Mais de 16 milhões em mercadorias e cerca de 500 kg de drogas foram interceptadas nesta semana nas fronteiras e aeroportos brasileiros

Mais de 16 milhões em mercadorias e cerca de 500 kg de drogas foram interceptadas nesta semana nas fronteiras e aeroportos brasileiros

Os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil  apreenderam mercadorias avaliadas em mais de 16 milhões nos Aeroportos de Foz do Iguaçu e Afonso Pena (PR), Santa Terezinha de Itaipu/PR e São Paulo, entre a última sexta-feira (12) e hoje, 18 de abril. Também foram interceptadas cerca de 500 kg de drogas nas fronteiras e aeroportos brasileiros. Entre as mercadorias interceptadas, destaca-se o trabalho dos Analistas – Tributários na alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu (PR). No primeiro trimestre de 2019 realizaram operações em agências postais de Juranda, Medianeira, Matelândia, Foz do Iguaçu, Umuarama, São Miguel do Iguaçu e Cascavel, as quais resultaram na apreensão de 4.514 encomendas/volumes que totalizaram R$ 1.760.000,00 milhão.

No sábado (13), os Analistas-Tributários da Receita Federal participaram da retenção de três ônibus carregados com mercadorias avaliadas em mais de R$ 775 mil em Santa Terezinha de Itaipu/PR. Durante a verificação dos bagageiros, os fiscais constataram que os veículos transportavam grande quantidade de mercadorias estrangeiras sem comprovação de importação regular.

image001Na capital paranaense, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, Analistas-Tributários que atuam na Equipe de Vigilância e Repressão da IRF/AFP participaram da retenção de smartphones e mercadorias estrangeiras. A ação foi realizada entre os dias 23 de março a 13 de abril. O valor total das mercadorias é estimado em R$ 280 mil.

Na manhã de terça-feira (16), os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram na retenção de mais R$ 14 milhões em rubis no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. As pedras estavam escondidas na bagagem de dois passageiros.  Ao todo, 7,5 kg da pedra foram retidos. Os passageiros saíram de Cascavel/PR, e viajariam para Guarulhos/SP. O destino final das pedras era Portugal.

Ainda no dia 16, os Analistas-Tributários da Receita Federal que atuam na Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp) da 8ª Região Fiscal retiveram 20 mil pares de calçados e R$ 10 mil em peças de roupas falsificadas no bairro do Brás, região central de São Paulo.

Apreensões de drogas

Cerca de 339 kg de cocaína foram apreendidos na última sexta-feira (12) com a atuação de Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. O carregamento tinha como destino final o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

Na quinta-feira (11), Analistas-Tributários participaram de ação conjunta entre a Receita Federal e a Força Nacional que resultou na apreensão de um veículo paraguaio carregado com maconha e de um pedestre que também transportava a mesma substância, ambos na Ponte Internacional da Amizade. No total, foram aprendidos de 180 kg de maconha.

Ainda na Ponte Internacional da Amizade, Analistas-Tributários da RFB participaram da apreensão de 8,7 kg de maconha. A droga estava na mochila de um passageiro que viajava com um mototáxi com placas paraguaias.

No sábado (13), os Analistas-Tributários apreenderam 11,6 kg de skunk no Aeroporto de Manaus/AM. A droga foi apreendida com auxílio do agente canino da Equipe K9 da RFB, Odin. Na ocasião, os servidores identificaram a droga em posse de um passageiro, na fila de check-in, que fazia voo doméstico de Manaus para Congonhas/SP.

Também em Manaus, na terça – feira (16), os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram em conjunto com policiais da Delegacia Fluvial (Deflu), na apreensão de 20 kg de skunk em um barco atracado na orla de Manaus. Durante averiguações, o cão farejador Odin identificou a droga escondida em sacos de farinha no porão da embarcação.

Economia Negócios Notícias Segurança Trabalho