Juvir Costella deixa primeiro escalão de Sartori para ocupar vaga de Postal na Assembleia Juvir Costella Foto: Pedro Belo Garcia/Alergs

Juvir Costella deixa primeiro escalão de Sartori para ocupar vaga de Postal na Assembleia

O titular da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer (Setel), Juvir Costella (PMDB), confirmou, na tarde de hoje, que vai deixar o primeiro escalão do governo estadual para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Ele passa a ocupar a vaga de Alexandre Postal (PMDB), indicado pelo governador para o Tribunal de Contas de Estado (TCE) e aprovado ontem pelo Pleno da Corte. Costella retorna ao Parlamento na próxima segunda-feira, data em que Postal, que se desfiliou do PMDB, toma posse como conselheiro do Tribunal.

Com base eleitoral em Esteio, Costella revela que teve uma conversa positiva com o governador José Ivo Sartori em torno da saída do Executivo. “Foi tranquila (conversa), pois é importante para o Parlamento e para o Governo que eu esteja à frente da Assembleia Legislativa para também representar o PMDB como único deputado da Grande Porto Alegre”, destacou.

Com mais de 32 mil votos, Costella tomou posse para o primeiro mandato de deputado em 2015. Menos de dez dias depois, o peemedebista foi convocado para compor o primeiro escalão de governo. A Pasta de Esporte e Turismo abriu brecha para a entrada da primeira suplente do partido, Maria Helena Sartori. A primeira dama, porém, assumiu como titular da Secretaria do Gabinete de Políticas Sociais, cedendo a cadeira para Ibsen Pinheiro, que preside o PMDB gaúcho.

Costella disse que o Piratini ainda não definiu o nome do substituto dele na Setel, o que deve ocorrer na próxima semana. Sobre o balanço à frente do Executivo, ele avaliou como positivo, dizendo que a gestão garantiu investimentos na área dos esportes através de programas federais, como o Pró-Esporte e Lei Pelé. O secretário também destacou a passagem da tocha olímpica pelo RS, mas reconheceu como ponto negativo a crise econômica, que impediu a realização de parte das ações. (Lucas Rivas/Rádio Guaíba)

Notícias Poder Política