Novo Coaf abre porta a indicações políticas Bolsonaro afirma que ‘ideia é nomear concursados do BC'- Foto Antonio Cruz/Agência Brasil

Novo Coaf abre porta a indicações políticas

A medida provisória que alterou o Coaf abre brecha para indicações políticas no órgão que o substituiu, a Unidade de Inteligência Financeira (UIF), ao permitir pessoas de fora da administração pública em cargos de comando.

A mudança pode ferir as regras do Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo (Gafi/ FATF), entidade internacional que não admite ingerência política, de governos ou empresas. O presidente Bolsonaro disse que “a ideia é ser o pessoal concursado do Banco Central. Se tiver erro, a gente corrige”. Na Receita, subsecretários temem que o secretário Marcos Cintra faça novas demissões.

Leia mais em O Globo

Comunicação Destaque Notícias