Porto Alegre: Centro oferece esporte e formação profissional a 60 mil pessoas Inauguração teve a presença do prefeito e do ministro Osmar Terra. Foto: Cesar Lopes/PMPA

Porto Alegre: Centro oferece esporte e formação profissional a 60 mil pessoas

A nova Estação Cidadania da Restinga, inaugurada nesta segunda-feira, 12, vai oferecer atividades de lazer, cultura, serviços assistenciais e de qualificação profissional para cerca de 60 mil habitantes. Antiga demanda de um dos bairros mais populosos de Porto Alegre, o centro terá também programas de prevenção à violência e combate às drogas. A cerimônia teve a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra, e do prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Aguardada há seis anos pela comunidade, a obra sofreu paralisações até ser destravada em agosto do ano passado, quando os trabalhos foram retomados pela atual gestão municipal. O projeto substitui os Centros de Artes e Esportes Unificados (Ceus) e conta com quadra coberta e dois prédios. Um deles abriga uma biblioteca, um telecentro (informática) e um cineteatro. No outro, há sala multiuso e espaço para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc). A área total é de 3 mil metros quadrados.

Com investimento de R$ 2,02 milhões, a obra foi realizada pela Prefeitura, sendo executada pelas secretarias de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE), da Cultura (SMC) e de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim), por intermédio de convênio com o Ministério da Cidadania.

Para Marchezan Júnior, a estrutura preserva os interesses das pessoas que mais precisam da eficiência da máquina pública. “Estudos científicos comprovam que esse tipo de centro melhora a empregabilidade, diminui os índices de violência e amplia a autoestima da população”, afirma. “Podemos fazer tudo andar mais rápido e obter melhores resultados quando trabalhamos num esforço conjunto para beneficiar a população mais vulnerável.”

O prefeito também lembrou que 85% dos imóveis da região terão redução ou isenção do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), caso se resolva o impasse sobre o tema na Câmara de Vereadores. Apesar do projeto de lei ter sido aprovado em abril deste ano, a atualização do imposto pode ser adiada após solicitação de nova votação no Parlamento.

Cidadania – Para o ministro Osmar Terra, manter os jovens ocupados com atividades para se desenvolverem é a forma mais eficiente de construir futuros cidadãos. “Os jovens precisam desenvolver sua capacidade intelectual e artística ao mesmo tempo em que têm a oportunidade de se afastar da violência e das drogas”, diz o ministro. Segundo Terra, o propósito maior da Estação Cidadania é treinar atletas, descobrir novos talentos e formar bons profissionais.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Esportes, Comandante Nádia Gerhard, disse que a comunidade agora também é responsável por abraçar o complexo. “Vocês têm o compromisso de tirar as famílias de dentro das casas e trazer aqui para desfrutar um legado à comunidade”, frisou. “É um sonho que se concretiza depois de muito esforço e de um longo trabalho em conjunto”, acrescenta o secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse.

“É motivo de muito orgulho ver o resultado do nosso esforço se concretizar. Que traga muitas alegrias e oportunidades para os mais jovens da nossa comunidade”, diz José Luis Vieira Ventura, líder comunitário. Mais conhecido como Seu Ventura, ele foi um dos principais responsáveis pela continuidade das obras.

O centro terá atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Nos finais de semana, será aberto para lazer, com alternância de atividades específicas. A grade de atividades ainda está sendo finalizada.

Participaram também da solenidade o vice-prefeito Gustavo Paim, e os secretários municipais de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen; de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; e de Relações Institucionais, Christian Lemos.

Comunicação Destaque Notícias