Desmentido por Bolsonaro, Bebianno diz que não sai Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Desmentido por Bolsonaro, Bebianno diz que não sai

O presidente Jair Bolsonaro colocou em xeque a permanência no governo do ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência). À TV Record, Bolsonaro afirmou que mandou a PF investigar as acusações de que o PSL – partido que foi presidido por Bebianno – teria financiado candidaturas laranjas. “Se (Bebianno) estiver envolvido e, logicamente, responsabilizado, lamentavelmente o destino não pode ser outro a não ser voltar às suas origens”, afirmou.

Bebianno disse que não pedirá demissão. Durante o dia, Carlos Bolsonaro, filho do presidente e desafeto de Bebianno, escreveu no Twitter que o ministro mentira ao dizer que havia conversado três vezes com o presidente sobre as acusações. Horas depois, o próprio presidente endossou o filho.

Nos 17 dias em que Bolsonaro ficou hospitalizado, as divisões internas do governo se acentuaram.

Leia mais em O Estado de S.Paulo

Comunicação Destaque Notícias