Governador de Minas se torna réu, mas não é tirado do cargo

Governador de Minas se torna réu, mas não é tirado do cargo

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), tornou-se réu sob acusação de corrupção passiva. O Superior Tribunal de Justiça acolheu a denúncia da Procuradoria, mas o manteve no cargo por entender que não há justificativa para o afastamento, como tentativa de obstruir a Justiça. A defesa diz ter provas favoráveis a Pimentel que serão levadas ao STJ. (Folha de São Paulo)

Destaque