MEC autoriza mais 13 cursos de Direito; OAB chama de “estelionato educacional”

MEC autoriza mais 13 cursos de Direito; OAB chama de “estelionato educacional”

Moção ao Conselho Federal da OAB pede pressão sobre o governo para que sejam suspensos novos cursos de Direito nos próximos 10 anos

Já se tornou uma constante: a cada aprovação de uma nova leva de cursos de Direito no Brasil, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e suas seccionais lamentam o que eles chamam de “estelionato educacional”. Foi o que ocorreu mais uma vez nesta segunda-feira (23), quando o Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União a autorização para 44 graduações, 13 delas em Direito.

“De maneira irresponsável, o Ministério permite o funcionamento de instituições sem levar em consideração a qualidade de ensino”, escreveu em nota o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia. “A troca de favores estabelecida ao longo das últimas décadas transformou o Brasil em uma pátria de bacharéis enganados por algumas instituições de ensino preocupadas unicamente com o lucro”.

O Brasil conta hoje com 1.262 cursos jurídicos de nível superior.

Leia mais

(Gazeta do Povo)

Agenda Câmara dos Deputados Cidade Comportamento Comunicação Destaque Direito Economia Educação Negócios Notícias Opinião Poder Política Trabalho