semestre deste ano, 3,1 mil brasileiros ilegais foram deportados da Europa, ante 2,3 mil no mesmo período do ano passado. O dado coloca o Brasil entre os dez países com o maior número de expulsões, de acordo com a Agência de Fronteiras. As ordens de deportação estão sendo dadas a brasileiros que chegaram ao continente entre 2015 e 2016, para escapar da crise.  A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Porto Alegre: Prefeito abre seminário sobre Políticas Públicas para Idosos

Porto Alegre: Prefeito abre seminário sobre Políticas Públicas para Idosos

Agenda Cidade Comportamento Comunicação Cultura Destaque Marchezan Poder Política Porto Alegre Saúde Segurança Tecnologia Turismo

O prefeito Nelson Marchezan Júnior abriu nesta quinta-feira, 14, o seminário “Rumo das Políticas Públicas para as Pessoas Idosas em Porto Alegre”, no Palácio da Justiça. O evento é uma ação conjunta da Secretaria Municipal de Relações Institucionais (SMRI), Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE), Conselho Municipal do Idoso de Porto Alegre (Comui) e Banco Itaú. Na Capital, o seminário foi idealizado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e as entidades envolvidas, e, juntamente com Belo Horizonte, são as primeiras capitais brasileiras a receberem o evento.
“As reformas são necessárias para que a máquina pública aproveite melhor e com mais eficiência os recursos públicos e também os privados, com o objetivo de atendermos a demanda crescente da população idosa no país, principalmente em Porto Alegre”, disse Marchezan. O prefeito também saudou a parceria do Itaú, que tem outros projetos junto à prefeitura, como o Bike Poa.
A presidente em exercício do Comui, Elisiane Silva de Albuquerque, agradeceu ao prefeito por ter aceitado o desafio. “O Fundo Municipal do Idoso tem grande importância, pois proporciona às entidades a aplicabilidade de ações para assegurar os direitos dos idosos”. Sobre o Fundo, o representante do Banco Itaú, Luis Eduardo Mercês, lembrou que Porto Alegre é um case de sucesso e referência no Brasil, a primeira cidade a ter criado o Fundo Nacional do Idoso. “Por isso estamos aqui promovendo esta discussão, no sentido de contribuir com a sociedade civil e nos rumos das políticas públicas”, afirmou.
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2010), a população idosa de Porto Alegre aumentou 32% em relação a 2000, passando de 160.540 para 211.896 pessoas, enquanto a população jovem (zero a 24 anos) da cidade apresentou um decréscimo de 13,68%, com destaque para o número de crianças de zero a quatro anos, que diminuiu quase 25%. Atualmente, Porto Alegre tem a maior população idosa do Brasil, com aproximadamente 275 mil idosos.