Folha de São Paulo: Dinheiro do petrolão irrigou contas de Cunha, aponta investigação suíça. Mulher do presidente da Câmara cobriu gastos até com academia de tênis; deputado não comenta

Folha de São Paulo: Dinheiro do petrolão irrigou contas de Cunha, aponta investigação suíça. Mulher do presidente da Câmara cobriu gastos até com academia de tênis; deputado não comenta

Dinheiro pago pela Petrobras para viabilizar um negócio de US$ 34,5 milhões no Benin (África) em 2011 abasteceu contas secretas atribuídas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e à mulher dele, a jornalista Claudia Cruz. É o que mostra dossiê entregue pelo Ministério Público suíço à Procuradoria-Geral da República do Brasil. Segundo a investigação, Claudia pagou despesas de dois cartões de crédito e de uma academia de tênis nos EUA. Em um dos cartões foram gastos US$ 525 mil em dois anos. No outro, US$ 317 mil em quatro anos. A renomada academia de Nick Bollettieri, que revelou entre outros Andre Agassie as irmãs Serena e Venus Williams, recebeu US$ 59,7 mil. Os documentos também revelam que outras três contas são ligadas ao parlamentar. Somadas, todas as quatro contas tiveram entradas de R$ 31,2 milhões e saídas de R$ 15,8 milhões, em valores atualizados. Cunha disse desconhecer “o teor dos fatos veiculados” e que só os comentará após ter acesso “ao conteúdo real do que vem sendo divulgado”. Ele negou à CPI da Petrobras, em março, ter contas no exterior. (FSP – Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil)

Notícias Poder Política