Lava Jato 64 chega ao pré-sal e mira rombo de R$ 6 bi. Entre os alvos da operação estão a ex-presidente da Petrobrás, Graça Foster e o executivo do Banco BTG Pactual, André Esteves; por Pepita Ortega e Fausto Macedo/O Estado de São Paulo Graça Foster Foto: José Cruz/Agência Brasil

Lava Jato 64 chega ao pré-sal e mira rombo de R$ 6 bi. Entre os alvos da operação estão a ex-presidente da Petrobrás, Graça Foster e o executivo do Banco BTG Pactual, André Esteves; por Pepita Ortega e Fausto Macedo/O Estado de São Paulo

O site do jornal O Estado de São Paulo informa que a Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta, 23, a 64ª fase da Operação Lava Jato, denominada Pentiti, para apurar supostos crimes de corrupção envolvendo o Banco BTG Pactual e a Petrobrás na exploração do pré-sal e ‘em projeto de desinvestimento de ativos’ na África. Entre os alvos da operação estão a ex-presidente da estatal, Graça Foster e o executivo do banco, André Esteves.

De acordo com a corporação, os supostos crimes podem ter causado prejuízo de ao menos US$ 1,5 bilhão, o que equivaleria a cerca de R$ 6 bilhões de reais hoje.

Clique aqui e leia a íntegra em O Estado de São Paulo.

Notícias