Lebes anuncia primeira loja fora do Rio Grande do Sul

Lebes anuncia primeira loja fora do Rio Grande do Sul

O diretor das lojas Lebes, Otelmo Drebes Junior, comemora em seu perfil do Facebook, o fato da empresa atravessar a fronteira do Rio Grande do Sul e chegar ao estado vizinho de Santa Catarina. A primeira filial catarinense está em fase de conclusão e será inaugurada no Nações Shopping, em Criciúma. Uma segunda loja será inaugurada ainda esse ano em São José.  “Gostaria de compartilhar a minha felicidade, dizendo que agora somos uma empresa interestadual! Abriremos nossa primeira loja Lebes fora do estado no próximo dia 30 de Junho, em SC! Não encarem como se eu estivesse ‘me achando’. É orgulho mesmo! Pra quem conhece um pouco da nossa história, sabe que não faltou trabalho por essa conquista.” Eu que conheço a tradição da família em empreender, desde a década de 70 do século passado, quando me criei fazendo compras no recém inaugurado Supermercado Lebes, também fico muito feliz. Parabéns e sucesso para família Drebes, que segue empreendendo mesmo com o cenário instável da economia brasileira.

Otelmo Drebes JuniorInteressante esses homens que tem o espírito empreendedor.  Otelmo é da terceira geração da família e apesar da crise pensa grande o futuro. Em seu Facebook está publicado um post que mostra bem isso:

O lado bom da crise

Como todo e qualquer otimista sempre vejo o lado bom das situações. Vivemos num momento difícil econômico e financeiro estatal que ninguém sabe dizer até quando vai. Nem mesmo o mais preciso e estudioso economista pode afirmar que saímos dessa pior em 6 meses, final do ano ou ano que vem. Já ouvi previsões que apenas só depois das eleições presidenciais. São ciclos. A crise acaba, o Brasil não!

O fato é que qualquer empresário vai ter que suar a camisa pra se manter no mercado. Os profissionais mais criativos nesse momento serão os privilegiados. Mas não adianta apenas ser criativo, precisa-se saber colocar em prática.

Quando que íamos:
– verificar qual retorno sobre aquele valor investido em marketing pra identificar qual é o melhor meio de comunicação se a economia estivesse num oba oba?
– estipular meta loja a loja, hora em hora por setor a setor, categoria por categoria, produto a produto?
– Reavaliar nossos contratos de aluguéis que já estavam firmados a longa data?
– Verificar qual a melhor taxa de retorno do banco?
– Exigir que TODOS clientes fossem atendidos na loja, se o momento era de abundância?
– Engajar nossas equipes sem gastar um tostão?
– Fazer mais com menos?
– Exigir mais dos fornecedores quanto a preço, prazo de entrega e condição de pagamento?

Antes não dava tempo pra essas coisas e só pensávamos em ‘abocanhar’ mais e mais vendas.
Tenho colegas de profissão que estão simplesmente cortando custos sem saber seus reais impactos futuros.
Quem conseguir sobreviver a tudo isso, estará preparado para conquistar share de mercado com know-how e atender toda a demanda reprimida que se instala neste momento.
É hora de, literalmente, pegar uma lupa e ver o que realmente faz sentido para o nosso negócio. Chega de luxos. Chega de ostentação. O SUCESSO NÃO TOLERA DESPERDÍCIO!

 

Cidade Direito do Consumidor Economia Negócios Notícias Porto Alegre

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *