Porto Alegre: Projeto social oferece alimento e oportunidade para retirar moradores da rua

Porto Alegre: Projeto social oferece alimento e oportunidade para retirar moradores da rua

Mudar a vida de crianças e adolescentes e dar uma oportunidade de um futuro melhor é o objetivo central do projeto Valentes de Davi, coordenado pelo ex-morador de rua José Eduardo da Silva Flores, de 32 anos. Uma das iniciativas é o café da manhã oferecido para crianças aos sábados.

– Durante dez anos vivi no vício do crack e 99% do que eu comia vinha da lata de lixo. As pessoas tinham medo e nojo de mim. Mudei minha vida a partir do abraço de pessoas muito boas que me mostraram um caminho melhor – afirma Eduardo.

O ex-morador de rua, conta que há quatro anos vai em vilas diariamente acompanhar especialmente as condições de crianças e famílias em vulnerabilidade social com o propósito de afastá-los das drogas e outros crimes. Eduardo tem três filhas adotivas (Andréa, Ana Júlia e Natasha), além de duas filhas biológicas (Vitória e Hadacha) e dedica-se a ajudar os outros através de conversas e orações.

Entre as maiores necessidades estão telhas, tijolos, argamassa, cimento, panelas e botijão de gás para que sejam preparados os alimentos. O projeto conta com atividades esportivas e precisa, ainda, de doação de material esportivo e bolas de futebol.

O projeto Valentes de Davi funciona na Rua Marieta, 241, bairro Partenon e tem, entre seus apoiadores, a Volpato Segurança. Atende ao todo quatro comunidades de Porto Alegre: Vila Arena, Vila Aliança, Beco Xis e Beco do Buda, somando em torno de 500 crianças. A estimativa é que sejam servidas aproximadamente duas mil refeições por mês para crianças e moradores de rua. O espaço é alugado e os voluntários enfrentam dificuldades para conseguir custear as despesas tendo sido já socorrido por doações de empresas e voluntários. Agora, a intenção é concluir a obra de uma sede própria. O telefone para mais informações é o 99465 8713.

Comunicação Destaque Notícias