Jazz e Vinho Festival reúne artistas do Canadá, Portugal e Reino Unido em Porto Alegre Grupo canadense Shuffle Demons é uma das atrações do evento | Foto: Mark McNeilly / Divulgação / CP

Jazz e Vinho Festival reúne artistas do Canadá, Portugal e Reino Unido em Porto Alegre

Femi Temowo (Reino Unido), Luísa Sobral (Portugal) e Shuffle Demons (Canadá) tocam em Porto Alegre nesta sexta-feira dentro da programação do Jazz e Vinho Festival, um evento que une música e gastronomia e recria a experiência de bares, casas noturnas e clubes de jazz e blues do mundo inteiro. As apresentações começam a partir das 21h, no Teatro do Bourbon Country (Túlio de Rose, 80). Enquanto as três atrações se apresentam, o foyer do teatro estará vendendo uma uma variada seleção de vinhos Decanter e opções culinárias. Conforme a organização, os preços serão compatíveis com o mercado e as vinícolas participantes serão as mais conceituadas.

Guitarrista britânico que já tocou com nomes como George Benson, The Roots e Amy Winehouse, Femi Temowo apresenta na Capital o “The Music Is The Feeling” – seu terceiro e mais ambicioso álbum. O disco canaliza os sons da infância de Femi crescendo como garoto na Nigéria, ouvindo pioneiros como Fela Kuti, Sunny Ade e Ebenezer Obey. O amor do groove e do lirismo é a parte central do seu som, que tem uma enorme variedade de influências e experiências para aproveitar.

Já Luísa Sobral é uma das compositoras e cantoras mais importantes da nova geração de músicos portugueses. Em 2016 editou “Luísa”, gravado em Los Angeles, no mítico United Recording Studios, por onde já passaram nomes históricos como Frank Sinatra, Ray Charles, Ella Fitzgerald, Jay-Z, Radiohead e U2. Foram sobretudo os espetáculos e as participações televisivas especiais, como a que assegurou no programa de Jools Holland, na BBC, que impulsionaram o seu percurso. A artista compôs a canção “Amar pelos Dois”, que foi interpretada pelo irmão, Salvador Sobral, no festival europeu Eurovision. A música ganhou a edição de 2017, sendo a primeira vez que um intérprete português venceu o concurso. Em entrevista ao Correio do Povo, Luísa falou sobre sua trajetória e a expectativa para se apresentar no Brasil.

Completando as atrações, Richard Underhill (sax alto, vocais), Perry White (sax tenor, vocais), Kelly Jefferson (sax tenor, vocais), Julian Anderson-Bowes (baixo acústico, vocais), Stich Wynston (bateria, vocais) retornam ao Brasil para o evento com sua inusitada e alegre combinação de funk, jazz, pop e rap. Originária de Toronto, no Canadá, Shuffle Demons tem oito CDs lançados, dois vídeos de sucesso, vários prêmios conquistados, inúmeras aparições de rádio e TV e excursões nacionais e internacionais. O grupo também já participou de alguns dos principais festivais do jazz, ao redor do mundo.

Com o evento, a Opus Promoções e a Branco Produções dão sequência a uma série de festivais que unem música e gastronomia. Em junho foi realizado o Tango y Vino e ainda em 2017 vai ocorrer o Blues’N’Whiskey, proporcionando oportunidades perfeitas de harmonizar o melhor da música ao sabor de virtuosas bebidas. Os ingressos para o Jazz e Vinho Festival custam entre R$ 120 e R$ 230. Os setores “Cadeira Mesa” e “Mesa fechada” custam respectivamente R$ 250 (um ingresso + duas taças de vinho) e R$ 840 (quatro ingressos + uma garrafa de vinho). (Correio do Povo)

Cultura Notícias Vídeo