Oferta do Banrisul volta a causar ruído no mercado Foto: Divulgação/Palácio Piratini

Oferta do Banrisul volta a causar ruído no mercado

A oferta subsequente (follow on) do Banrisul para a venda de uma fatia excedente do controle do governo do Rio Grande do Sul voltou a causar polêmica entre investidores. Os críticos afirmam que a operação seria mais vantajosa se o banco gaúcho fosse privatizado. O modelo anunciado, ao contrário, deve gerar dinheiro somente para cobrir despesas correntes. A operação é estimada em mais de R$ 2 bilhões. A oferta dos papéis só pode ocorrer se o valor de mercado do banco estiver acima do patrimonial. Para isso, a ação preferencial classe B do Banrisul precisa ficar acima de R$ 19,32. O papel fechou cotado a R$ 23 ontem, após cair 3% com o anúncio. Isso significa que o espaço para oferecer um desconto ao investidor e atraí-lo para a oferta pode ficar apertada.

Leia mais em O Estado de S.Paulo

Comunicação Destaque Notícias