Mateus Bandeira valoriza resultado e comemora primeira eleição do Novo Bandeira: "Tivemos a coragem e a ousadia de falar sempre a verdade, investindo nosso tempo e recursos pessoais”, disse, ao lembrar que o Novo é o único partido que não utiliza os fundos partidário e eleitoral. Foto: Eduardo Peixoto

Mateus Bandeira valoriza resultado e comemora primeira eleição do Novo

Disputando pela primeira vez um cargo eletivo, Mateus Bandeira obteve mais de 200 mil votos para governador. Para o candidato do Novo, seu firme posicionamento diante de temas polêmicos – como papel do Estado, privatizações, revogação do estatuto do desarmamento e novos modelos de educação – auxiliou no amadurecimento do debate público no Rio Grande do Sul.

Apesar da pouca estrutura e dos exíguos 6 segundos do tempo de TV, a candidatura de Mateus Bandeira e Bruno Miragem foi bem recebida nas dezenas de cidades visitadas. Nas redes sociais, cerca de 160 mil seguidores acompanharam as ideias, com vídeos alcançando milhões de visualizações.

“O que fica desta eleição é o orgulho de ter participado do início de um processo para melhorar a forma de se fazer política. Tivemos a coragem e a ousadia de falar sempre a verdade, investindo nosso tempo e recursos pessoais”, disse, ao lembrar que o Novo é o único partido que não utiliza os fundos partidário e eleitoral.

Mateus Bandeira também reconheceu o desempenho de seu colega de partido Marcel van Hattem, que foi o deputado federal mais votado do RS. A sigla elegeu ainda dois deputados estaduais: Fábio Ostermann e Giuseppe Riesgo. “Esse resultado é a renovação qualificada, um ganho para o Congresso, para a Assembleia e para as mudanças que a população tanto precisa”, comemorou.

Seguir em frente
Agradecendo a confiança de cada eleitor, Bandeira avaliou que o Novo teve sucesso em seu propósito. “Mais do que um voto, cada pessoa que escolheu o 30 deixou registrado que quer um Estado mais moderno, menos burocrático e que priorize áreas essenciais, ao invés de inchar estatais e desperdiçar o dinheiro público”, ressaltou.

O ex-secretário do Planejamento disse que não é fácil lutar contra o mecanismo da velha política. “A semente foi plantada. A colheita pode demorar um pouco, mas um projeto de cidadania que faça o resgate moral, com uma visão estruturada de futuro, não se concretiza no curto prazo”, destacou. “O mais importante, agora, é sabermos que ele precisa ser continuado. Temos de seguir em frente”. No país, o presidenciável João Amoêdo conquistou a confiança de mais de 2,6 milhões eleitores. Outro bom desempenho foi do candidato Romeu Zema, que ficou em primeiro lugar na disputa ao governo de Minas Gerais.

Bandeira agradeceu, em especial, ao vice Bruno Miragem. “A vida pessoal e profissional dele falam por si. Foi um diferencial importante. Ele somou muito com sua trajetória no setor público e na iniciativa privada, além da visão humanista”, declarou.

Eleições 2018 Notícias