Decisão de Trump sobre Jerusalém isola os EUA. Líderes mundiais criticam reconhecimento de cidade como capital de Israel

Decisão de Trump sobre Jerusalém isola os EUA. Líderes mundiais criticam reconhecimento de cidade como capital de Israel

A decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e mudar a embaixada americana para a cidade desencadeou uma onda de críticas na comunidade internacional e protestos nas ruas no Oriente Médio. Líderes aliados como a alemã Angela Merkel, o francês Emmanuel Macron e a britânica Theresa May condenaram a iniciativa. O Papa Francisco fez um “apelo desesperado” para que o status quo da cidade não fosse modificado. O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse que Trump descartou mediar o conflito com Israel. Para o Hamas, ele “abriu as portas do inferno” para os EUA. (O Globo)

Destaque Mundo