Vencedora do Master Chef grava série especial no Mercado Público de Porto Alegre. Maria Antonia apresenta em seu canal do Youtube a variedade gastronômica do local

Vencedora do Master Chef grava série especial no Mercado Público de Porto Alegre. Maria Antonia apresenta em seu canal do Youtube a variedade gastronômica do local

Agronegócio Cidade Comportamento Destaque Direito do Consumidor Economia Gastronomia Negócios Turismo Vídeo

 

A vencedora do principal reality show gastronômico do país, Maria Antonia Russi, decidiu mostrar para seus fãs do Brasil a diversidade de produtos que são comercializados no Mercado Público de Porto Alegre. Além de ser um belíssimo prédio histórico, localizado no coração da capital gaúcha, o local é referência para quem procura produtos de qualidade.

“Muitas vezes preciso de insumos diferenciados para preparar uma receita e sempre recorro ao Mercado Público. Lá tenho a certeza que vou encontrar tudo o que preciso e ainda rende um ótimo passeio. Por isso gravei os programas para que pessoas de outros Estados pudessem conhecer mais sobre esse lugar que faz parte do meu dia-a-dia”, ressalta.

Para assistir à série, clique aqui e acesse o canal Chef Maria Antonia no Youtube e conferir todos os episódios. Os vídeos novos são postados sempre às terças e sextas.

Porto Alegre: Thiaguinho coloca o Beira-Rio para dançar dia 11

Porto Alegre: Thiaguinho coloca o Beira-Rio para dançar dia 11

Cidade Cultura Destaque Porto Alegre Turismo Vídeo
O cantor e compositor Thiaguinho chega à Capital gaúcha no dia 11 de novembro para uma festa-show no Estádio Beira-Rio. O músico, conhecido por sua carreira à frente do grupo de pagode Exaltasamba, reúne hits como “Caraca, Muleke” “Ousadia & Alegria” “Sou o cara pra você” “Hey, mundo”, entre outros. A abertura dos portões será a partir das 14h e Thiaguinho se apresenta às 19h30.

Os ingressos estão à venda nas lojas Multisom da Rua dos Andradas, 1001, nos shoppings Bourbon Ipiranga, Praia de Belas, Iguatemi e Barra Shopping Sul, ou no site www.blueticket.com.br. Os valores variam entre R$95 e R$380. Além disso, já é possível garantir vaga no Edifício-Garagem do Estádio Beira-Rio para o dia do show. Os valores custam entre R$40 e R$60, conforme lote disponível. A reserva deve ser feita pelo site www.estapar.com.br/reservabeirario.

 

RFZ09433

Serviço:

Data: 11 de novembro

Abertura dos portões: 14h

Horário: 19h30

Local: Estádio Beira-Rio (Avenida Padre Cacique, 891)

Ingressos: valores variam entre R$95 e R$380

Pontos de venda: lojas Multisom da Rua dos Andradas, 1001, nos shoppings Bourbon Ipiranga, Praia de Belas, Iguatemi e Barra Shopping Sul, ou no site www.blueticket.com.br.

Outras atrações e DJ’s locais: ainda em aberto

Produtora: Hello entretenimento / www.grupohello.com

Contato para camarotes e informações: (51) 99301 5708 

Porto Alegre: 4º POA Jazz Festival promove debates para discutir o cenário cultural

Porto Alegre: 4º POA Jazz Festival promove debates para discutir o cenário cultural

Cidade Cultura Destaque Política Porto Alegre Vídeo

Durante o mês de novembro, o POA Jazz Festival vai realizar três debates quem têm por objetivo analisar e discutir os desafios do mercado cultural, as políticas para a área e o jornalismo cultural. Os debates – que trazem como convidados grandes especialistas, jornalistas, gestores e produtores culturais – acontecem no StudioClio, com inscrições gratuitas pelo email contato@poajazz.com.br. As vagas são limitadas.

No dia 11 de novembro, domingo, às 16h, os jornalistas culturais Juarez Fonseca (crítico de música do jornal Zero Hora), Paulo Moreira (coordenador de música da Prefeitura de Porto Alegre), Cláudia Laitano (editora executiva da Zero Hora), Zuza Homem de Melo (crítico de música e escritor) e Carlos Calado (crítico de música da Folha de São Paulo) debatem Os caminhos do Jornalismo Cultural na atualidade: perspectivas e inovações. A mediação é do jornalista Roger Lerina (editor do site cultural rogerlerina.com.br).

No dia 20 de novembro, terça-feira, às 19h, as Políticas Culturais: caminhos e propostas para governos e projetos privados serão o tema da conversa entre os gestores culturais Rafael Balle (coordenador do Pró-Cultura RS), Luciano Alabarse (Secretário de Cultura de Porto Alegre) e Flávio Adonis (músico e ex-secretário de Cultura de Canoas). A mediação é de Carlos Badia (curador do POA Jazz Festival).

Já no dia 23 de novembro, quarta-feira, às 19h, o tema é O Mercado Cultural: desafios em tempos de crise econômica, estética e moral. O doutor em Ciência Política Tarson Núñez e os produtores culturais Dedé Ribeiro, Cida Herok, Carlos Branco e Carlos Konrath são os convidados do evento, que tem a mediação de Francisco Marshall (historiador, professor e curador do StudioClio).

“A cultura e sua cadeia produtiva é muito mais do que simples entretenimento, ela pode efetivamente ampliar a contribuição do desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma Carlos Badia, curador do POA Jazz Festival, junto com Carlos Branco e Rafael Rhoden. “Por isso, o POA Jazz busca não só trazer grandes espetáculos para Porto Alegre, mas incentivar a reflexão, a formação e a educação musical”, conclui Badia.

A 4ª edição do POA Jazz Festival – acontece entre os dias 9 e 11 de novembro, no Centro de Eventos do BarraShoppingSul, em Porto Alegre/RS – trará nove grandes atrações do jazz nacional e internacional. A programação completa já foi divulgada e os ingressos estão à venda pelo site www.blueticket.com.br e pontos de venda físicos (confira a lista completa no serviço abaixo). Além dos shows, a 4ª edição do Festival terá outras atividades paralelas, como lançamento de livros, masterclasses e oficinas musicais. O jornalista e crítico musical Zuza Homem de Mello é o homenageado desta edição.

Entre os grandes nomes do jazz internacional que farão parte do Festival, estão o prestigiado saxofonista italiano de origem indiana Rudresh Mahanthappa – eleito sete vezes como o Sax Alto do ano pela crítica internacional (Downbeat Magazine 2018), as argentinas do grupo Bourbon Sweethearts e o Mariano Loiácono Quinteto. Do Rio de Janeiro, apresentam-se Gilson Peranzzetta Trio, além de outro trio formado por Maurício Einhorn, Nelson Faria e Guto Wirtti. De São Paulo, dois destacados grupos estarão presentes: Edu Ribeiro Quinteto e Vítor Arantes Quarteto – vencedor do Concurso Novos Talentos do Jazz, uma parceria entre os festivais Savassi / POA JAZZ / SAMPA JAZZ. A música do Rio Grande do Sul está presente com a apresentação do grupo Instrumental Picumã e do grupo Marmota Jazz, que abre o festival e terá como convidado o cantor Pedro Verissimo. Confira o line up no serviço abaixo.

Serviço – Debates POA Jazz Festival

  • Dia 11 de novembro, domingo, às 16h – Os caminhos do Jornalismo Cultural na atualidade: perspectivas e inovações

Convidados: Juarez Fonseca, Carlos Calado, Zuza Homem de Mello, Cláudia Laitano e Paulo Moreira. Mediação: Roger Lerina

  • Dia 20 de novembro, terça-feira, às 19h – Políticas Culturais: caminhos e propostas para governos e projetos privados

Convidados: Rafael Balle, Luciano Alabarse e Flávio Adonis. Mediação Carlos Badia

  • Dia 23 de novembro, quarta-feira, às 19h – O Mercado Cultural: desafios em tempos de crise econômica, estética e moral

Convidados: Dedé Ribeiro, Cida Herok, Carlos Branco, Carlos Konrath e Tarson Núñez. Mediação: Francisco Marshall

Local: StudioClio –  Rua José do Patrocínio, 698 – Cidade Baixa

Entrada franca com inscrições prévias pelo email contato@poajazz.com.br. 90 vagas por dia

 

Shows

De 9 a 11 de novembro de 2018 – sexta-feira, sábado e domingo

Local: Centro de Eventos do BarraShoppingSul

Avenida Diário de Notícias, 300 – bairro Cristal – Porto Alegre – Rio Grande do Sul

Lotação: 1200 pessoas por noite

Abertura dos portões: 19h

Horário dos shows: a partir das 20h

Ingressos: http://www.blueticket.com.br/grupo/poajazz

Pontos de vendas: Lojas Multisom (Porto Alegre, Caxias do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Canoas, Cachoeirinha, Pelotas e Passo Fundo)

Pontos de venda em Porto Alegre – endereços:

Multisom Rua das Andradas, 1001, Centro – Ver no mapa 

Multisom Praia de Belas Shopping (Avenida Praia de Belas, 1181, Praia de Belas) – Ver no mapa
Multisom Bourbon Shopping Ipiranga (Avenida Ipiranga, 5200, Jardim Botânico) – Ver no mapa 

Multisom Barra Shopping Sul (Avenida Diário de Notícias, 300 – Lojas 1040 a 10) – Ver no mapa

Multisom Shopping Iguatemi (Avenida João Wallig, 1800 – Loja 109) – Ver no mapa

Avulsos: R$ 90 por noite (R$ 45 meia-entrada)

Passaporte: R$ 210 para as três noites (R$ 105 meia-entrada)

Formas de pagamento: Dinheiro/ Débito/ Crédito (10 x com acréscimo)

 

Website oficial: http://www.poajazz.com.br

Facebook: @portoalegrejazzfestival

Hashtag para redes sociais: #PoaJazz2018

 

Line Up

Dia 9 de Novembro – SEXTA-FEIRA

Marmota Jazz e Pedro Verissimo (POA)

Bourbon Sweethearts (ARG)

Rudresh Mahanthappa (INDIA)

 

Dia 10 de Novembro – SÁBADO

Vítor Arantes Quarteto (SP) – vencedor do Concurso Novos Talentos do Jazz

Mariano Loiácono Quinteto (ARG)

Edu Ribeiro Quinteto  (SP)

 

Dia 11 de Novembro – DOMINGO

Instrumental Picumã (RS)

Maurício Einhorn + Nelson Faria + Guto Wirtti (RJ)

Gilson Peranzzetta Trio (RJ)

Com curadoria geral do produtor e músico Carlos Badia e assessoria de curadoria de Carlos Branco e Rafael Rhoden, o POA Jazz Festival é uma realização das produtoras Branco Produções, FlyAudio e Experimentais – Cria Cultura. O projeto POA Jazz Festival tem o Patrocínio Master de Multiplan e BarraShoppingSul – 10 anos, com financiamento pela Lei Rouanet/Governo Federal. Patrocínio: Agibank e DuFrio. Apoio: Instituto de Artes da UFRGS, Veterana “cerveja oficial” e Studio Clio.

Porto Alegre: Nelson Sirotsky e Leticia Wierzchowski participam de bate-papo na Feira do Livro

Porto Alegre: Nelson Sirotsky e Leticia Wierzchowski participam de bate-papo na Feira do Livro

Comunicação Destaque Notícias Vídeo

Neste domingo, 4/11, o empresário Nelson P. Sirotsky e a romancista Letícia Wierzchowski, sob a mediação do jornalista Tulio Milman, participam de um bate-papo, no Clube do Comércio, sobre a construção conjunta de O Oitavo Dia, livro que retrata a trajetória do executivo, da sua família e do Grupo RBS. Após o evento, às 19h30, os escritores autografam o livro na Praça de Autógrafos da Feira do Livro.

Painel “Memórias, negócios e ficção: a trajetória pessoal e profissional de Nelson P.Sirotsky”

Local: Salão Bridge do Clube do Comércio | R. dos Andradas, 1085 2º andar – Porto Alegre/RS

Data: 4 de novembro

Horário: 18h30

Valor: Entrada gratuita. Evento aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia.

Sessão de autógrafos “O Oitavo Dia”

Local: Praça de Autógrafos, Praça da Alfândega, s/nº – Centro Histórico | Porto Alegre/RS

Data: 4 de novembro

Horário: 19h30

Autores: Leticia Wierzchowski e Nelson P. Sirotsky

Gaúcha Anaadi concorre a quatro categorias do Grammy Latino; por Julio Maria/O Estado de S.Paulo

Gaúcha Anaadi concorre a quatro categorias do Grammy Latino; por Julio Maria/O Estado de S.Paulo

Cultura Destaque Vídeo
Ou aquela voz já vivia ali dentro ou a fita cassete de Ella Fitzgerald e Louis Armstrong tocando no Tempra vinho do pai começou a despertá-la. Ana Lonardi ouvia e sonhava ao mesmo tempo que era ela mesma a Sra Fitzgerald cantando Summertime enquanto o pai dirigia do Rio a São Paulo. Sua pequena, deitada no banco de trás, era silenciosamente invadida, secretamente transformada. Anaadi, o nome com o qual tem conseguido suas primeiras grandes vitórias, se lembra bem do dia em que descobriu a voz que Ella Fitzgerald começou a depositar ali. Anos depois das viagens de Tempra, um casal de amigos visitava os pais em casa e uma colega, Michele, a única que a ouvia cantar no quarto com um grave que parecia de outra pessoa, fez o desafio. “Por que você não canta?” Ana deu duas condições. “Canto, mas de costas e com as luzes apagadas.” E assim se deu a cena: Ana sobre um balcão cantando Summertime a capela, no escuro e de costas para cinco pessoas absortas na surpresa.

É um feito raro. Gaúcha de Porto Alegre, 31 anos, Anaadi embarca para estar em Los Angeles na entrega do Grammy, dia 15 de novembro. Noturno, produzido por Leo Bracht, foi indicado ao Grammy Latino em quatro categorias: gravação do ano, artista revelação, melhor álbum pop contemporâneo em língua portuguesa e melhor álbum de engenharia de gravação. Vai brigar com grandes nomes em todas as categorias, e com uma América Latina efervescente em estouros de massa recentes como o DJ colombiano J Balvi. O álbum mais recente do uruguaio Jorge Drexler é forte na categoria engenharia de gravação e os discos novos de brasileiros como Erasmo Carlos e Xênia França são outros favoritos.

 

Leia mais em O Estado de São Paulo.

 

Vídeo: Moro nem sempre foi entusiasta de Bolsonaro

Vídeo: Moro nem sempre foi entusiasta de Bolsonaro

Notícias Vídeo

Após encontro com o juiz Sergio Moro nesta quinta-feira em que fechou o nome do magistrado para o superministério da Justiça, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, comentou que viu o novo ministro “como se fosse um jovem universitário recebendo o diploma”.

O juiz, porém, nem sempre demonstrou animação ao encontrar Bolsonaro. Em março de 2017, quando o presidente eleito ainda era deputado federal pelo PSC, um vídeo chamou a atenção nas redes sociais porque a euforia demonstrada pelo parlamentar não foi correspondida pelo magistrado.

Nas imagens, Bolsonaro aparece indo em direção a Moro, que cumprimentava algumas pessoas em uma lanchonete do aeroporto. Quando chega diante do magistrado, o deputado bate continência para o juiz, que sorri e cumprimenta o parlamentar rapidamente e sem interesse.

Leia mais em O Globo.

Gilberto Petry presidirá Conselho da CNI

Gilberto Petry presidirá Conselho da CNI

Economia Negócios Notícias Vídeo

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, presidirá o Conselho Temático de Assuntos Tributários e Fiscais (Contri) da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A confirmação foi feita nesta quarta-feira (31), pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. Na terça-feira, Petry já havia tomado posse, em Brasília, na vice-presidência da Confederação Nacional da Indústria para a nova gestão de Andrade, até o ano de 2022.

Eu conversei com Gilberto Petry no BahTchê Papo

Bolsonaro confirma a jornal de Israel que pretende mudar embaixada para Jerusalém; de O Globo

Bolsonaro confirma a jornal de Israel que pretende mudar embaixada para Jerusalém; de O Globo

Destaque Mundo Poder Política Vídeo

 

O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, declarou a um jornal israelense que planeja transferir a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.

Se o fizer, o Brasil se tornará o terceiro país, depois da Guatemala e dos Estados Unidos, a tomar a decisão, que contraria resoluções da ONU segundo as quais o status da cidade sagrada para as três religiões monoteístas deve ser decidido em negociações com os palestinos.

Questionado pelo jornal “Israel Hayom” sobre sua intenção de transferir a embaixada brasileira para Jerusalém, mencionada durante sua campanha eleitoral, Bolsonaro disse que Israel deveria ter liberdade para escolher sua capital. Israel, que ocupou o setor oriental (árabe) de Jerusalém na Guerra do Seis Dias, em 1967, considera a cidade sua capital “única e indivisível”, mas os palestinos reivindicam Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado.

“Quando me perguntaram, durante a campanha, se eu faria isso uma vez que me tornasse presidente, eu respondia que ‘sim, cabe a vocês decidirem qual é a capital de Israel, não a outras nações'”, declarou Bolsonaro em uma entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal, que é favorável ao primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

Netanyahu estimou que a eleição de Bolsonaro “levaria a uma grande amizade entre os povos [dos dois países] e ao fortalecimento das relações entre Brasil e Israel”.

Provavelmente, o primeiro-ministro israelense comparecerá à cerimônia de posse de Bolsonaro em janeiro, segundo informou à AFP um funcionário de seu gabinete.

Leia a íntegra em O Globo.

Porto Alegre: Câmara de Vereadores debaterá manifestações políticas de estudantes em colégios da Capital

Porto Alegre: Câmara de Vereadores debaterá manifestações políticas de estudantes em colégios da Capital

Cidade Destaque Direito Educação Poder Política Porto Alegre Segurança Vídeo

As manifestações político-partidárias em escolas particulares de Porto Alegre, será debatidas na próxima terça-feira(06.11), no Plenário da Câmara de Vereadores da Capital.  Em vários colégios privados, estudantes tem realizado manifestações contra e pró à eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para presidência do Brasil. Veja no vídeo abaixo  imagens feitas por estudantes do Colégio Rosário, na última segunda-feira.

A vereadora Mônica Leal (PP) abordou nesta quarta-feira, o caso do Colégio Marista Rosário e questionou a nota da escola, que afirma a espontaneidade da manifestação dos estudantes. Ao citar trechos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e da Lei nº 9394/96, que defendem o exercício da cidadania, Mônica Leal questionou o papel da escola como educadora. “Os mais velhos têm a obrigação de orientar e não de incitar ou deixar que se levem por algumas colocações equivocadas”, disse. A vereadora  entrou com um ofício solicitando que o ocorrido seja  pauta de duas Comissões da Casa, a Cedecondh e a Cece. Mônica ainda observou que a eleição de Bolsonaro ocorreu por a população estava cansada com a falta de ética, com a corrupção. “Nós queremos um presidente decente, sério, com rigor no dinheiro público”, disse.

 

45123581_279614749329892_4481886299946483712_n

Opinião: Winston Churchill e Jair Bolsonaro; por Ricardo Sondermann*

Opinião: Winston Churchill e Jair Bolsonaro; por Ricardo Sondermann*

Artigos Destaque Mundo Poder Política Vídeo

Na Guerra: Determinação
Na derrota: Insurgência
Na vitória: Magnanimidade
Na Paz: Boa Vontade

O presidente eleito Jair Bolsonaro se apresenta à nação com alguns livros sob a mesa: entre a bíblia e a constituição, as memórias da Segunda Guerra Mundial escritas por Winston Churchill.

Churchill conduziu o povo inglês e o mundo livre no conflito contra o nazismo e a barbárie. Lutou, com exércitos e palavras, expondo a realidade do campo de batalha, as derrotas, as vitórias, os objetivos e através da verdade, com firmeza e humildade, ganhou a guerra. Durante os piores períodos, quando a vitoria nazista parecia inexorável, incentivou a resistência das populações contra o invasor. Alcançada a vitória, projetou a reconstrução das nações destruídas uma vez que as populações não mereciam o mesmo fim que seus líderes. Soube propagar um sentimento de esperança, respeito e grandiosidade que faz com que até hoje, transcorridos 53 anos de sua morte, Churchill ainda seja lembrado.

Jair Bolsonaro enfrentou uma eleição com determinação. Nos momentos em que esteve sob ataque, insurgiu-se e foi a voz da revolta. Vitorioso, deverá ser magnânimo e saber construir pontes. Em seu discurso de vitória declara que “a verdade vai liberar esse grande país e vai nos transformar em uma grande nação”. Prossegue dizendo que “o que ocorreu hoje (domingo, dia 28.10) nas urnas não foi a vitória de um partido, mas a celebração de um país pela vitórias, os objetivos e através da verdade, com firmeza e humildade, ganhou a guerra. Durante os piores períodos, quando a vitoria nazista parecia inexorável, incentivou a resistência das populações contra o invasor. Alcançada a vitória, projetou a reconstrução das nações destruídas uma vez que as populações não mereciam o mesmo fim que seus líderes. Soube propagar um sentimento de esperança, respeito e grandiosidade que faz com que até hoje, transcorridos 53 anos de sua morte, Churchill ainda seja lembrado.

Jair Bolsonaro enfrentou uma eleição com determinação. Nos momentos em que esteve sob ataque, insurgiu-se e foi a voz da revolta. Vitorioso, deverá ser magnânimo e saber construir pontes. Em seu discurso de vitória declara que “a verdade vai liberar esse grande país e vai nos transformar em uma grande nação”. Prossegue dizendo que “o que ocorreu hoje (domingo, dia 28.10) nas urnas não foi a vitória de um partido, mas a celebração de um país pela liberdade”.

Isso é o que se espera de um verdadeiro líder. Bolsonaro têm pela frente gigantes desafios e ao admitir as dificuldades e suas fraquezas pessoais, demostra humildade e vontade de acertar. O momento atual exige gestos grandiosos e energia para lutar pela liberdade, pela democracia, por bom senso e pela manutenção dos valores ocidentais. Jair Bolsonaro não é Churchill, mas ao exibir alguns livros nos aponta o interesse pelo conhecimento, discutir ideias, aprender e evoluir como indivíduos e sociedade. Com isso em mente, Churchill é uma boa indicação.

*Ricardo Sondermann, é autor do livro “Churchill e a Ciência por trás dos discursos – Como palavras se transformam em armas”. **Artigo publicado originalmente no www.pontocritico.com de Gilberto Simões Pires

Eu conversei com Ricardo Sondermann sobre a obra escrita por no BahTchê Papo.