Porto Alegre: Pesquisa Methodus mostra ampla reprovação de Marchezan Jr; Guilherme Macalossi/RDCTV Marchezan Jr Foto: Eduardo Beleske/PMPA

Porto Alegre: Pesquisa Methodus mostra ampla reprovação de Marchezan Jr; Guilherme Macalossi/RDCTV

Se estiveram ancorados na realidade, os números da última pesquisa do Instituto Methodus são devastadores para o governo do prefeito Nelson Marchezan Júnior, que está na metade de seu mandato. Segundo o levantamento, a atual administração de Porto Alegre é reprovada por  86,50% da população. Apenas 8% dos entrevistados a aprovam.  O governo é avaliado por 57,14% como péssimo, 23,06% como ruim, 15,54% como regular e apenas 4,26% como bom.  Nenhum eleitor classificou a atual administração como ótima.

Entre as razões que podem explicar os indicadores negativos estão a caótica situação das vias públicas, os problemas financeiros do governo, o temperamento do mandatário e as pautas impopulares. Para se ter um a ideia, nesta semana é esperado que o aumento do IPTU volte à discussão na Câmara de Vereadores. É a terceira vez que se tenta sua aprovação. Segundo o prefeito, as novas alíquotas do tributo serão importantes para equilibrar as contas da capital. Parece que os porto-alegrenses não se convenceram com isso.

É cedo para dizer se o resultado influenciará na próxima eleição municipal. Na última vez em que foi questionado sobre o tema “reeleição”, Marchezan desconversou e afirmou ser “muito cedo” para tratar disso. Ainda que publicamente não trate do assunto, é óbvio que o prefeito e seus apoiadores terão de examinar a pesquisa de forma cuidadosa. Ela é reveladora de uma rejeição difícil de ser revertida em um prazo tão apertado.

Confira outras informações na Coluna de Guilherme Macalossi.

Os mesmos 86,50% consideram que Porto Alegre está no rumo errado. Já 13% afirma que a cidade está no rumo certo. Somente 0,50% não soube opinar.

A pesquisa mostra que 57,14% considera o governo municipal péssimo; 23,06% considera ruim. Para 15,54% o governo é regular e 4,26% considera que Marchezan e Paim fazem um bom governo. Nenhum eleitor classificou como ótima a atual a administração.

Avaliação agrupada:

Os eleitores deram nota à atual administração:

Questionados se estão satisfeitos ou decepcionados com Marchezan, 88,75% dos eleitores estão decepcionados; 7,25% satisfeitos; 4% não souberam responder.

Otimismo

Apesar da avaliação ruim da administração municipal e do prefeito Marchezan, o eleitor porto-alegrense acredita na cidade. Para 93,50% Porto Alegre poderia estar se desenvolvendo mais, 6% da população entende que a Capital está se desenvolvendo de maneira adequada; apenas 0,50% não soube responder.

O otimismo é confirmado por 89,75% da população que afirmou acreditar que Porto Alegre tem jeito; somente 9,25% acha que a cidade não tem jeito; e 1% não soube opinar.

Ficha técnica:

Realizada de 10 a 16 de Abril de 2019 com eleitores de ambos os sexos, com 18 anos ou mais, de diferentes classes sociais, residentes no município de Porto Alegre. Foram realizadas 800 entrevistas em todas as regiões da cidade. A margem de erro é estimada em até 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95% (noventa e cinco por cento).

 

Cidade Destaque Marchezan Política Porto Alegre prefeitura