Governo Temer: Osmar Terra deve assumir Ministério do Desenvolvimento Social “O Bolsa Família tem DNA do PMDB. Claro que o Lula executou. Nós temos que aperfeiçoar”, disse o peemedebista. Foto: Paulo Burd/AI

Governo Temer: Osmar Terra deve assumir Ministério do Desenvolvimento Social

Além de Eliseu Padilha, na Casa Civil, a bancada do PMDB, do Rio Grande do Sul deve ser contemplada com o comando de um ministério. E o nome indicado pelo setor peemdebista favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) foi Osmar Terra (PMDB). O deputado federal do PMDB já conversou com o vice-presidente da República e acredita que a indicação ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome decorre de um trabalho já realizado por ele na época do governo de Fernando Henrique Cardoso no combate à pobreza.

“Existe uma decisão do Michel (Temer) de dar um ministério para a bancada federal caso ele assuma. Como é provável, já está se fazendo algumas sondagens. Então, uma parte da bancada, a que teve mais envolvida com o impeachment, que não queria a aliança com o PT, que é a minha parte da bancada, essa bancada está me indicando para assumir uma função. Agora, essa questão do Ministério do Desenvolvimento Social, veio em função de eu ter tido uma experiência anterior quando fui secretário nacional do programa “Comunidade Solidária”, quando trabalhei com a Ruth Cardoso, no tempo do Fernando Henrique (Cardoso), que é um programa de combate à pobreza. Talvez tenha vindo daí essa lembrança”, apontou o peemedebista.

O Ministério do Desenvolvimento Social é a pasta que administra o programa Bolsa Família e concede o benefício a mais de 13,8 milhões de famílias. Para este ano, a dotação do programa é de R$ 28,1 bilhões. Neste domingo, a presidente Dilma autorizou a atualização dos valores da bolsa que já estavam previstos desde agosto de 2015 na proposta de Lei Orçamentária de 2016 enviada pelo governo e aprovada pelo Congresso Nacional no ano passado.

Com relação à possibilidade da exclusão do Bolsa Família em um eventual governo de Michel Temer, o deputado Osmar Terra foi categórico em dizer que em nenhum momento o PMDB cogita extinguir o programa social.

“Bolsa Família foi uma ideia do PMDB em 2001, que era a unificação das Bolsas que tinham no governo do Fernando Henrique (Cardoso). Foi uma proposta que inclusive eu participei, eu era secretário da Fundação Ulysses Guimarães, à época, quando teve essa proposta. O Bolsa Família tem DNA do PMDB. Claro que o (ex-presidente) Lula executou. Nós temos que aperfeiçoar. Manter o Bolsa Família e avançar. É uma área que eu posso dar uma contribuição, como posso dar na Saúde, posso dar nessa área também por causa da experiência anterior”, expôs o deputado gaúcho.

Hoje, na Comissão Especial do Impeachment do Senado, o senador Antonio Anastasia apresenta e lê o seu relatório sobre a admissibilidade ou não do processo contra a presidente Dilma. ( Com informações da repórter Vitória Famer / Rádio Guaíba)

Notícias Poder Política Saúde

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *