Investigações da Lava Jato miram campanhas e núcleo de confiança de Dilma Após delação de Palocci, pessoas diretamente ligadas à ex-presidente se tornaram alvo da PF

Investigações da Lava Jato miram campanhas e núcleo de confiança de Dilma

Mesmo sem ter sido alvo de buscas ou de outras medidas cautelares, a expresidente Dilma Rousseff (PT) está no centro das atenções dos trabalhos mais recentes da Lava Jato. As últimas duas operações, deflagradas em 23 de agosto e nesta terça-feira (10), foram concentradas em pessoas ligadas diretamente à ex-presidente da República, além de tratar do financiamento das suas duas campanhas presidenciais, de 2010 e de 2014.

Leia mais na Folha de S.Paulo

Comunicação Destaque Notícias