Mortes em rodovias caem 21,7% após a instalação de radares

Mortes em rodovias caem 21,7% após a instalação de radares

Levantamento da Folha aponta que, nos trechos das rodovias federais onde há radares de velocidade, o número de mortes caiu 21,7%, em média, após a instalação desses equipamentos. Eles têm sido alvo de ataques do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que promete sua retirada gradual das vias. O cálculo considera as ocorrências no quilômetro da estrada em que se encontra a lombada eletrônica. Os dados, apurados de 2007 a 2018, apontam ainda redução de 15% no índice de acidentes nos locais. Em 72% dos casos, a implantação dos dispositivos foi seguida por menos mortes. Bolsonaro disse que os radares serão retirados das rodovias federais à medida que os contratos de operação forem encerrados. O Ministério da Infraestrutura fala somente em reavaliação. Para especialistas, a redução do número de lombadas eletrônicas elevará a insegurança no trânsito.

Leia mais na Folha de S.Paulo

Comunicação Destaque Notícias