Doria deixa herança de filas da saúde fora do prazo prometido. Maior parte dos exames e das consultas ainda leva mais de 60 dias para ser feita na rede municipal de São Paulo

Doria deixa herança de filas da saúde fora do prazo prometido. Maior parte dos exames e das consultas ainda leva mais de 60 dias para ser feita na rede municipal de São Paulo

Após mais de um ano de promessas do ex-prefeito João Doria (PSDB), a maior parte de exames e consultas ainda leva mais de dois meses para ser feita na rede municipal de São Paulo, de acordo com dados obtidos p ela Folha por meio da Lei de Acesso à Informação. 

Com apoio da rede privada, o Corujão da Saúde foi criado para reduzir a 60 dias a espera por exames, uma das principais bandeiras de Doria na campanha de 2016. Ele deixou o cargo em abril para concorrer ao governo do estado e foi substituído por Bruno Covas (PSDB). 

Na disputa municipal, o ex-prefeito havia prometido prazo de até 30 dias para todos os exames.

A Secretaria de Saúde afirmou, por nota, que o Corujão trabalha para evitar o represamento da fila de espera por exames, como havia no final de 2016.

(Folha de S. Paulo)

Cidade Comunicação Destaque Notícias Saúde Trabalho