Centrão ganha força no balcão de negócios da Câmara DEM, PP, PSD, Podemos e PROS são as legendas que mais ganham deputados na janela para troca de partidos. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Centrão ganha força no balcão de negócios da Câmara

Na última semana do prazo legal para que parlamentares mudem de partido, um balcão de negócios se instalou na Câmara e a tendência é de fortalecimento das legendas do centrão. O troca-troca – que tem como base a divisão dos recursos dos fundos eleitoral e partidário – aponta para menor renovação nas eleições de outubro. Na primeira eleição geral após o veto às doações empresariais, o argumento para atrair deputados tem sido a garantia de que quem tem mandato receberá mais recursos.

E a fatia prometida para bancar reeleições tende a ser maior nos partidos que não lançarão candidato à Presidência, já que o gasto de uma campanha ao Planalto é estimado em R$ 70 milhões. “Todos os médios e grandes partidos estão oferecendo algo em torno de R$ 2 milhões”, disse o deputado pelo Paraná Alfredo Kaefer, que trocou o PR pelo PSL de Jair Bolsonaro. Siglas como PP, PSD, DEM, Podemos e PROS somam mais ganhos do que perdas. PSB, MDB, Rede e PR estão encolhendo. A reportagem completa está em O Estado de São Paulo.

Destaque