Porto Alegre: A dama do jazz,  Ivone Pacheco revolucionou a música boêmia Pianista criou o lendário Clube de Jazz Take Five, reduto do ritmo na capital gaúcha

Porto Alegre: A dama do jazz, Ivone Pacheco revolucionou a música boêmia

Na casa de Ivone Pacheco, 85 anos, o jazz aparece logo que alguém se aproxima do portão. Não se trata do gênero musical, embora fosse possível cogitar algo assim, pois, no porão do sobrado da rua Dario Pederneiras, no bairro Petrópolis, funciona, há 36 anos, o Take Five Clube de Jazz. A recepção é feita por um simpático e saltitante cachorro de cerca de quatro anos batizado de Jazz. Não poderia haver nome mais certeiro para o animal adotado pela mulher cujo apelido sintetiza um tanto de sua trajetória: Dama do Jazz de Porto Alegre. A música impregna sua vida desde a infância, quando se aventurava no piano do hotel que pertencia ao pai e onde a família morava. Ela começou a estudar o instrumento cedo, casou aos 27 anos, cuidou da casa e dos filhos, fez faculdade e lecionou no magistério estadual, mas o sentimento de incompletude desordenava o pensamento e a impelia a querer mais.

Leia mais em Jornal do Comércio

Comunicação Destaque Notícias